25 de junho de 2016

'Porta dos fundos': caças brasileiros podem ser monitorados pelos ianques

NSA AMERICANA PODE MONITORAR CAÇAS BRASILEIROS
A Suíça descobriu que a tecnologia de rádio utilizada pelos caças suecos Gripen, comprados pelo Brasil em dezembro passado e rejeitados pelos suíços em referendo, detém tecnologia americana com “certificado de tecnologia” da NSA (agência de segurança nacional dos EUA). A empresa Rockwell Collins, responsável pelo sistema, teria desenvolvido uma “porta dos fundos” que permite a NSA monitorar toda a comunicação e até as imagens capturadas pelos caças.

FLAGRA DE SUPERFATURAMENTO
Os suíços rejeitaram os caças por serem caros, ainda que fossem US$ 5,5 milhões mais baratos, por unidade, que o valor pago pelo Brasil.

SAIU MAIS CARO
A julgar pela proposta de venda dos Gripen aos suíços, o Brasil pode ter concordado em pagar até US$198 milhões a mais pelos 36 caças.

MAIOR PERIGO
Reportagem do jornal suíço Tages Anzeiger mostra que a tecnologia pode desligar a comunicação dos caças por completo, remotamente.

ÚLTIMO A SABER
Em nota, o Ministério da Defesa informa que não tem conhecimento de “nenhuma notícia nesse sentido”. Agora tem.
DIÁRIO do PODER/montedo.com

39 comentários:

Anônimo disse...

Mais uma prova de que não somos um país sério: os próprios suíços rejeitaram os caças suíços, mas aqui ainda tem gente que comemora uma "boa compra" feita pelo governo petista!!

Investigando mais a fundo, descobrirão os incentivos para a efetivação das compras: propinas!

Anônimo disse...

KKKKK....
Padrão tupiniquim....
Esse país nunca será sério...
Isso aqui é uma comédia...
2° Sgt 2002

Anônimo disse...

Caro anônimo de 25 de junho 08:46:
Os caças são suecos e não suíços.
Na Áustria não tem canguru.

Unknown disse...

Só corrigindo, o Gripen é sueco e não suíço.

Anônimo disse...

É os americanos não brincam, tão sempre a frente, e tem brasileiro q os considera nossos amigos. Nós somos otários mesmo.

Anônimo disse...

kkkkkkk esse PT só fez m ..... auxiliados pelos Cmt militares, que ficaram n ... anos no poder nos lascando na remuneração.

Anônimo disse...

A maioria dos aviônicos usados em aviões de caça são americanos, inclusive do A29, tirando os russos, eles controlam tudo. Então, se não podemos vencê los, e isso é óbvio, juntemo nos a eles.

Léo disse...

Na realidade, o Lula queria comprar os caças da França, e não os suíços.Os franceses descobriram,processaram e prederam o Sarcozy por conduta criminosa.Aí, o acordo foi desfeito.O PT, por não querer comprar os caças americanos(muito melhores) comprou os Gripen que nem mesmo os suíços queriam.Por que será que o Lula queria tanto fazer acordo com a França? Chegou, inclusive, a anunciar que o negócio estava selado.Por que será ?

Anônimo disse...

To só pela "CPI DOS CAÇAS"...aguardem

Anônimo disse...

Ao companheiro acima: acho que tem razão em criticar, porém leia um pouco mais, assim verás que "os próprios suíços rejeitaram os caças suíços" está errado, pois os caças são suecos e não suiços. Desenhando para vc: Suécia é um país e Suiça outro.

Garivaldino Ferraz - Brasília disse...

Há uma pequena diferença entre suecos e suíços. Eles vivem em países separados por uma boa quantia de quilômetros.

Anônimo disse...

Tinha oficiais de alta patente da FAB nas negociações...foram contra???

Carlos Tadeu disse...

oh amigo
.leia direito

Bento Franca disse...

Brasil, um país que quase deu certo...

Anônimo disse...

Kkkkkkkkkkk muito bom ������

Anônimo disse...

Os petitstas são meus inimigos. Os americanos que vão vir me bombardear são meus amiguinhos.É verdade, eu lí na veja e vi a sugestão no jornal nacional e globonews. Sei tudo sobre geopolítica. Não tá feliz, vá pra cuba.

Anônimo disse...

País que não investe em desenvolvimento de suas próprias tecnologias e que coloca a Educação em último plano, tem mais é que "comer na mão dos gringos". O Sr. Garivaldino Ferraz tentou corrigir o companheiro que se equivocou trocando Suécia por Suíça e fez pior ao mencionar: "QUANTIA DE QUILÔMETROS" !!! Pelo visto aqui no blog tá impregnado de "professores" de geografia e língua portuguesa ávidos por corrigir!

Anônimo disse...

Concordo contigo, companheiro.... Muitos aqui se acham os guardiões do conhecimento, querendo corrigir o companheiro que se equivocou quanto ao país.
Muita marra e pouca bola, como dizem aqui na minha região ( fazendo um paralelo com o futebol),mas esses q se julgam doutos se tivessem q buscar habilitação no idioma português.... Ai ai ai.... Pra sair o ipl 2122 ia ser sofrido...

Anônimo disse...

“QUANTIA” E “QUANTIDADE”

É muito comum — sobretudo entre nós — a confusão estabelecida entre estes dois substantivos femininos.

Com efeito, QUANTIA refere-se à IMPORTÂNCIA, em DINHEIRO.
QUANTIDADE, por seu turno, exprime GRANDEZA, em NÚMERO.

Exemplos:
Filisbina tinha uma grande QUANTIDADE de notas.
Filisbina tinha uma grande QUANTIA em notas.

Walcyr Oliveira disse...

Só uma correção, os caças são suecos e não suíços! Os suíços rejeitaram os caças suecos!

Walcyr Oliveira disse...

Mais uma transação com o padrão PT!

Anônimo disse...

O modelo de caças que foi a referendo foi o Gripen E, não o NG, que o Brasil será usuário, lembrando que a Suiça opera mais de 3o F 18 made in USA. O sistema de transmissão de dados dos NG sera´com o datalink BR2 da Mectron desenvolvido no Brasil, O datalink permite a comunicação mais rápida sem o uso da voz e acesso aos dados de vôo das aeronaves em rede. Lembrando que o gasto aicional não é só para a compra, mas para produção e venda, sendo 36 unidades para reposição, podendo chegar entre 88 a 102 unidades para substituição fora a versão naval. A Sui~ça compraria uma versão anterior pronta.

Anônimo disse...

Ao "entendido " que gosta de desenhos : Vai cursar Artes, tá fazendo o que no EB ?

Anônimo disse...

Amigos do blog, boa noite.

Passo aqui para Informar, aos militaresdo no Rj, que os vagabundos passaram do limite. Em vários lugares da cidade, grupos armados estao caçando PMs, PC, BM e inclusive ( militares das três forças). Eles fazem uma blitz, revistam o cidadão a procura de qualquer vestígio, alusão, curtida na rede social, que vincule as instituições. Verificada a relação, os mesmos "passarão" sem dó. Estão rolando áudios no whats'app de pessoas que passaram pela situação.

Amigo montedo, tente fazer essa informação repercurtir, deram tiro pra cima da vila do galeão ontem.

Anônimo disse...

"Peço perdão" aos nobres professores de geografia. Realmente, ao escrever o meu último comentário troquei suécia (país do fabricante dos caças Gripen, por suíça, país que identificou os problemas técnicos).

Felizmente, podemos contar com nossos colegas intelectuais aqui do blog. Agora eu fico me perguntando: se existem tantos "professores" assim nas fileiras do EB, como geógrafos, historiadores, gramáticos, estrategistas, geopolíticos, cientistas políticos...o que "diabos" ainda fazem aqui? Ora, ganhando mal como estamos, os senhores poderiam já estarem ricos lá fora.

O grande problema dos militares, especialmente nós praças, é que não nos focamos nos conteúdos, somente nas formas. Muitos aproveitam o blog não para refletir e emitir sua opinião sobre assuntos importantes, mas para criticar colegas, sem nem saber do que se trata.

Para bom entendedor, meia palavra basta.

Mas, vou me policiar da próxima vez, assim não ofenderei os intelectuais com erros na hora da digitação. Ok?

Altevir Stall disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Ao colega "intelectual-não-sei-o-que-ainda-faz-no-EB" Anônimo 25 de junho de 2016 11:29:

não precisa "desenhar", assumo o meu erro. Porém, foi erro de digitação. Não sou professor de geografia como você e outros colegas aqui, mas ainda sei a diferença territorial e de localização entre a suécia e a suíça. Sendo o primeiro um dos chamados países nórdicos (terra dos históricos vikings) e que inclusive a atual rainha já morou aqui no brasil. A suíça se localiza ao centro da europa, ao norte da itália, país dos famosos relógios, canivetes, chocolates e da histórica guarda do vaticano. Bem, não sou geógrafo como você, mas ainda lembro dessas aulas no colégio.


Mas, vou me policiar para não te ofender com os meus erros. No entanto, foque o conteúdo, as formas são relativas... mais vale o conteúdo do recipiente, do que o seu rótulo.

Anônimo disse...

Só pra lembrar, o Lula queria o caça Francês, chegou a anunciar, depois foi pro lados dos EUA, que realmente tinham um caça de verdade pra oferecer, mas toda, repito, toda a imprensa foi contra, os "especialistas" da FAB, todos queriam o caça Sueco, foi uma derrota para o PT, teve que engolir a escolha da FAB. Pronto, taí, um enorme m* essa escolha, mas pediram, agora aguentem.

Sgt 1997 FAB. disse...

A arrogância impera aqui nos comentários. É arrogante quem corrige e é arrogante quem erra e não aceita ser corrigido. Na verdade falta é humildade a todos. Lamentável...

Anônimo disse...

So uma pergunta... Quem comprou? Tem sitio em Atibaia ou Apartamentos Triplex e não sabe? Ninefingers ? Vai ver que foi tecnicamente orientado por STen Musico... Aquele da Senadora??? Alguém lembra? \O/ \O/ \O/ Tudo ptRALHA....

Anônimo disse...

.

acp

Caramba...

A suposta notícia é de 2014 catorze quatorze.

A embraer comprou rádios da mesma empresa para o KC-390, o A-29 usa, o F-5BR...

Como indicado a 25 de junho de 2016 19:30 outras tecnologias em uso estão.

Só serve para contrarias as Forças...

acp

.

Anônimo disse...

Diante de tanta tecnologia e instabilidade atual, fica difícil dizer qual pais desenvolvido, que produz e vende caças ultra-modernos para o mundo todo, não ficaria preocupado que os compradores usassem sua própria tecnologia contra eles e não utilizassem de algum artifício para minimizar isso.Se não me engano, os americanos armaram os iranianos para combater o Iraque e, depois os iranianos se voltaram contra eles.Quem garante que russos e franceses não fazem a mesma coisa? Só tem um jeito de fugir disso: desenvolver tecnologia e aviões totalmente nacionais, o que está longe de se concretizar.A outra saída é ficar sempre do lado deles.

Anônimo disse...

Por que razão os QEs são conhecidos como "jurunas" e QAOs são conhecidos como "tererés"? Alguém sabe a razão sociológica ou histórica por detrás disso?
Valeu!

Anônimo disse...

Excelente montedo olha aí!!!


SENADORA aprova reajuste dos MILITARES. Relatora diz que valores são insuficientes.


Read more http://www.sociedademilitar.com.br/wp/2016/06/senadora-aprova-reajuste-dos-militares-relatora-diz-que-valores-sao-insuficientes.html

Anônimo disse...

Montedo poderia explicar essa pontuação de 1000? Que índice é esse?

http://www.sociedademilitar.com.br/wp/2016/06/reajuste-para-os-militares-primeiro-sargento-32-6-almirante-de-esquadra-24-3.html

Anônimo disse...

S U E C O !!!!!!!!!
Rapaz tú opinas sem nem saber do que fala....

Kkkkkk

Anônimo disse...

Quem espalhou esta notícia foi o Sr. Richard Morva,da Associação Suíça de Especialistas em Combate Eletrônica. O que está realmente por trás da notícia é o fato de a fabricante suíça Roschi Rohde & Schwarz não mais vender o novo hardware de rádio criptografado no Gripen-E (o brasileiro será o NG mais avançado e caro produzido localmente), mas a Rockwell Collins, dos EUA. No entanto o rádio tem a arquitetura definida por software. Trata-se apenas de notícia de fundo comercial. A propósito, os caças se comunicam via datlink, sem uso do rádio e de fabricação Nacional.

Anônimo disse...


Para o Anônimo 25 de junho de 2016 10:42

Não é bem assim!!!!!!

Existe componente americano, inclusive nos "caças Russos". Não se sabe quais, mas tem.

Lí sobre isso em um site Russo (www.brsputnik.com) que é obviamente pró Putim. E mais: pretendem sair dessa dependência somente em 2022. De qualquer maneira o Brasil está lascado mesmo porque a mais de duas décadas a China tenta "copiar" as turbinas de caças russos e não conseguem. E para piorar nossa situação, o tempo para se tirar uma projeto de um caça do papel é uns 15 anos, tendo as turbinas testadas (isso em um País sério) imagina no "noço" país ?

Anônimo disse...

Se a Suíça rejeitou o Gripen, qual aeronave comprou? Nenhuma. O Gripen era a única aeronave que a suíça compraria. O que se rejeitou foi a compra de qualquer aeronave pelo plebiscito. A Suíça nunca falou sobre os rádios da aeronave, que falou a respeito foi um respresentante da Rohde & Schwarz da Suíça, cujos rádios a Saab deixou de usar.A Rockwell Collins fornecerá o hardware dos rádios que serão definidos por software próprio, além de as aeronaves não usarem rádio para comunicação tática, mas datalink de produção Nacional, o BR2 da Mectron.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics