5 de novembro de 2016

Tiroteio assusta servidores de Hospital da Marinha no RJ

Intenso tiroteio assusta moradores do Complexo do Lins
No Hospital Naval Marcílio Dias, que fica no mesmo bairro, funcionários tentaram de esconder dos disparos
Rio - Um intenso tiroteio assustou moradores do Complexo do Lins, na Zona Norte do Rio, na noite desta sexta-feira. Ainda não há informações sobre o que teria motivado o confronto e nem sobre feridos. A região abriga uma base da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).
Policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil, teriam sido acionados. O tiroteio também provocou pânico no Hospital Naval Marcílio Dias, que fica no mesmo bairro. Pelo WhatsApp do DIA (98762-8248), leitores enviaram imagens que mostram funcionários se abaixando para se proteger dos disparos. Muitos carros voltaram na contramão pela Radial Oeste e também há relatos de bandidos fortemente armados trocando tiros nas principais vias do complexo.
O DIA/montedo.com

9 comentários:

Anônimo disse...

Se for noticiado toda vez que acontecer tiroreio entorno do HNMD, o topico vai torna-se permanente no blog.

Trabalho no referido Hospital e acontece tiroteio semanalmente.
Pior q existe um "acordo de cavalheiros" entre a Direçao do hospital/Marinha do Brasil e os Marginais do complexo.

Triste realidade.

Anônimo disse...

Incrível que mesmo em momentos trágicos, as pessoas não se desapegam dos "malditos" celulares. Que inferno essa invenção de "zapzap", hein?!

Anônimo disse...

Que cenário bonito para "correr o mundo"! É algum hospital na Síria? Não! É aqui mesmo, na cidade Olímpica e com "baixo índice de criminalidade" e "tudo" sob controle!

Anônimo disse...

Esta é as FFAA de hoje, que se afugenta de tiros, se esconde fazendo de conta que nada acontece e se esconde da realidade...
Pergunto e se estivesse tendo uma emergencia com um paciente, os militares estariam ali escondidos? Deixariam o paciente morrer?
Alem do mais cade a segurança do hospital?
Cade a força nacional e a secretaria de segurança publica para dar segurança em areas de hospitais, escolas entre outras.
Sendo que por mais que seja hospital é uma unidade militar e todos ali são militares com supostamente treinamento militar...
Triste ver estas coisas acontecer.
Por isso acho que tem que acabar com as FFAA no Brasil ou profissionalizar de verdade, pois hj não são nada mais que meros severinos e fantoches na mão da politica e do comando.
Não aguento mais esta vida de faz de conta onde o comando não apoia e não dá segurança aos seus comandados, vivem no faz de conta de TFM, formaturas e treinamentos ultrapassados.
Sou oficial de saúde, não deste local e não cuspo no prato que comi nestes anos porem em breve estou fora por ver que não vale a pena fazer uma escola para ser de carreira independente de qual for a força. Estou em busca de concursos serios e onde tenha respaldo e apoio da chefia.
Isso foi um breve desabafo de alguem que esta nas FFAA e desanimado com o que viu nestes tempos.

Anônimo disse...

Lei 8112/90 Art. 19 - Os servidores cumprirão jornada de trabalho fixada em razão das atribuições pertinentes aos respectivos cargos, respeitada a duração máxima do trabalho semanal de quarenta horas e observados os limites mínimo e máximo de seis horas e oito horas diárias, respectivamente. (Redação dada pelo(a) Lei 8.270/1991)

Quanto vale cada atribuição e quantas são as atribuições?
_____________________

Fardado Indignado disse...

Se o anônimo de 5 de novembro de 2016 19:32 está bolado, imagina os usuários do HNMD (praças) que não podem estacionar dentro do Hospital e ficam expostos aos marginais do entorno! Já foi relatado aqui que militares são abordados e intimidados constantemente por bandidos nas ruas adjacentes a referida Unidade Médica, qualquer autoridade, realmente séria, já teria se encarregado de expulsar para-militares do seu entorno, menos aqui no país da fantasia, do não me toque, do politicamente correto para quem não vale nada! Agora deixe de pagar um imposto para vê se o Estado não vem logo em cima de vc!! Quando a violência arrombar as portas dos gabinetes refrigerados dessas "otoridades" será tarde demais! Ou o país dá uma guinada em relação a violência ou estaremos fadados a enterrar, cotidianamente, nossos entes queridos!

Anônimo disse...

Apenas um tiroteiozinho, nada de mais. Cidade "maravilhosa"! Lá não existe terror, é só festa. Quando tinha verbas já era largada, imaginem agora sem nenhum tostão.

Anônimo disse...

to vendo a preocupação, uma dando risada, outra mexendo no celular...

Anônimo disse...

isso aí é algo muito comum no "DE JANEIRO". E depois que instalaram a UPP para melhorar as Z. Sul/ Centro os bands migraram pra area da pavuna, anchieta, costa barros e guadalupe que sempre tiveram trafico mas sempre foram tranquilas, hoje é tiroteio e roubos a pedestres constantemente.

AS PESSOAS PRECISAM FAZER O BOLETIM DE OCORRÊNCIA.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics