20 de dezembro de 2016

Homenagem na passagem de comando de Batalhão do Exército

Pelo barulho, deve ter sido uma linda queima de fogos de artifício....

32 comentários:

Anônimo disse...

Kkkkkk
Já servi em uma OM na bela João Pessoa onde um certo CMT tbm saiu com esta homenagem...
Os recrutas soltaram muitos fogos pela alegria de vê-lo ir embora...
Kkkkkkkkkkkkkk......

Anônimo disse...

Sim, deve ter sido um cmt muito admirado pelos seus subordinados.

Anônimo disse...

Pelo jeito, não viam a hora de se livrarem.

Com a palavra os militares da referida OM.

Anônimo disse...

No passado era comum essa comemoração ou seja a queima de fogos na passagem de comando de um pessimo comandante para a tropa sob seu comando. Queria dizer, estamos felizes.

Anônimo disse...

E não economizaram não heim !
O que pensou o general que presidia a cerimonia ? Raciocinou ou achou que era por felicidades e agradecimento ?

Anônimo disse...

Qual o nome desse comandante que saiu ? Será que se queimou no comando da OM Logistica ?

Anônimo disse...

Kkk o cmt sucedido pelo ter sido um honrado cmt, lider e leal aos seus comandados. Ficará nos anais da om com um paladino da honra e dos nobres valores castrenses.

Anônimo disse...

Quando o comandante que está passando o comando é "amado" pela tropa dá nisso né ?!?!

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkk....Nossa! esse aí era bem visto por sua tropa.

Anônimo disse...

Os Leões de alojamento piram

Anônimo disse...

Mais um moral de cuecas recebendo um pouco do que lhe é merecido.

Anônimo disse...

Camarada como bater de frente com um sistema covarde desses, que têm como cabresto uma justissa e a inteligência para perseguir e acabar com a vida de quem pensa diferente e luta por direitos.

Anônimo disse...

DEVE TER SIDO UMA EXCELENTE PESSOA.

Anônimo disse...

Falta de respeito com o antigo comandante. Acabou a disciplina na caserna. Quem soltou os fogos deveria estar em forma, não brincando com o sentimento dos outros. Se tem dinheiro pra soltar fogos depois não reclama do salário. Tenho certeza que quem fez isso não é praça pois estavam todos em forma.

Anônimo disse...

Anteciparam o reveillon?

Jardel disse...

Vamos combinar! Deve ter sido um péssimo Cmt, como muitos que temos visto por aí . Teve a "despedida" que mereceu, traduzindo o foguetório : " vai para o quinto dos infernos "! Que provavelmente deve ser a nobre capital.

Anônimo disse...

Lindo. Toma que é de uva. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Cadê os militares da OM ? Porque se calam ? Medinho !

Anônimo disse...

Eu estava em forma. Não sabia se ria ou urinava.....kkkkkk

Anônimo disse...

Coisa parecida ocorreu há cerca de 2 anos atrás, numa OM comandada por um oficial do QEM em SP. O cara conseguiu estragar o ambiente de uma OM que tinha o efetivo de 40 gatos pingados...

Anônimo disse...

É verdade que a partir desta promoção de dezembro de 2016 os QA para QAO serão reduzidos? É verdade que nem todos de uma turma de CFS chegarão a Cap QAO. É verdade que será 30% de cada turma promovido a QAO e destes 20% serão 1º Ten e apenas 10% serão Cap QAO. É verdade que as promoções de todos QAO sempre serão merecimento até Cap a partir da turma do CFS 90? É verdade que existe estudos para terminar como QAO e QCO? É verdade que o números das vagas de NPOR e CPOR aumentará 50% a partir de 2018? Camaradas sempre recebo estes "bizú" no zap zap. Dizem que isto é porque chegaram a conclusão que o EB esta muito envelhecido. Exemplo a turma do CFS 86 estão praticamente 90% na ativa como Cap QAO. Esta turma de 86 foi a primeira "grande" para FT90, foi quando funcionou os CFS na tropa de 1986 a 1994. O EB esta perdendo o poder de combatividade, sabemos que combate é para jovens no máximo 30 anos. Falo missão de campo de guerra ou seja teatro de operações, não missões de Paz. Aquela missão que a arma base vai com a baioneta e retira o inimigo da trincheira. Falo missão de combate. Aqui na selva o camarada com 30 anos se não tiver bem não aguenta 2h de combate na selva, nem o deslocamento aguenta até o p.r.p.o e base patrulha. Eu acho que estes zap zap no futuro serão verdade. Valeu!

Anônimo disse...

Indisciplina
E tem gente que acha bonito

Anônimo disse...

acho isso uma baita covardia.......as vezes a OM tava o zaralho, nenguinho fazendo o que queria. Ai chega um cmt para organizar a baderna e todos ficam de beicinho.......

Anônimo disse...

Falta de respeito

Anônimo disse...

Que vergonha! Comandou com o regulamento embaixo do braço e agora a tropa comemora a sua saída. Existem um blog em SP que aguarda tb esse momento. Homens soberbos e duros de coração. Nunca deveriam comandar chefes de família.

Anônimo disse...

Que bela homenagem! Kkkkkkkkkk

Anônimo disse...

kkkkkkk Foi sem economia. Devia ser bem querido kkkkkkkkk

Cap QAO Natal disse...

Cmt oprimido pela tropa, com a palavra Deputado Maria do Rosário!!!

Anônimo disse...

Todos comandantes dão alegria aos seus comandados: se não na chegada, na saída.

Mas filosofias à parte, o comandante em questão conseguiu algo com que todos sonham: a unanimidade.

É muito triste ver um oficial comandar com mão de ferro, sacaneando a tropa e o pior de tudo, tendo a certeza de que está fazendo o melhor. Não falo que seja cegueira causada pela vaidade porque esse Coronel já foi Tenente e passou por tudo isso que causou aos seus comandados. Será que na ECEME apertam o botão reset na cabeça do camarada?

A certeza é que comandar nunca foi nem nunca será fácil ainda mais nos dias de hoje em que a tropa está completamente desmotivada. É preciso rever os currículos da escola de comando pois o que vemos, a cada ano são comandantes mais e mais despreparados, seja no conhecimento administrativo, como ordenadores de despesas, seja no campo interpessoal. Mais um indicativo que poucos oficiais querem ser comandantes: muita dor de cabeça e pouco retorno. Raras vezes temos a sorte de encontrar um Comandante à moda antiga.

A despeito de quaisquer desabafos vejo hoje a tropa tendo exatamente os comandantes que merecem. Os melhores papiram e metem o pé. Quem fica, se resigna com o que vier. Hoje, a evolução está fora dos muros da caserna. Revolução? Só no disco do RPM (Revoluções por Minuto).

Anônimo disse...

Só sei de uma coisa, se desvincularem o soldo da ativa e reserva, não me sinto mais na obrigacão de seguir os preceitos militares como militar da reserva, aguentar morrinha depois de velho...cagu@i.

Quanto a cena, era de saudacão ao novo Cmt...

Altevir Stall disse...

Eu servi nesse Batalhão. Essa despedida com fogos é tradicional, quando o comandante não é muito simpático. Cai em desgraça com 99,9% do efetivo.

Anônimo disse...

Todos comandantes dão alegria aos seus comandados: se não na chegada, na saída.

Mas filosofias à parte, o comandante em questão conseguiu algo com que todos sonham: a unanimidade.

É muito triste ver um oficial comandar com mão de ferro, sacaneando a tropa e o pior de tudo, tendo a certeza de que está fazendo o melhor. Não falo que seja cegueira causada pela vaidade porque esse Coronel já foi Tenente e passou por tudo isso que causou aos seus comandados. Será que na ECEME apertam o botão reset na cabeça do camarada?

A certeza é que comandar nunca foi nem nunca será fácil ainda mais nos dias de hoje em que a tropa está completamente desmotivada. É preciso rever os currículos da escola de comando pois o que vemos, a cada ano são comandantes mais e mais despreparados, seja no conhecimento administrativo, como ordenadores de despesas, seja no campo interpessoal. Mais um indicativo que poucos oficiais querem ser comandantes: muita dor de cabeça e pouco retorno. Raras vezes temos a sorte de encontrar um Comandante à moda antiga.

A despeito de quaisquer desabafos vejo hoje a tropa tendo exatamente os comandantes que merecem. Os melhores papiram e metem o pé. Quem fica, se resigna com o que vier. Hoje, a evolução está fora dos muros da caserna. Revolução? Só no disco do RPM (Revoluções por Minuto).

21 de dezembro de 2016 00:15

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics