20 de maio de 2016

Não passarão! PT lamenta não ter mudado currículos militares e promovido oficiais compromissados com seu projeto de poder

Analisando a derrocada de seu projeto de poder, o Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores emitiu uma resolução em que faz um raio-x do fracasso. 
Entre outras razões, o partido lamenta não ter 'modificado currículo das academias militares' e não ter 'promovido oficiais com compromisso democrático e nacionalista'.

PT irrita Exército

Eliane Cantanhêde
O comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, reagiu com irritação à Resolução do Diretório Nacional do PT sobre Conjuntura, aprovada na última terça-feira, em que o partido, em meio críticas à própria atuação e ao governo Dilma Rousseff, incluiu um “mea culpa” por não ter aproveitado seus 13 anos no poder para duas providências em relação às Forças Armadas: modificar o currículo das academias militares e promover oficiais com “compromisso democrático e nacionalista”.
“Com esse tipo de coisa, estão plantando um forte antipetismo no Exército”, disse o comandante ao Estado, considerando que os termos da resolução petista _ e não apenas às Forças Armadas _ “remetem para as décadas de 1960 e de 1970″ e têm um tom “bolivariano”, ou seja, semelhante ao usado pelos regimes de Hugo Chávez e agora de Nicolás Maduro na Venezuela e também por outros países da América do Sul, como Bolívia e Equador.
Segundo o general Villas Boas, o Exército, como Marinha e Aeronáutica, atravessam todo esse momento de crises cumprindo estritamente seu papel constitucional e profissional, sem se manifestar e muito menos sem tentar interferir na vida política do país. Ele espera, no mínimo, reciprocidade. Além dele, oficiais de altas patentes se diziam indignados contra a resolução do PT. Há intensa troca de telefonemas nas Forças Armadas nestes dois últimos dias.
Eis o parágrafo da Resolução do PT que irritou o Exército, na página 4 do documento:
“Fomos igualmente descuidados com a necessidade de reformar o Estado, o que implicaria impedir a sabotagem conservadora nas estruturas de mando da Polícia Federal e do Ministério Público Federal; modificar os currículos das academias militares; promover oficiais com compromisso democrático e nacionalista; fortalecer a ala mais avançada do Itamaraty e redimensionar sensivelmente a distribuição de 5 verbas publicitárias para os monopólios da informação.”
O Estado de São Paulo/montedo.com
Leia a íntegra da resolução do Partido dos Trabalhadores

28 comentários:

Anônimo disse...

Marginais!!! Este Exército é o de Caxias!!! Não é o de Simón Bolivar!!! Comunistas cretinos, o Exército Brasileiro não está à venda!!!

Brasil Acima de Tudo disse...

Basta 1935 e 1964. Tentaram, mataram e não conseguiram.

Anônimo disse...

Desta vez eles quase conseguiram, então a melhor defesa é o ataque. E imprescindível que agora fortaleçamos o MPF e a Justiça para que punam os atos cometidos pelo Projeto Criminoso de Poder dos PTralhas!

Anônimo disse...

Que sirva de alerta a todos nós, brasileiros, que compreendemos a importância das forças armadas na manutenção da democracia. A nota do PT não é necessariamente uma confissão de culpa, é uma reavaliação de sua estratégia para o caso de voltarem ao poder novamente. Maduro só se mantém hoje no poder por poder contar com o apoio de suas forças armadas. Se houvesse o mesmo apoio no Brasil, o PT estaria neste momento radicalizando seu regime. Se a esquerda voltar ao poder, não duvidem que as forças armadas estarão na mira.

Anônimo disse...

Dizer que o Exército ficou irritado só agora, é sinal de que não tem capacidade para analisar os fatos e as ameaças à democracia brasileira que já estavam acontecendo? Para quem não é milico, percebeu essas manobras e a colaboração de militares de alta patente e os setores de informações, não? Não acredito nesse "espanto" agora.Só porque não deu certo e o PT se "entregou", vão dizer que não sabiam.

Gen Anibal disse...

Para mim a esquerda Brasileira não passa de um bando de "Marginais" que merecem serem banidos da Política. Para esses bandidos não sonharem mais em ganhar as eleições de 2018, o Ministério Público tem a obrigação de jogar o Bandido Mor na cadeia. Quatro dedos os teus dias estão contados para você ver o sol nascer quadrado.

Anônimo disse...

E será que não promoveram oficias generais simpatizantes com a ideologia petista? Eles sabem usar a desinformação.

Anônimo disse...

Não duvidem que para alguns receberem mais uma estrela e cargos de destaque, se sujeitariam a ser capachos e venderiam a alma para PETRALHAS...ou TUCANOS (Serra, o Sr Burns dos Simpsons, e do sr THC maconhovisk, ou melhor, FHC) também...
Aliás, será que isso não ocorreu ou ocorrerá?


Anônimo disse...

Como? se irritou.
Só agora?
E todos os sapos que a instituição engoliu e ele calado.
E o reajuste dos vencimentos 12% abaixo da inflação no período que os petralhas impuseram, e ele calado.
Parece, parece reação oportuna.
Sem mais
IV

Anônimo disse...

Com a palavra o Cmt do Exército. Agora se pronuncia, mas enquanto o PT estava no poder, o Sr Cmt ficou calado, exonerou Gen Mourão do CMS, por falar a verdade. Agora é fácil falar.
Gen Villas Bôas, seja um Soldado de Caxias e solicite a sua exoneração.

Anônimo disse...

Por acaso mentiram? Ou sentem saudade de como os praças eram tratados antes dentro do EB. Os praças, não os oficiais. Se fossem nacionalistas, não estariam enchendo os bolsos com compras de material de defesa de péssima qualidade. Óbvio que os Generais não gostaram do risco de perder as boquinhas.

Anônimo disse...

Mudaram sim - o sistema de promoção, só que tarde demais, talvez já no desespero através da protegida do ministro da defesa JW.....mudaram o sistema escolha para promoção, que tem que ser revogado e é aí que está o pulo do gato. Promover um sujeito como aquele Ten Fernando lá do RS, rapidamente a Gen de Ex ?

Anônimo disse...

...reagiu com irritação...essa é boa.

Anônimo disse...

Não acredito que o Gen. Anibal escreva: "merecem serem banidos da Política"

Anônimo disse...

Por aqui não passarão? Vocês estão sendo muito otimistas, como são otimistas quando dizem que a solução para o país seria um governo militar ou um Presidente da República como o Bolsonaro, etc. Analisando a coisa friamente, por tudo o que vi nessa minha meia vida dedicada às Forças Armadas, a esquerda só não o fez porque não o quis. Ou seja, o PT admite que errou porque a decisão estava unicamente em suas mãos. Na verdade. as poucas vozes que se levantariam contra a reforma da grade curricular das escolas militares seriam competentemente abafadas pela ameaça de exoneração, pelas transferências nada vantajosas (principalmente para aqueles que perderiam cargos de comando) e pela falta de interesse da mídia majoritária (até mesmo porque quem consome seus serviços também não tem qualquer interesse com o que se passa na caserna). O fato é que o PT usou os cargos de confiança do governo federal para instrumentalizar a administração pública e existem milhares de homens e de mulheres nomeados para o exercício de funções em pontos chave da administração que simplesmente dobrariam os joelhos para os interesses do partido em troca de benefícios nem sempre ilícitos. As FA não fogem a esta regra!

Anônimo disse...

Chutar cachorro morto é fácil.

Anônimo disse...

Bem, se tinha algum oficial do alto comando das FFFAA meio dormindo, deve ter acordado. O PT é uma sigla lesa-pátria, cujos dirigentes só tem um objetivo: instalar aqui uma ditadura do proletariado.

Anônimo disse...

Gen Villas Bôas, seja um nobre e solicite a sua exoneração, pois todos cargos da ex-presidente da Dilma foram embora.

Anônimo disse...

Como assim ficaram surpresos? A população fez até abaixo assinado para que o Governo dos Estados Unidos intervisse no Brasil para evitar o golpe bolivariano. Estamos bem de inteligência no exército, ainda bem que o Brasil é um país pacífico. A cartilha do PT esteve todos esses anos no site do partido, lá sempre esteve escrito seus objetivos como estatização da imprensa, aparelhamentos, etc. Sem contar o Foro de São Paulo. Milhares de pessoas gritando nas ruas "A nossa bandeira jamais será vermelha" e agora os Generais aparecem do nada como se estivessem surpreendidos, é muito cinismo ou hipocrisia.

Anônimo disse...

pessoal nao se enganem por favor teve muita gente boa que entrou nas FFAA ganharam promoçoes etc e tal por ser ideologicamente vermelho por dentro nao seja meninos por detras dos panos nos quarteis desde la tras tem muito camisa vermelha dentro da FFAA acordem se o PT voltar eles estarao lá fiquem atentos

Anônimo disse...

Pelo menos vem a certeza de que nem todos tem o mesmo pensamento nas Forças Armadas!

Anônimo disse...

Os três comandantes, peçam suas exenoracoes e façam um pedido de desculpas a tropa.

Anônimo disse...

Incrível ver como tem gente que se deixa pautar pelo que a imprensa escreve. Qual é fonte de informação da jornalista? Ela entrevistou o VB? Isso é conversa de jornal e a turma cai no papo. O EB tem um comportamento que se repete há anos, que é o de não responder a este tipo de notícia.
Outro ponto que deve ser considerado é que o PT tentou, mas não conseguiu mudar nada dentro das FA, porque somos todos nós, vocês, eu, VB, farinha do mesmo saco e o pensamento que vocês têm é o mesmo que a maioria dos militares têm. Claro que tem gente que não vê isso, pois não consegue entender um contexto fora da sua OM e pauta o mundo por meio do seu relacionamento com aqueles que estão a dois passos de si. Toda vez que se falou em mudar currículos o EB reagiu sim e com força. Vocês acham mesmo que seria possível o alto comando aceitar ordens para promover A ou B em detrimento de C? Esta história de que todo mundo quer boquinha não cola. Alguns querem mesmo e em qualquer posto ou graduação, não sejamos hipócritas. Mas a maioria tem o mesmo pensamento em relação a essa turma que está de saída. E reconheça-se, no governo Lula as FA tiveram algum benefício. Ficar malhando os chefes é normal em qualquer profissão, basta perguntar aos que não param nos empregos. O chefe está sempre errado, o certo é ele. Na iniciativa privada este tipo de gente vai para a rua. Os bons funcionários, e isso não significa puxa-sacos, são promovidos, os demais, esquecidos.

Anônimo disse...

Não fizeram essas mudanças porque foram incomoetentes, pois o comando das forças armadas jamais demonstrou qualquer reação contrária às imposições do governo marxista do PT. Não há mérito dos generais, apenas incompetência petista.

Anônimo disse...

E quando o Lula declarou que enrolava os generais quando pediam aumento salarial e lhes dava "migalhas" e eles ficavam calados, isso não é um sinal de "boas" intenções? Essa estória é só para inglês acreditar.petistas são assim: contam um estória, se colar, colou. Se não, contam outra.

Anônimo disse...

Que disse que não fizeram mudanças. A semente já foi plantada. Como bem postou um colega nos recebemos menos que a média da carreia mais baixa de Estado. E existe companheiro dizendo "quem não esta contente vá embora".

Alguns devem ter feito concurso para ser militar outros parece que ganharam a vaga.

Anônimo disse...

A verdade é uma só, se o governo melhorar os soldos e diminuir os interstícios das promoções dos praças, com certeza muitos irão ficar em favor do governo seja ele de qualquer partido que estiver no poder.

Então Cmt do EB, FAB e Mar, se vocês não nos valorizarem e deixarem que o governo faça isso, estarão correndo o risco de acontecer o que houve no passado, que foi a revolta dos sargentos, lembram?

Fica aí meu conselho, valorizem os praças!

Anônimo disse...

Não concordo... sou praça e se o (des)governo anterior nos concedesse um aumento real muito alto, mesmo assim eu não seria a favor do (des)governo. Poderia agradecer a "gentileza", mas me tornar um "militante" por isso, de jeito nenhum.

Nem todo homem vende a sua alma!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics