9 de junho de 2016

Blindados americanos de 2ª mão cedidos ao Exército brasileiro chegarão ao país pelo porto de Paranaguá

AnnistonSierracommuitosblindadosaoarlivreABRE
Roberto Lopes
O Exército brasileiro aceitou, formalmente, receber do Departamento de Defesa dos Estados Unidos 50 blindados usados pelo US Army, atualmente considerados Excess Defense Articles (Artigos de Defesa Excedentes).
O lote é formado por 12 viaturas M-113A2, de transporte de pessoal (Armoured Personnel Carriers); 34 veículos M-577A2 tipo posto de comando e quatro carros de salvamento e recuperação modelo M-88A1.
A sequência mostra os três tipos de blindados que estão sendo repassados ao Exército brasileiro: o M-113A2, o M-577 A2 e o M-88A1
AnnistonM113saindodoavião

AnnistonM577A2
A US Army (USA) 2nd Squadron (SQDN), 11th Cavalry Regiment (CAV REGT), 155th Brigade Combat Team (BCT), Mississippi Army National Guard (MSARNG), M88A2 HERCULES (Heavy Equipment Recovery Combat Utility Lift and Evacuation System) Recovery Vehicle travels along on the main road at Forward Operating Base (FOB) Kalsu, Iraq, during Operation IRAQI FREEDOM.
Segundo o site Jane’s.com, os blindados separados para serem entregues à Força Terrestre brasileira se encontram, nesse momento, em dois depósitos: o Anniston Army Depot no estado americano do Alabama, e o Sierra Army Depot, da California.
Annistonplaca
Annistondentrodogalpão
Agora esse material destinado ao Brasil será transferido para o porto de Nova York, onde a empresa americana Tigers Global Logistics se incumbirá de embarcá-lo em um cargueiro com destino ao porto paranaense de Paranaguá.
PLANO BRASIL/montedo.com

11 comentários:

Anônimo disse...

Te cuida Bolívia, agora com os novos carros o bicho vai pegar.

Diego H disse...

Por isso que o país nunca vai para frente, imagine você comprar tanto carro velho assim, vai a pique, peças importadas, não precisa falar nada, eles vão tirar o custo que esses blindados tiveram quando foram fabricados, e quem paga a conta são países como o nosso, mais uma piada desse país de M...chamado Brasil.

Edi Mor Gmail disse...

Eu tenho dignidade...Que coisa triste...

Anônimo disse...

As pessoas deveriam se informar melhor antes de comentar. Claro que a matéria também não ajuda a esclarecer muito. Mas para contribuir, seguem algumas observações. O Brasil tem uma grande frota de M 113, que está sendo modernizada. É um blindado mundialmente utilizado. Os M 113 e M 577 entrarão no processo de modernização e ficarão novos. Isso vai aumentar a frota com carros modernos. Os M 88 vão substituir velhos Socorrões e também serão modernizados. Quanto às peças, já são blindados empregados no Brasil e boa parte do suprimento é nacional.
Ou seja, não há nada de ruim ou negativo, ao contrário, estamos evoluindo. Não estamos comprando sucata, mas sim blindados usados que serão modernizados, o que é diferente e países mais ricos que o Brasil, como o Canadá e a Espanha fazem normalmente.

Anônimo disse...

Manda esse "contingente" para cercar as favelas do país e acabar com a boa vida dos meliantes, pois a situação está ficando descontrolada bem no centro das grandes cidades.A fronteira, com os ex-amigos, até de fusca dá pro gasto.

Altevir Stall disse...

Ao anônimo das 11:10, de 09.06.16! Parabéns!!! Falou com muita sabedoria! O pobre quando ganha um par de calçado, nem olha para o tamanho. Humildemente agradece. É Esse comportamento que demonstra ter dignidade, e muita. O Brasil não está em condições de ser topetudo.

Anônimo disse...

O brasileiro é muito cheio de babaquice mesmo. É aquela história de carro zero sem necessidade, só para "tirar onda" mesmo sem poder. Nunca vi no Brasil, pelo menos aqui no RJ, avião voando com uma asa pintada e outra não, alguém já viu isto acontecer aqui? Pois bem, lá nos EUA eu vi isso acontecer, um avião militar voando com uma das asas pintada com uma espécie de zarcão. Um país rico sem "papagaiada"! Aqui, um monte de "ferrados" metidos à besta. O mesmo eu vi num laboratório de eletrônica de lá, eles ainda aproveitavam instrumento valvulados. Aqui, mesmo estando funcionando, instrumentos mais antigos são descartados, como se estivéssemos "nadando em dinheiro". É por isto que somos SUBDESENVOLVIDOS!!!

Anônimo disse...

USA não da nada de graça é o pai do capitalismo, tem q se observar oq vem agregado a essa cessão de uso, pois foi assim com os M60, foram cedidos mas o Brasil comprou o suprimento de baixa mortalidade q permanece estocado até hj enquanto muitos blindados estão indisponíveis por falta de suprimento

Anônimo disse...

O amigo falou que tão Renovando os M113 tão tirando um Motor dos anos 1970 para colocar um dos anos 1960 tão Regredindo tirar um Motor Mercedes Bens que não da problema pra colocar um Motor Detroit que não vale Nada vive cheio de vasamento se este tipo de motor fosse bom era usado ate hoje nos caminhoes pelo que sei só a GM usou este tipo de motor e por sinal não prestava.

Anônimo disse...

O Brasil recebe um bocado de equipamentos militares americanos através de Plano de Ajuda Mútua (PAM). Isto é bom porque evita ter de comprar, mas, em contrapartida, o Brasil depois fica guardando o "lixão", quando viram sucatas. "Está ruim mas tá bom!"

Anônimo disse...

Não entendo tanto rancor! Os blindados serão cedidos apenas com o custo do transporte. Com exceção dos M113, são especializados (Comado e Manutenção), irão melhorar as OM da 5ª e 6ª Bda. Entre receber usados, tendo o material a disposição ou não receber material usado, não ter verba para adquirir o novo e ficar sem nenhum; prefiro o usado. Assim como os Gepard. Normalmente quem reclama é o mesmo militar que reclama quando tem exercício e tem que ir para o campo; reclama que o EB não é operacional, é só administrativo; reclama de salário mas não se presta a estudar para prestar outro concurso. Ou seja, só reclama.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics