1 de junho de 2016

Cabo do Exército baleado por PM durante assalto morre no interior de São Paulo

Morre cabo do Cavex baleado por PM em assalto em Campos do Jordão
Militar de 23 anos estava internado no Hospital Regional de Taubaté.
Ele e mais quatro pessoas foram flagrados em roubo a residência de luxo.

Do G1 Vale do Paraíba e Região
Morreu na madrugada desta terça-feira (31) o cabo do Comando de Aviação do Exército (Cavex) baleado em uma troca de tiros com a Polícia Militar em um assalto a uma casa de luxo. Ele estava em estado gravíssimo no Hospital Regional de Taubaté, onde chegou a passar por cirurgia, mas não resistiu.
O militar de 23 anos foi flagrado pela polícia durante um assalto a uma residência de luxo no Alto da Vila Inglesa em Campos do Jordão (SP) no último sábado (28). Durante a fuga, ele trocou tiros com policiais militares e foi atingido. Outras três pessoas, incluindo um soldado do Cavex, foram presas. Um adolescente foi detido.
Segundo o delegado Luiz Geraldo Ferreira Jr., responsável pelo inquérito, os suspeitos vão responder por roubo e resistência à prisão.

Assalto a residência
De acordo com a Polícia Civil, cinco homens armados, sendo os dois militares do Cavex e um adolescente, invadiram a casa por volta das 19h. Oito pessoas estavam no local e foram rendidas - antes, no entanto, uma delas conseguiu acionar a Polícia Militar.
saiba mais
Militar do Cavex é baleado em troca de tiros com PM durante assalto
Suspeito é baleado em perseguição policial na zona sul de São José, SP
As vítimas ficaram sob a mira das armas, enquanto os criminosos roubavam dinheiro, joias e eletrônicos. A quadrilha ainda estava no imóvel quando a polícia chegou e um dos militares resistiu à prisão. Ele atirou nos policiais, que revidaram e o atingiram. As vítimas não ficaram feridas.
Depois do cabo ser atingido, os suspeitos se renderam. O outro militar envolvido está preso no Exército. Com a quadrilha foram apreendidas três pistolas.

Cavex
O Cavex afirmou em nota que os militares são integrantes do Batalhão de Manutenção e Suprimento de Aviação do Exército, subordinado ao Cavex. O Comando de Aviação informou ainda que repudia condutas desta natureza e reforçou que o ato foi cometido fora do horário de serviço.
G1/montedo.com

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics