5 de março de 2017

Indicações partidárias na Defesa deixam militares em alerta

Os agentes da Polícia Civil do DF Marcello de Oliveira Lopes e Welber Lins de Albuquerque ocupam funções estratégias na pasta

Ana Maria Campos , Leonardo Cavalcanti /
Resultado de imagem para ministério da defesaA indicação de dois personagens da política do Distrito Federal em cargos sensíveis do Ministério da Defesa acendeu o alerta vermelho na cúpula das Forças Armadas. Indicados pela deputada Celina Leão (PPS), os agentes da Polícia Civil do DF Marcello de Oliveira Lopes e Welber Lins de Albuquerque ocupam funções estratégias na pasta comandada pelo deputado federal Raul Jungmann (PPS-PE).
Conhecido como Marcellão, Marcello Oliveira é o chefe de gabinete do diretor do Instituto Pandiá Calógeras, órgão de estudos sobre estratégias de defesa. Welber é assistente da Assessoria Técnica da Secretaria de Controle Interno do Ministério da Defesa.
O alerta da área de inteligência das Forças Armadas foi ligado quando a Corregedoria da Polícia Civil do DF abriu um procedimento para averiguar a participação de Welber e do delegado Flamarion Vidal em depoimento que Celina colheu, em agosto do ano passado, com um hacker que clonou o telefone celular do governador Rodrigo Rollemberg (PSB). O episódio veio à tona com a divulgação das gravações feitas com escuta ambiental, instalada no gabinete da deputada Celina Leão, como diligência da Operação Drácon.
Nas gravações, um assessor de Celina avisa ter conversado com o delegado Flamarion Vidal, chefe da 4ª DP (Guará), e ficou acertado que Welber acompanharia o depoimento de Jefferson Rodrigues Filho, o homem que invadiu as mensagens de WhatsApp de Rollemberg. O objetivo era obter informações que comprometessem o governador do DF. Celina gravou o depoimento e o enviou à Polícia Federal. A PF, por sua vez, encaminhou o caso para a direção-geral da Polícia Civil.
Quando esteve no gabinete de Celina, Welber já estava cedido pela Polícia Civil ao Ministério da Defesa. Flamarion explicou ao Correio que não tinha informações sobre o conteúdo do depoimento e apenas orientou o agente sobre como proceder se houvesse uma tentativa de extorsão por parte do suposto estelionatário.
Welber foi nomeado no Ministério da Defesa no mesmo ato que designou Marcellão para o Instituto Pandiá Calógeras. Também chamou a atenção da inteligência das Forças Armadas o fato de o agente da Polícia Civil ter sido investigado na CPI do Cachoeira, no Congresso. Conversas de Marcellão com representantes da Delta Engenharia foram interceptadas pela Polícia Federal na Operação Monte Carlo, que investigou a influência de Carlos Cachoeira no poder político de Goiás e do Distrito Federal. Na ocasião, Marcellão ocupava cargo na Casa Militar do governo de Agnelo Queiroz e foi exonerado da função.

Apadrinhamento
O Ministério da Defesa foi criado em junho de 1999, ainda no primeiro semestre do segundo mandato de Fernando Henrique Cardoso. À época, substituiu três pastas: Marinha, Exército e Aeronáutica. Entre os governos FHC, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, o ministério da Defesa teve nove chefes, incluindo Geraldo Quintão, José Alencar, Nelson Jobim e Aldo Rebelo. Todos, em maior ou menor grau, com a anuência e a aprovação dos militares. A atual grita das Forças Armadas contra o apadrinhamento de indicados subterrâneos é uma novidade.
Correio Braziliense/montedo.com

7 comentários:

Essa 93 disse...

Inteligência digna de um Xeroqui Rolmis

Léo disse...

Por que o espanto,o susto, esse tal sinal vermelho? O filho do lula ameaça o Brasil.O próprio Lula ameaçou chamar os merdas do Stédile para iniciar uma guerra civil.É crime isso? Se é ,qual foi a providência tomada por quem de direito? O Wagner Freitas,dentro do Palácio do Planalto,diante das câmeras internacionais,ameaçou os poderes constituídos afirmando que se derrubassem a ex-guerrilheira Dilma Rousseff ele e os outros pelegos iriam para as ruas com armas nas mãos.Pergunto:ele foi preso? A Polícia Federal constatou se o mesmo tem porte de arma? Se tem, foi cancelado? Não vi nenhuma nota,sequer,em nenhum jornal dando satisfação ao povo brasileiro sobre o que as autoridades competentes fizeram com todas aquelas ameaças.O Lula e o Wagner Freitas cometeram crimes ? Nenhuma providência foi tomada? Por que o espanto com o aparelhamento do MD? Qual é a cartilha e a ideologia política do atual Ministro Raul Jungmann? O objetivo maior dos canalhas que lutam contra as Forças Armadas , claramente,é desmotivar seus membros entregando-nos migalhas, mensalmente.Minar a confiança em quem nos comanda é o maior de todos os seus objetivos!!! Estão conseguindo...Menos por competência e mais por inação ! Enquanto vemos esses políticos vagabundos, ladrões,safados,lixos,ratos,saqueadores do Brasil,arrombadores do país,trombadinhas legalizados sangrando o povo ,nós, os Soldados de Caxias,somos humilhados,mês após mês,ano após ano.E nada, absolutamente nada de mudanças concretas nesses VENCIMENTOS VEXATÓRIOS, HUMILHANTES, RIDÍCULOS acontece.Nada! A mais ordinária remuneração das Carreiras de Estado.Destruíram nossos VENCIMENTOS com a anuência dos Comandantes,durante a MP DO MAL.Agora, vão nos arrebentar com 40 anos de serviço para cobrir uma pequenina parte dos TRILHÕES saqueados da nação.Qual a contra-partida? Nada? Por que o sinal de alerta foi acionado ??? O verdadeiro sinal de alerta já está acionado, dentro das nossas almas,há muitos anos! Estamos cansados!Estamos exauridos! Estamos descrentes! Estamos indignados com o silêncio decano de quem nos comanda! O que vejo são militares,oficiais e Praças ,cabisbaixos,desmotivados,desesperançados! Onde está o Serviço de Inteligência que não vê isso? E se já percebeu ,há décadas, aquela exaustão emocional da tropa qual o porquê de quem nos comanda nada, absolutamente nada já ter feito para mudar a situação financeira dos seus comandados? Dizer que o Brasil não tem dinheiro para tal seria a mais deplorável e desprezível das respostas! Basta ler a lista do Procurador Geral da República , Rodrigo Janot, com os nomes dos pilantras que arrombaram o Brasil dos "PIXULECOS". Já comenta-se que o ROMBO da Maior Organização Criminosa, Política-empresarial ,da história humana,a do Brasil da " SURUBA DO CAJÚ" ,desde 1885, chega à cifra de R$ 8 TRILHÕES de reais. alerta acionado,é?

Anônimo disse...

Não se preocupem, estamos atentos e preocupados, estamos ate gritando.
Esta bem, eu acredito em Papai Noel,Saci, Mula sem Cabeça e que os preocupados gritantes estão atentos e preocupados e que repetem muito: vcs possuem 24 hs para tirar isso daí.
Senão tirarem, deixa por prazo indeterminado para que possa gritar.

Anônimo disse...

Militar sabidão, leia isso:

http://g1.globo.com/politica/noticia/estados-gastam-r-358-milhoes-por-ano-com-pensoes-de-ex-governadores-e-viuvas.ghtml

...governador por 16 dias, pensão de R$ 15.083,79 ....

... ficou um pouco mais de um mês no cargo...R$ 30.471,11 mensais

...25 de março e 31 de dezembro de 2010.....mensal de R$ 23.880,16

mas quem dá preju são as FFAA/INSS/ETC

Anônimo disse...

E muda alguma coisa? Não. Os militares continuarão militares sob as ordens de quem estiver no cargo acima deles, qualquer um. Os militares são servidores especiais: se os municípios precisam de sangue, passam nos quartéis; se precisam de tapa-buracos, passam lá nos quartéis; se precisam brigar com os mosquitos, passam lá nos quartéis; se precisam de socorro na segurança, passam lá nos quartéis; se faltou dinheiro dos aposentados civis, tiram mais uma fatia dos militares. Na hora de dar aumento salarial, dão aos parlamentares para que possam se aposentar como marajás.São muito especiais mesmos. Serão sugados pelos "vampiros" oficias até quando? Na minha opinião, só acaba quando a sacanagem do governo alcançar os estrelados.

Anônimo disse...

Só falta acabarem com os concursos para ingresso numa das Forças e passar a ser por política. Não está longe disso, não.

Anônimo disse...

Ora ora temos um xeroque rolmes aqui!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics