8 de agosto de 2016

O 'boateiro' estava certo: governo estuda elevar tempo mínimo de permanência para 35 anos

Publicação original: 7 ago (21h)

Leia a matéria de Geralda Doca, que foi publicada agora há pouco no site de O Globo. Comento ao final.

Governo estuda elevar tempo de serviço de militar de 30 para 35 anos
Outra proposta em análise é acabar com idade compulsória
Geralda Doca
BRASÍLIA - Pressionado pelos comandantes das Forças Armadas, o governo recuou da ideia de incluir os militares na proposta de reforma da Previdência — que prevê idade mínima de 65 anos para a maioria dos atuais trabalhadores. Depois das ponderações da cúpula sobre as especificidades da carreira militar, o Palácio resolveu adiar as mudanças para as Forças para um segundo momento, depois do processo de negociação.
Há consenso de que o regime de aposentadoria dos militares precisará passar por ajustes para reduzir o desequilíbrio entre receitas com contribuições e despesas com benefícios. Entre as medidas em estudo estão acabar com a idade compulsória (limite para permanência na ativa) e aumento do tempo de serviço de 30 anos para 35 anos — com ajustes na carreira.

ATIVIDADE EM SERVIÇO ADMINISTRATIVO
Segundo interlocutores, a fixação de uma idade mínima de 65 anos para todos os militares é considerada elevada, diante da alegação de que a carreira nas Forças Armadas exige quadros mais jovens. Por outro lado, há uma avaliação de que o tempo exigido para pedir transferência para a reserva, de 30 anos de serviço, é considerado baixo porque permite que boa parte dos quadros (patentes intermediárias, como graduados e praças) vá para a inatividade ainda jovem, com menos de 50 anos. Uma das possibilidade em análise é elevar o tempo para 35 anos e oferecer algum tipo de contrapartida para que esses militares permaneçam mais tempo em atividade, em serviços de apoio (administrativos).
Já no caso de oficiais, como há mais possibilidade de promoção a postos superiores, o tempo na ativa costuma ser maior (acima dos 50 anos). Atualmente, a idade compulsória é de 66 anos para os postos mais elevados (oficiais-generais) e 54 anos para suboficiais. A finalidade de flexibilizar essas regras é justamente permitir que os militares tenham opção de permanecer mais tempo em atividade. O aumento do tempo de serviço para 35 anos vai exigir alterações nas carreiras, nos interstícios (prazo para promoções), com algum tipo de alteração no soldos. Para os cargos de comandantes, que equivalem ao de ministros, não há limite de idade.
Na semana passada, o comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, disse ao GLOBO que os salários nas Forças Armadas são relativamente baixos, mas os militares têm como recompensa a proteção social. Ele havia alertado que a mudança na aposentadoria poderia reduzir a atratividade da carreira.

PROPOSTA EM SEPARADO AO CONGRESSO
Fontes do Palácio justificam que, pelo fato de os militares terem regulamento próprio, fora da Constituição Federal, é possível encaminhar as propostas ao Congresso em separado e posteriormente. Haverá também a pressão da própria sociedade para que todos paguem de alguma forma o custo da Previdência no Brasil, não apenas trabalhadores do setor privado (INSS) e servidores públicos.
Mesmo depois da reserva, os militares continuam a contribuir com alíquota de 7,5% para a pensão. Ainda assim, o sistema teve déficit de R$ 32,5 bilhões em 2015. A avaliação do governo é que somente a adoção de medidas administrativas, como a contratação de profissionais temporários de saúde, por exemplo, em andamento nas Forças Armadas, não serão suficientes para assegurar a sustentabilidade ao regime de aposentadoria.
O Globo/montedo.com

Comento
A intenção do governo de aumentar para 35 anos de serviço do tempo mínimo de permanência não é novidade para os leitores do blog. O assunto foi pauta de uma reunião do Alto Comando do Exército e divulgado - com exclusividade - aqui, em 22 de maio.

Eis o que escrevi então:
Na esteira das mudanças na Previdência que deverão ser encaminhadas brevemente pelo governo Temer ao Congresso, é grande a possibilidade de uma proposta que inclua o aumento de 30 para 35 anos no tempo mínimo de permanência no serviço ativo para os militares das Forças Armadas. Ante a pressão por mudanças e o momento político favorável para que ocorram, a cúpula militar considera muito difícil barrar a ampliação do tempo de serviço. A avaliação é do Alto Comando do Exército, em reunião recente ocorrida em Brasília.
Crise A crise econômica na qual o País mergulhou durante o governo de Dilma Rousseff transformou a reforma da Previdência em prioridade para Henrique Meirelles, recém nomeado ministro da Fazenda. O aumento do tempo de serviço deverá vir na esteira de mudanças mais amplas, que incluem a mudança da idade mínima para aposentadoria para servidores públicos e privados
Tive que conviver com  comentários desse tipo:
Anônimo disse...

Sr Montedo, cadê a fonte dessa informação? Eu acho que esse tipo de especulação sem nenhuma fonte de consulta gera para nós militares um grande mal estar. Portanto, antes de publicar, sugiro que cite a fonte para podermos ter um embasamento, caso contrário fica parecendo mais fofoca do que informação! 
22 de maio de 2016 08:18
Anônimo disse...
Montedo,

Qual a fonte da notícia? Você está disseminando boatos.
Ninguém na mídia ou no governo falou dos militares.
Seria bom você divulgar algo somente quando houve alguma coisa mais concreta.
Alguém resolve escrever esse tipo de coisa e logo se espalha, sem preocupação com a veracidade.
22 de maio de 2016 10:33
Ao menos um ensinamento jornalístico importante aprendi nestes anos de blog: não dá para brigar com a notícia. Fatos são fatos. Ponto final.

109 comentários:

Anônimo disse...

Coloca uma cenoura na ponta da vara e ilude os militares para seguirem a cenoura . O categoria burra, viva o JUDICIÁRIO que tem um subsídio honesto com a verdaeira proteçao social. PM vive com a arma na cintura e os soldados ja tem casa própria e a Policia do.DF que ganha o dobro das Forças Armadas.

Anônimo disse...

Existe uma máxima que diz que quem não se interessa pela política é governado por aqueles que se interessam...
O negócio é que os que se interessam nem sempre são bem intencionados...
Reflitam nisso.

Invicta disse...

Alguém pode me explicar o que o governo tanto ganha segurando os militares mais cinco anos na ativa??

Anônimo disse...

Se mudarem o tempo pra 35 anos vou surtar.....não aceito nem um dia a mais.
Já me ferraram com a MP do Mal, a MP da Trairagem, e agora querem enfiar mais essa???
Existem estudos, que os militares de corpo de tropa e marinheiros trabalham cerca de 12 a 14 anos a mais , de acordo com as horas de serviços 24 h, exercícios e manobras militares, trabalhos alem dos horários de expediente, portanto, conclui-se que aumentaram o tempo de aposentadoria para 35 anos é mais uma pisada em cima das cabeças dos militares das FFAA.

Anônimo disse...

Se querem aumentar pra 35 anos. Entao tá! Mas vamos comecar a reinvindicar alguns direitos tambem: o 1) A volta do adicional de tempo de servico, adoraria ir pra reserva recebendo 35% do soldo; 2) receber 1 ( um) soldo por cada 2 anos de servico ao ir pra ibatividade, ficaria ate os 36 anos, só pra receber 18 soldos e ; 3) nao mexer no intersticio motivar a chegarmos a capitao. Vamos fazer isso chegar aos nossos Cmt, nao aceitar barato, nada foi de graça enao somos vagabundos, lembremos quantos servicos ja tiramos, acampamentos, missoe e dias que ficamos longes de nossa familia e datas importantes nao predenciamos. Convido a todos a quem concordar, divulgar isto. E näo aceitemos nada de graça, nao sem a devida troca justa. Brasil, acima de tudo!!!

Anônimo disse...

Tava mais do que na cara, primeiro fazem uma guerra pscicológica e depois vêm com a real intenção, qual instrutor de curso operacional já não fez isso com seus alunos?! Agora será que os comandantes vão ter coragem de pedir contrapartida?

Roberto da Silva Barros-indo para o 6º QAM disse...

É muito fácil o governo acabar com esse problema, quem ficar os 35 anos ganha promoção ao posto acima, quem for pra casa aos 30 anos se aposenta no mesmo posto, e está solucionado o problema.

Anônimo disse...

Com esses bundas moles no comando só pode acontecer isso.

Anônimo disse...

O teor dos comentários dos sites com certeza são acompanhados pela inteligência e comunicação social das FFAA e Ministério da Defesa, portanto, quem não concorda com mais esta perda, com este prejuízo aos militares, que é a elevação do tempo mínimo de serviço pra reserva, que dê sua opinião nos comentários neste site ou outras redes sociais e escrevam suas opiniões.
Se chover comentários negativos, repercutindo contrariamente a mais este prejuízo a carreira, visto que os militares, praças e tropeiros principalmente, já trabalham em media de 12 a 14 anos a mais, devido a seus horários de expediente, por vezes ultrapassar as 8 horas diárias, serviços de escala 24, sem direito a diapensa do dia seguinte, partipação em exercícios, manobras e operações militares, por vezes com duração de semanas ou mês, ultrapassando as 44 horas semanais, etc....

Anônimo disse...

Como é que é? Flexibilizar tempo de permanência na ativa? Está de onda? Os Generais com as molezas que têm ficarão até morrer. Uma porrada de pela saco antigão - Cel, Cap QAO, ST - que não têm nada para fazer fora do quartel além de cuidar dos netos e virar "Jake" - vão ficar até morrer impedindo a ascensão das novas gerações, envelhecendo as FA não só fisicamente, mas tb na questão da mentalidade. Aumentar para 35 anos é ruim, agora essa flexibilização da permanência na ativa pode ser nefasta para as FA.

Anônimo disse...

Impressionante! Ir pra reserva com mais de 55 anos ao invés de ir com mais ou menos 50 anos e poder exercer alguma atividade remunerada no meio civil para complementar a renda? Mexer no interstício das praças? Como? Aumentando o tempo entre uma promoção e outra? Ou criando novas graduações? Veremos o resultado desta novela logo logo...

Amauri disse...

Pronto! Agora estou me sentindo "valorizado".......

Anônimo disse...

Porque os militares estão no centro dessa questão da previdência e não se fala nada das outras carreiras, como se nós fossemos a causa da má administração e da roubalheira do dinheiro publico. Parece que o governo quer dar uma satisfação à sociedade nos usando e isso com a conivência dos nossos generais.

Anônimo disse...

Sei, então 35 anos e promoção ao ir para a reserva. Não falo de ir para a reserva com os proventos no posto/graduação acima, isto acabou e não precisa voltar. Façamos como as PM, promoção ao ir para a reserva. Esclarecendo PM vai para reserva com 30 anos compulsoriamente.

Anônimo disse...

Aumentando o tempo para 35 anos o que vai acontecer é os 2º Sgt e 1º Sgt que antes não pensavam em abandonar o EB agora vão, além dos 3º Sgt que estudarão como nunca para sair, e os jovens não mais prestarão o concurso.
Se os interstícios forem aumentados será praticamente o fim da prova da EsSA e da carreira de Sgt. É triste..

Anônimo disse...

Quero entender a conta. Déficit significa que o gasto supera a arrecadação, certo? Vamos lá, primeiro: Não temos previdência!ponto! Segundo: Gasto superior a arrecadação, recolhemos pensão para custear pensão, logo como podemos ter baixa arrecadação para pagar salário da reserva? Ou seja nossa pensão paga as pensões mais o salário da reserva? Pode isso? Queria entender essas contas! Tcu explica aê!

Anônimo disse...

Projeção 2019, 35 anos!!


5° Sgt - 5 anos
4° Sgt - 5 anos
3° Sgt - 4 anos
2° Sgt - 4 anos
1° Sgt - 4 anos
S ten - 6 anos
2 ten - 3 anos
1 ten - 3 anos
Cap QAO- 2 anos
Maj QAO- ---

Léo disse...

Parabéns às gloriosas Polícias Militares dos antigos Territórios brasileiros,pertencentes à linda região amazônica.Todos estão sendo enquadrados no mesmo soldo da Polícia Militar do espetacular Distrito Federal.Parabéns.E nós? Qual a notícia boa que recebemos nos últimos 40 anos? Foi criado o dia do uniforme !!! Lolo,logo vamos ter vencimentos inferiores às Guardas Municipais dos lindos municípios brasileiros ,nas pequenas cidadezinhas do nosso magnífico interior. Vergonha e indignação .Vencimentos vexatórios, conforme palavras do General Bini.

Anônimo disse...

Relação dos estudos: Sgt mor será realidade!
http://www.militar.com.br/blog23350-Ex%C3%A9rcito-estuda-medidas-dura-para-os-Pra%C3%A7as

Anônimo disse...

Proibí o Cb da minha seção a se inscrever para o concurso da ESA.
Contei tudo o que passei até chegar a QAO.
Agora tá estudando para concurso da AL.

Léo disse...

Pergunto ao Gen Bini: Vossa excelência saberia nos informar se a tabela que paga o transporte da mudança para os militares movimentados também entrará na Reforma da Previdência? Será aposentada com 35 ou 65 anos de existência? Vergonha e humilhação.Vencimentos vexatórios e humilhantes, não é general? Concondamos com sua afirmação ao Globo.Menos que garço rebebe no Senado Federal.Até quando? Logo aparecerá alguém que irá informar e solicitar a nós um pouquinho de paciência e espírito de sacrifício que, daqui a sessenta anos, se a Reforma da Previdência der tudo certo, e as contas do governo federal forem ajustadas, as Forças Armadas terão uma reestruturação salarial decente, justa e igualitária, com paridade relativa às Carreiras de Estado.Vergonha!!!

Léo disse...

Sugestão para os novos intestícios e graduações.Crie-se o quinto e o quarto Sargentos.Sai da EsSA como Quinto Sargento e, após sete anos, sem nenhuma punição, é claro, promoção a Quarto Sargento.E assim, sucessivamente, a cada breves sete anos e com aumento da diferença salarial entre as novas graduações constantes em R$ 100, 00(Cem reais).Ao final de rápidos vinte e oito anos, será promovido a Primeiro Sargento e, ao completar os ligeiros trinte e cinco anos de serviço, caso esteja vivo, passagem para reserva e com promoção a Subtenente.Até lá , será criada a Gloriosa Guarda Municipal da linda cidade do espetacular estado da linda Paraíba, Souza, e , com certeza, no primeiro dia de trabalho, o valoroso guarda receberá proventos maiores que o velho Subtente do Exército brasileiro.

Anônimo disse...

Aposentadoria dos PARLAMENTARES, não vi nada ainda, tem que começar por eles. ou vai ficar como esta.

Anônimo disse...

A subserviência de nossos chefes teve resultado...Pra grande maioria Deles(Chefes), não muda nada, pois já ficam ou tentam ficar até "cair os dentes ".A consequência direta da tal flexibilização do tempo de permanência na ativa vai ser o envelhecimento da tropa e a diminuição gradual das novas vagas nos concursos ESA e AMAM.

Anônimo disse...

Vocês querem o que?
Que o povo inteiro trabalhe mais e nós nada?
Quando instituíram que iríamos trabalhar 30, tínhamos expectativas de vida de 60 anos. Hoje, vivemos quase 80.
Mesmo que nós tenhamos que trabalhar 35, a maioria iria para a reserva com 53,54 e o restante da população com 65. Não é justo?
Se o Cmt EB conseguir que essa seja a única modificação devemos agradecer MUITO.
Bando de chorões.

Anônimo disse...

A cada dia me envergonho de ser Militar das FFAA. Quando alguém me pergunta se vale a pena ser Militar das FFAA falo a verdade a maioria desiste dessa idéia patética. Hj tenho um amigo que me agradece pelas informações por mim passada ele queria fazer prova para SG da FAB e sua colega fez e hj ela mora em SP e reclama da carreira e ele hj fez concurso para Prefeitura da cidade e apesar do salário ser menor em torno de 2.850,00 ele continua estudando e fazendo sua faculdade e se preparando para concursos mais atrativos.

Anônimo disse...

O CHORO É LIVRE! QUEM NASCEU PARA SER CACHORRO MORRE LATINDO ! ENQUANTO FICARMOS MATANDO MOSQUITO, JAMAIS SEREMOS VALORIZADOS !

Milico do EB disse...

sargentos passam 20 anos tirando serviço de 36h (24h do sv + o dia seguinte de expediente) sem sair do quartel, como guarda, sargento de dia e adjunto. e se sairem QAO voltam a tirar serviço.

Mec Op / 05 disse...

SERIA melhor que entrassemos na REFORMA DA PREVIDENCIA

GOSTARIA DE receber adicionais noturno, periculosidade, horas extras etc e ter banco de horas.

como estamos somos maos de obra baratas

Anônimo disse...

vc ta dando uma de chorão MONTEDO

Anônimo disse...

Alguém já se perguntou quanto custa um político para a nação? Um deputado Federal por exemplo,entre salário , auxílios , mordomias,assessores e etc... custa quase 500.000,00 . E depois que esses mesmos políticos corruptos destruíram o Brasil agora querem empurrar mais éssa conta pra gente , como se fôssemos os culpados .não podemos aceitar mais este estupro .temos q nos fazer ouvir

Anônimo disse...

É quase certo que os 35 anos vai emplacar, não teremos como escapar, até porque não possuímos uma entidade de classe (sindicato)que nos represente aí ficamos sujeitos a boa vontade dos políticos e dos nossos Comandantes, em especial o do Exército, este, que ultimamente não tem aberto a sua boca para nada. Mas, provavelmente vai ter regra de transição, acredito que os mais antigos terão de trabalhar no máximo mais 2 anos além dos 30, dos males o menor. Todavia, quem irá sentir mais são os praças porque não é nada fácil durante 30 anos o praça ficar entrando em forma, "curtindo" em média 3 formaturas diárias, ouvindo sempre os mesmos sermões do Cmt, tirando serviço etc. Já para os Coronéis e Generais é muito ligth, para eles a vida militar é sugada até Capitão, no máximo. têm vida boa no EB, se por acaso forem movimentados para o Sudeste (Barueri, Caçapava, Osasco etc.)vão com PNR já encaminhado ou então, pelo salário que ganham, podem pagar aluguel em um local decente, bem diferente dos praças. Por isso que tanto Cel quanto Gen não estão nem um pouco preocupados com os 35 anos. para eles significa apenas a prorrogação das mordomias e regalias das desfrutam na instituição. E VOU PARAR POR AQUI DE ESCREVER PORQUE JÁ ESTÁ ME DANDO MUITA RAIVA DOS MEUS COMANDANTES.
S Ten c/ 28 anos de serviço, sem casa própria, pai de 4 filhos, indo p/ o 4º QAM/QAO e com o cartão de crédito estourado.

Anônimo disse...

Contagem do tempo de serviço seletiva: a cada ano em corpo de tropa incorpora 3 meses ao tempo de sv; contagem das horas de escala de serviço para incorporação ao tempo de sv (ex: 5 serviços/mês, resulta em 5 x 24 = 120 horas diminuindo 40 hs (5 x 8 hs obrigatória = 40), chegaria ao resultado de 80 horas que corresponderia a 10 dias que seria somado ao tempo de Sv). Observa-se que aquele militar que executar o serviço durante 1 ano inteiro, sem dispensas, sem "baixar", somente férias, teria um acréscimo de 3 m 20 d. Logicamente se a escala for vermelha não haveria a supressão das horas obrigatórias (8 hs). O mesmo tratamento haveria com acampamentos, operações, etc..
Assim aguentaríamos o acréscimo do tempo sv. que seria liquidado com esses serviços, ao passo que os militares administrativos, poderiam muito bem suportar 35 anos completos. Veríamos um grande acréscimo em muitas escalas de serviço e uma diminuição dos "baixados".

Anônimo disse...

Ja vi que vc não é um antigão, pois falar uma asneira dessa lhe falta experiencia. Vc so será um "jake" la fora se for muito burro para nao conseguir ao menos fazer uma. Faculdade e contimuar sua vida depois q for para reserva. Espero que vc nao precise chegar a cel, cap, qao ou st, pois pelo que observei vc sim vai ser um jake

Anônimo disse...

Com certeza a intenção sempre será a pior possível... Mas daí a acreditar q farão está mudança, ai já é ser inocente demais... Desde a criação do MD, as almas sebosas e cheias de revanchismo contra os militares, que lotam esta instituição desde a sua gênese, tem este sonho de jogar os militares na vala comum, e quem sabe até, ver seu salários atrasarem, como nas demais categorias... Mas sempre qd tocam neste tema, esbarram no fato de q estas mudanças na carreira, tão necessárias para a mudança do tempo de serviço, gerariam, por menores q fossem, mais gastos do que simplesmente manter-se a política atual de economia com aumento do efetivo de temporários. Mas como eles não podem levar a cabo estas alterações, contentam-se em ficar inquietando a tropa com essas ameaças infundadas... Aqueles que lerem meu comentário lembrarão dele qd, daqui a muitos anos, estiverem indo para a reserva com o mesmo tempo de serviço de hoje... Este aumento do tempo de serviço é uma utopia, pelo menos pra quem tem mais de dez anos de serviço, pois tal mudança somente seria viável pra quem estivesse com uma carreira toda pela frente... Absorver mais cinco anos numa carreira que teve uma média de 10 anos de interstício, e já na sua segunda metade, implicaria em criar pelo menos duas graduações intermediárias, e consequente aumento generalizado de vencimentos na reserva!

Anônimo disse...

Nada, só vai aumentar os custos, será que alguém com um pouco de massa cinzenta não pensou nisso? Militar na ativa é mais caro do que na inatividade!

Marcos disse...

Os sargentos que passam em concurso público são os enquadrados e vibradores , os reclamadores, leões de alojamento e obesos ficam ....

Anônimo disse...

Não pode mexer na aposentadoria do nosso querido Bostonaro!

Anônimo disse...

Amigo, burro é vc que nem sabe interpretar um texto e usar pontuação. Vc certamente nunca trabalhou com um General, um DSA, um PTTC. A pior coisa que há é trabalhar com um cara antigo que não aceita nem ouvir falar em algo inovador, o certo é "como era no meu tempo". Imagine vc umas figuras dessas ficando na ATIVA até 75 anos, por aí... isto impediria a ascensão das novas gerações e a salutar "oxigenação" das FA. FA não é como um STF, por exemplo. Os generais que aí estão ficariam pelo menos mais uns 10 a 15 anos impedindo o fluxo natural da mudança. Lembremos do quanto sofremos com o Gen Enzo, o qual, por ocupar um cargo dito "comissionado" ficou uma década à frente da Força, década esta que chamo de "perdida", pois não houve luta por melhores condições para a tropa num momento em que a economia permitiria muitos avanços, inclusive remuneratórios. Quer vivenciar isto novamente? E agora com os Generais, Coronéis, Capitães QAO, ST...todos na mesma situação? Melhor então fechar a AMAN e a EsSA por uma década.

Anônimo disse...

o Anônimo (8 de agosto de 2016 06:44) só pode ser Coronel R/1 ou até mesmo General R/1 para vir com um papo desses, no mínimo só serviu em tropa como 2º Tenente. Não tem nem a medalha corpo de tropa de 10 anos, que eu acho vergonhoso um general não ter essa medalha. Quando na ativa, o máximo que chegava da tropa era num palanque fazendo cara de mau e de lá corrigindo os movimentos de ordem unida da tropa.

Léo disse...

Certa vez, ouvi de um General quatro estrelas, dentro de um auditório repleto de militares, que os Sargentos da época em que ele era Aspirante a Oficial, muitos deles, quando escreviam partes-em especial no Livro do Sgt-de-Dia-cometiam erros grotescos, tais como :escrever Sargento com C cedilha.Mas , segundo o mesmo, na "sua época" um Sgt, se recebesse uma ordem dele para preparar uma trincheira, caso não tivesse o material se sapa, com certeza, cavaria com as próprias mãos.E ficaria muito bem feita.Isso merece uma reflexão.Certamente aqueles sargentos jamais receberam vencimentos que pudesse lhes dar uma vida muito confortável ,conforme hoje recebem TODAS AS CARREIRAS DE ESTADO e muitas gloriosas Polícias Militares e Civis do nosso lindo Brasil.Mas, segundo aquele senhor, os Sargentos de sua época gozavam de todo seu respeito e eram valorizados pelo mesmo.Será que podemos concluir que para sermos valorizados temos que ser desprovidos de informação, desenvolvimento intelectual e analfabetos funcionais? O tempo passou, os sargentos evoluíram intelectualmente, e muito, e,hoje, são empregados em missões que vai desde matar mosquitos da dengue até proteger atletas e pessoas em geral- passando pelas greves das PM ,as quais sempre conseguem o que reinvendicam -na maior festa esportiva do planeta terra.E a valorização? Gostaria de conhecer um General que dissesse para seus sargentos atuais do orgulho que o mesmo tem por seus comandados , não por serem analfabetos, mas por terem se instruídos, concluído sua graduação, pós, alguns já partindo para um Doutorado, mesmo recebendo vencimentos "HUMILHANTES E VEXATÓRIOS, conforme as palavras de um General-de- Exército dos dias de hoje. Permita-me acrescentar só mais um adjetivo nas suas afirmações: Vergonhoso. Qual general poderíamos nos orgulhar mais? O do passado, que comandava Sargentos semi-analfabetos ,mas que os " valorizava muito" ainda estando na ativa ou o atual que esperou ir para a reserva para chegar à conclusão da humilhação e do vexame dos vencimentos de seus subordinados? Somente para ilustrar.Na época do material de sapa um terceiro Sargento recebia ONZE SALÁRIO MÍNIMOS. Um Capitão era o espelho de equilíbrio financeiro e esperança da praça de sê-lo um dia.Triste realidade!!!

Anônimo disse...

A psicologia utilizada é a seguinte: Primeiro a notícia péssima -Vou amputar a sua mão. Depois uma notícia menos ruim: Vou amputar apenas dois dedos. Pronto fica tudo mais tranquilo.

Anônimo disse...

O Motivo real desse aumento para 35 anos não é economia, visto que muito pouco ou nada vai alterar nas contas da previdência, o motivo é apenas mostrar para a sociedade que estão sendo feitos cortes em todas as áreas, atingindo inclusive os militares. Ser militar é tão bom, mas tão bom que ninguém mais quer.

Anônimo disse...

Praça tira serviço a vida toda. Os Sgt QE, penam como Cb saem Sgt recebem a guarda de presente. O Sgt de carreira saem QAO tornam-se tenentes novinhos de Oficial de Dia.

35 anos nesta batida é dose de leão.

As policias as carreiras são projetadas para 25 anos de serviço.
As FFAA da Europa, EUA, e maioria da América Latina também.

Ficam comparando com civil, comparem com os EUA que o militar pode aposentar com 50% do vencimento, e plano de saúde integral com 20 anos de serviço.
Comparem com a Europa, Portugal e uma exceção que possui Associação de militares.

Os Sgt QE e as PM já nos ensinaram a lição: via políticos e ação judicial.

Gen Anibal disse...

Será que o Gen Bini "Leão de Alojamento" é o mesmo Gen Bini que na década de 90 falou em Belo Horizonte que não gostava de sargento que cursava faculdade e preferia servir com troglodita que tivesse 20 anos de montanha ou selva?

Anônimo disse...

O Anônimo de "8 de Agosto de 2016 06:44" ou é algum Cel conforme descreveu o Anônimo de "8 de Agosto de 2016 11:07" ou algum ST querendo sair QAO e que se encontra desesperado em seu 9785648º QA e tenta mostrar serviço publicando coisas deste conteúdo achando que vai ser promovido logo, logo! Mas já ouvi de um Of sangue azul que o importante não é o dinheiro e sim o nome na camiseta e de outro que deveríamos trabalhar sexta feira a tarde inclusive porque os paisanos assim fazem! Isso mostra uma mentalidade infantil, ridícula e medíocre de quem esperamos mudanças e só recebemos mijadas e "cumpriu nada mais que sua obrigação". É f***!!!!

Sgt Realista

Anônimo disse...

Como eu gostaria de estar na ativa e trabalhar mais cinco anos, eu perdi saindo com trinta. Que pena!

Anônimo disse...

Papirai-vos.

Anônimo disse...

O problema é se resolverem amputar no cotovelo!

Anônimo disse...

Nada, só vai aumentar os custos, será que alguém com um pouco de massa cinzenta não pensou nisso? Militar na ativa é mais caro do que na inatividade!

Anônimo disse...

Não, sou apenas um cara que não olha só para o próprio umbigo e fica chorando na internet

Anônimo disse...

Melhor que ser um BABA OVO.

Anônimo disse...

Ao Sgt Realista, vou um pouco mais longe... conheci um Ten Cel QEMA, meu 1º Comandante de OM e altamente ditador e carrasco para com a sua tropa, que em plena reunião de Of/ST e Sgt teve a capacidade de afirmar que durante os meios expedientes de final de ano, por questão de justiça, o salário do pessoal também deveria ser reduzido pela metade.

Anônimo disse...

35 anos, Para agradar a quem? e Quem ganha com isso?
Essas são as perguntas que devem ser respondidas.
Agradar, talvez a sociedade que vai querer sangue depois desse ilegítimo governo ferrar o trabalhador do INSS e funcionários públicos. Quanto a quem ganha, só os milicos de alta patente, que nada tem a perder, porque já garantiram os seus direitos. Esses, e somente esses, ganharão (a simpatia, cargos e benesses). Nem a sociedade ganhará, porque terão soldados descontentes em relação aos de hoje.
Se alguém falar que aumentará a economia, estará mal informado. Nós somos despesas de qualquer jeito, porque manter a segurança nacional sempre foi despesa do tesouro, em qualquer país. Se gasta o mesmo na ativa que reserva, ou mesmo com pensionista, portanto, nada muda com 60 anos de serviço.
Tem um infeliz, aí acima, que falou que temos uma expectativa de vida de 80 anos. Só se ele acabou de vir da Suécia. Meu avô morreu com 49, o meu pai com 54 anos e o brasileiro comum não vive tanto assim, sem contar que esse índice "expectativa de vida" é para quem está nascendo hoje.

Anônimo disse...

Se aumentar o tempo prevejo que terei problemas psicológicos sérios... terão que me reformar bem abaixo dos trinta anos... nada mais justo pra quem tem que aceitar qualquer injustiça sem direito a reclamar...

Anônimo disse...

O cara quer fazer a previdência baseado que o avô e o pai morreram cedo.
Então vamos trabalhar 15 anos
Vai estudar e ver que a previdência tem que ser feita na base da expectativa atual.
Vai na SIP e pergunta qual é a expectativa de vida dos militares.
A maioria, atualmente chega aos oitenta.
Vivemos mais que a média da população brasileira. Bem mais.
Então, eles trabalham até os 65 e nós até os 48. Combinado

Anônimo disse...

É questão de justiça social.
Não interessa se não vamos economizar.
Temos que trabalhar mais sim.
A Lei dos 30 anos é de uma época em que vivíamos 60 anos.

Anônimo disse...

E os plantões seguidos de expedientes como serão contados?
1 plantão= 3 dias trabalhados.
E os Exercícios de Campanha? 5, 10, 15 dias no mato?!!!

Anônimo disse...

Eu ganharia. A compulsória impediu-me de continuar e ser promovido.

Anônimo disse...

Expectativa de vida 80 anos, mas não pra quem leva essa vida desgraçada de milico, passando frio, fome, stress, e além de tudo tendo que complementar a renda com bico para sustentar a família. Nesse ritmo de total falta de reconhecimento e muita cobrança a expectativa de vida fica bem evidenciada nos inúmeros casos de militares morrendo do coração durante os TAFs da vida.

Anônimo disse...

Eu acho a vida de Policial bem mais dura que a de militar. Na polícia não temos hora pra sair, só para entrar. Plantões de 24 horas são comuns. Somos vítimas de diversos processos judiciais durante nossas carreiras, tendo que gastar dinheiro dos nossos próprios bolsos para contratar advogados de defesa. Contusões e ferimentos também são comuns nos cursos operacionais. A assistência médica é um lixo, temos que pagar planos privados com nosso próprio salário, ou contentarmo-nos em utilizar o SUS.

Fora que lutamos a verdadeira guerra.

Os comandantes e delegados-gerais já avisaram: ninguém vai tocar na nossa previdência. Nem Temer, nem Dilma, nem ninguém.

Anônimo disse...

Lembro quando escutei e não acreditei: "Quem não Papira, entra em forma para o Aspira."

Agora estou aqui na luta. Sempre há tempo para lutar e buscar melhor condição de vida.

Só o Papiro Liberta e só Jesus Cristo Salva!

1º SGT INF

Anônimo disse...

Morre 3 ou 4 por ano no TAF, fala sério.
E quantos que servem hoje viverão muito mais de oitenta.
Previdência DEVE levar em conta a expectativa de vida.
Quem está prestes a se aposentar, que tenha uma regra de transição.
Se coloque no lugar de quem vai trabalhar até os 65 de vida.
O cabeçudo passou frio, fome e cansaço. Oxente, se oriente. Ninguém via mais para o campo. Nos quartéis só tem período básico e o recruta é o único que se f

Anônimo disse...

E vai tudo piorar... pessimismo? Espera o fim dessa farofa olímpica, circo para o mundo, com palhaços brasileiros!!!

Anônimo disse...

Caraca velho!!!!
É incrível a capacidade do militar de reclamar de tudo!!!
Se amanhã o governo aumentar o salário é o 3° Sgt passar a ganhar 10.000,00, o 2° Sgt 13.000,00, o 1° Sgt 15.000,00 e o Subão 18.000,00 reais...
No outro dia vai ter leão reclamando da vida aqui...
Pelo amor de Deus, se não gostam porque sofrem tanto? É muita infelicidade e injustiça consigo mesmo, cadêa hombridadede vcs? Sejam homens!!
Procurem fazer o que gostam?
Gente párem de tanto sofrimento...
A realidade militar é essa é não vai mudar...
Ser milico é isso, e sou muito feliz e satisfeito com a vida de simplicidade que vivo e ofereço a minha família, pois quando entrei sabia que rico nunca iria ficar!! Será que tem alguém aqui tão inocente pra acreditar que iria???

As vezes eu penso estar em outro exército, pq tenho 14 anos de tropa, estou na região de Osasco Barueri, fui para o meio do nada na Selva, consegui comprar um AP popular na minha cidade, moro de aluguel e as contas estão em dia.
No dia que decidi aumentar a renda, procurei outra coisa é já tive lanchonete, táxi, empresa de fundo de quintal, mas sempre com a felicidade no rosto e Deus no coração. Comprei outra casinha e resolvi parar...
Nãosou melhor que ninguém, do salário não sobra quase nada, mas se vive com dignidade...

Será que vivo em outro EB???

Por favor!!!!!
Sejam homens, párem de sofrer... Dói menos.

2° Sgt 2002.

Anônimo disse...

Com o aumento de 30 anos para 35 iremos perder mais um direito, o "adicional de permanência", que vai saltar de 32 anos os primeiros 5% para 37 anos em diante, isso irá representar uma perda salarial também.
Então empurrem os 35 anos mas revoguem a MP do mal com particularidade no posto acima no ato da reserva.

Anônimo disse...

Se o salário fosse decente, se os praças não dependessem de portarias para as promoções, se não tivesse tanto baba-ovo, tanto traíra, PTTC, DSA , peixada,imbecis comandando, chefiando e dirigindo, 35 anos seria um tempo razoável, mas todos que estão ou passaram pelas Forças Armadas sabem que é preciso ter sangue de barata algumas vezes para não aloprar e fazer uma besteira, motivos não faltam.

Anônimo disse...

35 anos de serviço para as FFAA?
Não podemos aceitar sem levar antes antes de uma possível mudança, ao conhecimento das autoridades, nossa contrariedade, então, vamos levar , respeitosamente,ao conhecimento de nossos superiores a contrariedade, aos adjuntos de comando, aos comandantes de OM, escrever comentários na internet e redes sociais, que são monitoradas pela comunicação social e inteligência.
Assim, o Comandantes das FFAA e Ministério da Defesa podem mudar de idéia quanto a essa possibilidade prejudicial aos militares.
Neste momento, temos que ser unidos e dizer um uníssono NÃO!

Anônimo disse...

Se vc quer morar a vida inteira dentro de um quartel problema é seu. Primeiro que não há necessidade técnica para esta mudança para os militares, ao contrário, só traz prejuízo a falta de renovação e oxigenação as FFAA, segundo, não se deve mudar as regras do jogo com a bola rolando. Vide a nefasta MP do Mal, a MP da TRAIRAGEM, que não teve regra de transição.

Anônimo disse...

O jeito é entrar na justiça civil, um por um, pedindo os direitos retroativos? Porque eu fui concursado para 30 anos!
Se depender dos superiores, eles não irão nos defender. Como eu ouvi de um ontem: "isso não é problema meu"....claro, o cara já está indo para a reserva, danem-se os outros.
Imaginem o que pensam os generais com suas benesses políticas....estão pouco se importando! Se não fizermos pressão, vamos engolir mais essa!

Anônimo disse...

Voltando mais uma vez sobre o assunto expectativa de vida (esperança de vida), a definição do IBGE é a seguinte "Esperança de vida ao nascer - número médio de anos que um recém-nascido esperaria viver se estivesse sujeito a uma lei de mortalidade.". Portanto, é AO NASCER, O RECÉM-NASCIDO.
Falar que a expectativa de vida é 80 anos hoje é para a criança nascida hoje, nós não. Jà estamos gastos, não devemos pagar a conta de governos corruptos e oportunistaS, que manobram os conceitos e os índices para enganar a população.

Anônimo disse...

O Brasil poderia arrumar uma guerra e mandar o senhor na frente.

Anônimo disse...

Não compare o que não pode ser comparado, pois de assim o for, nós militares também devemos ter vários direitos que o civis têm, como por exemplo carga horária semanal limitada,-só pra começar-, imagine se assim fosse?

FEB 1944 disse...

Esquerdopata detectado. Vai aprender adição primeiro antes de dizer suas (...). Ou preciso desenhar sobre horas semanais?

Anônimo disse...

Sgt de 2002, parabéns por viver de "vento e Vibração" (será?) e proporcionar essa "maravilhosa" vida aos seus familiares. Se vc come arroz e ovo (filosofia do "viva o luxo, e que padeça o bucho") e assim comprou seu apto, parabéns. Essa é a sua realidade, não a generalize. As vezes leio seus comentários estapafúrdios e acho que vc está na verdade prestando um serviço de inteligência, pois vc está ganhando menos que SD PM e Guarda Municipal e está achando tudo maravilhoso...já pensaste em consultar um psiquiatra? Ou então é mais um franciscano, ou equivalente, nesse caso respeito seu posicionamento particular. Sua opinião não representa ninguém além de vc mesmo.

Anônimo disse...

08 ago, 21:26, só pode ser um fanfarrão! No papel, os governantes colocam que a populaçao está vivendo até os 100 anos, que pelo visto você vai acreditar! Ou você é inocente ao extremo ou mal intencionado. Pelo visto, você transita pelos dois.

Anônimo disse...

Esse sgt 2002 é um ridiculao. Guarde sua triste historia de vida pra você.

Anônimo disse...

Parabens 2002. Vc esta certo. Mas nao perca seu tempo com esses perdedores que vem chorar magoas aqui. Eles nunca vao aceitar isso. Ate entendem, mas nao aceitam.

Anônimo disse...

Tenho certeza que a qualidade de vida que o 2002 proporciona pra familia dele eh bem melhor do que vc proporciona pra sua. Ha muito mais gente como ele.Tente nao ser invejoso e vera que o gosto do fracasso desaparece da boca.

Anônimo disse...

Posso atéser ridiculão, mas ando de cabeça erguida e consciência tranquila em poder ser o melhor exemplo para meus filhos..
Diferente de quem vive a se lamentar pelos cantos da vida que leva com mediocridadee não tem a hombridade para tomar uma decisão na vida.
Patético isso.

Anônimo disse...

A culpa disso tudo é da CP-QAO, ela é que é a vilã !!!

Anônimo disse...

Nãosou eu que vive de lamentações, portanto creio que não sou eu que precise de psiquiatra. Não, para sua decepção eu não vivo a teoria do Ovo, vivo a realidade de quem procura a solução em vez da lamentação. À minha família ofereço qualidade de vida e foi às custas do sacrifício de abrir mão de viver por três anos e se embrenhar na selva quando não tinha filhos. E hoje com uma vida realista temos felicidade. A maior vitória estáem poder ser um exemplo de hombridade e honradez para meu filho, e não em viver lamentando sua incompetência é seu fracasso a jogar a culpa no governo... Quer melhoria???
Vá em busca dela. Quer dinheiro? Vá para outra profissão.. e nãovenha com essa balela de que é concursado. Todos somos. No entanto o salário é igual. O que vc faz praelhorar sua vida??? Tem curso superior?? E se tem, serve apenas para embelezar a parede, sefor meu camarada, me desculpe, mas isso é fracasso. Fala quantos idiomas??
Pois é.. seus colegas que falam vão para fora do país e vc vai ficar a se lamentar mais uma vez.

Tenho pena de pessoas que não tem a capacidade de reconhecer sua incompetênciae põesua culpa nos outros ou no sistema.
O EB nunca vai mudar... Se quer melhorar, mude vc.

2° Sgt 2002.

Anônimo disse...

O segundo sargento que disse que vive bem deve ser Sargento "TIÚ". Para quem não sabe, eu tinha um colega na PE de Brasília que era chamado de sargento "TIÚ" porque o Collor defasou bastante o salário dos militares que esse sargento não comprava carne e sim 4 cartelas de ovo para passar o mês.

Anônimo disse...

Não filho...
Só soube trabalhar o pouco que ganhei...
Uma selva investida em lanchonete, depois em táxi e depois em um pequeno negócio.
Já estou na quarta OM, não agarrado na saia da mamãecom medo do "bicho papão"
Isso rendeu dois imóveis muito b alugados...
Com apenas 14 anos de EB.
Hoje posso tirar o estresse de uma semana cheia em campos do Jordão e ano que vem com o devido planejamento, fériaem Santiago do Chile.
Coisas assim...
Pra seu governo tiú é uma excelente iguaria da caatinga brasileira, muito boa por sinal,
Mas pra sua decepção. Sou alimentação e educação de qualidade para meu filho.

Se vc não tem competência pra gerir seus recursos, não meça os outros pela sua régua da incompetência.

2° Sgt 2002

Anônimo disse...

Amigo 2002, nao perca seu tempo. Esse pessoal sabe disso tudo, mas se admitirem isso nao vao conseguir mais dormir. Certa vez falei quase a mesma coisa que vc postou inicialmente. Acabei sendo chamado de cousas bem piores que "ridiculao ". Pelas costas eh claro. Os ratos de alojamento nao falam cara a cara. Percebi que era inutil debater com gente assim. Esse povo vive da desgraca alheia e tem inveja de quem eh feliz.
Abraco.
1SGT Infa Brazil.

Anônimo disse...

Agora entendi porque os comandantes estavam tão do contra. Já está certo os trinta e cinco anos e vão dizer que foi um acordo para não incluir os milicos juntos com os civis. Ainda quero ver no que vai dar quanto aos PM's e outras categorias de civis. Acho que só vai mudar para os militares. Serão mais cinco anos trabalhando sendo "escravo" e mão de obra barata para os governos, engolindo as migalhas, sem nada especial ao ir para a reserva.Pouca vergonha. Tomara que um dia eu me engane.

carlos disse...

Se adicionarem mais 5 anos, irei pedir demissão com mais de vinte anos, não
estou nem aí, já vivo na miséria mesmo, um dia todos irão para o mesmo buraco
mesmo esses semideuses sanguessugas do dinheiro público. melhor viver na miséria feliz do que sendo injustiçado.

Anônimo disse...

Esse 2002 é aquele que disse que os Cmt's são bonzinhos porque, ultimamente, têm punido menos sargentos. Oh meu Deus, seja exemplo pra você mesmo e sua familia, ninguém quer saber o que você tem ou não, ninguém te inveja, pois você continua sendo baixa renda com casa e carro ou sem casa e carro. Come mortadela e arrota caviar. Qualquer SD PM tá melhor que qualquer STen, imagina você, Sgt 2002. E o sr do tempo dos 80 anos, também sem noção.

Anônimo disse...

Pelo jeito o anonimo de 09 AGO 15:56 esta com saudades do "amigo" TIU. Ha, ja sei, o TIU nao escreve, nao telefona, te bloqueou no face... Fica triste nao, faz a fila andar...

Anônimo disse...

Esse 2002, com casinha ou sem casinha continua baixa renda. Ou seu salário não é de 2 Sgt?

Anônimo disse...

Deixa de ser fanfarrão, 2 sgt 2002, estou na selva há vários anos, tudo aqui é caro, além da média nacional. Desde alimentação até combustível, passando pelo principal, aluguel. Não há emprego para familiares e tudo é deficiente, atendimento pelo fusex é ppior que SUS, pois não há médicos nem clínicas. A ajuda de custo que se ganha para vir pra cá é irrisória, serve para chegar aqui com a família, os 20℅ que se ganha são ilusórios, já ficam na conta de energia, que está absurdamente acima da média nacional...então não venha com esse papinho de fui pra "selva e comprei casinha", GU de selva deixou de ser atrativo no final dos anos 90, quando a tabela de valores de mov começou a se degenerar. Guarde seus "grandiosos" exemplos para sua família. Não venha dizer asneiras que sgt está muito bem, e mímimi, excelente administrador de 3500 reais, vc deveria dar palestras.

Anônimo disse...

Todo mundo conhece da história do "bode". Aquela em que se piora bastante o cenário, já ruim, para, depois, retroceder um pouco e todo achar que ficou bom, quando na verdade só piorou. Pois é, não havia nenhuma condição de entrarmos no regime de contribuição único, pois havia o amparo da Constituição. Nisso, os menos avisados da ativa, e os "velhos garantidos", com medo, entraram em pânico. Ao retroceder um "pouco", os 35 anos, todos ficaram aliviados.
O único objetivo sempre foi os 35 anos, mais nada. Porém, existe uma preocupação dos Comandantes, ficar mal com a tropa. Por isso a farsa.
Agora, quando eles te colocarem para trabalhar por 35 anos, e não os 30 anos, mesmos sem nenhuma economia, e nenhuma contrapartida, você, um imbecil, achará que está bom.
A única esperança, era a volta do antigo governo que, apesar de impopular, não fazia mal ao trabalhador.

Anônimo disse...

Se os nobres cavalheiros, !º Sgt Infa Brazil (Brasil com "Z"?) e o 2º Sgt 2002, (administrador "level MASTER") não perceberam ainda, salários adequados fazem parte da valorização de uma classe, e permitem estabilidade emocional, familiar e profissional. Creio que a escala de serviço e missões devia estar um tanto generosa pra vc tomar conta de lanchonete e taxi, onde estava sua dedicação exclusiva à força? Anos em selva não enriquecem ninguém, é ilusão, tenho muitos anos de selva, sou comedido com meus gastos e afirmo que aqui tudo é desproporcionalmente caro, então não mistifique guarnição de selva para os leigos que nunca aqui estiveram, ninguém fica rico aqui. Tampouco, creio que alguém aqui se interessa em saber o que vc tem ou proporciona para seus familiares, isso não define padrões para uma classe, que somos nós praças. Então sugiro cautela ao apregoar pseudohistorinhas de superação e sacrifício, elas não definem o universo das praças, e não servem de exemplo a ninguém mais além de sua família. Os problemas existem, e não devem ser minimizados e jogados para baixo do tapete por pessoas individualistas e em zona de conforto.

Anônimo disse...

Em um dos comentários postados acho que temos o exemplo do cúmulo do ridículo ou exemplo típico de como os petistas conseguiram sacanear tanto com os militares. O comentário cita um comandante que queria cortar pela metade o salário de quem trabalharia meio expediente no mês de dezembro. Para ser tão "honesto" e ter essas ideias, nem precisa fazer cursos e mais cursos. Basta se filiar ao PT.

Anônimo disse...

Também pensei na mesma coisa que o comentarista acima das 07:58, na estória do "bode na sala".
Primeiro vem com um cenário MUITO RUIM, péssimo para os militares (o bode fedorento na sala), e, na impossibilidade de implantar medidas tao nefastas aos militares, vem agora querer empurrar uma medida só RUIM (35 anos) que o pessoal menos esclarecido vai respirar aliviado.
A Op Psico operando para mudar a opinião correndo solto...pra ter gente caindo e achando bom ainda que mudou só isso, e que é uma mudança necessária, quando na verdade é só mais um prejuízo a carreira das FFAA.
Duvido que façam essa mudança nas Polícias militar e civil.

Anônimo disse...

Mimimi. Vc eh chorao profissional...

Anônimo disse...

Mimimi... oh selvatico, se esta ruim, porque vc esta ai a varios anos?

Anônimo disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkk, vc ganhando salário de guarda municipal logo vai estar no bolsa familia...Sr resignado e feliz. Sou profissional, muito mais que os chamados "vibradores".

Anônimo disse...

Estou na selva, longe de zona de conforto justamente porque a situação está pior aí embaixo... gênio. Administrador "level MASTER"..kkkkkk.

Anônimo disse...

Agora entendi sua frustração...
Vc quer ser invejado pelos outros e quer deixar de ser baixa renda...

Mas vc é capaz meu caro, é procurar profissões que te remunere muito bem...
Mas para sua decepção, aqui no EB, vc sempre será baixa renda...

Agora querem a inveja dos outros por isso... É de uma pobreza de espírito gigante.

Continue assim, sofrendo e derramando nos outros a sua incompetência de ser alguém melhor... Mas ninguém é nem a instituição tem está culpa não, ela é só sua.

Tenho pena de ti.

Sgt 2002

Anônimo disse...

Kkkk...
Só prova sua incompetência...
3 anos São GaGa sendo 2 anos em PEF

Bom 3500,00 só 3° Sgt em guarnição comum. E outra, se vc sabe ler, entendeu eu falar em dois imóveis alugado. De fato meu caro, não vivo apenas com o salário de 2°, mas isso são méritos meus, assim o seus fracassos são méritos seus.
Portanto, não ponha culpa no EB. A regra do jogo é aberta a todos, ninguémse engana aqui.
Faça vc valer a pena.

Há... E palestras, de fato já transmito experiência sobre gestão a um bom público.

Sabia que vc tem N possibilidades de melhorar sua renda?!

É só sair da zona de conforto!

Sgt 2002

Anônimo disse...

Mas alguém falou que se fica rico na selva???
É exatamente o contrário!
Tentei exaltar para se viver uma vida de simplicidade e deixar de querer ser "alta renda" pois assim seria mais feliz administrando o que se tem sem sobre a lamentar pó que não têm.
Só isso.
Sgt 2002

Anônimo disse...

Kkkkkkkkk, vc é um comediante, 2 sgt 2002...

Anônimo disse...

Que estranho 2º sgt 2002, lendo seus comentários anteriores, "E outra, se vc sabe ler, entendeu eu falar em dois imóveis alugado. De fato meu caro, não vivo apenas com o salário de 2°sgt,...." pensávamos que vc vivia feliz e exclusivamente do seu "impressionante" salário de 2º sgt do EB, pois para se afirmar um administrador eficaz, vc deveria gerir somente o que ganha em contra cheque, e com isso, somente isso, cobrir aluguel, alimentação, vestuário, transporte, contas de energia, água, telefone, colégio para os filhos, e despesas diversas. A vivência nacional dificulta a aquisição de património, na verdade o erradica, pois a pequena "fortuna" que uma movimentação gerava até o final dos anos 90, ida e volta, deduzidas as despesas próprias de uma movimentação, agora não paga metade de um carro popular, muito menos um terreno em favela, que ótimo que vc conseguiu ficar 3 anos onde ficou, realmente isso é um feito, porém seeu comportamento soberbo, e sua pouca inteligência o fazem pensar que alguém sente inveja de vc, por ter comido arroz e ovo vários anos e adquirido imovéis, (parabéns pela sinceridade, realmente é assim que praça adquire algum património). Se vc está feliz, ótimo, apenas respeite opiniões alheias, ninguém quer saber o que vc adquiriu e como, seus feitos não são parâmetros para uma classe. Começo a pensar que vc e mais dois ou três pseudônimos que aqui postam idéias similares (os "felizes e resignados viventes de vento, vibração" que a gente nunca vê na tropa...ou são covardes para saírem do anonimato...) precisam de tratamento psiquiátrico ou estão escalados para postar asneiras aqui no blog, atendendo a trabalhos de inteligência.

Rogério da Silva Gomes - 1ª Sgt disse...

Em 2001, perdemos numa só porrada o tempo de serviço, que no final nos dava um aumento de no mínimo 30%. Promoção ao ir para reserva ( mais um aumento). E com o fim da licença especial, aumentaram o tempo de serviço de 28 para 30 anos. Agora é só esperar para o traíra do Temer ser confirmado no poder para publicar o aumento do tempo de serviço de 30 para 35 anos. Somos a única categoria que perde direitos. categoria esta mequetrefe, pois consegue ser ridicularizada por não ter representatividade, apesar de imensa numericamente e intensa devido seu poder bélico. As Policias Militares conquistam direitos, as Forças Armadas perdem.

Anônimo disse...

Não é só o Temer, no quesito traíra, tem os cmts, pcp do EB, pois a atitude servil e desinteressada deles por não se posicionarem contra mais essa perda, com medo de perderem a merenda na reserva, é mais do que uma traição. Já emitiram notas proibindo o uso de Pokémon dentro das OM e não se posicionam sobre um fato que vai dilapidar ainda mais os inexistentes direitos da classe militar. Parabéns às PM e bombeiros, vcs têm líderes, e estes não aceitam impropriedades e aviltamentos dos direitos da classe. Nós no EB temos gado fardado, que se cerca de realeza internamente, e em troca de benesses vende o suor e sangue da tropa. Lamentável.

Anônimo disse...

Antigamente, CFS em 1 ano, nível fundamental, chegava-se a Cap QAO.
Anos 2000, CFS em 1 ano e meio, nível médio, chega-se a Cap QAO.
2016, CFS em 2 anos, graduação nível Tecnólogo, também chega-se a Cap QAO somente??!!

Cadê o Curso de Altos estudos-CHQAO?

Cadê a real "valorização" ??

Se os oficiais, de Armas ou QCO, que possuem nível superior, hoje chegam ao posto de Cel. Deve-se adequar, por justiça e por realmente valorizar a acrreira dos praças: Até T Cel.

Anônimo disse...

Hahahaha...gozador

Anônimo disse...

Por que ???

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics