6 de janeiro de 2017

Sargento do Exército tem carro roubado e passa 8 horas em poder dos bandidos

Homem é rendido no Centro, passa 8 horas com bandidos e perde veículo

Viviane Oliveira
Campo Grande (MS) - Sargento do Exército de 51 anos foi sequestrado por volta das 11h da manhã de quarta-feira (4), passou 8h em poder dos bandidos e teve o veículo roubado. O caso aconteceu na Rua Aquidauana, na Praça do mesmo nome, região central de Campo Grande.
Conforme boletim de ocorrência, o homem contou que descia do carro Ford EcoSport, de cor preta, na Praça Aquidauana, quando foi abordado por um homem, que parecia ser adolescente. Ele estava armado, anunciou o sequestro e mandou que a vítima dirigisse até um bairro na saída para São Paulo.
Enquanto dirigia, a vítima era ameaçada com arma apontada para a sua direção. Durante o trajeto, o condutor foi obrigado a parar para que o comparsa do ladrão embarcasse. Com a entrada do segundo bandido, a vítima passou para o banco de trás, teve os braços amarrados e teve que ficar com a cabeça abaixada para não ver a movimentação.
Em uma estrada de terra, local que dá acesso ao Presídio da Gameleira, o homem desceu e ficou em poder de um dos bandidos, enquanto o outro fugiu com o automóvel. A vítima ficou sob poder do ladrão por 8 horas e a todo momento sofria ameaças de morte, se caso o carro não chegasse no Paraguai.
Ao anoitecer, o autor resolveu deixar o cativeiro e mandou que a vítima o acompanhasse. Os dois foram no sentido BR-163 e lá uma mulher conduzindo o carro se aproximou e ofereceu carona para os dois. Não se sabe a pessoa tem envolvimento com a dupla. Os dois, então, foram levados para o Bairro Dom Antônio Barbosa e após descerem do carro, a vítima foi liberada pelo bandido na Rua Manoel Barbosa.
O suspeito fugiu e a vítima procurou ajuda em um residência na mesma rua. A Polícia Militar foi acionada e o caso registrado como sequestro e roubo de veículo na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.
Campo Grande News/montedo.com

Um comentário:

Anônimo disse...

Viramos uma Colômbia dos tempos do traficante Pablo Escobar, apesar das autoridades fazerem de conta que está tudo sob controle.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics