17 de julho de 2016

Militar do Exército é preso por assassinar torcedor do Botafogo em briga de torcidas

Militar usou enxada, pedra e madeira para matar torcedor do Botafogo
Homem foi preso e levado para o Exército, onde aguardará julgamento

Rio - O militar do exército Leonardo Fernandes Oliveira, vulgo Leozinho, de 22 anos, foi preso pela polícia na manhã deste domingo acusado de matar o torcedor Thiago da Silva França, de 31 anos com golpes de enxada, pedra e madeira. O crime ocorreu na Rua Bacopa, em Bento Ribeiro, na Zona Norte do Rio na manhã de sábado durante uma briga de torcidas organizadas dos clubes Flamengo e Botafogo.
O acusado foi levado para o Exército onde ficará preso aguardando julgamento da Justiça. A vítima pertencia à torcida “Fúria” do Botafogo e o acusado à “torcida Jovem do Flamengo”.
A Divisão de Homicídios busca agora identificar e localizar outros dois integrantes da torcida Jovem do Flamengo que também participaram das agressões que culminaram na morte de Thiago.
A polícia também levou para delegacia, no sábado, 20 homens e cinco menores, todos da torcida do Flamengo, pelo crime de rixa esportiva. Eles assinaram um termo de compromisso e foram liberados. Todos deverão comparecer na Justiça para julgamento.
O DIA/montedo.com

6 comentários:

Anônimo disse...

Vulgo "leozinho", e no EB...

Eu disse...

Os jogos podem induzir as pessoas a brigarem.

Anônimo disse...

É o símbolo da burrice, briga de torcidas. A minha "bronca" do brasileiro é porque todo mundo só é metido a entender de futebol. Disse, METIDO A ENTENDER!!!

Anônimo disse...

A pessoa se envolver em brigas e agressões por causa de time de futebol, é querer ser idiota de "carteirinha". Os dirigentes e jogadores não estão nem aí com os torcedores.Só querem lucrar às custas dos bestas. Hoje o time ganha, amanhã perde e a vida continua. Nunca entendi essa vontade descontrolada de torcidas para se matarem por causa de time de futebol ou outro qualquer.Querem um exemplo? A derrota do Brasil por 7 x 1 para a Alemanha.Não seria o caso dos brasileiro partirem e baterem em todos os alemães e dirigentes e destruírem tudo pelo caminho???? Claro que não. O Brasil ainda vai perder muito para aprender e resolver os problemas de convocação e escalação do time. O problema está nos que orientam essas torcidas, tranformando-as em gangues de marginais sob domínio de mafiosos.

Anônimo disse...

Anonimo das 11:39, muito inteligente o seu comentário. Esses idiotas, que perdem a vida e também a liberdade por conta dessa torcida desses timécos e enquanto os jogadores não estão nem aí só querem receber o seu alto salário pra brincar de bola.

Anônimo disse...

O sujeito estraga a sua vida por fanatismo e enquanto isso esses jogadores mercenarios e analfabetos, estão com os bolsos cheios de grana.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics