4 de janeiro de 2016

Soldado do Exército é preso após assaltar postos de combustíveis no Pará

Militar do 8º BEC é preso após assaltar postos de combustíveis em Santarém
Suspeito foi preso neste domingo em uma casa no bairro Nova República.
Segundo a polícia, o comparsa do assaltante está foragido.

Do G1 Santarém
Santarém (PA) - Um militar do 8º Batalhão de Engenharia de Construção (8º BEC) foi preso suspeito de assaltar dois postos de combustíveis no início da tarde deste domingo (3), em Santarém, no oeste do Pará. De acordo com a polícia, o suspeito foi preso horas após o crime em uma casa no bairro Nova República. Ele foi reconhecido pelas imagens de câmeras de segurança dos postos e também por meio de investigações e denúncias.
Ainda segundo a polícia, o militar estava na companhia de um comparsa, que está foragido. Eles estavam armados. No primeiro posto de combustível, localizado na Avenida Magalhães Barata, bairro Aparecida, os assaltantes chegaram para comprar um refrigerante e na hora de pagar, anunciaram o assalto, renderam um dos frentistas e exigiram todo o dinheiro do caixa, de onde fugiram levando a quantia de R$ 600.
Depois, os assaltantes foram até outro posto, localizado na Avenida Borges Leal, no bairro Aparecida. Os dois homens chegaram, desceram da moto e um deles pediu para completar o tanque. Depois que o frentista terminou de abastecer, eles anunciaram o assalto, renderam o rapaz e exigiram todo o dinheiro. Em seguida eles fugiram levando a quantia de R$ 250.
O militar deve prestar depoimento na delegacia de Polícia Civil e será encaminhado ao quartel do 8º BEC.

Nota 8º BEC
O 8º Batalhão de Engenharia de Construção (8º BEC) confirmou a ocorrência do assalto e informou em nota que o soldado faz parte do Efetivo Variável e compõe o Grupamento Alfa, incorporado em 1 de março de 2014 e está no período do serviço militar obrigatório, sendo previsto o licenciamento no próximo dia 8 de janeiro de 2016.
De acordo com o 8º BEC, todas as providências estão sendo tomadas para apresentá-lo a justiça e que será aberta uma sindicância para apurar os fatos envolvendo o militar. O 8º BEC ressalta que se trata de um caso isolado envolvendo militar do Batalhão e repudia veementemente qualquer tipo de transgressão ou conduta descabida de seus militares que venha contra o decoro da classe e o pundonor militar.
G1/montedo.com

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics