17 de julho de 2016

Rio 2016: milícia impõe regras à Força Nacional

Marcos Nunes e Flavia Junqueira
Os agentes da Força Nacional que participarão do esquema de segurança da Olimpíada — um aparato que prevê o combate a ações criminosas e até a terroristas — estão tendo de se submeter às ordens da milícia na Zona Oeste do Rio. Segundo agentes denunciaram ao EXTRA, os 3.500 PMs, policiais civis e bombeiros de vários estados do Brasil não podem circular armados pela Gardênia Azul e foram impedidos até de instalar internet nos apartamentos onde estão alojados, no condomínio Vila Carioca, do “Minha casa, minha vida”, no bairro do Anil.
Como a milícia explora o sinal a cabo na região e, de acordo com os agentes, as operadoras de internet fixa são impedidas de atuar na área pelos paramilitares, a saída é que cada policial use a própria internet móvel, pagando do próprio bolso.
O Ministério da Justiça informou, por meio de nota, que vai apurar as informações e encaminhá-las à Polícia Federal, à Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança e à Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).
O Vila Carioca, ainda não inaugurado, começou a ser ocupado pela Força Nacional em maio. Os agentes que concordaram em conversar com o EXTRA, sob a condição de anonimato, estão no Rio há cerca de 15 dias. Contam ter recebido as orientações sobre as restrições impostas pela milícia de seus coordenadores — policiais militares, policiais civis e bombeiros têm coordenações separadas — dentro do próprio conjunto habitacional, assim que os grupos chegavam ao Vila Carioca. As determinações eram passadas sempre a grupos de poucos agentes por vez.
— A gente já cansou de ver gente armada na Gardênia — contou um dos militares da Força Nacional.
Além da arma, a orientação aos agentes é que não andem com a identidade policial. Segundo dizem os agentes, a Gardênia Azul é uma “área branca”, ou seja, sem risco para os policiais, já que estão levando lucro para a comunidade ao comprar produtos. O atraso no pagamento de diárias, as escalas de trabalho as más condições de alojamento levaram agentes a fazerem, nesta terça-feira, um panelaço dentro do condomínio. Eles ameaçam deixar o Rio e voltar para seus estados de origem. Mais de 700 policiais participaram de uma reunião com o comando da Força Nacional no Rio, pedindo mudanças.
Não é só a banda larga que tem de sair do salário de cada agente. Como os apartamentos foram disponibilizados sem mobília para servir de alojamento, os policiais e bombeiros fizeram “vaquinhas” para equipar as residências . Foram gastos aproximadamente R$ 3,2 mil por apartamento para instalar lâmpadas, televisores , geladeiras e beliches .
São seis agentes por cada um dos apartamentos, distribuídos em cinco blocos do conjunto habitacional. Para comprar uma televisão de 14 polegadas, um dos militares contou ter pago R$ 600.
Já as geladeiras foram alugadas, em média a R$ 650 cada. Segundo os militares, não há água potável no conjunto habitacional.
— Estou aqui há 15 dias e já comprei mais de quatro galões. Fora isso já gastei com lâmpada até chuveiro. Pior é que minha diária ainda não saiu — disse um militar, que pediu para não ter seu nome divulgado.
A falta de estrutura virou sinônimo de lucro para os ambulantes da Gardênia. Ontem, uma Kombi e um caminhão venderam quase todo estoque de água mineral na porta do conjunto.
— Vendo 80 galões de água mineral por dia. Cada um sai por R$ 5 — disse um comerciante, que pediu para não ter seu nome divulgado
O Ministério da Justiça e Cidadania afirmou que “não existe tolerância com atividades criminosas” e que irá apurar a denúncia de que milícias estão interferindo no trabalho da Força Nacional.
O ministério informou que a estrutura de segurança das instalações olímpicas está Garantida, assim como as diárias dos profissionais da Força Nacional que atuarão nos jogos .Se houver necessidade, afirmou o ministério, já existem 4.500 policiais inativos inscritos que podem ser aproveitados na Olimpíada.
Sobre as apertadas escala de serviço, o secretário de segurança para grandes eventos, delegado Andrei Augusto, disse ao "RJTV", da Rede Globo, que elas serão revistas.
EXTRA/montedo.com

11 comentários:

Anônimo disse...

A Força Nacional esta RECEBENDO DIÁRIAS está reclamando que as casas cedidas não tem cama, geladeira, televisão, etc E o Militares do Exército que estão dormindo no chão nos diversos alojamentos sem receber DIÁRIAS ?

Anônimo disse...

Bando de caras de pau, se eles não conseguem dar conta de uns gatos pingados milicianos, quem dirá dos possíveis terroristas nas olimpíadas ?

Aí, para resolver a situação, ficará uma viatura da PM fazendo a segurança desses nababos.

Com todo o respeito, pessoal, não sei com quem o desrespeito é maior:

-Se é com as FFAA, que em média ganharão uns 70 reais a mais ao dia trabalhado;

-Ou se é com a PM, com todo o trabalho a fazer, sem ganhar nada a mais, ter que fazer a segurança desses melindrados.

Mas é aquela velha história: "Quem não chora, não mama."

Unknown disse...

Fraca Nacional, Receba !!

Garivaldino Ferraz - Brasília disse...

Parô, parô!!!
Eu li e reli para entender, mas não ficou bem claro para mim. Deve ser a idade!
Então "coordenadores" da FNS estão recebendo ordens de milicianos e retransmitindo aos seus coordenados, ao invés de darem imediata ordem de prisão aos tais milicianos?
Policiais Militares da FNS estão cansados de ver gente armada circulando nas proximidades de onde estão alojados e não tomaram nenhuma providência, como abordar essas "gente" e detê-las por porte ilegal de armas?
Policiais Militares da FNS estão impedidos de contratar serviços de internet porque milicianos monopolizam esse serviço, e esses bravos membros da elite das PPMM obedecem sem prender imediatamente os porta-vozes da quadrilha?
E esses Policiais Militares da elite das PPMM recebem diária de R$ 224,00 além de seus salários para fazerem o que, mesmo? Para prevaricarem? E receberam a promessa de aumento nessa diária?
E estão sendo protegidos por equipes da PMRJ?
Como escrevi acima, não entendo mais nada. Deve ser o Alzeimer!!!

Unknown disse...

É preciso verificar se as diárias a serem pagas serão executadas financeiramente em valores integrais. Pois os integrantes da Força Nacional estão recebendo alimentação e hospedagem.
De acordo com a legislação, tal situação enseja o pagamento em meias diárias.
Resta saber se houve mudança na legislação.

Anônimo disse...

Problema de milico o é o famoso "caldeirão do inferno". Os camaradas se deram bem, pois não são amestrados, e aí viram saco de pancada. Então os trouxas que ganham uma miséria e nao tem culhao pra correr atrás de melhorias para si ( nem mesmo para a familia, pois sao bem "adestrados") ficam zangadinhos porque alguém se deu bem. Aprendam com o exemplo desses camaradas ( quem não chora, não mama, visto os QE's).

Anônimo disse...

força Nacional?
guarda pretoriana do pt.
PMs dos estados à disposição da guarda.
Estados com policiamento caótico.
Não seria hora de dissolver esta fn e restituir os PMs aos seus estados de origem.
Essa fn não tem necessidade nenhuma, pois na hora do pega sempre chamam as FFAA.
E falando em fn provou ser guarda pretoriana, pois na hora de mostrar profissionalismo pôs as garrinhas de fora (chantagem).
IV

Anônimo disse...

Excelente lembrança do camarada. Se esta recebendo alojamento é só meia diária.

Anônimo disse...

Receber meia diaria para quem tem alimentação e alojamento somente é a legislação das FFAA, amigo esqueça isso, se prejudicar e sair perdendo é somente com os militares das FFAA eles estão a serviço do Ministerio da justiça é outro patamar.

Anônimo disse...

FARSA NACIONAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Acho que a "central" de comando da Olimpíada fica em algum presídio. Lá, a segurança é "máxima", não entra celular, dinheiro e outras "guloseimas". Será que os organizadores vão ter que se reunir com as milícias e comandantes do tráfico para selar um período de trégua?? E eu é que tenho que acreditar que não haverá possibilidade de atentado já que estão monitorando? Eles não monitoram nem esses, imaginem os de fora.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics