12 de outubro de 2016

Exército realiza policiamento de rua no RS

Exército realiza policiamento de rua com a Brigada Militar na zona sul de Porto Alegre
Neste ano, atividade já foi realizada em Bento Gonçalves, na Serra
Renato Dornelles
Fardas verde-oliva, armas longas de uso restrito das Forças Armadas e um grande efetivo, com cerca de 60 homens atuando. Tudo isso foi novidade, entre a tarde e a noite desta terça-feira, na Vila dos Sargentos, no bairro Serraria, na zona sul de Porto Alegre, com a 8ª Brigada de Infantaria Motorizada (8ª Bda Inf Mtz) do Exército atuando no policiamento, ao lado de uma guarnição da Brigada Militar. A unidade do Exército é a mesma que já participou de operações no Haiti e na ocupação, para pacificação, do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, em 2010.
De acordo com o comandante da unidade, general Carlos Alberto Dahmer, o trabalho é um exercício de preparação, que faz parte "da missão constitucional do Exército de garantia da lei e da ordem".
— É uma via de duas mãos. Para nós, é um treinamento e, automaticamente, um apoio à Brigada Militar — explica.
De acordo com o general, todas as unidades da 8ª Brigada (Porto Alegre, Pelotas, Rio Grande, Bento Gonçalves, Sapucaia do Sul e São Leopoldo) participarão deste tipo de atividade por ordem do Comando Militar do Sul.
A operação realizada nesta terça-feira na Zona Sul envolveu a tropa do 19º Batalhão de Infantaria Motorizada, de São Leopoldo, e foi a segunda atividade semelhante no Estado. A primeira foi realizada há cerca de um mês em Bento Gonçalves, na Serra.
— O próximo exercício pode ser na próxima semana, ou daqui a 15 dias, dependendo da disponibilidade de efetivo da Brigada Militar — afirma o general.
O trabalho é realizado em conjunto com a Brigada Militar pela necessidade de poder de polícia neste tipo de ação.
— Fizemos a "operação presença", com a orientação da Brigada Militar, que define a necessidade de abordagens e, se for necessário, realiza prisões — explica Dahmer.
Nesta terça-feira, até o início da noite, ninguém havia sido detido. O exercício foi iniciado às 15h e a previsão era de que se estendesse até as 21h.

População apoiou a iniciativa
O Exército apoiou o trabalho da Brigada com um "posto de bloqueio de controle de via pública" e com uma patrulha motorizada. O posto, com o uso de caminhões, abordava motoristas na Estrada da Serraria. A patrulha percorria vias dos bairros Serraria, Guarujá e Ipanema.
Um dos locais mais vistoriados foi a Vila dos Sargentos, uma das áreas conflagradas pela disputa do tráfico de drogas, dominada por uma das facções criminosas. Moradores consideraram positiva a experiência.
— É uma beleza. Toda ajuda é bem-vinda em um momento como este. Se for sempre assim, estará ótimo — disse o operário da construção civil Anderson Cheffer, 34 anos.
A auxiliar de serviços gerais Maria Rosário, 51 anos, tem opinião parecida:
— Já me sinto mais segura, pois a Brigada Militar não tem gente e, quando a gente chama, leva uma hora para chegar.
Zero Hora/montedo.com

17 comentários:

Anônimo disse...

Viramos apoio a PM.

Anônimo disse...

comentaristas deem um olhada:

http://www.alertatotal.net/2016/10/bolsonaros-os-fabianos-que-nos-enrolaram.html

Rindo dos analfabetos políticos disse...

Estão colocando em prática o previsto no Consenso de washington! Forças armadas humilhadas e fazendo atividades de policia! Nossos chefes sabem disso, mas fazer o que, farinha pouca, meu pirao primeiro! E pra aqueles bitolados ou semi alfabetizados, entendam: CONSENSO DE WASHINGTON, NÃO MOSCOU NEM PEQUIM! Os seus amados ianques estão preparando o futuro pauperrimo para o Brasil, e os militares vao junto!

Anônimo disse...

É um treinamento(?) que vai virar rotina em substituição às forças designadas para isso.Nos piores momentos todos lembram dos militares, mas na hora de dar melhores condições salariais, jogam "pedras".

Anônimo disse...

Só quero saber se é o general ou o coronel que está mandando.

Anônimo disse...


Por PEC 241, jantar de Temer custou ao menos R$ 50 mil
http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/por-pec-241-jantar-de-temer-custou-ao-menos-r-50-mil
pena que não vimos as passeatas contra corrupção no brasil acho que o pessoal esta de férias ou acham que a corrupção acabou.
Reportagem mostra fraude na fila do SUS em troca de votos
Além do voto, intermediários de políticos de todo o país pediam R$ 50 para furar a fila de exames no Sistema Único de Saúde
e alguém acha que o Brasil tem jeito.

Anônimo disse...

https://www.facebook.com/664624143603540/photos/pcb.1216776408388308/1216776238388325/?type=3&theater

Caro Capitão Montedo , se for possivel publicar este bonito fato envolvendo um aluno do curso de sargentos da EsLog , agradeço .

S Ten Marcos Pinto - RJ

João Luiz disse...

Pessoal precisa aprender a ler e interpretar a CF. Só reclamam sem conhecimento de causa...

Anônimo disse...

Parabéns aos militares do EB pelo serviço prestado à sociedade.

Anônimo disse...

"Severinos".."Subservientes"...

Paranaense disse...

A casa onde muita gente manda, a tendência é virar casa de mãe Joana. O Comandante do EB que se cuide!!!

SIDRACK FILHO disse...

Continue, pra riba deles.

Anônimo disse...

Quanto a Dilma gastou para levar e hospedar em Paris, 900 petistas na Cúpula do Meio Ambiente? Meia dúzia de pessoas seria mais que suficiente. Houveram protestos e carreatas???? Hipocrisia.

Anônimo disse...

Um soldado da Brigada militar ganha 4 pilas com 40 horas semanais de carga horária , enquanto um sargente da EsSA , como eu , ganha 3 mil com regime de escravidao .Eita EB , acaba logo , estamos no fim do posso !
Partiu , ser Bragadiano
Sgt desiludido

Anônimo disse...

Antes melhore o seu português...

Anônimo disse...

Parem de choramingar dizendo que viramos apoio da PM, severino ou sei lá o que! É bem melhor treinar na rua cumprindo missão do que assaltar um morrinho com mochilas nas costas atirando com "pow, pow".Esses chorões querem ficar nos quartéis o dia inteiro vendo rede social ou pensando em como queimar o companheiro mais dedicado, daí quando surge uma oportunidade de sair do quartel ficam aí choramingando. Se fosse Haiti que dá um pouco de dinheiro não teria ninguém reclamando!

Anônimo disse...

E o pior de tudo que ainda reclama de ganhar "3 pilas" .
Eita EB , vós sois uma mãe !!!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics