31 de março de 2016

Marcialidade, pero no mucho!



3 comentários:

Anônimo disse...

Se fosse na Coréia do baixinho louco, já estaria sem a cabeça. Esses quepes são um pouco exagerados. Parecem guarda chuva.

Anônimo disse...

Sempre tem um bisonho para querer aparecer e ferrar todos depois...
Só muda o país e a farda pois os bisonhos sempre existirão em todo lugar.

Anônimo disse...

Parece montagem, mas, quem nunca viu um desses no quartel? Bacana mesmo, é quando numa formatura solene, toda a tropa vai para uma direção e um desatento vai para a outra.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics