17 de janeiro de 2016

Soldado do Exército assassinou colega em ritual de magia negra no RS

Corpo da vítima foi encontrado no Parque Municipal da Jockey Club, em setembro do ano passado
Naiôn Curcino
naion.silva@diariosm.com.br
Santa Maria (RS) - A 2ª Delegacia de Polícia de Santa Maria prendeu preventivamente, na tarde desta sexta-feira, Braian Kummel da Silva, 19 anos. Ele é suspeito de ter matado o colega de quartel Gilberto Zahn Couto, 19 anos. O corpo do militar foi encontrado na manhã do dia 2 de setembro de 2015 no Parque Municipal da Jockey Club. À época, os dois prestavam serviço militar obrigatório no 6º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado. De acordo com a investigação, comandada pelo delegado Marcelo Arigony, o homicídio foi um ritual de magia negra. Silva confessou o crime e disse que o cometeu para "ganhar poder".
Leia também
Soldado do Exército é assassinado no RS
Segundo o delegado, em um primeiro momento, pensou-se que o caso tratava-se de um homicídio simples. No entanto, ao longo da investigação, ao ouvir testemunhas, elas falaram sobre "sete chagas em volta do coração". Pessoas que conhecem os rituais foram ouvidas e confirmaram que, pelos ferimentos, o caso se tratava realmente de magia negra.
Crime ocorreu quando o assassino e o morto eram recrutas do Exército
Silva foi indiciado por homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, recurso que impossibilitou a defesa da vítima e por emboscada. Ele seria encaminhado ainda nesta sexta-feira à Penitenciária Estadual de Santa Maria.
DIÁRIO DE SANTA MARIA/montedo.com

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics