22 de agosto de 2016

Atletas militares: mesmo peso, duas medidas



Profissão: Militar/montedo.com

17 comentários:

Anônimo disse...

Não devemos esquecer que foi o presidente Lula que criou esse programa de incentivo...agora um monte de gente, incluindo colegas que eram contra, estão embarcando no sucesso do projeto....

Anônimo disse...

AO Anônimo de 22 de agosto de 2016 09:46, O Brasil teve alguns avanços no governo Lula, porém, foi no governo dele e da Presidente afastada Dilma, que se institucionalizou a corrupção. É preciso invocar o conjunto da obra, como diz o Senador Magno Malta, ou seja, não é porque criou um programa de sucesso que devemos concordar com a corrupção do governo.

Anônimo disse...

Pronto, um político podre como o lula, cria um programa para atender algum interesse, ou dos atletas ou dos militares, e agora querem insinuar que ele é o "santo"? Leva pra casa e empresta o celular, o carro, etc, pois ele é um homem muito "pobre" e honesto, o mais honesto do Brasil. O governo tem que ter programas e incentivo para todos os atletas, sem depender de FFAA. Quando fazem discursos e querem mostrar coisas boas, referem-se a países europeus ou aos EUA. Mas investir igual e ter um programa para atrair jovens, só quando ha oportunidades para desviar dinheiro. Vamos, então seguir um bom exemplo? Sigam o do Japão, em ensino público, educação, segurança, transporte, ciência e organização.Devemos copiar coisas positivas e não trazer idéias e movimentos que estraguem o país.

daniel c disse...

Só quero lembrar uma coisa: A maioria dos atletas que estão nesse programa já eram atletas de ponta(de elite). Para entrar nesse programa tem que estar no ranking mundial. Não é verdade que eram atletas sem expressão e que só agora ganharam medalha por que são atletas militares. Aliás, eu não vi nenhum treinador militar. Se eu estiver equivocado, por favor me corrijam.

1 sgt inf disse...

Da mesma forma q o caminhão do lixo passa na minha porta e leva o lixo...da mesma forma q o carteiro entrega a carta...o presidente de um país tem OBRIGAÇÃO de zelar pelo país e exercer sua funçao..portanto, investir em esporte, não é favor, é obrigação!!! Me poupe meu amigo, desse comentario sensacionalista !!!

Anônimo disse...

Deixa de ser besta! Os atletas para serem servidores públicos tinha que passar por um concurso. Como reza a CF, o concurso tem que ser através de prova e/ou título, e sabe-se que entram os melhores em qualquer uma das situações. O problema que eu acho é que ptistas estão acostumados à mediocridade, querem tudo facilitado para eles por falta de capacidade, então, ficam inventando historinha de que só entram os atletas de ponta. Mas tem que ser os de ponta mesmo, é um concurso!!! Quem se preparou, entrou. Vejo, porém, uma "forçação de barra" por trás desta situação, a fim de que, assim como os atletas, os técnicos também sejam assumidos pelas Forças Armadas. Moleza! Senta no colo do Amin! Ainda, há uma ideia de que só pega um cargo público se a pessoa conhecer um político, é o costume desses "cabos eleitorais", não só do PT, mas também dos outros partidos. Isto é o símbolo da incompetência!!! Outra coisa, na minha opinião não deveria ser as FFAA que deveriam cuidar desses atletas, e sim o Ministério da Educação. Isto já tinha que vir sendo filtrado desde o ensino básico. Quem não lembra da antiga Universidade Gama Filho, no RJ? Ela descobria e direcionava os alunos atletas desde o 2° grau, inclusive dando bolsa de estudo na universidade. Por isso a universidade tinha vários excelentes atletas naquela época.

Edi Mor Gmail disse...

kkkkkkkk

Anônimo disse...

Vai ter Pokemon go na proxima olimpiada? Ja estou treinando...

Marcos antonio chaves disse...

Ele criou ou só assinou , e sabido que ele não fecha com o pessoal militar .

Anônimo disse...

Como tem pessoas desprovidas de inteligencia nesse país. Se o político fez alguma coisa, ato, ação, etc., que fez ou faz bem à sociedade, NÃO fez nada mais que sua obrigação. Se o político fez ou faz coisas erradas, aí tem que ser exemplarmente punido, por quê? Porque ELE se propôs a fazer e pronto.

Anônimo disse...

Muito bom, antes as Forças Armadas não aparecia bem na mídia, tenho certeza absoluta, que a idéia de fazer esses convênios foram pelos militares, que estão de parabéns, pois assim demonstra a competência de administrar dinheiro público que deveria ser administrado corretamente pelos ministérios que só sabem sangrar dinheiro para ideologias políticas que nada trazem de bom ao povo. É difícil olhar por este lado, mas as Forças Armadas hoje estão mostrando para o cenário mundial o porque lideram em confiança nas pesquisas, agora falta o governo federal valorizar seus militares com salário digno. Parabéns a todos os militares atletas ou não, pois vão desde tapar buracos, levar água, construir pontes, fazer segurança, substituir policias militares em greve, auxiliar na repressão contra o tráfego e criminalidade, auxiliar indíginas em áreas do nosso Brasil, mostrar patriotismo para todos os cidadãos, enfim se escrever tudo que fazem sai livro. Só devemos lembrar que a missão deles já ultrapassa limites sendo considerados os Severinos mal pagos.

Anônimo disse...

A força está se desmantelando, teremos de trabalhar 35 anos por um capricho, não teremos vantagem ou benefício algum em contrapartida, perderemos o adicional de permanência (suponho que agora só para quem ficar 40 anos na ativa...) desse jeito fica bom para oficiais, pois o que um coronel faz na tropa? Nao tira serviço (sup de dia dormindo em casa não conta cavalheiros...), vai em formatura se quizer, faz TAF se quizer, faltou dinheiro inventa uma inspeção ou viagem rolha da seção para ganhar diárias, vai em marcha se quizer, nao fica em pé 4 horas no sol em formaturas fúteis, vai a exercícios de adestramento se quizer, e quando e onde resolve aparecer é bajulado por todos os lados...e o pracinha? O que um ST, um QE ou Sgt de escola sem pontuação vai fazer até o 35° fatídico ano? Estará convertido em um farrapo humano, de tantos TAFs, formaturas e exercícios de campanha...a covardia de nossos chefes vai selar destino de uma das mais confiáveis instituições do país...como os próprios chefes dizem.."ninguém é obrigado a ficar", o que considero uma insensatez e falta de respeito, já que quem sair não vai ter de volta a juventude e oportunidades perdidas para a dedicação e disponibilidade em tempo integral, geralmente quem vocifera tal impropriedade se encontra em zona de conforto...então quem puder, faça o M1A1 para garantir seu salário, e mantenha o foco para partir para outro lugar onde haja ao menos valorização profissional, pois aqui nunca houve.
Sgt eficiente e arrependido

Anônimo disse...

A obrigação do político é fazer bem a sociedade, concordo com vc.... então por quê ninguém fez antes??
Lula não foi o primeiro presidente do Brasil, outros passaram antes dele, e ninguém fez nada pelo esporte...

1 sgt inf disse...

Para concluir, alguém, por favor coloq aí a tabela dos novos soldos e o percentual perdido com a inflaçao...kkkk

ALMANAKUT BRASIL disse...

Legado do Regime Militar, o brando, ao qual a "Fôia" chamou de dita, numa época em que as ditaduras comunistas permaneciam, e permanecem, há décadas!


E o DatAsno é o "crente" nas pesquisas!

Anônimo disse...

Não nos façamos de bobos, militares! Deixem o papel do bobo para os paisanos e jornalistas que não querem enxergar o óbvio: esse atletas ESTÃO militares, eles não são militares.
Sabemos que eles são "gatos" das Forças Armadas para ganhar medalhas nos Jogos Mundiais Militares de 2011, pois não tínhamos atletas militares de verdade em condições de ganhar medalhas. O que ocorreu,fazendo uma analogia, seria o mesmo que existindo uma olimpíada mundial de conhecimento jurídico para estudantes,o Brasil matriculasse todos os ministros do STF em universidades de EAD 6 meses antes da competição só pra cumprir uma formalidade de torná-los universitários da noite para o dia e com isso aumentar as chances de ganhar medalhas na competição... Ou seja, seria um "gato", uma gambiarra tal qual ocorre agora com os tais atletas.
E só para complementar, esses altetas só comparecem uma vez por ano ao quartel, não usam treinadores militares e continuam usando as instalações e patrocínios privados que sempre utilizaram para chegar ao estágio de atletas de ponta. Ou seja, eles estão emprestando suas imagens às Forças Armadas em troca de um salário sem ter que trabalhar (cumprir expediente).

Anônimo disse...

Até que enfim encontrei alguém mais que entende bem a diferença do verbo SER para o verbo ESTAR. É isto mesmo, estão militares!!!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics