1 de dezembro de 2016

Exclusivo! Íntegra da sentença que condena a União a ressarcir sargento do Exército do valor gasto com aluguel por falta de PNR

Publicação original: 30/11 (15:09)
Atendendo a pedidos dos leitores, eis a íntegra da sentença do Juiz Federal do Acre, disponível para download.

12 comentários:

Anônimo disse...

Outra ação ....

http://montedo.blogspot.com.br/2014/11/pnr-batalha-juridica-sobre-indenizacao.html

Anônimo disse...

Outra decisão ....

http://montedo.blogspot.com.br/2013/09/stf-confirma-sentenca-e-uniao-deve.html

Anônimo disse...

Sobre PNRs ...

http://montedo.blogspot.com.br/2012/10/pnr-contra-fotos-nao-ha-argumentos.html

Anônimo disse...

Mais uma ...

http://montedo.blogspot.com.br/2013/10/novas-acoes-judiciais-de-militares.html

Anônimo disse...

Lembram ...

http://montedo.blogspot.com.br/2012/10/auxilio-moradia-boas-noticias.html

Anônimo disse...

http://montedo.blogspot.com.br/2015/01/ninho-de-ouro.html

Anônimo disse...

Lembrando ....

http://montedo.blogspot.com.br/2013/09/escolhidos-dedo-predio-de-luxo-para.html

Anônimo disse...

1ª Instância. Ótimo passo. Cabe recurso. TRF mantendo, acaba por aí.

Anônimo disse...

01/12/2016
STM mantém prisão de civil acusado de participação em furto de armas do Exército. Cinco militares estão presos

https://www.stm.jus.br/informacao/agencia-de-noticias/item/6769-familia-do-norte-stm-mantem-preso-civil-acusado-de-participacao-em-furto-de-armas-do-exercito-cinco-militares-foram-presos-em-tefe-am

Anônimo disse...

http://www.diariodobrasil.org/militares-que-faziam-seguranca-de-lula-e-dilma-dizem-que-ambos-eram-insuportaveis-e-arrogantes/#

Anônimo disse...

Parabéns aos irmãos e guerreiros ganhadores das ações. Isto é coragem um atributo de homem. Fico revoltado quando escuto colegas falando em promoção a QAO. Colegas contando pontos, olhando quem tem medalha na turma. Lembrem que em primeiro lugar é a família, quem não luta por sua família não é digno de abraçar e beijar eles. Começou os ganhos de causas de PNR, eu também entrei na justiça e já esta no despacho final do Juiz. Muitos me falam: "não adiantou nada camarada ser selva, paraquedista, montanha, instrutor de TG, vibrador como és, mas entrou na justiça vai morrer praça". Respondo: eu fiz os cursos por realização pessoal e profissional, nunca fui punido estive em duas missões de Paz, porém, não será isto que vai fazer eu ficar calado.A morte é certa para todos, hoje estamos na ativa amanhã seremos mais um na fila da SIP, somos praça e praça é mão de obra. Cito um caso: todos meus TAF são "E", e no último não fiz por ter extraído um dente. Acreditem que o oficial de TFM, Of Temporário, do CPOR 2015, quis me clicar e aínda falou caso eu não apresentasse a justificativa receberia uma FATD. Vejam só eu com 28 anos de serviço ouvir isto! Fazer o que sou pracinha. Tudo passa, todos vão morrer. Daqui nada se leva, tudo fica e o que fica para nossos filhos é o que fizemos por eles. Vivam a vida, esqueçam este negócio de promoção, isto é consequência. Lutem por seus direitos. Conheço um "carreirista" que na sala da casa dele tem um quadro escrito: "seja bem vindo ao lar de um Pacificador". O cara se apega tanto nisso que colocou a medalha do Pacificador na sala e uma uma frase bem grande embaixo. Ohhh!! meu Deus, quanta pobreza de espirito. Isto tudo vai ficar nesta terra. Sou e que sou, ,morro pracinha, mas, não mudo uma virgula. Sou Homem, Sou Guerra! Sou Velame! Sou Pai! Sou Leal! Sou Brasil! Guerreiros em primeiro lugar a família. Selva!

Anônimo disse...

comentarista, vibrador de 3 de dezembro de 2016 09:27, Parabéns.

Pessoas como o senhor e que ira de fato fazer sair o auxilio moradia, caso saia.
O resto e enganação, com medo de ações na justiça.
Se todos entrarem o nosso problema estará resolvido.
Se o cidadão não quer entrar eu respeito, assim como ele deve respeitar quem entra na justiça.
Todas a mudanças que vi na FFAA ate hoje e fruto de ações na justiça, de pessoas como o senhor. Os chefes não tem interesse de mudar nada.
Devemos entender os benefícios que colhemos com as ações judiciais dos colegas.


Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics