17 de março de 2017

Entidade de controle aponta necessidade de incluir militares na reforma da previdência

Os militares não serão atingidos pelo reforma de previdência proposta pelo governo federal. No entanto, entidades de classe do controle externo apontam números que mostram a relevância desse setor para o déficit da previdência exposto pelo Executivo.
“A reforma se restringe ao grupo de servidores civis federais, que representa apenas 44% do valor alardeado pelo Governo a título de “déficit previdenciário”, destacou Lucieni Pereira, presidente da AUD-TCU, em audiência pública reservada na Câmara dos Deputados.
Lucieni afirma que, sem incluir os militares no texto, não há como o Congresso Nacional votar a 4ª reforma, “novamente exclusiva para os servidores civis”. “Dos R$ 77 bilhões apresentados pelo Governo durante a Comissão da Verdade a título de “déficit previdenciário” do setor público, apenas R$ 34 bilhões se referem a aposentadorias e pensões dos servidores civis federais”, disse a presidente.
A representante da AUD-TCU também alertou para o fato de que o texto em discussão precariza as atividades exclusivas de Estado, cujas carreiras deixarão de ser atraentes para profissionais experientes. “Os melhores não virão para o setor público”, ponderou Lucieni.
Para contrapor os argumentos dos militares, de que eles não dispõem de um sistema de previdência, porque ficam à disposição na reserva - podendo ser convocados a qualquer momento no caso de guerra -, Lucieni argumentou que, se o Brasil se envolver em alguma guerra, a União deve indenizar os militares convocados, podendo, inclusive, instituir impostos extraordinários conforme previsto no artigo 154, inciso II da Constituição da República.
“A indenização dos militares convocados em caso de guerra externa deve ser uma despesa considerada no custo da guerra”, ressaltou Lucieni.
Dados apurados pela AUD-TCU mostram números da previdência pública por segmento, separando os gastos com servidores civis federais, dos militares federais e os gastos com aposentadorias e pensões do Fundo Constitucional do Distrito Federal (FCDF), pagos pela União por força constitucional.
De acordo com o Relatório Resumido de Execução Orçamentária de 2016, publicado pelo próprio Ministério da Fazenda em janeiro deste ano, foi de R$ 34 bilhões o aporte do Tesouro Nacional para custear cerca de 650 mil benefícios com aposentadorias e pensões dos servidores civis federais, enquanto o Tesouro Nacional gastou os mesmos R$ 34 bilhões para pagar apenas 300 mil benefícios referentes a reformas e pensões dos militares federais.
Os militares integram um grupo especial que nunca foi alcançado por nenhuma das Emendas aprovadas nas duas últimas décadas (Emendas nº 20/1998, 41/2003 e 47/2005), embora exija do Tesouro Nacional um volume de recursos proporcionalmente muito maior do que a União aporta para a previdência dos servidores civis.
Na audiência, o deputado Hugo Leal (PSB-RJ) perguntou ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que também participou da audiência, qual o impacto financeiro-previdenciário decorrente da criação da previdência complementar (FUNPRESP) apenas para os servidores civis federais, uma vez que o custo de transição do regime de repartição simples para o regime de capitalização reduz, sobremaneira, as receitas do regime próprio de previdência.
Lucieni sempre alertou, em todas as instâncias de debate de que participou, que o custo de transição da previdência complementar do servidor civil federal aumentaria, durante muitos anos, a diferença entre receitas e despesas previdenciárias dos servidores civis, e que isso seria utilizado para o Governo “justificar” novas reformas da previdência, exatamente o que se verifica neste momento.
Leal cobrou do Governo transparência dos números, para que a sociedade saiba quanto custa cada grupo de servidores por ela financiado. “Esta é a 4ª Reforma da Previdência apenas para os servidores civis e precisamos saber os números separadamente”, disse Leal ao Ministro da Fazenda. O Ministro da Fazenda concordou que os números devem ser apresentados de forma detalhada, para que a sociedade tenha clareza de quanto gasta com cada segmento (civil e militar; urbano e rural).
Contas Abertas/montedo.com

48 comentários:

Anônimo disse...

Estão esquecendo que os militares que foram para reserva com seus 35 anos não receberam durante sua vida ativa na caserna, os mesmos benefícios que os civis receberam e com o mesmo tempo de serviço, ou seja, estão querendo "enfiar goela a dentro" uma previdência que nunca existiu e não poderia se consolidar por falta de amparo e falta de legitimo pagamento que obviamente são devidos aos militares como horas extras e etc.

Marcelo Carvalho disse...

A Lucieni quer Forças Armadas de primeiro mundo pelo preço de milícia...

Anônimo disse...

E o revanchismo continua...

Anônimo disse...

Tá bom, comecem a pagar os mesmos salários do TCU aos militares das FFAA, equiparando os Oficiais ao nível superior e os Praças ao nível médio do Órgão, que aí a gente conversa...

Rafael Martins disse...

Sabem nem o que houve em 2001.
Se o brasil entrar em guerra entao que a uniao de uma indenizaçao pra essa moça e que ela vá para o combate.

Anônimo disse...

Afinal, quem está com a verdade?
Sergio Mendes, Secretário de Recursos do Tribunal de Contas da União ou Lucieni Pereira, presidente da AUD-TCU?
Até a Comissão da Verdade foi envolvida no contexto para a preparação do FUMO na milicada em geral.Ainda se espera melhoria salarial com essas "feras com suas garras afiadas" espetando no lombo dos militares.
Parece que está decidido, os responsáveis pelo déficit da previdência são os militares e seus dependentes por causa dos "altos" salários que ganham.

Anônimo disse...

Não posso dizer que entendo do assunto, mas a responsabilidade de equilibrar as contas da previdência não pode ser responsabilidade de apenas uma categoria, já que é complexa e engloba quase toda a população. Agora, como vão fazer uma reforma de um setor tão complexo sem a devida fiscalização, auditoria e ações imediatas para estancar os desvios existentes? Tirar mais dinheiro de outras categorias, estender tempo de contribuição e permanência não estancará a saída de dinheiro indevido. Os civis vão topar continuar a descontar a contribuição quando forem aposentados? Aceitarão não receber FGTS, hora extra, auxílio alimentação, carga horária sem limites?

Anônimo disse...

O que mais me impressiona nessa visão simplista destes ' ESPECIALISTAS ' é a omissão e descaramento em comparar o EFETIVO DE UM EXÉRCITO, UMA FORÇA AÉREA E A MARINHA com a quantidade de funcionários públicos!!!OBVIAMENTE pela exigência PERMANENTE dE UMA FFAA o número de MILITARES EM NÚMEROS sempre será MAIOR!! Isso é burrice ou cretinice mesmo ??querer que esse DEFICIT seja igual é de uma cafajastice sem tamanho.

Anônimo disse...

Bolsonaro Presidente!!!
Nunca houve ditadura.

Anônimo disse...

http://g1.globo.com/rr/roraima/videos/v/exercito-em-roraima-fiscaliza-quase-2-mil-km-de-fronteira-com-guiana-e-venezuela/5730813/

Anônimo disse...

Não fomento desunião, mas com essa realidade os principais prejudicados serão os oficiais, não digo altas, com as suas melhores remunerações perdem mto cm as mudanças. Para os praças não tem como piorar, derrepente serai até melhor.

Anônimo disse...

Para ser sincero comecei a ler a matéria e parei. Peço para essas dignas Instituições, representações de classe e todos aqueles que se julguem representar uma coletividade, que manifestem-se também fazendo uma comparação entre às remunerações militares e de todos os servidores civis, bem como benefícios como Licença a prêmio (inclusive os servidores municipais fazem jus, sem desmerecer ninguém, pois não é meu objetivo e acho justo) que equivalem a LE para FFAA (as quais não existem mais), além do que mencionem que em 2000/2001 houve uma grande parcela de contribuições das FFAA. Não sei se alguma autoridade militar que tem o poder de representar os militares tem acesso a esse blog, mas, por favor, se tomarem conhecimento que manifestem sempre em favor das melhorias das carreiras (todas) por que cada militar tem seu valor, tem sua família. Agradeço e confio que as coisas melhorarão.

Anônimo disse...

Tá certo irmão,se me pagarem hora extra vou ganhar mas que o ministro dá defesa

Anônimo disse...

Perguntem a esse cara quanto os militares recebem de FGTS e hora extra em 30 anos de serviço!

Léo disse...

Ou seja: para a "suposta" desinformada , o pessoal das Forças Armadas têm que dar ,novamente,a "COTA DE SACRIFÍCIO".De novo???? E se darem por satisfeitos.Pois,quando formos morrer ,em guerra, receberemos algo a mais deste Brasil da roubalheira,da bandidagem escancarada,política e institucional ,um aporte financeiro ,somente se e tão se entrarmos em guerra.É pro caixão,é? Senti vontade de vomitar tamanha a imbecilidade proferida.Não vamos pagar a conta da roubalheira,da rapinagem, do saque,do rombo nas contas da União praticadas por essa classe política imunda,imoral,indecente,bandida,safada,criminosa e cínica.NÃO ACEITAREMOS,MAIS UMA VEZ,SERMOS TRATADOS COMO IDIOTAS.MUITO MENOS COMO OTÁRIOS! Dizer que os militares não entraram em nenhuma Reforma da Previdência ,nas últimas décadas,pelo simples fato da MP DO MAL ter sido publicada ,em separado ,com relação àquelas Emendas supracitadas,ou mostra um desconhecimento imbecilizado de quem teria a obrigação técnica de sabê-lo- trabalha no Tribunal de Contas da União ? - ou ,pior,ainda, mostra leviandade profissional e até uma certa inveja para conosco.Imaginem...VENCIMENTOS VEXATÓRIOS, HUMILHANTES, VERGONHOSOS e,certamente , inferiores a TODAS as Carreiras de Estado.Aí incluindo o Tribunal de Contas da União.Tou de saco cheio!!! Estamos de saco cheio !!! Nem um pouco tranquilos,General Villas Bôas.Ficamos confiantes, leais e ,mesmo angustiados,permanecemos tranquilos em 2000,quando da elaboração da MP DO MAL.Confiamos em tudo o que os comandantes de então nos diziam.E o que eles nos diziam ? Dentro dos quartéis e através de informações oficiais,vindas dos gabinetes de Brasília nos diziam que o Brasil estava atravessando um Momento terrível nas finanças e ,em especial, na Previdência social- Não é coincidência demais? Estão repetindo a mesma falácia da MP DO MAL? -e diziam que TODAS as carreiras federais,civis e militares, deveriam dar a cota de sacrifício e que ,em médio prazo,depois de reequilibrar o Orçamentário da União,seria feita Justiça Social para todos.Qual foi a Justiça Social dada a nós,General Villas Bôas? Eu respondo: TODAS as carreiras de Estado ganham muito melhor que nós! 20 Polícias Militares ganham melhor ,e muito melhor, que nós.Muitas Polícias Civis Ganham mais que nós.Justiça Social,é? Muitos pensam que só servimos para matar mosquitos da Dengue, controlar os distúrbios provocados por greves das PMs, Brasil afora, e contar geladeiras em Presídios nojentos.Tranquilos coisa nenhuma! 40 anos de serviço nos lombos será a " Justiça Social ",Comandante, que receberemos pela " Cota Exigida ,segundo o imperativo da Sra Luciene Pereira? Continuaremos com os piores vencimentos ,entre todas as Carreiras de Estado,para defendermos o Brasil,com o sacrifício da própria vida? É só isso o que sobra para nós? Um caixão???

Léo disse...

Parabéns,Marcelo.Que frase perfeita!!! Perfeita!!!

Anônimo disse...

Vixe !!!

https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/brasil/2017/03/17/relatos-historicos-apontam-que-caixa-dois-ja-abastecia-o-golpe-militar-de-1964.htm

Anônimo disse...

Firmou! Tamo junto! Jairzao no Planalto!

ESA 2001

Anônimo disse...

Caros amigos, ela representa um seguimento (de funcionários públicos federais) que está tentando sobreviver diante do ataque do inimigo (o atual governo). Para isso, usa argumentos simplistas para se tornar convincente e, com pouco conhecimento sobre os a legislação dos militares, diz que nós deveríamos também entrar na tortura. Pergunto, está errada? Não, ela faz o seu papel.
Cabe, sim, aos nossos representantes nos defender, isto é, apresentar os argumentos e números, só que convincentes, sem ataque.
O inimigo é comum, o atual governo, que ataca os trabalhadores (público e privado) sem apresentar argumentos e números convincentes.
Se repararem, o grande capital está em delírio diante da perspectiva de terem maiores lucros, com a diminuição dos direitos e salários. Desde que ele entrou só faz isso.
Esperamos uma resposta de esclarecimento dos nossos comandantes.

Anônimo disse...

Nada me abala! Quanto mais tentam nos ferrar, mais vagabundo eu fico!!! kkkkkkkk

Anônimo disse...

Militar é militar, civil é civil! Acabou!!!

Anônimo disse...

Por favor, aumente o tamanho da fonte do texto. Obrigado.

Anônimo disse...

17 de março de 2017 10:54, não fale besteira!

Anônimo disse...

Percebe-se que o texto é irreal ... apontar que os funcionários públicos federais receberam menos do que os militares!!! Só conferir os salários ... militares ganham muito menos ... os próprios oficiais generais em seu posto máximo recebem menos do que a maioria das carreiras ... inclusive a de auditor do TCU! Demonstra raiva contra os militares ... se a nação quer forças armadas sabe que sempre terá gastos ... impossível comparar Civil com Militar ... profissão difícil e insalubre ... poucos sabem dos sofrimentos ... por isso por ingenuidade comentam tais coisas ... transformar o Militar em Civil referente aos aportes financeiros é inviabilizar a existência de forças armadas ... o único fator positivo na carreira militar é continuar recebendo salário integral na aposentadoria ... já calcularam os gastos com horas extras, adicional noturno, insalubridade, FGTS, etc? Tenho certeza que os militares... financeiramente receberiam muito mais ... exemplo: as tropas que ficaram nas favelas do Rio! Vários meses sem receber nada a mais! Calcule qto hora extra e adicional noturno ... fora a insalubridade e periculosidade! Cadê o FGTS? Sou Militar e gostaria muito de ter recebido horas extras, adicional noturno, insalubridade, periculosidade e o FGTS! Mesmo se aposentado com menor salário ... os aportes financeiros recebidos mais o FGTS seriam muiiiiito mais vantajosos ... já fiz os cálculos... quem não acredita é só fazer ... porque achamquebo mundo todo com exceção de países inexpressivos os militares são remunerados foda mesma forma que no Brasil! Particularmente Com relação previdência! Porque financeiramente para o governo é melhor custear o salário integral do Militar aposentado do que pagar os direitos igual aos civis!

Anônimo disse...

Acho que só ficaremos de fora porque a PM vai brigar para ficar de fora. Então seremos beneficiados pela PM. Pois se depender do (s)...
Para nossos chefes o medo não é o aumento do tempo de serviço e sim um teto máximo, paridade ativa/reserva. O problema é que a contrapartida vai ser ferro no dos praças.

Anônimo disse...

Alem de desconsiderar o fato de o militar ser a categiria com menor salário das carreiras públicas, também ignora que a diferença dos valores gastos com a inatividade decorre do fato de haver teto no funcionarismo civil... Mas que é compensadopela previdência complementar, a qual não temos atualmente, e que seria altamente injusta a inclusão de previdência complementar com nossos salários atuais... Eles continuam querendo empurrar o pior, retirando as poucas compensações que ainda temos... Ah, e fala para essa sem noção, que militar não é mercenário pra ganhar um dinheirinho pra ir para a guerra... Eles acham que se compensa o risco de morte, fazendo uma "vaquinha"! LOUCOS!!!

Anônimo disse...

Alem de desconsiderar o fato de o militar ser a categoria com menor salário das carreiras públicas, também ignora que a diferença dos valores gastos com a inatividade decorre do fato de haver teto no funcionarismo civil... Mas que é compensadopela previdência complementar, a qual não temos atualmente, e que seria altamente injusta a inclusão de previdência complementar com nossos salários atuais... Eles continuam querendo empurrar o pior, retirando as poucas compensações que ainda temos... Ah, e fala para essa sem noção, que militar não é mercenário pra ganhar um dinheirinho pra ir para a guerra... Eles acham que se compensa o risco de morte com uma "vaquinha"! LOUCOS!!!

Altevir Stall disse...

Essa Senhora Luciene, representante do TCU, deve ter algum grau de parentesco com a jornalista MIRIAM LEITÃO. As Forças Armadas tem mais inimigos gratuitos do que eu imaginava. Os militares não tem previdência, já foi provado e comprovado. Tão simples de entender.....só há déficit entre receita e despesa. Se perguntar para o Joãozinho..... alguém recebe 5 e gasta 10, o que acontece? Fica devendo 5 pro seu Manoel, dono da quitanda. Essa senhora infeliz ainda vai fazer reunião reservada na câmara, reduto dos corruptos. É FUMO na milicada, sem direito a vaselina, muito menos choro. É aquela estória de sempre, quando o estupro é inevitável...ai que gostoso!!!

Anônimo disse...

Mais uma notícia cuja finalidade é elevar o stress a níveis insuportáveis e o suor frio,provocado pela ansiedade que corrói o peito...meu Deus...basta ler o título desta reportagem para ter ânsia de vômito! Ou eles ou nós,militares...alguém está equivocado, para não dizer,mentindo!

Marcelo Odebrecha!!! disse...

Eu quero saber quanto ganha um garçom do Senado??? 15 mil ou 18 mil.
Obrigado!!!
Um Subtente ganha 6.500 líquidos.

A VERDADE REVELADA disse...

Vejam alguns exemplos de gastos feitos pelos governos petistas:
– 40 bilhões de reais com os Jogos Olímpicos;
– 30 bilhões com a Copa do Mundo de Futebol;
– 21 bilhões de reais desviados da Petrobras;
– 12,6 bilhões de reais repassados a 7.700 ONGs, governo Lula;
– 9 bilhões de reais em publicidade, em 4 anos do governo Dilma. O último não tenho;
– 7 bilhões de reais em publicidade, governo Lula;
– 1 bilhão de reais ao MST e outros movimentos ligados ao PT, governo Dilma;
– 152 milhões de reais repassados ao MST, governo Lula;
– 154 milhões de reais com cartão corporativo (gastos secretos), gestão Dilma;
– 65,9 milhões de reais repassados à UNE nos governos Lula e Dilma;
– 50 milhões de reais com cartão corporativo (gastos secretos), gestão Lula;
– 11 milhões de reais repassados por Dilma a blogueiros petistas às vésperas do impeachment;
– 6,5 bilhões de reais em obras na República Dominicana;
– 1 bilhão de reais/ano de mesada à ditadura cubana, sob o disfarce de “Mais Médicos”;
– US$ 2,9 bilhões investidos a fundo perdido na construção da primeira fábrica de medicamentos contra Aids da África, em Moçambique; fazendas experimentais de arroz no Senegal e de algodão em Mali; projetos agropecuários, de combate ao trabalho infantil e de capacitação de docentes para o ensino de português no Timor-Leste, e a implantação de bancos de leite humano de 22 países da África;
– US$ 1,5 bilhão de prejuízo naquela falsa tomada de assalto às refinarias da Petrobras na Bolívia. Na verdade foi um ato nojento e covarde de traição do governo petista ao povo brasileiro. Conforme posteriormente Lula confessou, ele e o índio cocaleiro já haviam acertado toda a farsa, anteriormente: Evo faria o teatrinho de “ocupação“ das instalações da Petrobras e ele doaria tudo à Bolívia. E assim foi feito;
– US$ 1,22 bilhão na construção de uma 2ª ponte de 3.156 m sobre o rio Orinoco, Venezuela;
– US$ 1,5 bilhão na construção de um trem subterrâneo na Argentina (o famoso soterramento do Ferrocarril Sarmiento, ligando Buenos Aires a Moreno);
– US$ 1 bilhão para o metrô Cidade do Panamá, Panamá;
– US$ 900 milhões de perdão de dívidas a ditaduras africanas para com o Brasil;
– US$ 792,3 milhões de prejuízo na compra da refinaria de Pasadena, Texas;
– US$ 732 milhões na construção do Metrô de Caracas, Venezuela;
– US$ 692 milhões para o porto de Mariel, Cuba;
– US$ 636,8 milhões na expansão de gasodutos da distribuidora Cammesa, Argentina;
– US$ 400 milhões em auxílio para compra de alimentos para Cuba;
– US$ 200 milhões para compra de máquinas agrícolas para Cuba (bolsa agrícola cubana);
– US$ 6 milhões para melhorias no porto de Mariel, em Cuba;
– US$ 243 milhões para a hidrelétrica de Manduriacu, Equador;
– US$ 320 milhões para hidrelétrica de Chaglla, Peru;
– US$ 152,8 milhões para a autopista Madden-Cólon, Panamá;
– US$ 180 milhões para construção do aqueduto do Chaco, Argentina;
– US$ 350 milhões na construção da barragem de Moamba Major, Moçambique;
– US$ 125 milhões na construção do aeroporto de Nacala, Moçambique;
– US$ 103 milhões no parque eólico Artilleros, Uruguai;
– US$ 180 milhões na construção do metrô de superfície em Maputo, Moçambique;
– US$ 343 milhões na construção da Hidrelétrica de Tumarin, Nicarágua;
– US$ 125 milhões na Hidrelétrica de San Francisco, Equador;
– US$ 280 milhões para a ampliação da rodovia Centro Americana, na Guatemala;
– US$ 10 milhões na construção de um hospital para os palestinos;e
– US$ 230 milhões na construção de rodovias do Projeto Hácia del Norte, Bolívia. Projeto idealizado por Evo Morales e 100% financiado com o nosso dinheiro, para facilitar o escoamento da produção de coca, já que boa fatia do PIB boliviano provém do narcotráfico.
Aliás quem tiver estômago forte e quiser tomar conhecimento desse verdadeiro contrato lesa-pátria selado com forte viés ideológico, um presentão do “companheiro e irmão Lula”, como costuma chamá-lo o índio cocaleiro, PESQUISE:
Com uma administração dessas, como é que esse país não iria quebrar?

Anônimo disse...

se acham que damos prejuizo e so acabar. Depois nao adianta chorar pois nao estaremos mais aki para manter a ordem e a unidade do pais.

Anônimo disse...

Ou os militares se manifestam de fato para valer, ou vamos para todos para a vala comum! Não esperem milagres e promessas, porque isto já ocorre a muitos, muitos anos.

Anônimo disse...

o Brasil está "podre". A cada semana aparece uma "bomba" maior que a outra. Agora é a podridão dos empresários dos frigoríficos, que levarão o nome do Brasil pra lama, igual ao da PETROBRAS.E ficam querendo fazer reforma na previdência?

Anônimo disse...

Somos dois meu camarada!

Anônimo disse...

Para mim depois de 30 anos de serviço e 5 QA para QAO, indo embora para a reserva como Subtenente, a situação está ruim fora do Exército é ruim dentro dele, até o momento não encontrei explicação para a redução de vagas para QAO em dezembro de 2016, não confio nem quem está dentro ou fora da instituição, não poderei fazer nada mesmo, nem lamentar faço mais, graças a Deus que ainda tenho saúde e a vida segue em frente. Boa sorte para todos, fuiiii.

Essa 93 disse...

Mi mi mi

Anônimo disse...

Os pilares das FFAA:
Embuste e Cagaço!

Anônimo disse...

De onde o colega tirou que um subtenente ganha 6.500,00 líquidos. Deve ter o percentual de tempo de serviço incorporado na ordem de 25% ou 30% ou não está pagando Imposto de Renda. Meu líquido é 5.700,00 colega.

Anônimo disse...

O Brasil está precisando de pessoas com princípios éticos e que amem o País.Hoje, infelizmente, a maioria dos indivíduos que estão no poder não têm identidade com a nação e a população não ajuda também, ou seja, há uma necessidade de mudança geral. Acho que somente assim chegaremos a algum lugar.

Anônimo disse...

Totalmente correto

Anônimo disse...

Entidade? Isso parece macumba.

Anônimo disse...

Xiiiiiiiiiii, audiência pública reservada, com participação de quem mesmo, já não basta a propaganda enganosa que teve que ser retirada.
Minha cara senhora, suas informações de AUD-TCU obteve com quem, não falar com o auditor SERGIO MENDES antes de participar nesta audiência, ou já vinha fazendo estudos com ex-militares auditores que estudavam no expediente para abandonar o juramento perante a Bandeira Nacional, que acho muito bem que a grande maioria dos servidores públicos nem conhecem e respeitam os símbolos nacionais, são iguais a políticos que juraram com a mão em cima da Constituição ( que já está vencida e ultrapassada, é só fazer uma média de duração das constituições anteriores e afirmar que está na hora de mudá-la).
Mas não se preocupe com outras categorias, apenas com a sua e na dúvida fique a disposição da Nação que em caso de Guerra todos os brasileiros serão convocados independente de sexo, credo e cor (esforço de guerra). E ainda, se tiver disponibilidade venha fazer um treinamento antecipado, para acaso o improvável ocorra. Muitas felicidades e faça estudos melhores de cada área para não falar asneiras em público. Que nível de auditoria pública temos????
Também afirmo que está tão falada Reforma da Previdência não vai conseguir êxito nesta 1ª fase, contudo na fase que trata dos militares, com certeza serão aprovadas na íntegra e com mais MALDADES, pois julgam que os mesmos são os eternos culpados pelo rombo de todos esses escorados e “mamadores públicos”.
Meus parabéns ao comentário do Sr Leo.
Peço ao caro Montedo, se possível divulgar no site um levantamento da quantidade de solicitações para a Reserva das PM de todo o País, deste já meu muito obrigado e parabéns por nos deixar sempre informados neste cenário de dúvidas que tanto assolam o público militar.

Anônimo disse...

E arrogância

Anônimo disse...

Devemos assumir a segurança pública do país para ter força e arranjar um aumento salarial nos igualando aos salários das PM estaduais, pois a maioria delas ganha melhor do que nós.

Anônimo disse...

Concordo com o companheiro acima de 19 de março 17 às 8:41. Creio que na atual conjuntura político-econômica só teremos mais respaldo pra conseguir melhorias se absorvermos mais responsabilidades, de preferência as mais visíveis no âmbito social. Não podemos ser taxados de "aqueles que só ficam fazendo educação física", como boa parte da população ainda nos percebe. Buscar representação política através da eleição de políticos a nosso favor representa um ponto tão importante quanto se afastar da mentalidade atrasada de muitos chefes do alto escalão que brandam aos quatro ventos "militar não se envolve com política". Realmente, militar não deve se envolver com políticos e suas manobras e maracutaias, mas se abster de questões que influem em nossa vida significa abrir mão das decisões que direcionam nosso futuro, e isso companheiros, é uma tremenda burrice e só serve pra manter os privilégios dos que bradam a frase acima. Pense nisso MILITAR!! As Eleições em 2018 não são apenas um atrapalho pro churrasco no domingo. A esquerdalha que nos ferra direto já percebeu isso faz tempo.

João Luiz disse...

Já estou na reserva e querem me passar para a previdência normal? bem, vou receber com juros e correção tudo que paguei para a nossa previdência mesmo estando na reserva? vou receber minhas horas extras, adicionais de periculosidade, adicional noturno e todas as vantagens que os civis ganham com juros e correção monetária desses últimos 30 anos? os senhores oficiais da reserva incluindo os generais vão aceitar isso??? duvido muito, apesar de sermos uma categoria com o poder na mão, não temos comandante para defender nossos interesses além de sermos uma classe completamente desunida e covarde, para a sorte deles. Enquanto não honrarmos a farda que vestimos só vamos continuar levando fumo do governo.Precisamos de um único general com os mesmos ideais de 64 para botar essa raça de ladrões revanchistas para fora de uma vez por todas do Brasil...algum general macho de verdade se habilita???

Ricardo Leiven Charlton disse...

Não foi golpe. Foi CONTRA - GOLPE.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics