7 de dezembro de 2016

Humor: sucatas paralisadas

PODER SEM PUDOR
SUCATAS PARALISADAS
Durante a discussão, no Senado, do projeto do governo Lula que autorizava a doação de 12 aviões da FAB ao Paraguai e à Bolívia, o senador Edison Lobão (MA) disse na época que das 800 aeronaves, 400 estavam paralisadas. O então senador tucano Arthur Virgílio (AM) interveio:
- Com a doação dos 12 aviões, a FAB ainda ficará com 48,5% da frota paralisada. Se o governo Lula doar os 400, poderá proclamar que deixou a FAB com 100% da frota em condições de voo...
DIÁRIO do PODER

3 comentários:

Anônimo disse...

Esses nossos vizinhos que só nos passam a perna e nos mandam contrabando e muita coisa ruim, não merecem nem os aviões que estão espetados em praças pelo país.Já chega de ser bonzinhos com eles.É preferível vender as sucatas no peso.Vai lucrar alguma coisa.

Anônimo disse...

Ou então enchê-los com terra e mudas de flores.

SO FAB RR disse...

Na verdade nem tudo é sucata e sim aviões canibalizados. Se comprarmos 10 aviões novos por US$20,000,000,00 cada um, temos que comprar alguns motores novos e todas as peças que compõem o avião em separado (spare parts) em quantidade suficiente para mantê-los voando após inspeções e solução de panes (100% de disponibilidade). Porém, na prática, isso é quase impossível, pois aviões passam por inspeções periódicas onde há um consumo de material ,no mínimo por troca obrigatória. O que é feito então, é um rodízio na disponibilidade das aeronaves. Das dez citadas como exemplo, 6 ficam disponíveis para o voo, 3 ficam realizando inspeções e 1 poderá até servir como fornecedora de matérias(canibalizada),pois se comprar asas, fuselagem ,trens de pouso e motores avulsos, por exemplo, o preço unitário poderá ser até 3 vezes superior ao do item já instalado no conjunto aeronave. É importante a manutenção deste rodízio no uso de aeronaves pois se colocar as dez aeronaves para voar direto, consumindo aproximadamente as mesmas horas de voo, teremos no começo 100% de disponibilidade e corremos o sério risco de após algum tempo, ficar com 100% das aeronaves no chão, cumprindo inspeções, revisões ou em pane. Aviação de verdade é pra quem pode pagar e não é, em definitivo, para amadores.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics