3 de janeiro de 2016

Missão cumprida! General Santos Cruz deixará comando das forças da paz da ONU no Congo.

General brasileiro deixará comando das forças de paz da ONU no Congo
A Organização das Nações Unidas informou nesta quarta-feira (30) que o general brasileiro Carlos Alberto dos Santos Cruz deixará o comando das tropas da Missão de Estabilização na República Democrática do Congo (Monusco).
Santos Cruz se despede após dois anos e meio de atuação no país. Anteriormente, o general serviu como comandante das tropas no Haiti (Minustah), entre 2006 e 2009.
O general sul-africano Derick Mbuyiselo Mgwebi foi o escolhido para substituir Santos Cruz.
Segundo o comunicado da ONU, Mgwebi conta com mais de 35 anos de experiência nacional e internacional, inclusive como comandante das tropas da organização na missão do Burundi, entre 2007 e 2011.
A Monusco conta com quase 20 mil efetivos no país e tem o mandato de usar todos os meios necessários para proteger os civis, as equipes humanitárias e os defensores de direitos humanos de qualquer ameaça ou violência física, além de prestar apoio ao governo na estabilização e nos esforços da paz.
Grande parte do país sofreu com a violência sectária por décadas, apesar do conflito agora estar limitado à região leste do país.
Folha de São Paulo/montedo.com

15 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns Sr Gen pelo excelente trabalho. "Que nossos estribos se choque em cavalgadas futuras".

Anônimo disse...

Este esta de parabens, um verdadeiro general e comandante, exemplo a ser copiado por seus superiores, pares e subalternos...
Minhas continencias ao nobre militar.

Anônimo disse...

Parabéns aos nobres integrantes dessa missão. Ao contrário de outra missão em um país caribenho que virou máquina de diárias para inúteis comissões de inspeção (compostas na totalidade por oficiais) e trampolim de promoções a Gen. Que acabe ligo, temos outros problemas aqui.

Anônimo disse...

O EB poderia promovê-lo a Gen Ex. Talvez fosse uma situação extraordinária, mas este militar merece a quarta estrela.
Parabéns Cmt, pelo exemplo de liderança.

Anônimo disse...

A quarta estrela é para os alinhados ideologicamente com os demais gen. Operacionalidade não entra na equação.

Anônimo disse...

Excelente ! Missão cumprida.Um exemplo de entusiasmo profissional e dedicação.

Anônimo disse...

O mais interessante deste general é que ele é PTTC ou seja foi convocado pos ir para reserva para compor a ONU. Desta forma infelizmente o merecido general não podera ter a 4 estrela que na minha opinião merece.
Pois não foi eleito e não tinha nenhum oficial General da ativa com as devidas caracteristicas e curriculum para compor a ONU para esta missão no Congo.
Parabens ao nobre general e comandante, agora tera as devidas ferias e descanço merecido.
Que outros sigam o seu exemplo.
Minhas continencias ao senhor.

Júlio Fortes disse...

Esclarecendo: ele era PTTC no MD e para a missão da ONU foi novamente designado para o Sv Ativo, uma das 4 situações previstas no Estatuto dos Militares para retorno à ativa de militar da reserva: designação para o Sv Ativo, convocação (mais afeto ao pessoal R/2, temporário), reversão ao Sv Ativo (hipótese rara, mas já ocorreu, vide Gen Rubem Ludwig - Gov Figueiredo) e mobilização. PTTC não retorna à ativa...

Anônimo disse...

Infelizmente meu comentário não foi aceito, mesmo sem conter ofensas, mesmo sem palavras ou termos de baixo calão, apenas por contrariar a opinião daqueles que acham esse general o melhor dos melhores, sendo que não é desse tipo de general que estamos precisando hoje. Lamentável. Não é desse tipo de heroísmo que necessitamos, isso não nos põe comida na mesa. Precisamos de generais que não tenham medo de levantar a voz para realmente representar seus comandados nas suas necessidades que se agravam mais e mais a cada dia. Pode bloquear meu comentário de novo, afinal nós todos já somos muito acostumados com isso.

Anônimo disse...

Interessante...Temos 151 Generais na ativa e nenhum deles NÃO possui as excepcionais qualidades deste Exemplar militar!!!

Anônimo disse...

Parabéns general, missão cumprida e algumas dezenas de milhares de dólares na conta.

Walmir da silva disse...

Um país assolado por rebeldes sanguinarios e violentos, ainda há pessoas que acham que não precisamos de general com esse perfil. Graçaa a Deus o nosso Brasil nao esta assim.

Walmir da silva disse...

Parabéns general!

Unknown disse...

Deveria ser promovido a marechal,ja q foi comandante em duas grandes missões internacionais. Primeiro de exército e depois o merecido posto de marechal.

Dhuny Cruz disse...

Marechal de Campo é a patente certa p Ele!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics