9 de dezembro de 2016

"Não existe Previdência de militares", diz Raul Jungmann

APOSENTADORIA
Jungmann contesta dado da Previdência sobre militares
Ministro da Defesa afirma que déficit é de R$ 13,85 bilhões, e não de R$ 32,5 bilhões
 Dep. Raul Jungmann (PPS-PE)
AGÊNCIA ESTADO
O ministro da Defesa, Raul Jungmann, contestou os dados apresentados pela Previdência Social que indicam que os militares contribuem com R$ 32,5 bilhões para o déficit do setor neste ano. Segundo ele, há um "equívoco, uma confusão contábil" que está sendo desfeita com a mudança no relatório de execução orçamentária pelo Ministério do Planejamento. Nos próximos dias, o Planejamento deve reclassificar alguns gastos como "despesa de pessoal".
Para o ministro, "o déficit real é de R$ 13,85 bilhões" este ano Jungmann argumentou que serão pagos R$ 16,55 bilhões aos pensionistas das três Forças, mas que haverá R$ 2,69 bilhões arrecadados com as contribuições da categoria no ano de 2016.
Ao apresentar os dados, o ministro explicou que R$ 20,23 bilhões pagos aos ativos e R$ 18,59 bilhões aos militares da reserva são recursos que saem diretamente do orçamento da Defesa e não da conta da Previdência. "Não existe Previdência de militares", disse. O ministro argumentou que o pagamento aos homens da reserva não pode ser classificado como gasto previdenciário. "Porque, a qualquer momento, os militares inativos podem ser reconvocados para voltar ao serviço ativo, em caso de necessidade", explicou.

Medidas
Jungmann informou que no final de janeiro ou até o início de fevereiro será encaminhada ao presidente da República a proposta de lei com a "contribuição dos militares ao ajuste fiscal". O ministro admitiu que a ampliação do tempo mínimo de serviço para que o militar vá para a reserva pode subir de 30 anos para 35 anos, com período de transição. Admitiu também que poderá ser incluída a contribuição de 11% para as pensionistas, já que hoje o pagamento é devido apenas enquanto o militar está vivo, esteja na ativa ou na reserva, conforme adiantou o jornal "O Estado de S. Paulo".
"Tudo está em discussão, seja tempo de serviço, idade ou contribuição", disse o ministro, explicando que "os militares estão dispostos a contribuir com o ajuste fiscal" e que "não têm nem querem privilégios". Para ele, "todos os itens que o governo entender que sejam necessários poderão ser alterados, guardando as diferenças e singularidades da carreira, que não tem FGTS, não recebe hora extra, está sempre à disposição do País e, por isso, trabalha muito tempo além do que é computado". "Além de poder ser transferido para qualquer ponto mais longínquo do País, sem direito a questionamento", argumentou.
Na entrevista convocada para justificar as despesas das Forças Armadas, o ministro Jungmann informou ainda que a folha de pagamento dos militares é decrescente e que, em 2001, houve uma grande reforma na Lei de Remuneração da categoria, que tirou vários benefícios da categoria como pagamento por tempo de serviço, licença a prêmio e a polêmica pensão para as filhas. Em 2003, os gastos com os militares correspondiam a 1,17% do PIB. Em 2015, o gasto havia caído para 0,87% do PIB. Além disso, segundo ele, "a remuneração dos militares está bem abaixo das demais carreiras de Estado".
Jungmann destacou ainda que nos últimos anos houve uma "redução drástica" no número de militares efetivos no quadro. No Exército, hoje, 70% do pessoal é temporário, que deixa a força após oito anos de trabalho sem receber qualquer benefício. Na Marinha e Aeronáutica, 50% do pessoal é temporário.
O ministro fez questão de ressaltar ainda que os militares sempre contribuíram para a pensão militar e descontam o porcentual de 11% desde que entram na escola militar, sendo 7,5% do salário para o pagamento de pensões e 3,5% para o fundo de saúde da Força. É este porcentual que os pensionistas poderão passar a ter descontados de seus contracheques.
Jabuticaba
O ministro insistiu em dizer que na maior parte dos países do mundo as Forças Armadas não possuem previdência e citou como exemplo Argentina, Uruguai, Paraguai, Colômbia, Estados Unidos, Canadá, México, Alemanha, Áustria, França, Itália, Espanha, Israel, entre outros. "Não somos jabuticaba. Não é um privilégio não ter Previdência", desabafou, lembrando que "na maioria esmagadora dos países é assim". Entre as nações que têm previdência militar, citou Síria, Vietnã, Bulgária, Luxemburgo, Romênia, Laos e Lituânia.
"Não precisamos de PEC porque tudo que diz em relação aos militares é tratado por lei, conforme determina o artigo 142 da Constituição", afirmou, lembrando que o próprio presidente Michel Temer assegurou desde o início que os militares não entrariam neste bolo. Sendo assim, qualquer modificação na remuneração da categoria, avisou, virá por lei. Ou seja, a questão do acúmulo de pensão e aposentadoria será tratada e resolvida por meio de lei complementar.
O ministro justificou ainda que era natural que fosse retirado do texto o trecho as novas regras relativas à aposentadoria de policiais militares e bombeiros. Eles serão incluídos no texto referente aos militares. Em um primeiro momento, o Planalto incluiu estas duas categorias na proposta de emenda constitucional atendendo a pedido dos governadores, preocupados com os rombos em suas contas já que os benefícios pagos a eles são oriundos dos cofres estaduais.
O Tempo/montedo.com

50 comentários:

Anônimo disse...

A FARSA: O DÉFICIT NO REGIME DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS MILITARES DAS FORÇAS ARMADAS. Esse déficit não existe porque não existe regime de previdência social dos militares das Forças Armadas. Como disse o Ministro da Defesa, na Câmara dos Deputados, em 2003, na Comissão Especial da Reforma da Previdência: Portanto, não há regime previdenciário dos militares e, logicamente, não há o que referir a equilíbrio atuarial do regime previdenciário dos militares federais, porque ele não existe e por essa razão, quase ontológica, porque não existe, não pode ser predicado e, conseqüentemente, não pode ser contributivo, nem de repartição. A REMUNERAÇÃO DOS MILITARES NA INATIVIDADE, OS REFORMADOS E OS DA RESERVA, É TOTAL E INTEGRALMENTE CUSTEADA PELO TESOURO NACIONAL. Como agora falar-se em déficit da previdência dos militares? Quais as motivações desse debate? A insipiência? A tentativa de ludibrio? Os militares, recentemente, já tiveram pesadas perdas na sua estrutura remuneratória. Foram usurpados em muitos direitos compensatórios às limitações sociais e pessoais impostas pelas características da vida militar. Nada mais podem ceder. Mas algumas perguntas se põem à absurdidade dos rumores propagados. Quais os reais interesses, secretos ou públicos, em alterar o sistema de proteção social dos militares. A contenção da despesa em cima de uma categoria que já experimenta um brutal achatamento salarial, segundo o próprio entendimento da Câmara dos Deputados? Reequilibrar as contas públicas à custa do exaurido soldado brasileiro, de modo a sustentar um novo ciclo do lamaçal em que estamos envolvidos? Saiba mais: http://www.ternuma.com.br/index.php/art/3052-o-deficit-no-regime-de-previdencia-social-dos-militares-das-forcas-armadas-synesio-scofano-fernandes-07-07-2016

Anônimo disse...

Taxar as pensionistas com desconto de pensão militar é uma BAITA COVARDIA. Querem descontar o que já foi descontado. O militar já desconta para a Pensão Militar até a sua morte. Isso da uma média de 40 anos de contribuição. Para onde vai esse dinheiro? Não precisamos dizer, nós já sabemos. As pensionistas já descontam o Fundo de Saúde e Imposto de Renda, imposto esse, cuja faixa em que se encontram como os demais militares são incompatíveis com a renda bruta, ou seja; a classe militar está na mesma faixa de desconto dos políticos ladravazes e revanchistas, os quais recebem salários astronômicos. Ainda querem mais, mais e mais da classe militar. Aberração é pouco!

Anônimo disse...

O salário de um Primeiro-Sargento da ativa (FFAA) é muito inferior ao do Soldado (PM-DF) em início de carreira; sendo que o dinheiro vem da mesma fonte pagadora: a União. O salário bruto de um Coronel Aviador (Militar com 25 anos de serviços e com todos os cursos que a carreira impõe) é inferior ao do piloto de elevador do Congresso. O salário de um Oficial-General, com mais de 45 anos de serviço, é igual ao salário de um Agente de Segurança, de Portaria do Congresso. Vencimento LÍQUIDO de um Suboficial, da ativa (FFAA), com 30 anos serviço: R$ 5.500,00. O MILITAR JURA DEDICAR-SE INTEIRAMENTE AO SERVIÇO DA PÁTRIA E DEFENDÊ-LA COM O SACRIFÍCIO DA PRÓPRIA VIDA, MAS NÃO JURA A PASSAR PRIVAÇÕES, MUITO MENOS A SUA FAMÍLIA!

Anônimo disse...

Sabidamente, os militares pertencem a uma categoria que não foi feita para viver na riqueza, na ostentação, mas em contrapartida, também NÃO JURARAM a passar privações, como atualmente se encontram. Já estamos de saco cheio de levar chumbo. O que nós queremos é um pagamento justo e digno para todos. É sabido, que apenas 15% da classe militar pertencem a uma casta privilegiada, os demais estão literalmente na M. Chamam de CRISE os rombos dos cofres público da nação, cometidos pelos políticos ladravazes, cínicos, mentirosos e revanchistas; e o que é pior, tudo isso também com os sacrifícios financeiros impostos a classe militar. Veja a famigerada MP 2215 (LRM), que usurpou direitos dos militares e seus pensionistas, que está enterrada nos porões do Congresso há mais de 15 anos. Veja também, as correções mesquinhas de salários, como se fosse um cala-boca, sempre dados em parcelas de vários anos, sem contemplar a classe com uma correção justa. Tudo isso com a omissão dos Comandantes das FFAA. Ainda querem mais? Que vão as favas!

Anônimo disse...

Cadê os 28% das forças armadas ninguém mais fala

Anônimo disse...

Os militares das FFAA na maioria do seu efetivo foram levados a viverem quase na mendicância, devido à submissão por parte de uma classe política corrupta e revanchista. Ainda chamam de CRISE os ROMBOS dos cofres público da nação, cometidos pelos políticos ladravazes, cínicos e mentirosos; e o que é pior, tudo isso, com os sacrifícios financeiros impostos a classe militar. Veja a famigerada MP 2215 (LRM), que usurpou direitos dos militares e seus pensionistas, que está enterrada nos porões do Congresso há mais de 15 anos, levando a perda do poder aquisitivo da classe em torno de 45%. Veja também, as correções mesquinhas de salários, como se fosse um cala-boca, sempre dados em parcelas de vários anos, sem contemplar os guardiões da nação com uma correção justa. Ainda querem mais?

Anônimo disse...

E os direitos dos militares e pensionistas que foram USURPADOS pela famigerada MP 2215 (LRM), levando a grande maioria da classe militar a MENDICANCIA? A maior COVARDIA cometida com os guardiões da nação e suas famílias. Quem vai REPARAR esse descalabro?

Anônimo disse...

Socorro meus Generais,estou muito angustiado,todos órgãos e ministros metem a mão nas forças armadas e o senhores não tomam nenhuma providência para ajudar a sua tropa. Em que lado os senhores estão? No batalhão em que eu sirvo, toda a tropa está desanimada, inclusive os ociciais

Anônimo disse...

Aguardemos portanto o "dano" da facada que iremos sofrer e como os nossos oficiais generais irão reagir.Espero que a solução seja benéfica para todos pois se privilegiar uma classe apenas, irão colher os frutos desta atitude insana.

Anônimo disse...

Uma análise, diante de vários fatos expostos no blog:
- 35 anos é irremediável, inclusive é bom para a carreira, entendedores entenderão
- os 11% de desconto na pensão militar também vingará
- tudo isto será um possível link para efetivar aquelas melhorias no salário (Hab Mil, Aux Mor e, remotamente, Tp Sv - este a Marinha não quer, pois faria com que o SO ganhasse mais do que um Guarda-Marinha, e isto atentaria contra a disciplina)
- por fim, é somente uma opinião

ST Inf - DGP

Anônimo disse...

Olha ai ...

http://globoesporte.globo.com/ro/eu-atleta/noticia/2016/12/militar-muda-de-vida-com-corridas-perde-30kg-e-foca-em-competicoes.html

Anônimo disse...

Militar abra o link, leia e chore.

http://spotniks.com/14-razoes-por-que-voce-deveria-desconfiar-e-muito-dos-politicos-brasileiros/

vc decide o que pensar.

GOOD LIFE disse...

Primeiro foi o PSDB, agora o PMDB. Enquanto isso, aquele de que se esperava o pior. Surprendeu. Pelo ao menos com relação a remuneração e carreira.Não beneficiou, mas também não prejudicou. E viva a direita.

Garivaldino Ferraz disse...

Até que, enfim, apareceu uma Autoridade para esclarecer essa farsa de "déficit dos militares na previdência". Demorou para que isso acontecesse! Demorou demais!! Agora que alguns canalhas plantaram a mentira na mídia e na cabeça da população, será difícil - muito difícil - recuperar a credibilidade. Ao final, concretizou-se o que eu já havia escrito mais de uma vez: a sociedade - de novo - verá os militares das Forças Armadas como os culpados pela crise e as medidas duras que serão tomadas contra os contribuintes da falida Previdência. Falida pelo mau gerenciamento, diga-se de passagem. Ao invés de "colocarem a culpa nos militares", como tentaram, deveriam olhar para a quantidade de benefícios pagos a quem nunca contribuiu para o sistema, como os trabalhadores rurais (cujas pensões, em boa parte serve para sustentar filhos e netos); jovens acidentados (motocicletas são grande causadoras de invalidez de jovens que pouco contribuíram para o sistema) que são aposentados precocemente; anistiados políticos; e outros fatores como as "renúncias fiscais" e omissão na cobrança de contribuições sonegadas por grandes empresas (ver Operação Zelotes, que não anda). Antes que me venham jogar pedras, quero deixar claro que nada tenho contra os velhinhos agricultores, nem com os jovens aposentados precocemente, menos ainda contra as famílias de presidiários contribuintes do INSS que recebem o Auxílio-Reclusão; a referência que faço é quanto à proporção crédito-débito do Sistema Previdenciário, onde a grande quantidade de beneficiários contrasta com a quantia cada vez menor de contribuintes.

Anônimo disse...

Adjuntos de Comando. Apareçam!!! Aquele Adjunto de Comando que a família colocou uma placa na frente da casa escrito: PARABÉNS ADJUNTO DE COMANDO-2016. Não podemos viver de fantasia e ilusões. O povo não precisa saber que naquele local reside um Adjunto de Comando. Este negócio de placa na frente da casa é para jovens de 17 anos que ingressam na Universidade. cada um com seu cada um. Levem aos Comandos, pressionem, informem a aflição das praças. As promoções foram reduzidas e segundo os relatos é pelo motivo de existirem muitos Cap QAO na ativa e isto tranca as promoções. Vamos lá! Façam alguma coisa na prática, blá, blá, não adianta. Os quartéis estão lotados se subtenentes e Cap QAO. Sr Cap QAO que já cumpriu o tempo por favos, peça reserva. Não fique na ativa pelo fato de um PNR ou vaidade. Por favor entre com requerimento para que em junho de 2017 os outros possam sair promovidos.

Anônimo disse...

PESQUISADORA DENUNCIA A FARSA DA CRISE DA PREVIDÊNCIA NO BRASIL FORJADA PELO GOVERNO - Com argumentos insofismáveis, Denise Gentil destroça os mitos oficiais que encobrem a realidade da Previdência Social no Brasil. Em primeiro lugar, uma gigantesca farsa contábil transforma em déficit o superávit do sistema previdenciário, que atingiu a cifra de R$ 1,2 bilhões em 2006, segundo a economista. Leia mais: http://redebrasildeativismo.com.br/2016/12/08/pesquisadora-denuncia-a-farsa-da-crise-da-previdencia-no-brasil-forjada-pelo-governo/

Lizark disse...

Tão querendo mostrar serviço, aprovando as regras para os militares antes da aprovação da reforma geral.

Anônimo disse...

AO ST Inf - DGP; mais uma vez a marinha? Esse pessoal da marinha insiste na tal hierarquia salarial, pensamento atrasado de quem ainda vive o inicio do século passado(o almirante negro tinha razão). Não há nada de quebra de hierarquia em um sub ten com mais de 25 anos de serviço ganhar mais do que um 2 ten em início de carreira, pois com o passar do tempo as coisas vão mudar naturalmente, até porque são carreiras totalmente diferentes ,um oficial saído das academias recebe mais promoções até chegar a cap. do que um graduado em quase 30 anos de serviço. Enquanto durar esse pensamento em hierarquia de salários nas FA a remuneração do graduados jamais melhorará de forma efetiva.
SGT Mayor

Anônimo disse...

Oficiais superiores que sonham com o generalato e oficiais generais já ficam 35 anos na ativa, ou seja, não estão preocupados com esse aumento de tempo de serviço, coronéis e generais possuem várias mordomias, não abrirão mão delas e em último caso conseguem uma vaguinha em alguma estatal ou voltam como PTTC pra encher o saco e ficar repetindo a toda hora: No meu tempo isso não era assim.Estamos sozinhos nessa batalha.

Anônimo disse...

Sobrou pra nós. A imprensa diuturnamente nos malha falando em privilégios. O país está uma esculhambação, o STF não manda nada, Corruptos permanecem no poder, o presidente recebeu dinheiro vivo de caixa dois por intermédio de amigo, juiz da lava jato de piadinhas com senador delatado inúmeras vezes na operação. Eu pergunto qual a legitimidade desses que aí estão para reformar qualquer coisa que seja. E tudo isso para preservar o serviços e juros da dívida, nesses não mexe, ah e quem será beneficiado com as maravilhosas "previdências privadas" que os brasileiros serão obrigados a contratar, eu respondo, os bancos senhores, sempre eles, já chega, tô irritado demais com essa situação. Só uma palavra para isso tudo. ESCULHAMBAÇÃO.

Anônimo disse...

No Brasil, uma nova modalidade de militância nasce: obras públicas que homenageiam líderes socialistas

http://spotniks.com/no-brasil-uma-nova-modalidade-de-militancia-nasce-obras-publicas-que-homenageiam-lideres-socialistas/

Anônimo disse...

Só não esqueçam de incluir horas-extras, seguro desemprego, auxilio reclusão, curso de requalificação profissional. Há sim,representação sindica e direito a greve. Vamos lá cumpaêro!.

Conde de monte cristo.
(quem tem com o quê me pague, não me deve4 nada)

Anônimo disse...

Estão reagindo depois que levaram um acocho dos Cmt das PM.
Eta medo de greve das PM.

Anônimo disse...

Como funcionará essa situação : "empo de contribuição mínimo aumentado de 30 para 35 anos, com um tempo de transição de 13 anos, disse à Reuters uma fonte governista."

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/brasil/reforma-previdenciaria-de-militares-deve-elevar-tempo-de-contribuicao-sem-idade-minima-diz-fonte-20595197.html#ixzz4SNFkjWyX

Anônimo disse...

Sei que muitos não irão concordar, o que é compreensível devido a defasagem salarial e privações que temos que passar com nossas famílias. Contudo dá pra ver que o Ministro Raul Jungman realmente está estudando os pormenores da nossa situação, tendo embasamento para responder a questionamentos e se posicionar ao lado dos militares. Pelo que já foi postado aqui no blog parece estar buscando um ressarcimento para o pessoal da ativa, (farinha pouca meu pirão primeiro), tendo em vista que esta batalha para o aumento do tempo de serviço para 35 anos já estar perdida, tentando assim algum tipo de aumento nos adicionais e auxílio moradia. Deve-se entender que neste momento de crise ainda mais por já existir um aumento mesmo sendo parcelado é impossível conceder um aumento salarial verdadeiro, o qual abarcaria todos ativa, reserva e pensionistas, pois já imaginaram está noticia na midia nacional. Sendo assim devemos ver o esforço dele em buscar minimizar os impactos a família militar, e torcer (através do nosso voto como cidadãos que somos) para que o país saia dessa crise.

Att,
farinha pouca meu pirão primeiro

Rogério da Silva Gomes - 1ª Sgt disse...

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010
Globo paga polpudos salários para Miriam Leitão e outros criticarem a previdência, mas dá calote em aposentados do INSS
Em primeira mão no blog Os Amigos do Presidente Lula em 24/02/2010 às 09:00



Quantas vezes você já viu, ouviu e leu os colunistas das Organizações Globo, no rádio, TV e jornal, falando mal das contas da previdência social, falando que aumentos de aposentadorias geram déficit, falando contra aumentos de salários do funcionalismo público civil e militar?

Esses colunistas recebem polpudos salários em dia para fazer estas campanhas contra o interesse dos aposentados, mas às custas do calote que empresas das Organizações Globo dão na previdência.

Em fevereiro de 2010, o calote da Infoglobo contabiliza o rombo milionário na receita do INSS de R$ 17.664.500,51.

Se essas empresas pagassem a previdência em dia, sem dar o calote, não haveria o chamado "déficit" para Miriam Leitão ficar escrevendo a respeito, e as aposentarias poderiam ter reajuste maiores.
Isto em 2010. A jornalista Miriam Leitão vem baixando a lenha nos militares, devido os mesmos ficarem de fora do ajuste da previdência. A Globo é uma das maiores sonegadoras da previdência. Já a repórter, que ganha R$ 200.000,00 passa o tempo todo atacando os militares, seja no Bom Dia Brasil, seja no jornal da Globo. Com esse salário é mole.

Anônimo disse...

Miriam Leitão: vá a Meca!

Anônimo disse...

Como foi comentado sobre o Tempo de serviço, extinto com a MP 2215, e a quem a época se beneficiou com tempo integral, ou seja quem tinha 30 anos levava 30% de Tp Sv, como agora a Marinha acha e compara um SO em final de carreira com um guarda-marinha que atentaria contra a disciplina, pois olha o comentário deve ter sido maldoso porque o Guarda-Marinha não fica a carreira toda neste posto e logicamente ele também seja o prejudicado no futuro, e outra, salário não tem nada a ver com disciplina e vice-versa. O que deveria haver é uma tabela equalitária entre praças e oficiais com paralelo com o tempo de serviço, que aumenta e cresce as responsabilidades com o passar dos anos.
Bom fim de ano a todos e pensem antes de comentar asneiras.

Anônimo disse...

Realização profissional! Jovens estudar é uma coisa, fazer escolha é outra !!! Hoje depois de 20 anos de svc minha esposa reclama da falta de prosperidade e do descaso das Forças Armadas...não informam nada e o que sabemos é sempre da boca dos outros, somos torturados emocionamente, largados economicamente e nada muda..só dividas, sem plano de carreira..e os Analistas e Auditores tem acordo com CGU para mudancas da carreira e salarial em acordo com sindicado. Ninguem me ajuda !!! Tenho 43 anos sou 1 Sgt e da turma de 96..a turma que tudo aconteceu de errado e hoje nem sabemos quando seremos subtenentes com essa onda de TURMA DE PROMOÇÃO para justificar o a ULTRAPASSAGEM.

Anônimo disse...

Essa é a esperança...

Anônimo disse...

Acho que vamos sangrar, mas o Jungmann tá me surpreendendo, já esperneou mais que muito General...

Léo disse...

Amigos, o que os pixulequentos, formadores de organização criminosa, lavadores de dinheiro sujo,dinheiro saqueado do país,dinheiro nosso,o que esses bandidos ,quadrilheiros,saqueadores dos cofres públicos, receptadores de "BACALHAUS e PIXULECOS", Corruptos vagabundos,ladrões querem é simples: Que as Forças Armadas- principalmente as praças e oficiais subalternos e intermediários tampem o ROMBO que os mesmos deixaram nos cofres do país.Mais uma vez, quinze anos depois,vamos pagar , novamente,a conta,o saque,o rombo,com o sacrifício das nossas famílias.A classe política corrupta quer que paguemos as contas,por exemplo, das jóias da mulher do ex- governador do Rio de Janeiro,Sérgio Cabral, pilantra, criminoso,vagabundo safado, o mesmo que debochou no povo brasileiro,em Paris, num dos restaurantes mais caros do mundo,comendo,bebendo e passeando às nossas custas.A cúmplice ,segundo o Ministério Público Federal ,recebia,em média, R$ 300.000,00- TREZENTOS MIL REAIS- POR SEMANA,de PROPINA.Isso somente ela.Imaginem o bandido do governador? Foram apreendidas mais de 400 jóias que a criminosa possuía,compradas sem notas fiscais,com dinheiro do povo.Nosso dinheiro.Esse é só um exemplo.Tesoureiros do PT presos.Zé Dirceu preso.Marcelo Bahia Odebrecht preso.Essa mesma elite criminosa e nojenta que nos paga vencimentos "VERGONHOSOS,HUMILHANTES e VEXATÓRIOS" .Logo,logo todos estarão soltos e muito ricos.Rirão,debocharão de nós, em Paris.Chegamos ao ponto de um Primeiro Sargento,16 anos de serviço, receber vencimentos inferiores a um Sd e um Tenente receber menos que um CB da PM do Distrito Federal e ainda temos que ler e ouvir nos jornais que nós somos o peso,os culpados,os responsáveis pelo ROMBO DA PREVIDÊNCIA. Vamos zerar o ROMBO DOS COFRES PÚBLICOS para que aquela elite criminosa e vagabunda continue saqueando o país, a nação,o povo,nossas famílias.Lixos é o que são!!! Todos!!! Políticos criminosos,familiares de políticos criminosos que cometeram crimes contra o Brasil e empresários bilionários.Bilionários que são fruto dos crimes e da roubalheira que perpetraram na população brasileira.Lixos!!!

Anônimo disse...

Está na hora da sociedade referendar se quer ou não ter FFAA. Caso não, faça-se um PDV ou aposentadoria proporcional, feche-se as portas e aluga-se o Brasil. Caso queiram manter tem um custo e principalmente tem que ter investimento de recursos materiais e principalmente humano.

Anônimo disse...

Mulher de oficial da marinha, acusada de planejar a morte do marido (Cuidado, Vc pode estar dormindo com o inimigo)

https://globoplay.globo.com/v/5502699/

Anônimo disse...

Aí vai a explicação para quem não entendeu ainda: Todos vão mostrar gráficos, vão falar sobre peculiaridades, dirão que é injusto, BLÁ, BLÁ, BLÁ...., vão bater com força as mãos na mesa ( sempre em frente às cameras, lógico)mas, no final, vamos nos arrom...! Senhores, estes senhores são colocados lá para cumprir ordens, não para brigar! Já está decidido, perdemos, agora é só esperar para ver o tamanho do prejuízo! Tem que deixar de ser inocente e ficar acreditando nesses camaradas, são todos, TODOS, políticos da turma FARINHA POUCA, MEU PIRÃO PRIMEIRO!
Acordem!!!!!

Anônimo disse...

Quem te falou que PSDB e PMDB são de direita? Cada uma...

Anônimo disse...

Ainda tem gente que acredita em Papai noel. Só pode. Na historia recente, o governo raramente (para nao dizer nunca) dá reajuste quando uma lei de escalonamento está em vigência. Sabendo disso, esperem: aumento do tempo de sv, aumento do % de contribuição para a pensão militar e reducao de 50% do valor de pensão por morte. Aguardem.

Anônimo disse...

Eu ja estava em contagem regressiva....faltavam menos de 10 anos...ja sentia o cheiro da libetdade....pois ao longo de mais de 20 anos que considero uma prisào em regime semi aberto...eu levanto para ir para o quartel e chego a vomitar...tenho crise de choro devido tudo ser incerto....ninguem nos valoriza e tao pouco nis esclarece nada...enfiei minha familia em um buraco e agora fazendo o CHQAO nem certeza de sair QAO tenho....muita tristeza para um profissional que è usado para tudo e tem um salario de fome !!!

Ricardo Leiven Charlton disse...

Só um completo ANALFABETO FUNCIONAL pra achar que PSDB e PMDB são de direita

Anônimo disse...

De janeiro a fevereiro será enviado a proposta para meter a mão no bolso de quem não tem mais o que pagar, os militares, e só depois vai a proposta dos civis, pois vão fazer estudos, debates e vão enrolar. Por que não fazer os civis continuarem a contribuir como os militares fazem?

Léo disse...

Acabamos de ver nos jornais brasileiros que o cidadão Jaques Wagner,petista,ex-governador da Bahia,recebeu muitos milhões em propinas e,-pasmem!-,até relógio, no valor de 20 mil dólares.Lembremo-nos que faz poucas semanas que esse sujeito era o todo poderoso Ministro da Defesa.Ou seja, tinha acesso a muitas informações de relevantes valores para a segurança nacional.E o que esse delatado fez para mudar a situação financeira dos membros das Forças Armadas? Absolutamente coisa nenhuma.Como era mesmo o nome daquele outro que foi denunciado por crimes ,lá no Espírito Santo? Que que vocês acham de termos um ex Ministro da Defesa que comandou as Forças Armadas há poucas semanas sendo denunciado pelo saque aos cofres do povo,rombo,propinas,corrupção ? Um sujeito que terá que prestar contas da roubalheira , do saque,do rombo perpetrado aos cofres do país,da nossa nação,do futuro das nossas crianças,nosso povo que pega quatro ônibus,trens superlotados para receber uma miséria no final do mês? VENCIMENTOS VEXATÓRIOS,HUMILHANTES E VERGONHOSOS! LIXOS É O QUE SÃO!!!

Anônimo disse...

O EB não é representado por seus chefes! Vivemos num país em que as ideologias contrárias a nossa existência e a nossas atitudes, se propagam diuturnamente mas ninguém vê esses caras tomando uma atitude ou mesmo argumentando contra jornalistas que falam bobagem como essa Míriam leitão. No fim das contas, somos um barco a deriva, torcendo para sermos bem vistos em alguma situação mas na maioria das vezes se queimando com a população, como no caso da intervenção que está ocorrendo agora em Pernambuco por conta da greve da PM. Os Estados tem autonomia e por conta dela devem resolver os problemas com seu funcionalismo. E nosso chefes tem de sair do ostracismo e não deixar a tropa na mão com medo de perder as regalias!

Anônimo disse...

O governo quer equiparar os militares com os civis? Então os civis tem que continuar descontando após se aposentarem.Assim diminuem as despesas. Será que cola?

Anônimo disse...

Desculpa discordar. Sou militar e acho justo as pensionistas descontarem também. Não tem cabimento militar da reserva descontar e uma pensionista, não.

Anônimo disse...

A redução nas promoções foi devido ao grande número de Cap qao na ativa. Continua´ra assim até que eles vão para reserva. A maoiria dos cap qao estão em Brasilia e localidade A.

Anônimo disse...

Como vão ficar as idades dos concursos !!! Os limites devem aumentar ? Quando a idade para EsFCEx antiga EsAEx...o limite vai sair dos 36 anos...com esse aumento de tempo de serviço poderia subir dos 36 para uns 45 anos como sao os concursos para temporarios da Marinha !!! E para os militares da ativa poderia cair esse limite de idafe !!!

Anônimo disse...

Jovem se vc nao é favelado ou passa fome não seja militar !!! Faça qualquer coisa só na embarque nessa Propaganda enganosa chamada SERVIÇO MILITAR !!! Sou triste com 43 anod 1 sgt cheio de emprestimos e dois filhos...vivo de favor em um imovel do sogro e sou humilhado todos os fias...tenho tres diplomas na gaveta e a Forca nao valoriza nada !!!Sou triste pobre praca !!!

Anônimo disse...

Promoção a cada cinco anos, Todos! aumento do soldo e o resto é baléla. Merito, isto não existe mais...todos que estão nas FFAA tem.

Anônimo disse...

Cadê que os militares unem suas vozes para questionar todo o sistema de reforma? Buscam antes eximir-se de compor a suposta conta aventada pelo governo. Os militares não trabalham mais que um trabalhador comum e querem maiores benefícios e garantias especiais. Façam valer a ombridade que bradam e defendam o justo.

Anônimo disse...

Agora quando o sviao cai...esta lá as Forcas Armadas e o Civil fala que é dificil acesso !!!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics