8 de dezembro de 2016

Previdência de militares virá como lei complementar em 2017, diz ministro

Resultado de imagem para previdencia dos militares
O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou nesta quarta-feira (7) que os militares participarão da Reforma da Previdência "em um segundo momento" por meio de uma Lei Complementar que será enviada ao Congresso provavelmente no início do ano que vem. Ele rechaçou as informações de que os militares são "algozes" do déficit de Previdência.
"Os militares não estão fora da Reforma. Os militares não estão nessa etapa, porque eles não necessitam de uma PEC. Isso pode ser feito através de lei complementar, o que será feito. E deverá acontecer, possivelmente, no início de 2017", afirmou, após participar de cerimônia no Palácio do Planalto. "Não se trata de evitar qualquer tipo de critica e muito menos com isso dizer que os militares não estão dispostos a contribuir com a reforma. Os militares estão e vão", comentou.
Jungmann disse que ninguém pode se negar a contribuir para a reforma e que os militares entendem que ela é importante para o Brasil. "Os militares estão efetivamente prontos para dar a sua contribuição de acordo com as suas singularidades, de acordo com as suas especificidades", destacou.
O ministro afirmou também que não há nenhum privilégio para a categoria pelo fato de eles entrarem apenas em um segundo momento. "Privilégio teria se os militares ficassem fora, mas não vão ficar. O presidente já disse isso e eu estou reafirmando", completou.
Segundo o ministro, está havendo equívocos ao colocarem os militares como vilões do déficit da Previdência Social. "Na verdade, os militares não contribuem como está sendo dito aí com R$ 34 bilhões e com 45% do déficit. O déficit real que os militares contribuem é de R$ 13 bilhões", afirmou, destacando que a pasta vai apresentar esses dados de forma detalhada para comprovar o engano.
"Os militares já deram contribuição em 2001, vão dar nova contribuição e não são, de forma nenhuma, os algozes desse déficit que temos ai e que de fato nós reconhecemos que precisa ser equacionado", reforçou. "Os militares têm uma contribuição decrescente, desde 2001, relativamente ao PIB, em termos de Previdência", afirmou.
O ministro destacou ainda que a categoria já passou por uma "grande reforma" em 2001 e, desde então, os benefícios para as filhas dos militares - questão que gera críticas da sociedade - já estão excluídos. "As filhas dos militares estão excluídas desde 2001, o que resta é pagamento, porque a lei não poderia retroagir, daquelas que ainda estão vivas", afirmou.
Jungmann explicou que o equívoco em relação à contribuição do déficit se dá porque na contabilidade da União está somado outras categorias, soldos e aposentadorias, o que "leva maximização da contribuição dos militares". "Hoje temos discussão com a própria secretaria da previdência, para que no balanço da União sejam separadas as categorias que hoje estão juntas e geram esse tipo de compreensão", afirmou.
Estadão/montedo.com

53 comentários:

Anônimo disse...

Aliquota de 7,5 para 14. Prepara

SO FAB RR disse...

Que os dados que comprovam que o nosso déficit previdenciário é de 13 bilhões e não de 34 bilhões de reais como a imprensa ferozmente veicula com estrondoso alarde ,sejam publicados o mais breve possível pois o estrago da imagem das forças armadas já está feito e fervilham nas redes sociais comentários ofensivos e depreciativos a nosso respeito. Vejam as senhoras e os senhores o poder de destruição de informações infundadas e tendenciosas. Temos então a liberdade ou a libertinagem da imprensa neste país?

Anônimo disse...

Tb acho! Eles já nos arrancaram tudo que tínhamos! Falta só subir a contribuição de 7,5% para patamares mais assaltantes.Quero ver o que vem em troca!

João Luiz disse...

Gostaria de saber que prejuízo é esse que os militares dão para a previdência, e gostaria de saber porque os generais se calam, ao não informarem a esses senhores, que independente de qualquer coisa os militares são a UNICA categoria que quando passa para a reserva, continua a contribuir com a previdência. vejo com tristeza pessoas desinformadas ainda vem criticar a pensão das filhas de militares, e dizerem que os militares da reserva dão prejuízo...porque vocês não reclamam dos altos salários dos políticos, das aposentadorias milionárias que deixam com apenas 2 mandatos, seus 15 salários anuais, das pensões que deixam para a família quando morrem, igualmente para o judiciário? desde quando os militares da reserva dão prejuízo, militares da reserva não recebem diárias, representações, férias e outras vantagens e ainda continuam contribuindo com a "previdência militar"...Quartéis totalmente sucateados, falta munição, comida, fardamento de péssima qualidade distribuída aos recrutas, falta combustível, entres outras coisas, sem contar com o salário completamente defasado e esses reajustes ridículos divididos em X vezes......aonde estamos dando prejuízo? alguém poderia responder?

Anônimo disse...

Pagar a mais é o de menos. O que eu não quero é ficar um minuto a mais do que o necessário no EB.

Anônimo disse...

no link encontrei um comentario q nos fala diretamente.
o blog o publica se quiser, mas toma conhecimento do estão pensado os civis.


http://www.alertatotal.net/2016/12/reunan-tem-mais-forca-e-petelandia.html

Um comentário:

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Parece que que jogaram inteligência fora quando "paparicaram" tano essa tal de Ministra Carmem Lúcia.Ela é igual aos outros. Com essa decisão desmoralizante do Supremo,definitivamente ela passa a ser o "STG-Supremo Tribunal Governista",ao invés de STF-Supremo Tribunal Federal". O Supremo agora sim equiparou-se ao "Supremo" da Rússia dos Czares,que só homologava a vontade do Czar. E como advogado confesso ter sentido vergonha de ser um operador do direito. Tudo indica que o "Supremo" não quis ficar atrás do Senado,depois daquela esdrúxula decisão do "fatiamento" do impeachment de Dilma. Essa gente toda perdeu não só qualquer resquício de caráter,como também a mínima vergonha na cara. Tudo é um deboche da Ciência do Direito,praticado por uma "quadrilha" que só busca o interesse próprio. E esse "bundões" das Forças Armadas,onde ainda existe alguma dignidade, não estão vendo nada disso ? Já não passou da hora de intervir?
9:28 AM

Anônimo disse...

Meu Deus !!! Entreguei munha vida aos 17 anos a essa carreira, comecei a estudarbaos 14 anos em um curso preparatorio para realizar um SONHO, um sonho de todo garoto da época que não sabia o que lhe aguardava para o futuro !!! E assim o concurso para EEAR foi cancelado pelo Collor e um professor orientou fazer a EsPCEx ...fiquei reprovado na redaçåo por décimos e depois já cansado tive a péssima ideia de fazer a EsSA...e a triste história vcs já conhecem....em 2001...quase tudo que se previa no edital caiu !!! Perdemos a LE,pensâo das filhas, 1% de anuenio....e o concurso que nos idos de 90 reunia mais de 100.000 candididatos literalmente despencou chegando a registrar menos de 20.000 candidatos por ano...devido a baixos salarios e a famigerada expressão DIREITO ADQUIRIDO...os interticios mudaram e antes um sgt era promovido com 5 anos agora ja chega a mais de 8 anos...antes nao existia a dita CARONA...hoje uma turma ultrapassa a outa turma e falam agira que nao existe mais a SUA TUA FORMAÇÃO e SIM TURMA DE FORMAÇÃO...perdemos muito...sou triste e deprimido...não tenho mais esperanças com essa profissão...salarios baixos, promoçöes longas, falta de prosperidade, dificuldade de chegar ao oficialato...Agora vem um QAO com todo respeito e fala que esta tudo bem...só se for pra ele que pegou um temoo de serviço de 25 anos e eu agora sabe Deus que temoo de serviço vou pegar ? 35 ou 40 anos ? Interticios ? Pensao 7,5 vai continuar ou terei que pagar 12 % Triste nåo ter um sindicato para nos resguardar !!! E agora quem vai nos defender ? Virão com o bolo pronto e mais uma vez comeremis com gosto AMARGO!!! Tenho mais de 20 anos de svc e já não aguento mais tirar svc !!! Judiciario ganha mais tem respeito !!# Militar ?

Anônimo disse...

Eu não disse e nem quero nada disso:"Os militares estão efetivamente prontos para dar a sua contribuição de acordo com as suas singularidades, de acordo com as suas especificidades". Já nos tiraram o quinquênio, auxílio moradia, posto acima e muitas outras, além de continuar a contribuir mesmo "aposentado". Governo só sabe resolver problemas financeiros aumentando impostos e descontos dos que já contribuem bastante e maquiando os cortes de despesas e não fiscalizando direito.Se a situação está insustentável, que façam cortes de pessoal e despesas sérios. Não é por acaso que o governo anunciou que vai restituir algum "benefício" aos militares, para poder descontar mais. A tabela do IRPF não é reajustada conforme deveria, de propósito, para que mais pessoas entrem nas faixas de pagadores e outros mudem para a faixa maior.De que adiantaria receber algum benefício que aumenta a renda final e acabe pagando mais IR e aumentando descontos de previdência?

Anônimo disse...

SE A CAGADA É GRANDE, CHAMEM OS MILITARES...
MAS NÃO CHAMEM SE É PARA TRAZER UM PAGAMENTO JUSTO A TODOS...
FATOS IRREFUTÁVEIS:
- A PF não quer ir pra fronteira porque a diária é pouca, chamem os Militares, que vão ao preço de uma tabela que está defasada desde 1992;
- A PM faz greve porque o salário é baixo, chamem os Militares!
- A ANVISA não quer inspecionar gado no campo, chamem os Militares!
- Os corruptos ganham milhões e não constroem as estradas, chamem os Militares!
- As chuvas destroem cidades, chamem os Militares!
- Desabrigados? Chamem os Militares!
- A Dengue ataca? Chamem os Militares!
- O COB precisa treinar e pagar atletas? Chamem os militares!
- Ações humanitárias no Brasil e no exterior, transportes de donativos em tragédias? Chamem os Militares!
- Investigação e remoção de corpos em acidentes aéreos de grande porte? Chamem os Militares!
- Transportes de órgãos, presos, corpos de autoridades, ministros, etc.? Chamem os Militares!
- O Carnaval, Ano-Novo, ou qualquer festa com pouca segurança? Chamem os Militares!
- Copa do Mundo, Olimpíada (Consultem as providências da Olimpíada Rio 2016), Reunião de Presidentes, Jogos Mundiais? Chamem os Militares!
- Certeza de eleições livres? Chamem os Militares (Os Governos de 16 Estados da Federação requisitaram a permanência das Forças Armadas para as eleições 2016 – Ah! Distribuir urnas eletrônicas nos mais remotos locais do País? Chamem os Militares!
- Presidentes, Primeiros-Ministros e visitantes importantes de outros países vão chegar? Chamem os Militares!
- Estado incompetente e uma Polícia mal paga e despreparada? Chamem os Militares!
- Força de Pacificação do Complexo do Alemão, do Complexo da Maré já que a Polícia não tem capacidade pra resolver, chamem os Militares!
ALÉM DISSO: (NÃO TEM DIREITO A NENHUM DOS ITENS ABAIXO):
- Adicional noturno? Não tem!
- Periculosidade? Não tem! (Onde está a isonomia de tarefas que querem imputar em uma Reforma Previdenciária?
- Escalas de 24 por 72 horas? Não tem!
- Hora extra? Não tem!
- FGTS? Não tem!
- Os 28,86%? Jamais!
- Reconhecimento? Não tem, exceto da Opinião Pública.
- Residência fixa? Não tem!
- Certeza de descanso no fim de semana? Não tem! Inclusive mal alimentados, pois fazem jus à somente R$ 8,25 / dia / Militar como Etapa de Alimentação. Vejam o valor de outras categorias visando o mesmo fim!
- Licença-Especial? Perderam!
- Salário adequado? Não tem! Vejam os reajustes de outras categorias e comparem com a dos Militares! A classe militar teve seu reajuste aprovado em determinada Comissão efetuada por apenas quatro (4) Senadores presentes à Reunião da referida Comissão;
- Reajustes com base na inflação? Nunca tiveram!
- Quer conhecer alguém que ama o Brasil acima de tudo e faz de tudo por ele? Aí sim, é o Militar!
- As Forças Armadas são um dos últimos pilares de patriotismo, seriedade, integridade e idealismo deste País. Elas homenageiam os Símbolos Nacionais e não se “envergonham” de cumprimentá-los com seu cumprimento (A continência regulamentar), apoiadas na Constituição e no Estatuto dos Militares). - O salário de um Primeiro-Sargento da ativa é muito inferior ao do Soldado (PM-DF); sendo que o dinheiro vem da mesma fonte pagadora: a União! - O salário bruto de um Coronel Aviador (Militar com 25 anos de serviços e com todos os cursos que a carreira impõe), é inferior ao do piloto de elevador do Congresso.
- O salário de um Oficial-General, com mais de 45 anos de serviço, é igual ao salário de um Agente de Segurança, de Portaria do Congresso.
O MILITAR JURA DEDICAR-SE INTEIRAMENTE AO SERVIÇO DA PÁTRIA E DEFENDÊ-LA COM O SACRIFÍCIO DA PRÓPRIA VIDA, MAS NÃO JURA A PASSAR PRIVAÇÕES, MUITO MENOS A SUA FAMÍLIA!

Anônimo disse...

O Golpe dado nas Forças Armadas - http://montedo.blogspot.com.br/2016/09/o-golpe-dado-nas-forcas-armadas.html

Anônimo disse...

Só reprimiram os direitos dos militares com LRM. Agora isso ninguém comenta !!!

Anônimo disse...

Quero ver do que tratarão as palestras motivacionais no CAS em 2017...

Anônimo disse...

14 vem ai geeeente

Anônimo disse...

Depois de jogar a opinião pública toda contra nós, esse governo maquiavélico vai jogar a gente na vala comum...

Anônimo disse...

Esse governo vai jogar a população na vala e empurrar esse reforma diabólica...seremos usados para conter o levante popular que essa ação imprudente provocará no país...
No final, entraremos na mesma vala ou até pior, iremos apanhar na rua quando descobrirem que somos militar...

Anônimo disse...

calma senhores
essa lei complementar vai vir alterando para 35 anos de serviço, porém já virá com aqueles adicionais no salário e auxilio moradia.

RENI DA SILVA DORNELES disse...

Quanto as críticas efetuadas por pessoas diversas, no que se refere ao déficit da previdência, de 34 bilhões atribuído aos militares, que na verdade, segundo comprovado pelo próprio Ministro da Defesa, é apenas de 13 bilhões, "A GRANDE MENTORA DESSAS INVERDADES, TRATA-SE DA PESSOA DA SRA. MIRIAM LEITÃO", que não entendemos qual seu propósito, por esse espírito de perseguição com as FFAA.

Anônimo disse...

ATENÇÃO! A tropa quer ouvir seu comandante. O que realmente vai acontecer? Qual é a proposta? O Comandante responde!

Anônimo disse...

Se não bastasse essa reforma a previdência, tem mais ainda a redução das vagas para ingresso no QAO. Fiquei sabendo que o motivo são os capitães QAO que não vão embora e ficam ocupando as vagas. Daí não podem promover os ST porque faltam vagas. outra coisa, que a CP-QAO tá valorizando mais a pontuação da Ficha de valorização do Merito (FVM) de quem foi para o exterior, ganhou medalhas, ganhou várias movimentações, fez cursos de especialização etc. ou seja, o cabra ganhou dinheiro para a missão no exterior, para fazer cursos, para as transferências e ainda assim é beneficiado com mais pontos na hora da promoção, sendo que nem todos tiveram essa oportunidade ? outra coisa: medalhas (pacificador, OMM etc.) só ganha quem é peixe. Muito injusto esse sistema adotado pela DAProm !!!!!

Anônimo disse...

Aos que ainda pagam pensão para as filhas, botem as barbas de molho, a pensão será de 50%.

O que eles não dizem é que o governo tomou o montepio militar na década de 60, quando precisava de dinheiro e, em troca, ficou de pagar as pensões.

Onde está a contribuição do nosso "patrão"(o governo federal) para a previdência?????

Vamos levar mais fumo em 2017 e depois receberemos, como recompensa, 5% de reajuste, parcelado.

Anônimo disse...

Ao comentarista de 8 de dezembro de 2016 12:58. Falou tudo meu camarada. A desmotivação da praças e até dos Asp Of são total. Dia 1º de dezembro do corrente ano eu vi e fui testemunha ocular. Na formatura dos promovidos o Comandante parabenizou um 3º Sgt promovido a 2º Sgt e o garoto respondeu em bom tom: "obrigado Comandante espero que esta seja a segunda e última promoção, não vai ter a próxima, até lá vou deixar esta barca". Garoto bom, paraquedista que acreditava no sistema, porém ao chegar na tropa viu a realidade. Eu falo sempre: jovens nos dias atuais tem muitas opções e melhores. Loucura ficar 5 anos estudando para sair Asp Of recebendo menos que um técnico de segurança do trabalho. Um jovem que tem uma base para ser aprovado nas Escolas Militares tem condições de ser um médico, cirurgião dentista, fisioterapeuta, engenheiro que são profissões de futuro e livres. Vais trabalhar na boa, não vai ser mijado, ou seja um outra vida. Não desanime garoto, és jovem, estude e se lançe na ZL. Conselho de um "águia cansado"

Anônimo disse...

Entendam uma coisa: Ninguém fora do congresso ou senado tem culhão pra se calçar contra as arbitrariedades de políticos ou da própria imprensa esquerdopata. Quem está acima fica bem pianinho pra não perder as vantagens que restam(pra eles). A tropa que se lasque. Talvez, quando tivermos representatividade parlamentar séria(não to citando boquirrotos atuais) aí podemos ter fé que algum projeto a nosso favor saia do papel ou das falácias dos palanques de formatura! Boa sorte a todos!

Anônimo disse...

Galera, como disse um famoso economista liberal: "não existe almoço grátis". O déficit da previdência é um mito e a população vai pagar para o governo manter os juros cobrados pelo serviço da dívida pública. O povo vai pagar mais tempo para se aposentar mais tarde. Todavia, em relação aos militares, o sistema de proteção social é totalmente saudável e não necessita de ajustes, uma vez que a menor parte do efetivo é do quadro permanente. Então meus amigos, se o governo vem com esse papo de ajudar, lembrem-se que "não existe almoço grátis". Tudo que supostamente dão, na realidade já pagamos em algum momento. Os civis se esquecem que os militares não podem ter outra fonte de renda, com exceção dos MFDV. O governo deveria cortar gastos relativos aos parlamentares e os excessos de ministérios, além de renegociar essa maldita dívida pública, que só enriquece certos setores privilegiados.

Anônimo disse...

Vou doar, meu salário família para a contribuição da previdência.cade meus Generais?

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Os militares devem se reunir, fora das areas militares e depois do expediente, com representantes politicos locais, as associaçoes militares que houverem na Regiao, tipo ASMIR, ANPRAFA, com as representantes das esposas dos militares, para cobrar mais informaçoes sobre quais sao as prpostas do governo para os militares nesta nova Lei Complementar ou LRM.
Nao podemos aceitar mais nenhuma perda ou aumento de descontos, somos a categoria mais prejudicada com a famigerada MP 2215, MP do mal que nos tungou diversos direitos.
A saida é UNIÃO!!!! Nao fiquem como bovinos em confinamento, pois estao loucos pra levarmos pro abate quietinhos!!!

Anônimo disse...

O Grande problema das forças armadas é que ainda existem chefes que estão preocupados se o subordinado está ganhando demais. Os mesmos que vivem em uma bolha protegidos pela instituição e abusando da autoridade para propiciar o conforto próprio e de sua família. Pena que este tipo de cabeça só cai na real quando vai para a reserva e aí se depara com a realidade do dia-a-dia. Espero que essas cabeças consigam provar o contrário diante da atual situação que se apresenta e assim conseguir algo para melhorar a realidade financeira de todos os integrantes das forças armadas. PERDEMOS TUDO QUE PERDEMOS POR FALTA DE UNIÃO EM TODOS OS NÍVEIS.

Anônimo disse...

O projeto da reforma da previdência civil ainda vai passar por debates com os seguimentos sociais, sindicais e os parlamentares. Quando será submetida a cortes, ajustes e emendas de forma a torná-la mais justa e adequada à realidade do povo brasileiro e não daqueles que percebem 30, 40 ou mais mil reais mensal;
Já a dos militares, que virá no início do ano de 2017 segundo apregoam alguns, ocorrerá através de lei complementar, não será submetida ao mesmo tratamento, isto é, o que vier a tropa terá de engolir calados.
E continuarão em sua sanha de severinos paus para toda obra, e levando pau de todas as obras de todos os lados, fogos amigos e os inimigos. Obrando sobre os militares.
Só há de se esperar que ao menos o "pau" não incida em áreas mais inusitadas.
Por razão de justiça ! para com os abnegados militares.

Anônimo disse...

Boas notícias não virão desta lei complementar, nem me preocupo mais em sair QAO, eu quero ir para a reserva mais rápido possível, senão aumentam o tempo de serviço e cancelam a ajuda de custo de quem vai para a reserva remunerada.

Adeus estudo de aumento da habilitação e auxílio moradia.

Aumentar o tempo de serviço para 35 anos, a tropa será formada por mortos-vivos.

O último que sair feche a porta e não precisa apagar a luz, já irão cortar a energia.

Fui.......

Anônimo disse...

É nessas horas que dou graças a Deus por não termos um ministro general, pois sempre que um general necessita escolher entre sua carreira, bem estar, cargo, ou a tropa, nem hesita em bancar o bom moço para o governo e a opinião pública e entregar a cabeça de seus subordinados numa bandeja. Prefiro o Tiririca de ministro da defesa do que o general mais laureado de nossos quadros.

Anônimo disse...

O que nós temos que tomar cuidado para não acontecer o que ocorreu na Rússia na década passada em que a situação da Rússia ficou tão desconfortável para os militares russos que eles venderam os blindados e os armamentos para comprar vodka. Cuidado! Ao se curvar de mais aos civis em nome da Democracia é muito perigoso, nunca foi bem aceito no cenário militar mundial.
O Brasil já está um caos, o que ainda está segurando o ânimo das tropas de sua vida na caserna ainda são estas regalias que só os militares tem, a partir do momento que os militares perderem as únicas vantagens que possuem. Será muito perigoso para a caserna!
O civil tudo bem, ganha muito bem a vida toda e não tem compromisso com a nação, o militar ganha pouco, faz tudo em prol da pátria e vive sem razão(como cantor Lauro Sodré). Não tirem a última migalha de pão da boca do militar.

Anônimo disse...

Direto do G1 comentário de um paisano, somos os carrascos nessa historia e privilegiados, sociedade burra!!!

"Pois é, mas nós civis servis vamos trabalhar até mais tarde pra eles descansarem mais cedo!"

Anônimo disse...

Não seria assim:
Quem deu a cara a tapa e foi movimentado????
Que deu a cara a tapa e foi ralar em um curso????
Deu deu o Gás e fez idiomas e demonstrou competência para missão no exterior???
Quem fez por merecer as medalhas como por exemplo, sempre fazer seu TAF "E"?????
E no fim a promoção viria para quem não fez nada disso????
Faça-me um favor!!!!

Passou a vida reclamando e se esquivando de tudo e no fim quer ser recompensado?????

É cada uma que lemos aqui!!!!

2° Sgt 2002.

Anônimo disse...

Estamos pobres, ficaremos MISERÁVEIS!

Anônimo disse...

Incrível o silêncio desses chefes militares, incrível não falam nada, agora pra cobrar bobagens da tropa aí são os caras, dia do uniforme, dia verde,faxina, serviços de escala. Realmente são uns fracos essas figuras.

Anônimo disse...

Só virá coisa ruim dessa "provável" LEI COMPLEMENTAR.A paisanada cairá de faca e dente em cima de nós, baseada principalmente no que essa imprensa lixo reproduz. Possivelmente teremos as piores perdas, até por que não há quem nos represente de fato no congresso ou senado. Tudo funciona por politicagem nesse país, mas o único barco a deriva são os componentes das FA. Não elegem ninguém até por que a maioria detêm um sentimento mesquinho com relação ao outro.

Anônimo disse...

Temos que pedir aos Cap QAO que completaram o tempo e vão para reserva. O motivo da redução das vagas é por causa deles. Uma sugestão mudar a promoção de qao serem todas por merecimento. Igual a general. saiu gen de Bda, mas, poucos chegam a Gen 4 estrelas. tem que ser assim com os QAO. nem todos podem chegar a cap qao. Mandei esta sugestão para ouvidoria do DGP. Outro fato medalhas Pacificador, OMM, é só os peixes. Tive um sargenteante que não conseguia tirar as faltas e tocava o terror na escala. Quando tinha marcha ele baixava por labirintite. Era conhecido no quartel como "tontinho", recebia missão ficava tonto e desmaiava. Ele foi para Brasilia, e hoje tem até OMM e Max Wolf. O atributo da Max Wolf é ter coragem, porém este colega "tontinho", tinha medo até de gato. isto mesmo corria de gato. enquanto isto outros guerreiros na tropa não são lembrados. O "tontinho" foi para reserva como capitão e hoje é Prof Universitário. Como ele não fica "tontinho" agora rsrsrsrsrs

Anônimo disse...

Início de 2017 virá a paulada para os militares sem direito a contestação (sem ouvir a tropa) e no inicio do segundo semestre será aprovada a previdência para os civis após discutido tudo tin tin por tin com os sindicatos. E mais uma vez o militares vão se ferar!

Anônimo disse...

Amigo, vc está desinformado. Desde 2003 todos os funcionários públicos federais são obrigados a contribuir mesmo depois da aposentadoria. E os civis ainda tem de fazer uma previdência privada se o salário passar do teto. E ainda tem seu salário reduzido em 20% da média aritmética dos soldos mais vantajosos durante os 35 anos. Ou seja, ainda estamos bem e não sabemos

Anônimo disse...

Galera, pra um QAO ter vazado pra ser delegado no ACRE, alguma coisa tem. Não se esqueçam que no ano passado um TC Eng foi embora. Nunca vi militares com tempo pra ir pra reserva estarem papirando pra concurso. Isso é no mínimo muito estranho.

Anônimo disse...

Enquanto isso, a MP 2215 (LRM), que levou a grande maioria da classe militar a MENDICÂNCIA, continua enterrada nos porões do Congresso, há mais de 15 anos, com mais de 600 emendas, sob a tutela dos políticos ladravazes, e o que é pior; com a conivência dos comandantes militares. Vencimento LÍQUIDO de um SUBOFICIAL, da ativa (FFAA), com 30 anos serviço: R$ 5.500,00. Bem menos que um soldado da PM-DF ou Policial Rodoviário Federal em início de carreira. Aberração é pouco! O MILITAR JURA DEDICAR-SE INTEIRAMENTE AO SERVIÇO DA PÁTRIA E DEFENDÊ-LA COM O SACRIFÍCIO DA PRÓPRIA VIDA, MAS NÃO JURA A PASSAR PRIVAÇÕES, MUITO MENOS A SUA FAMÍLIA!

Anônimo disse...

A FARSA: O DÉFICIT NO REGIME DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS MILITARES DAS FORÇAS ARMADAS. Esse déficit NÃO EXISTE porque não existe regime de previdência social dos militares das Forças Armadas. Como disse o Ministro da Defesa, na Câmara dos Deputados, em 2003, na Comissão Especial da Reforma da Previdência: Portanto, não há regime previdenciário dos militares e, logicamente, não há o que referir a equilíbrio atuarial do regime previdenciário dos militares federais, porque ele não existe e por essa razão, quase ontológica, porque não existe, não pode ser predicado e, conseqüentemente, não pode ser contributivo, nem de repartição. A REMUNERAÇÃO DOS MILITARES NA INATIVIDADE, OS REFORMADOS E OS DA RESERVA, É TOTAL E INTEGRALMENTE CUSTEADA PELO TESOURO NACIONAL. Como agora falar-se em déficit da previdência dos militares? Quais as motivações desse debate? A insipiência? A tentativa de ludibrio? Os militares, recentemente, já tiveram pesadas perdas na sua estrutura remuneratória. Foram usurpados em muitos direitos compensatórios às limitações sociais e pessoais impostas pelas características da vida militar. Nada mais podem ceder. Mas algumas perguntas se põem à absurdidade dos rumores propagados. Quais os reais interesses, secretos ou públicos, em alterar o sistema de proteção social dos militares. A contenção da despesa em cima de uma categoria que já experimenta um brutal achatamento salarial, segundo o próprio entendimento da Câmara dos Deputados? Reequilibrar as contas públicas à custa do exaurido soldado brasileiro, de modo a sustentar um novo ciclo do lamaçal em que estamos envolvidos? Saiba mais:http://www.ternuma.com.br/index.php/art/3052-o-deficit-no-regime-de-previdencia-social-dos-militares-das-forcas-armadas-synesio-scofano-fernandes-07-07-2016

Anônimo disse...

Vem ai reajuste:

-Adicional Militar
-Adicional de Habilitação
-Adicional de Tempo Sv
-Auxilio Moradia

E 35 anos de Serviço.

Anônimo disse...

o meu garoto com 22 anos, ingressou como técnico de segurança do trabalho em uma multinacional R$ 8.250,00 liquido!!!!!!!!!!!!!!!!!! Eu com com 29 anos se de serviço não recebo isto. Ele esta concluindo do curso superior de engenharia e como vai ter nível superior passará a receber mais 40% como abono, visto que assinará como engenheiro.. E nos só levamos na cabeça.

Anônimo disse...

O camarada nao estuda, nao procura se aperfeicoar e depois acha ruim quando nao eh promovido. Oh "cabra" (usando a mesma expressao que tu usou), o Cap vai ficar o tempo que ele achar necessario, ele conquistou esse direito. Faz vc por merecer tambem. Se tu nao eh promovido eh por incompetencia sua e nao pela competencia dos outros.
Para de ser chorao "cabra"
ST Infa

Anônimo disse...

Os militares que montem o seu arsenal de argumentos para escaparem dessa, pois a mídia ja escolheu o lado dela. Por exemplo: os servidores civis trabalharão até 65 anos e tem como teto o valor do RGPS (hoje cerca de R$ 5 mil). A aposentadoria será calculada na média dos maiores salários de contribuição, eles continuam a contribuir mesmo na inatividade, se quiserem mais terão de partir para os fundos de previdência e a pensão para as viúvas só em valor de 50% + 10% por dependente.

Anônimo disse...

Ao comentarista de 9 de dezembro de 2016 14:10 (ST Infa). O Sr é da turma dos "que a arma que mata praça tem divisa no cano". Camarada somos pracinhas, somos mão de obra. O companheiro "cabra" se referiu que os capitães QAO tem que irem para reserva para dar oportunidade aos outros. No futuro o Sr pode ser um dos que vai ficar para trás por causa deles. A classe das praças é desunida, por este motivo já tem estudos da praça não chegarem a qao. Não subestime o próximo seu Infa. Vou falar a você um caso real: um maluco se achava o rei da cocada, falava que era superior ao tempo, operacional, não gostava de Sgt QE, era o rei, nível superior e tal, falava que era SARGENTO DE GRAVATA PORQUE ERA BACHAREL.No almoço ele olhava o copo se tivesse marca de dedo ele fazia um escandalo, gritava com o cassineiro. Os mais modernos se tivessem na frente dele na fila do rancho ele enquadrava. Este Sgt de gravata teve um derrame cerebral nas vésperas de sair subão. Sabe quem trocava fraldas e dava banho nele no hospital? adivinha um Sgt QE de saúde. O Sr seu Infa não sabe o dia de amanhã.

Anônimo disse...

Alguns comentando que não são promovidos por causa dos capitães QAO, posso estar enganado , mas um CAP QAO pode ficar na ativa até os 56 anos ou quando completar cinco anos no posto. Acho que o problema que existe no EB em relação às praças e oficiais do QAO é o descaso, o improviso, a promoção por meio de portarias, se a carreira dos sargentos e subtenentes fosse regulada por lei,muitos problemas seriam solucionados.

Anônimo disse...

Se criarem uma previdência para os militares, deixaremos de recolher a pensão militar, o que seria um alívio na inatividade.

Anônimo disse...

Ao Anônimo de 8 de dezembro de 2016 23:02
Acho que a sua pergunta é retórica, mas a estranheza é essa daqui:
http://g1.globo.com/ac/acre/noticia/2015/10/salarios-de-delegados-no-ac-podem-chegar-mais-de-r-22-mil-apos-lei.html

"...além dos salários, que podem chegar a mais de R$ 22 mil na última classe - tida como especial - o delegado de polícia também deve ter outras vantagens, tais como gratificação natalina; adicional de férias; diárias; ajudas de custo; e outras verbas de caráter indenizatório; adicional de titulação; gratificação de sexta parte; abono de permanência; gratificação de instrução e gratificação de chefia."

Anônimo disse...

Anônimo 8 de dezembro de 2016 22:21, tu é mesquinho e invejoso.

PQP, tua ideia é de jegue!

Anônimo disse...

É muita humilhação. Presidente, ex-presidente, presidente do senado, da câmara, ex- ministro da defesa e muitos outros mais que dão as cartas para as FFAA envolvidos em propina, falcatrua e outras maracutaias, e ainda sermos obrigados a acatar ordens no sentido de nos ferrarmos. Não dá mais, desisto.Melhor vender bala no trem.

Of Sup MB.

Anônimo disse...

Ser delegado de "pulícia" no Acre deve ser o ápice da realização de um ser humano !

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics