13 de março de 2015

Subtenente do Exército reage a assalto e seu pai acaba atropelado por bandidos em fuga.

Fortaleza (CE) - A Polícia procura três homens suspeitos de participar do assalto que terminou no atropelamento e morte de um homem de 85 anos no fim da manhã de ontem (12), em Fortaleza. A vítima morreu no Hospital Distrital Maria José Barroso de Oliveira, 'Frotinha' de Parangaba, após dar entrada na unidade com múltiplas lesões. Antônio Vieira Silva foi atropelado por um veículo ocupado por três homens, que praticaram um roubo à residência do filho do idoso.
De acordo com a Polícia, a ação ocorreu por volta das 9h na Rua Suécia, Vila Betânia, bairro Itaperi, Área Integrada de Segurança (AIS) 5, na Capital. Os criminosos estavam em um Fiat Palio quando se aproximaram e abordaram o filho da vítima, o subtenente reformado do Exército Brasileiro (EB) Raimundo Amilton Vieira. O militar chegava na residência, em um automóvel, após fazer compras.
Conforme o delegado René Andrade, titular do 5º DP (Parangaba), os pais de Amilton estavam dentro do veículo do filho quando foi feito o anúncio do assalto. "O subtenente estava descarregando as compras que fez e levando para dentro da residência. Os pais dele estavam no carro pois iam sair com o filho para buscar remédio em um posto de saúde. O portão estava aberto", disse Andrade. Ainda segundo o delegado, mesmo sob ameaça de arma de fogo, o subtenente pediu aos assaltantes para tirar os pais de dentro do carro. Enquanto isso, objetos eram retirados de dentro de casa.
"Ele disse que lembra de terem levado um aparelho de televisão de 40 polegadas e as carteiras dele e do pai", contou o titular do 5º DP. Conforme a Polícia, em determinado momento, quando os assaltantes já estavam se preparando para deixar a cena do roubo, o subtenente optou por reagir à ação.
"Após os pais já estarem na calçada, o subtenente sacou de uma pistola e foi em direção ao carro dos assaltantes. Eles efetuaram um disparo, mas não atingiram ninguém", explicou o delegado. Entretanto, para fugir do local, uma manobra brusca foi efetuada pelo guiador do veículo ocupado pelos assaltantes. No movimento, em marcha à ré, atropelaram o idoso, na calçada, fugindo em seguida.
Antônio Vieira ainda foi socorrido, mas morreu no hospital. "Acompanhamos a chegada deles ao Frotinha e a volta ao local do crime para obtermos melhores esclarecimentos a respeito do fato, que consideramos um latrocínio (roubo seguido de morte)", frisou Andrade. O delegado agora aguarda a análise de câmaras de segurança existentes em comércios na região para colher informações sobre os autores do crime.
"Nossa equipe já localizou vários imóveis com sistema de videomonitoramento para buscarmos a identificação dos acusados. Contamos com a colaboração da população para nos ajudar a localizar os responsáveis pelo delito e prendê-los", finalizou o titular do 5º DP.
Leia mais.
Tinguá Agora/montedo.com

Um comentário:

Anônimo disse...

É, não tem jeito! Essa "pátria educadora" com a "governança" e apoio dos compráveis senhores parlamentares, transformaram o Brasil em uma Colômbia. A guerra civil está instalada mas não declarada oficialmente.Meu sobrinho, na mesma cidade, ao terminar de lavar a saveiro cross, com seis meses de uso, foi abordado por dois elementos armados e levaram o carro. Até hoje sem notícias e prejuízo mesmo estando no seguro. Os parentes ainda tem que ficar agradecendo por não terem atirado nele, enquanto os meliantes fazem a festa na cidade.Só falta fazerem uma cerimônia publica para agradecerem aos bandidos que não quiseram matar as vítimas.Depois aparece Dilma e Lula acompanhados de seus "zumbis" e os compráveis, falando de um "planeta" que não existe e nunca existiu com eles. Até quando vamos suportar sermos exterminados sem nada fazer? O povo tem um limite. Só para exemplo, na grande Belém, as pessoas cansaram de um tarado que nunca era preso e que se escondia a noite no caminho do retorno do trabalho de muitas vítimas e acabaram com ele de vez.Estamos indo no mesmo caminho?.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics