27 de janeiro de 2016

Balsa do Exército vai substituir ponte levada pela enxurrada no Paraná

Balsa do Exército na zona rural de Londrina deve ficar pronta na quinta
Londrina (PR)  - Trinta militares do 5º Batalhão de Engenharia de Combate Blindado iniciaram, na manhã desta terça-feira (26), a instalação de uma Balsa Portada Tática Leve. Ela deve ser finalizada em dois dias e servirá para transportar os equipamentos necessários para a construção da ponte provisória que fará a transposição no Rio Taquara, entre o distrito de Paiquerê e o patrimônio de Guairacá. A estrutura que havia no local foi levada pela chuva da semana retrasada.
A balsa tem capacidade para transportar até 15 toneladas, mede 20 metros de comprimento e 5 metros de largura. É feita de alumínio reforçado e só será utilizada por moradores do distrito em situações emergenciais.
"Essa era a maior ponte do município e infelizmente foi totalmente destruída. Estamos mantendo a estrada do Eli Vive em condições de tráfego, para garantir a mobilidade da população. Mas temos que aguardar mais um pouco porque é uma obra de engenheira importante, que somente o exército tem capacidade para fazer em um espaço de tempo tão curto", explica o prefeito Alexandre Kireeff (PSD).
Com a finalização da balsa, 20 homens retornam ao 5º Batalhão de Porto União (SC), localizado a cerca de 500 quilômetros de Londrina. Os outros 10 ficarão em Londrina para dar suporte aos trabalhos no município. A prefeitura deve ajudar na limpeza do terreno e na construção das cabeceiras para atracação da embarcação, o que deve levar duas semanas.
Durante esse período, os militares trarão as peças da ponte modular de aço, que será instalada no local. Ela ficará disponível até a finalização da construção de uma ponte permanente. "A ponte é rápida para ser construída. Em três dias está pronta. Nessas duas semanas, vamos trazendo o material para montá-la", disse o tenente do exército Bruno Moura.
A ponte militar tem capacidade para até 80 toneladas e será liberada para o tráfego de pessoas e veículos em geral.
BONDE NEWS/montedo.com

7 comentários:

Anônimo disse...

O justo Cmt seria a tropa receber as perdas de 30% abaixo em uma UNICA parcela e não em 4 anos. O que será de nós ?

Quanto dará a inflação de Jan até 1º Set 16 ?

Por enquanto a tropa que não tem pra onde correr e nem PNR que atendam nem 30% do efetivo e continuará pagando acima de R$ 1.000,00 de aluguel.
........
Enquanto isso, é top top ... não temos como completar a nossa remuneração com fartas diárias. Veja as perdas desde o último reajuste em 1º Mar 12.
..............
Está faltando entendimento dos leitores e demais militares, já estamos perdendo até 31 Dez 15, 30,6849% , veja:

- O reajuste concedido em Março 12, foi referente ao PASSADO. A partir de 1º Março 12, começou a contar a inflação, okey !!!!

A variação do índice IPCA (IBGE) para o período de 01/03/2012 a 31/12/2015 é 30,6849% - (incluso as conversões de moeda)

==> Fonte
http://www.debit.com.br/indice_acumul.php?indexador=17&imes=03&iano=2012&fmes=12&fano=2015

Anônimo disse...

Mas que porcaria de engenheiros são esses que fizeram essas pontes de "papel"? Economizam no material, fazem pontes estreitas e quando a enchente vem leva tudo? Mas o preço deve ter sido de ponte Rio Niterói.Aí, sobra para quem, para quem??? "SEVERINOS"!! heróis do Brasil.

Amauri disse...

Esse é um trabalho para.......os SEVERINOS!!!!!

Anônimo disse...

Legal, mesmo. Se uma ponte, o Exército vai lá e substitui ela; se o mosquito ataca, o EB vai lá e substitui os funcionários das secretarias de saúde;se os índios atacam, o EB vai lá e susbtitui o pessoal da FUNAI; se há um deslizamento de terra, o EB vai lá e substitui o pessoas da defesa civil; se há um grande evento, o EB está lá, então... que tal economizar tempo e substituir logo aquele pessoal lá de Brasília. Só arranjam trabalho para os militares.

Anônimo disse...

Fala sério, balsa ???
O Nome chama-se Portada Leve amigo.

montedo.com disse...

"Anônimo disse...
Fala sério, balsa ???
O Nome chama-se Portada Leve amigo."

Eu sei que é uma portada. A matéria também cita isso.
A manchete é do site Bonde News e está correta. Senão vejamos:
Do site da EsSA (http://www.esa.ensino.eb.br/maxinforma/noticia.asp?i=992)
"Em mais uma ação de combate durante a Manobra Escolar 2015, a Engenharia realizou a transposição do rio Paraíba do Sul, por meio de uma [BALSA], lançada às margens do rio, conhecida como [PORTADA PESADA]".

Anônimo disse...

Em breve o Exército construirá uma grande ponte, para nós todos morarmos embaixo.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics