8 de julho de 2016

Exército será multado em R$ 40 mil por morte de onça em Manaus

Onça-pintada foi abatida após participar do revezamento da Tocha Olímpica.
Multa foi aplicada pelo Ipaam; animal não tinha autorização para ser exibido.
Do G1 AM
O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) informou nesta quinta-feira (7) que o relatório técnico sobre a morte da onça pintada Juma, morta durante o revezamento da tocha olímpica em Manaus, foi concluído. O órgão determinou multa de R$ 40 mil ao Exército por falhas em procedimentos que resultaram no abate do animal. O Exército pode recorrer.
A onça, que era mascote do 1º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS), foi morta por um soldado no dia 20 de junho, após exposição no evento. Ela foi baleada depois de escapar da coleira que a prendia e avançar contra um militar. O caso ocorreu no momento em que ela era transportada para a jaula.
De acordo com o Ipaam, a multa atinge o Comando Militar da Amazônia (CMA), o 1º BIS e Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS).
O Ipaam informou que o CMA foi autuado em R$ 5 mil por contribuir para a utilização de um espécime da fauna silvestre nativa sem a autorização do órgão ambiental competente. O CIGS foi autuado em $R 5 mil por utilizar o animal sem a autorização do órgão ambiental competente. Enquanto o 1º BIS recebeu três multas: uma de R$ 5 mil por transportar o animal sem autorização, outra de R$ 5 mil por mantê-lo em cativeiro sem a devida autorização; e outra de R$ 20 mil por construir e fazer funcionar mantenedouro da fauna sem a licença do órgão ambiental.
As multas estão baseadas na Lei de Crimes Ambientais 9.605/ 1998 e no Decreto 6.514/2008.
O relatório técnico do Ipaam será remetido ao Ministério Público Federal (MPF) para que medidas cabíveis sejam tomadas. O Ipaam diz ainda que o CMA já foi notificado das infrações. O G1 aguarda retorno do Exército em Manaus.
"Os autuados terão 20 dias para apresentar a defesa e, depois desse prazo, podem recorrer ao Ipaam e ao Conselho Estadual de Meio Ambiente", informou o órgão.

Relatório
O relatório técnico apontou que foram feitas quatro tentativas de sedar o animal em fuga, sendo alvejado com apenas um dos dardos.
"O que ocorreu no incidente foi que um dos mosquetões, uma estrutura metálica que prendia a coleira se soltou, por apresentar uma falha. Neste momento ela escapou dos tratadores. Temos o laudo da necropsia que diz que foram dados os tiros na região frontal. Não foi que o animal fugiu e atiraram por trás. Ele (o animal) estava correndo na direção da pessoa que atirou”, disse o gerente de Fauna do Ipaam, Marcelo Garcia, por meio da assessoria.
O dinheiro das multas será destinado ao Fundo Estadual de Meio Ambiente que utiliza os recursos para promover diversas ações ambientais no Amazonas, como compra de equipamentos, recuperação de áreas, degradadas e projetos de fiscalização.
A Gerência de Fauna do Ipaam ressaltou que as seis onças do CIGS estão todas com chips e as devidas autorizações do órgão ambiental.

Multas
Comando Militar da Amazônia- CMA:
Autuado em 5.000,00 (cinco mil reais) por concorrer para a utilização de um (01) espécime da fauna silvestre nativa sem a autorização do órgão ambiental competente.

Centro de Instrução de Guerra na Selva – CIGS:
Autuado em 5.000,00 (cinco mil reais) por utilizar de um (01) espécime da fauna silvestre nativa sem a autorização do órgão ambiental competente.

1º Batalhão de Infantaria de Selva (Aeromóvel) - 1º BIS Amv:
Autuado em 5.000,00 (cinco mil reais) por transportar um (01) espécime da fauna silvestre nativa sem a autorização do órgão ambiental competente.
Autuado em 5.000,00 (cinco mil reais) por ter em cativeiro um (01) espécime da fauna silvestre nativa sem a autorização do órgão ambiental competente.
Autuado em 20.000,00 (vinte mil reais) por construir e fazer funcionar mantenedouro da fauna silvestre nativa sem a Licença do órgão ambiental competente.

Entenda o caso
A onça foi abatida pelo Exército após fugir e avançar contra um militar, informou o Comando Militar da Amazônia (CMA). O fato ocorreu na segunda-feira (20), após o local receber o 'Tour da Tocha'. Juma era mascote do 1º Batalhão de Infantaria de Selva (1º BIS) e tinha entre 8 e 9 anos.
O CMA diz ainda que onça morta não era "protagonista" de tour da Tocha.
"A onça-pintada 'Juma', mascote do 1º Batalhão de Infantaria de Selva (1º BIS), estava, por coincidência, no Centro de Veterinária do CIGS no mesmo dia do evento, para realização de revisões e cuidados da saúde como, por exemplo, a limpeza da cavidade bucal e a medição biométrica para acompanhamento do estado de higidez da onça", cita nota enviada pelo Exército.
Segundo o CMA, a onça escapou no momento em que o Cigs estava fechado para visitas. Uma equipe de militares composta de veterinários especializados tentou resgatar o animal. Porém, mesmo atingido com tranquilizantes, Juma se deslocou em direção a um militar e foi realizado um tiro de pistola por medida de segurança. O animal morreu no local.
Ambientalistas criticaram o ocorrido. Ao G1, Diogo Lagroteria, analista ambiental especializado em fauna silvestre e veterinário, disse que, mesmo com anos de treinamento e em cativeiro, a onça nunca poderá ser considerada um animal domesticado. "O incidente no Cigs aconteceu pelo simples fato dele [o animal] ser uma onça. Animais selvagens sempre serão animais selvagens. Não tem como prever a reação deles nesse tipo de situação", disse o analista ambiental ao G1.

Comitê Olímpico
A organização dos Jogos Olímpicos Rio 2016 se pronunciou na terça-feira (21) sobre a morte da onça Juma. "Erramos ao permitir que a Tocha Olímpica, símbolo da paz e da união entre os povos, fosse exibida ao lado de um animal selvagem acorrentado", admitiu o comitê.
Em nota divulgada em sua página no Facebook, a Rio 2016 disse que o ocorrido "contraria as crenças e valores" da organização.
G1/montedo.com

34 comentários:

Unknown disse...

É guerras, não queriam a tocha ? então, tá aí...

Anônimo disse...

Qualquer semelhança é pura coincidência:


https://4.bp.blogspot.com/-F_V3tbBIqsY/V3-LCJYoqwI/AAAAAAAAf-I/zMAoCBPgdRIBwY4P61orQmb4L0N-edORwCLcB/s1600/Futuro%2Bcerto.jpg

Anônimo disse...

Quando o praça leva uma multa de trânsito como motorista ou chefe de viatura, rola FATD, sindicância, GRU para restituir ao erário... e essa multa aí? Quem vai pagar?

Anônimo disse...

E tem esse dinheiro para pagar a multa???

Anônimo disse...

Outro fato relevante é que o Brasil não deveria gastar dinheiro com olimpíadas.

Anônimo disse...

Caro Montedo; Nossos generais matam a tropa de fome com estes soldos ridículos e não pagam nada,nada mesmo.

Anônimo disse...

Esse é o resultado de décadas de subserviência. Srs Generais, continuem se curvando para tudo e todos e em breve perderão as calças que vestem, que aliás não sabem honrar.

Anônimo disse...

Três meses gastando dinheiro público para ficar correndo com essa tocha "para cima e para baixo" transmitindo o "espírito olímpico". Que lindo!

Escondemos o problema como poeira jogada debaixo do tapete.

Este país nunca será sério!!!

Diego H disse...

Mais uma piada desse país colônica chamado Brasil.

Anônimo disse...

Vixe! a tocha queimou a moita dos guerra. Guerrah!!!! Todos são bons, ou seja, não importa os meios o importante é o resultado.

Rogério disse...

O queeeeee..o EB não tinha autorização?....moral de cueca....a profissão é um sacerdócio....exigem que o militar seja praticamente um monge...mas aqueles que mandam não se sentem obrigados a cumprir a lei kkk....por que não me surpreendo kk

Anônimo disse...

O posicionamento do companheiro das 13.17 está correto. É muita despesa envolvida com essa tocha, muito dinheiro público com essa peregrinação ridícula. No norte foi a onça. No sul do país ocorreu um acidente envolvendo vários veículos, que acompanhavam a dita tocha. Esperamos que termine por aí.

Anônimo disse...

Não haverá responsável pelo incidente??? ou era o cabo veio que criava a onça sem ninguém saber??? E a história que era outra onça? Art. 1º do RDE. E o militar que não teve o devido cuidado e ficou ao alcance da onça? E o amigo da onça? Coloca um gato no chapéu que fica melhor...

Anônimo disse...

Sou um mendigo perto deles, mas eles fazem greve, suift suit

http://www.bocaonews.com.br/noticias/politica/politica/148591,dpu-ba-anuncia-paralisacao-de-dois-dias.html

Sergio Luiz Gonzaga disse...

Boa Noite a todos!! Estamos baixando uma portaria para que todos que possuem o brevê de Guerra na Selva passem a utilizar o brevê sem a onça. Ou seja fica proibido o uso do brevê que contenha uma onça pintada.

Anônimo disse...

Mais que justo tem que ser multado mesmo, porem quem tem que pagar é o comandante da OM com o seu E3 e S3 e todos os mentes brilhantes que inventaram em colocar a onça na cerimonia de embuste.

Anônimo disse...

Exército será multado? GRU pra quem teve esta brilhante ideia, mais um InventoR

Anônimo disse...

Esse instituto de proteção não sabia que o Exército tinha essas onças em seu zoológico ha muitos anos, mesmo depois de tantos desfiles militares? Só agora depois que foi notícia internacional é que resolveram trabalhar? E a unidade militar não sabia que tinha que ter autorização?

Anônimo disse...

Fiquei sabendo mesmo que vai ser proibido utilizar a cara da onça no breve do peito e do gorro. Isto é real? Companheiros observaram que os militares de Brasilia-DF continuam lá? Tem militar que nunca saiu e só mudam de OM e PNR. Estive falando com um colega advogado e ele falou que é possível uma ação judicial, exigindo explicações. Alguns vão para reserva e ficam PTTC e outros ficam até a reserva. Onde esta a igualdade prescrita na nossa Lei máxima (Constituição). O combatente vai, recebe medalhas, PNR e os demais militares tem que ter rotatividade. O combatente fica na área de conforto, trabalhando de camisa bege, ar condicionado, PNR, boas escolas, bons empregos para esposas, cursinhos para filhos e os demais???????? Ajuda ai meu. Também somos filhos de Deus. E os tropeiros querem uma oportunidade.

Anônimo disse...

Como dizia meu velho pai.... quanto mais você se curva, mais a b.... aparece...

Com tanta corrupção rolando a solta neste pais....temos que achar um bode expiatório.


Fico muito triste quando vejo críticas que não construtivas, que partem de dentro da própria força, com a intenção de detonar cada vez mais o que já está detonado. Roupa suja, devemos lavar em casa, até porque o publico externo está se lixando para o que acontece conosco. Se não tivermos o mínimo de consideração pelas Forças Armadas, será cada vez pior. Já ouviram falar que "devemos dividir para melhor controlar". Está acontecendo conosco. Estamos sendo divididos. Se não houver união será cada dia pior..

Anônimo disse...

Paisanada cheia de autoridade pra cima dos milicos. Vejo isso constantemente

Anônimo disse...

O Brasil todo foi transferido, exceto Brasília, isto fica igual a dona onça, ninguém sabia.

Existem dois Exércitos o de Brasília e o Exército Brasileiro.

Transparência zero, no serviço publico existe transparência nas movimentações, remoções. Recebemos exemplos todos os dias que as leis não devem ser cumpridas.
Falta transparência, direito básico de todo cidadão. PROMOÇÃO, TRANSFERÊNCIA, FILA DE PNR, CONCESSÃO DE MEDALHAS, MATRICULA EM CURSO.



Anônimo disse...

aninimo de 9 de julho de 2016 10:57

VC TERA OPORTUNIDADE DE IR PRA BSB JA QUE EH O SEU DESEJO......EM POUCO TEMPO O MILITAR TRANSFERIDO PARA BSB TERA QUE IR INDEPENDENTE DE TER OU NAO PNR....

ASSIM TALVEZ VC PARE DE ENCHER O SACO E FALAR BOBAGEM....

Anônimo disse...

O Exército Brasileiro precisa evoluir e para com essas palhaçadas de ficar levando bicho para formaturas e outras esquisitices.Uma hora isso ai ainda ai acabar mal.Tradições inspiram os mais jovens e mantém o passado sempre presente...agora levar onça para desfilar , tirar retrato com tocha olímpica já é pura falta de noção. O pior foi a figura que colocaram para falar em nome da instituição...lamentável.

Anônimo disse...

Amigo, general ganha tao mal quanto. Qlq auditor fiscal, ja entra ganhando mais q um gen bda. É facil dizer que a culpa é deles, mas vc o q fez? Votou em políticos mobilizados com a caserna, ou preferiu justificar? Convenceu amigos e familiares ou resolveu deixar pra lá ?

Anônimo disse...

Brasilia eh para quem tem competencia filho! Para de mimimi e trabalhe!
ST 93

Anônimo disse...

Discordo do comentarista de 10 de julho de 2016 02:46. Troque a palavra competência por elite. Somos a elite do Exército. Por estes motivos recebemos medalhas, não usamos coturno e e farda rajada conseguimos ser transferidos e depois voltamos para corte. Só lamento para os tropeiros. Fiquem sonhando. Aqui é da elite. ST CFS 95

Anônimo disse...

Companheiros não é só o fato de receber a medalha em Brasilia. Isto gera pontos para o camarada e consequentemente promoções e movimentações. O EB todo analisa os aditamentos. Precisamos de transparência nas promoções e movimentações. São famílias envolvidas. Na minha opinião Brasilia tem que ser rotativo oportunidade para todos.

Anônimo disse...

nem precisa muito esforço para analisar. Eu conheço colegas que foram para Brasilia por classificação final do CFS. Estao lá até hoje e isto já se vai quase 28 anos. o meu pézinho esta cheio de calos, quase 30 anos ralando com um bute no pé e ele só no sapatinho.. vamos descontrair..lembra do pagode..só no sapatinho ooooo.. a vida é curta mano, belezaaaaa!

Anônimo disse...

As medalhas militares não tem mais o valor que estas deveriam ter...
Qualquer um ganha, tenho dado mais valor a medalha de um esportista que consquistou com garra que uma medalha militar, que não vejo motivos nobre alguns em ganhar, em salva questão a de missões no exterior ou missão real ou nobre causa, fora isso medalha por 10, 20 e 30 anos de serviço o que vale? Não foi opção ficar lá estes anos? Então para que medalha entre outras medalhas. Puro embuste. Medalhas devem ser dadas por merecimento por uma nobre causa e não para enganar o militar.

Anônimo disse...

Não entendo o desejo incontrolável de alguns individuos tem por servir em Brasilia...lugar onde só circula utilizando carro, gasolina cara,escola cara, facudade cara e toda politizada pela esquerda aloprada, clima horrivel, hospitais lotados,todo mundo pensa que é importante(essa é a lógica), cheio de cacique metido a herói do exército americano e o lazer do povão é ir para shopping ou ir para o clube ficar falando de quartel.Viva Brasilia ! espero não ser compulsado a ir para esse lugar.rsrsr

Anônimo disse...

Na atual situação das Forças Armadas, 40 contos vai quebrar o Exército!

Anônimo disse...

Montedo...por favor, ou o Sr exclui o Facebook ou cria a opção anônimo lá, pois ninguém comenta nada!!!! Kkkk

Anônimo disse...

Deixa de besteira. Quem deveria cuidar da força não está bem aí. Só quer saber dos pontos para promoção, pegar uma boca boa e demais mordomias. Será que vc não percebe que virou a "lei de murici"?

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics