24 de março de 2017

Soldado diz que perdeu testículo em “trote” e processa o Exército

Ele quer uma indenização de R$ 500 mil; caso aconteceu no Rio de Janeiro
Um soldado das Forças Armadas está processando o Exército. Ele, que é lotado na 27ª Brigada de Infantaria Pára-quedista, no Rio de Janeiro, diz que teve de extrair um testículo após passar por um “trote” promovido por seus superiores.
De acordo com o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, o soldado também diz que levou golpes de chicote e seu corpo ficou todo marcado. Na Justiça, ele pede para ser reformado e quer uma indenização no valor de R$ 500 mil.
NOTÍCIASAOMINUTO/montedo.com

28 comentários:

João Luiz disse...

Sinceramente dentro do Exército não duvido de mais nada...tanto oficiais e sargentos de carreira e temporários ultimamente tem feito coisas do arco da velhas. São militares que estão saindo da Academia e CFS, extremamente mal formados e se achando os bilões do pedaço...já é passou da hora do EB atentar mais para a formação desses profissionais. tenho 32 anos de força, tenho visto coisas absurdas desses militares "LOBINHOS" mas de uns 10 anos para cá o padrão desses profissionais tem caído muito.

Anônimo disse...

Vai torar! Mania de antigo de achar que no seu tempp tudo era melhor!!

Thiago Vahl disse...

Infelizmente o que tem entrado nas escolas militares são pessoas de muito baixo padrão!!! E acredito que o principal motivo são os baixos saláriosalários! Aliado a isto, a falta de punições mais severas pra atos de indisciplina...muitos comandantes não punem por receio de serem processados e terem suas carreiras interrompidas

Anônimo disse...

Ao antigo com 32 anos de serviço, o resultado de não termos profissionais formados no padrão esperado é a falta de atratividade dá carreira, obviamente. Não adianta querer profissionais dedicados, vocacionados imputando somente sacrifícios a estes, como disse o Cmt da MB. Não adianta o EB pagar os salários miseráveis, sim, miseráveis, tem SD PM Brasil afora ganhando mais que oficial do EB (pelo visto para os superiores, militar não precisa de seu soldo, basta demostrar vibração...Kkkkk), e querer profissionais top de linha. A totalidade do pessoal mais novo não pensa em ficar, muitos vão sair, e os que ficarem serão extremamente frustrados. Esse quadro só vai mudar quando houver uma reestruturação na carreira. Caso não haja, a profissão militar, deixará de existir.

Jiddu Siciliano disse...

Não duvido e também não acredito é um fato que deve ser investigado bem amiúde verificando a veracidade dos fatos e imputar a responsabilidade no agente, porque enquanto sair dos cofres públicos fatos iguais a esse continuarão corriqueiros..

Diego H disse...

Acredito em tudo, e tenho pena desse soldado, ele vai ver o que é a justiça federal, que além de negar a reforma, vai lhe indenizar em 20, 30 mil.... é triste....mas deve tentar e insistir no seu direito.

Leandro Luiz De Jesus disse...

Falou tudo

Unknown disse...

João Luiz, não discordo de sua opinião, porem, neste caso não existe nenhum um SGT nem oficial envolvido.

Felipe disse...

Certeza que o antigão de 32 anos de serviço é QAO.

mkl gamer Valejo disse...

Excelente observação eu só acrescentaria que um militar instrutor de qualquer escola teria que ter já na sua chegada um pnr a disposição e no mínimo ganhar 20% a mais aí sim seria atrativos para instrutor , como não tem vantagem nenhuma a não ser de uns pontinhos dá no que da.

Anônimo disse...

É lamentável o que aconteceu com o jovem, mas sabemos que isso acontece infelizmente dentro de nossas OM. Eu não conheço um unico comandante de OM que ao saber de fatos dessa natureza não tomou providencias. É muito comum acontecer esses fatos com os cabos, Sargentos temporários e os sargentos recém chegados da escola. Eu mesmo tirando serviço de adjunto por duas vezes fui obrigado a fazer uma parte especial ao comandante de companhia por ter ocorrido no meu serviço alguns fatos como trote aos recrutas EVs, e na época um 3 Sgt tinha chutado as costas de um EV, eu como adjunto ao fazer a revista no alojamento dos mesmo, presenciei o recruta com as costas toda preta e com dificuldade de respirar, encaminhei o Sd Ev para o Hospital Militar, participei o fato para o Oficial de dia, que não quis lançar no livro, diante disso, o primeiro oficial superior que chegou ao quartel participei os fatos verbalmente. Foi aberto sindicância e apurado que 3 sargentos mais o oficial de dia, participaram de trotes aos Evs, todos foram punidos. Por isso, na nossa profissão nós não devemos ser omissos. E aquelas coisas que parecem serem normais e fazerem parte do dia a dia da nossa cultura militar, se não tomarmos cuidados podemos estar sendo arrolados para dentro de um IPM ou sindicância por presenciar e não tomar atitude.

Anônimo disse...

Os melhores jovens estão optando por outras opções, como medicina, odontologia, engenharia...Profissões que ganham muita grana e são donos do próprio nariz. Façam uma pesquisa 90% dos Cadetes são filhos de praças e qao, visto que os filhos de Oficiais di ACADIMIA, não incentivam os filhos serem militares. Porque será? Na ESA este ano com cinco bola, bola o candidato entrou e na ESPCEX de incio faltaram mais de 200 candidatos e todos majorados chamados. Porque será? Os lobinhos já chegam de costas. O que tem que proibir é esta tal de zap zap, no quartel só se vê lobinho com este negócio. na mão, assobiando o tempo todo, neste grupos de zap zap. No meu tempo de terceiro cão em 1987 o sgt estava era com o manual na mão se preparando para instrução e vibrava mesmo. Lógico que a motivação era outra um 3º Sgt recebia 18 salários mínimos.

Unknown disse...

Concordo com vc. Cada vez mais temos profissionais menos compromissados com a Instituição. Essa é a nova geração, somente visualizam seus direitos e deixam seus deveres para os outros fazerem

Anônimo disse...

no seu tempo ha 32 anos era muito pior eu vivi e ainda por cima não tínhamos FATD e nenhum advogado que se atravesse a pegar uma causa como está, hoje o mundo evoluiu e muito, por isso se destacam tantos abaixo do que se espera de alguém que sai de una escola, lamentável, mas está tudo as claras ou quase tudo, hehe pra eles

Anônimo disse...

Parabens!

Anônimo disse...

Chicote leva a crer crime de tortura. Aguard.que o MPM vai agir e isso vai feder !

Anônimo disse...

Acho conversa fiada. Deve ser mais um espertão que se vitimiza de tudo.

Anônimo disse...

Arrego hein, pelos comentários já vi que só tem antigão achando que no seu tempo era melhor. Aliás,João Luiz e Thiago, muito pelo contrário , os lobinhos como vcs dizem estão tendo uma formação muito boa, chegando à tropa sabendo dos seus deveres mas tbm dos seus direitos, o que não acontecia antigamente né onde não se tinha o direito de resposta. E em nenhum momento disse que era oficial, sgt, Cb ou SD. Estou sentindo um certo preconceito hein. O problema é que antigo sempre se acha o cara que sabe de tudo e nunca está aberto a opinião .

Anônimo disse...

Tem que haver punição, por parte dos comendantes e das testemunhas que são omissas. Pior do que a agressão é a falta de atitudes punitivas de quem presenciou ou desconfiou do fato. A certeza da impunidade perpetua esse tipo de acontecimento.

Anônimo disse...

Chicotadas? Perder o testículo? A váaaaaa!! Duvido... Sirvo na Bda Pqdt e ninguém que faz uma atrocidades dessa sai impune... E tem gente acreditando ainda...

Anônimo disse...

No meu tempo de 3 sgt lobinho eu levava meu papiro para concursos, por isso hj estou fora do EB.

Anônimo disse...

Quando acesso blogue confesso que fico com sentimento de depressão de ouvir tantos comentários de baixo nível, sobretudo daqueles que só reclamam do salário. O militar antigo que expôs sua opinião está corretíssimo em sua observação, já que o que mais se vê por essas OM afora são militares encostados e reclamando de tudo e digo mais, sempre valorizando as demais carreiras e desmerecendo a nossa. É lamentável entrar aqui e ouvir só.

Anônimo disse...

Camaradas tá na cara que estes cars que postam aqui nunca tiraram um 2o quarto de hora....Nuba fizeram uma marcha de 23....

João Luiz disse...

Os lobinhos piram...hehehe

Anônimo disse...

O coitado perdeu os testículos e eu perdi meu saco. Ando sem saco nenhum.
Saporra mermo!!!

Anônimo disse...

O que está acontecendo não tem nada a ver com formação na academia ou escola ! Tem haver com falta de caráter ! Desrespeito a outra pessoa principalmente em situação de subordinação chama-se covardia ! Pensem nisto !!!

Anônimo disse...

Eu tambem ja perdi o saco com exército brasileiro há muito tempo !!!

Subão antigo

Érika Farias disse...

Absurdo! Que país é esse? E ainda tem os que esperam que o país seja governado pelas forças armadas! Com essas atitudes, que não são fatos isolados???? Que haja justiça!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics