13 de dezembro de 2016

Regimento do Exército sofrerá redução drástica de efetivo em 2017


Itaqui (RS) - Confirmando informação do Blog em novembro de 2015, o 1º Regimento de Cavalaria Mecanizado sofrerá redução de efetivo e mudará sua denominação a partir de 2017: passará a ser o 1º/1º R C Mec.

Cortando na carne: Exército deve extinguir quatro unidades e cortar pela metade efetivo de outras quatro
[...]
RebaixamentoJá o 1º Regimento de Cavalaria Mecanizado, de Itaqui (RS), terá seu efetivo reduzido pela metade, permanecendo com dois esquadrões e um núcleo de Comando e receberá nova denominação. Passará a se chamar 1º/1º R C Mec.
Confira a matéria da RBS TV.

27 comentários:

Anônimo disse...

Já tava mais do que na hora. Já pode cortar efetivo tbm na Vila Militar do Rio de Janeiro. Muito militar perto um do outro. Pode mandar tudo pra fronteira. Se a nação não quer ter Exército, fecha tudo, bota um cadeado e pronto.

Marinho disse...

Em Itaqui não fica o 5o R C Mec??

Anônimo disse...

É o que está acontecendo na FAB. Deixando várias Bases com efetivo mínimo e transferindo esquadrões para um mesmo lugar, além de desativações de comandos. Redução de despesas drástica, porém, não impedirá a "facada" que o governo quer dar para que paguem o pato pela ineficiência da previdência civil. As famílias ficam torcendo para que os novos destinos sejam melhores. Transferências nessa época de crise e insegurança, agrava a situação das famílias, pois os valores das ajudas de custo naõ acompanharam a inflação dos preços das despesas. Boa sorte à todos.

Anônimo disse...

Marinho, o 5 RCMec fica em Quaraí !
Abraco !

Rodrigo Maciel disse...

Anônimo, como se Itaqui não fosse fronteira...kkk, não sabe não fala!

Anônimo disse...

Video do Jornal local ...

http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/bom-dia-rio-grande/videos/v/itaqui-tera-reducao-no-efetivo-militar/5506903/

Leonardo Maciel disse...

O 5° fica em Quaraí!

Anônimo disse...

Alguns esquadrões da FAB que ficavam no nordeste, na beira da praia foram enviados para a amazônia, onde estão os problemas e interesses internacionais. Unidades do exército aglomeradas nas capitais litorâneas? As fronteiras são os problemas. Infelizmente exército é selva, de um modo geral, e as famílias vão ter que encarar mais essa dificuldade. Como dizia o professor Raimundo: "E o salário ó!..."

Léo disse...

Será criada a EsPTex ? Calma...
Não é,ainda, a Escola Preparatória de Petralhas dentro do Exército.Seria a Escola Preparatória de Temporários do Exército.

Anônimo disse...

Servi com o Cmt do 1º RC MEC quando ele era tenente no 7º R C Mec, em Livramento, idos de 1993. No final da reportagem ele aparece. O homem não envelheceu nada. Está a mesma coisa de quando era Tenente.

Léo disse...

Os temporários( nada contra,são necessários.A proporção que nos pagam é que é muito injusta) ficam oito anos e levam ,em dinheiro ,muito mais que um praça que ficará 35 anos de serviço, mesmo sendo promovido,depois de muito velho, a QAO.É o caminho mais fácil.Vamos aumentar,e muito,o efetivo dos temporários.Se o Brasil teve tanto dinheiro para os saques criminosos , para a roubalheira nojenta, para desonerar empresas ,como a Odebrecht, em cerca de R$500 bilhões de reais, para não pagarem impostos aos cofres públicos;se esse mesmo Brasil tem dinheiro para pagar , inclusive,400 jóias de valores que beiram 7 milhões de reais, para ficar naquelas que a PF resgatou, jóias pertencentes à bandida da mulher do Sérgio Cabral, ex-governador que arrombou o Rio de Janeiro;se tem dinheiro para dar relógios - fruto da corrupção,de valores que compram um carro zerinho para o Jacques Wagner,Petista, Ex Governador da Bahia e ex-Ministro, todo poderoso, da Defesa- o sujeito foi acusado de receber mais de R$ 10 milhões de reais,de propinas, da Odebrecht- como nunca o mesmo Brasil tem dinheiro para resolver, definitivamente,nossos vencimentos que são VEXATÓRIOS,HUMILHANTES E VERGONHOSOS ? Segundo as próprias informações passadas pelo Alto-Comando ,fazemos parte da Instituição que tem a maior confiança e credibilidade na opinião pública do povo saqueado ,pixulecado,arrombado brasileiro.Do que que adianta nós dizermos,todos os dias, ,para nossos filhos, que acreditamos demais neles,que eles são os melhores ,entre todos os outros filhos dos nossos amigos,do que que adianta dizermos que confiamos demais neles, que são os melhores,os mais confiáveis,se ,quando eles nos pedem uma vida decente,digna nós sempre respondemos que não temos dinheiro para suprir suas necessidades mais básicas? Aí eles nos dizem: " Papai, toda a sociedade brasileira- os honestos- Confia muito mais nas Forças Armadas do que em qualquer Polícia Militar.Por que,então, meu amigo da escola cujo pai é um Cabo da PM- dois anos de serviço-, aqui em Brasília,papai, recebe muito mais que o senhor que tem mais de 20 anos de serviço e é Subtenente das Forças Armadas ? O nosso presente de natal será 35 anos de serviço!!!

edgar rodrigues disse...

5 R C MEC é em Quaraí

Anônimo disse...

Outro lugar que está lotado de não faz nada é Brasilia ocupando PNR e não liberam para ninguém, fora os PTTC que estão fazendo curso no exterior as custas do povo. VAMOS DAR UM BASTA NISSO.

Anônimo disse...

Quaraí, Rosário do Sul, Itaqui, Uruguaiana, São Gabriel, Jaguarão, São Luis Gonzaga entre outras "pérolas" do grande Rio Grande, só tem uma finalidade: servirem como amarga sentença para os Sten e Sgts que para estas localidades não desejam ir.

Anônimo disse...

5º RC Mec (Cavalaria da Legião das Tropas Ligeiras) é em Quaraí-RS.

Anônimo disse...

Tem um monte de unidade em capitais sem finalidade estratégica, meros bibelôs, verdadeiros elefantes brancos.
Transferir esses efetivos para áreas com pouca densidade demográfica, maior importância estratégica e melhor qualidade de vida para tropa, sem falar no custo de vida, seria o ideal.

Anônimo disse...

Tropa ligeira kkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

E qdo vão acabar com os Regimento de Cavalaria de Guardas da vida?

Anônimo disse...

Podem desativar muitas das unidades de capitais, reduzir o efetivo das que sobraram e agrupá-las o máximo possível. Isso evitaria duplicidade de seções administrativas, a folha de pessoal seria mais enxuta e seria possível pensar em futuro melhor. Já que a PEC passou, é preciso recontar os palitos para os próximos 20 anos.

Anônimo disse...

Isso é caô.
O Cmt 1º RC Mec tá dando uma carteada forte neste caso.
Isto é assunto p 3ª SCh EME e lá nada está definido sobre a redução de efetivos.

ST Inf - DGP

Anônimo disse...

Tem um maluco que citou as guarnições básicas de cavalaria no RS.
Deve ter cometido o pecado capital de ir para aquela arma.
Chuuuuupppaaaaa!

Anônimo disse...

Claro! Alguém tem que cobrir a déficit dos salários dos juízes do STJ. Ou que é que vai manter os direitos políticos de dilmão e renar na presidência do senado. Ninguém é insubstituível

Anônimo disse...

Carioca compulsado para a ''nobre'' Cavalaria.

Anônimo disse...

Vão acabar muitos postos de estrela. A "briga" ficou braba. Temporário talvez seja econômico, ou não. O indivíduo já entra com uma profissão, seja técnico ou superior,vai ficar nove anos e não entra no "bolo" da previdência militar. Mas, eles descontam para previdência militar quando na ativa? Não fazem cursos específicos da carreira militar? E, se o efetivo maior das Forças Armadas, for de temporários, não afetará a caixa para pagar os da reserva e reformados/pensionistas?

Anônimo disse...

Estão reduzindo mesmo. Falam que o Hospital Militar de Bagé também vai fechar em 2018. Ficará um Posto Médico e acreditamos que vai melhora ou seja teremos mais especialistas conveniados. Atualmente não tem nenhum especialista. Consultas somente em Porto Alegre, viajar 800 km e doente é muito ruim.

Anônimo disse...

Pessoal existe muito cavalariano compulsado. No período de 1986 a 1994 funcionou o CFS cavalaria em Bagé. Tinha uma piada com os compulsados sejam bem vindos a ESBA DA BAGELO. Muitos eram majorados ou compulsados por nota baixa no concurso. Estes reclamam até hoje, mas o verdadeiro cavalariano, este vibrará sempre com a arma ligeira. Eu sou cavalaria só me arrependi pelas opções de servir e oportunidades de cursos de especialização que são poucas e também a amazônia é basicamente formada de infantes o famoso binômino homemxfuzil, tropa a pé. Salve! Cavalaria! Furacão!

Anônimo disse...

rio de janeiro tá inchado. tira o havai, a 111 de mat bel, uua cia inf pqd e o bescom que melhora e economiza.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics