18 de junho de 2016

Aqui é trabalho, meu filho!

Com a devida licença do sempre bem-humorado Muricy Ramalho: 
- Aqui é trabalho, meu filho!

7 comentários:

Anônimo disse...

Mesmo assim vai ter gente afirmando que os militares não fazem nada. Quem fazem são os políticos, né?! "M" e roubalheira são os políticos mesmo que fazem!

Anônimo disse...

Qual o motivo da mudança de denominação para Batalhão Ferroviário?

Anônimo disse...

Voltou a chamar-se 1 BFv?

Anônimo disse...

A "Mão Amiga" nas mãos da "mão inimiga". Já vi obra de aeroporto onde soldados da engenharia comiam poeira até tarde da noite numa temperatura de sauna. Devem ter "ganho" muita "gratificação", mas sorrisos mesmos, só dos políticos(civis e militares)na inauguração. na hora de acharem alguém para jogarem pedras, lembram logo dos militares e do tempo da Ditadura.Lembrar dos bandidos e dos guerrilheiros da época, só como heróis.

Anônimo disse...

Mudança da denominação por tradição, culto história da Engenharia e do batalhão.

Anônimo disse...

Por que a denominação de Batalhão Ferroviario se a engenharia faz de tudo um pouco e esta mais empregada em atividades rodoviarias realizando o asfaltamento das rodovias.
Acho mais propicio ser Batalhao de severinos, pois fazem o que o poder publico civil deveria fazer. Pois depois do EB deixar a rodovia pronta vem os politicos privatizam e colocam um pedagio na rodovia.
Acredito que deveria existir sim ferrovias para baratear o transporte de carga no Brasil e acabar com o monopolio das rodovias.

Anônimo disse...

Caro Montedo!
Não acho que a pergunta publicada sobre os motivos de ser chamado de Batalhão Ferroviário seja sensata ou até mesmo feita por militar, e pior se for de engenharia. Esclareço que não sou da Arma de Vilagran Cabrita, mas para a pergunta a resposta encontra-se na página do DEC na internet sobre a história da engenharia militar brasileira. Seria sensato que publicasse para os leigos e preguiçosos de plantão. Vivenciei a construção da Ferrovia do Trigo a qual é citada em partes do vídeo sobre o assunto.
Parabéns antes de tudo a todos os engenheiros militares do País que tocam as obras com muita dedicação e esmero. Diferente com certeza destas empreiteiras que só fazem serviço pela metade e de má qualidade e ainda, financiam os esquemas corruptos que estamos vivenciado neste querido BRASIL.
Espero não ter ofendido ao responsável pelo questionamento, mas falta de cultura e história verdadeiramente não pode ser de verdadeiro militar das Forças Armadas, ou quem sabe se desconhece, não faça questionamento inadequado.
Abraços amigo, mas estude um pouco mais.........

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics