11 de janeiro de 2016

Delação premiada de ex-deputado promete incriminar Aécio Neves e os dois últimos ministros da Defesa

Segundo a Folha de São Paulo, o ex-presidente do PP (Partido Progressista) Pedro Corrêa revelou ter informações capazes de comprometer aproximadamente cem políticos, entre eles dois ministros do atual governo: Jaques Wagner, da Casa Civil, e Aldo Rebelo, da Defesa.
A relação apresentada por Corrêa durante as tratativas inclui ainda o nome de Aécio Neves (PSDB-MG).
Corrêa está em negociação com a força-tarefa da Operação Lava Jato e com a Procuradoria-Geral da República para firmar um acordo de delação premiada, Ele está preso em Curitiba, cumprindo a pena de 20 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no esquema da Petrobras.

8 comentários:

Anônimo disse...

Afinal, qual o critério para indicação ao cargo de Ministro da Defesa?

Anônimo disse...


Bom dia prezados leitores

O critério atual para qualquer função dentro do governo é estar alinhado ao sistema.
CARGOS DE CONFIANÇA, MINISTROS, COMANDANTE DE FORÇA (EXÉRCITO, MARINHA E AERONÁUTICA, DAS(s), etc, etc etc. Somente é alçado ao cargo e/ou permanece nele se for leal ao sistema vigente (entenda-se, seguir a cartilha da esquerda e sujeitar-se as ordens/caprichos de quem efetivamente dirige/manipula/suga este país).
Que DEUS nos ilumine para que saibamos abandonar esses "vícios" e fazer o que deve/precisa ser feito.

Jozinaldo Freitas disse...

Nos bastidores da política é que se trama os golpes contra a Pátria amada. Já disseram, certa vez, que aquele que não vota e um analfabeto político. Mas, hoje não temos nenhum candidato em quem confiar. Nossa democracia está servindo a poucos em prejuízo da maioria. O povo fica refém de políticos mal intencionados. O critério para escolha do Ministro da Defesa está sendo político e recaindo em pessoas que, talvez, não possuem conhecimentos na área. São coisas da política desse nosso querido Brasil.

Anônimo disse...

Concordo plenamente, no entanto o que nos falta é representatividade. Infelizmente tudo o que fazemos é a revolução do siri na lata, só barulho!
Só se dá bem quem tem como pressionar o governo. Não é nosso caso!
Da minha parte, estou enviando mensagens para políticos, no entanto não me iludo pois eles só se interessam por muitos votos e nossa quantidade de votos locais é pequena.

Anônimo disse...

Acho meio difícil ele ter provas contra cem parlamentares para sustentar a delação premiada, que só é aceita com provas concretas. Se ele realmente tem tantas provas assim, já estava armando e se precavendo nas falcatruas que participava.Pode ser só para tumultuar e diminuir a força das investigações, prorrogando a sobrevivência dos "patrões". Se ele é acusado de participar de grandes desvios de dinheiro, então, para receber algum agora e tumultuar, é pouco.Lembram daquela servidora do INSS considerada a maior fraudadora da história?( O PT ainda não tinha chegado ao poder). Foi descoberta, presa, somente uma pequena parte do dinheiro foi recuperada e, agora, ela está no semi-aberto ou liberdade condicional, curtindo o resto da grana que deve ter espalhado com os laranjas e escondido uma grande parte.Exemplo a ser seguido para os ladrões de dinheiro público atuais.Eles não estão nem aí, pois ficam em celas especiais, depois ganham a tornozeleira e vão para o conforto de seus lares.E o povo continua pagando a conta do rombo.

Anônimo disse...

Olha o Japonês ai kkkkk

Quando será que ele vai acompanhar o LULA, Jacques Vagner, Mercadante, Gabrielli, etc ...

Anônimo disse...

Acho que muito em breve trocaremos a foto de presidente e de ministro da defesa, pelo andar da carroagem...

Anônimo disse...

Com relação aos Cmt FFAA você falou besteira...sem conhecimento algum....

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics