15 de março de 2016

Raro: toda turma tem um!


9 comentários:

Anônimo disse...


OS PROJETOS PERDEDORES DA AVIAÇÃO:
Houve um tempo em que para se escolher um avião ideal era necessário fazer voar vários outros que não passavam da condição de protótipos

http://airway.uol.com.br/os-projetos-perdedores-da-aviacao/

SGT ESSA / INF 97 disse...

não é questão de ser raro Sr Montedo. Essa foi a humilhação feita por um instrutor (nivel de preparo 0) por causa da dificuldade do referido militar colocar seu uniforme.

é comum vermos essa "humilhação" na tropa, por alguns instrutores.

Formação zero (0)

Anônimo disse...

Se não fossem eles, a vida no quartel não teria graça nenhuma.Onde servi, em plena formatura de uma turma de sargentos, com os convidados e autoridades presentes, na hora de apresentar arma, lá se foi uma cobertura na ponta de uma baioneta.

Gen Anibal disse...

Não vou dizer o nome do raro por questão de ética, mas na formatura do 3º turno do CAS / 2000, teve um segundo sargento que estava bêbado e dormindo em forma. Para facilitar, o mesmo conseguiu sair QAO no dia primeiro de dezembro de 2015. Só quem estava lá se lembra dessa raridade.

Não raro disse...

Cara não sabe colocar o uniforme e acha que isso é "humilhação"??? Meu, malandro é malandro e mané é mané; e raro é indispensável para manter o nível de endorfina atenuando a adrenalina.

Anônimo disse...

Enquanto isso, o Lula vira ministro. Eu devo rir ou chorar?

Anônimo disse...

eu também estava lá e colocaram a mochila assim nele porque ele chegou atrasado na formatura e com os bolsos da frente da mochila abertos.

Anônimo disse...

Malandro é malandro ? Mané é Mané ?.....muito triste ver uma pessoa que usa essa frase em sua vida.....Malandro é quem fura fila, da golpe...etc...mané é quem faz as coisas certas, respeita o próximo e por ai adiante ...por estas frases este País esta onde está, e como está. ..Malandro ? Triste frase ou infeliz frase....

Anônimo disse...

Puxa, anônimo, peninha de você... Tá triste, tá? Fica triste, não! Você é tão inocente que não percebeu que o comentário foi direcionado ao mané que chegou atrasado para a formatura e com os bolsos frontais da mochila abertos, conforme já mencionado por quem estava lá, por isso que foi enjambrado daquele jeito ridículo, como todo raro é. Acho que você deve ter algum trauma de quartel, porque sabe que mané de quartel é mané de quartel (chame de raro, se quiser) e malandro é aquele que na formatura está todo pronto na hora marcada (na hora é na hora, não é antes da hora e nem depois da hora - já ouviu isso?), uniforme sem alterações e com risco zero de levar anotação na caderneta. É esse malandro que sai de Sargento até Major por merecimento, como está sendo proposto. O resto, é mi-mi-mi

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics