10 de outubro de 2015

Ave, Aldo! Os comandantes te saúdam!



Os comandantes da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira saúdam o novo Ministro da Defesa, Aldo Rebelo.
Posted by Ministério da Defesa on Sexta, 9 de outubro de 2015

27 comentários:

Anônimo disse...

Caramba o melhor ministro já visto, Aldo Rebelo está bem com as três forças!!

Anônimo disse...


O conceito de INIMIGO é circunstancial. Tudo é relativo.
O conceito de AMIGO é imutável, perene.

Muitos de nós morreram na defesa de idéias, ideais, princípios, valores e principalmente do companheiro de trincheira.

Parece-me que algo está se revelando.

AMIGO, Amigo, amigo...

Ubirajara Felix disse...

Fazer o que? Se meus CMT se rendeu.

Anônimo disse...

Não precisa fazer nada contra as FFAA. Os generais já estão fazendo. Quem possui general brasileiro não precisa de inimigo.
Não critiquem quem entra na justiça, quem faz concurso. Quero ver o moral dos de carreira com promoção pior que os temporários.

João Luiz disse...

Assisti o vídeo e fiquei envergonhado pela reação extremamente passiva dos tres comandantes...32 anos de serviço e nunca imaginei ser comandado por um comunista assumido. Pelas redes sociais já viramos chacota, os generais das décadas anteriores devem estar revirando nos tumultos de tanta vergonha.

Anônimo disse...

Não me importo de servir a um governo de cunho comunista, socialista, marxista etc etc, desde que me deem equipamentos, suporte familiar e um soldo digno (nesta prioridade). O que mais frustra o militar vocacionado não é estar servindo a capitalistas ou comunistas, mas sim chegar diariamente ao seu trabalho e encarar uma rotina de trabalho miserável em todos os aspectos! Já perceberam como são as FFAA de países ditos "comunistas"? China, Coréia do Norte, Rússia... (esta última mostrando todo seu poder militar na Syria...)
Se o novo ministro fizer parte de um plano de tornar as FFAA simpatizantes de ideais vermelhos qual o problema? Se junto vier profissionalização, equipamentos, tecnologia, respeito, topo na hora!
Agora ficar babando governo de direita (que diga-se de passagem nos ferraram sempre!) e fazendo beicinho para os "monstros" da esquerda, faça-me o favor! O que não dá mais é ficar "coordenando" faxina, cuidando de delinquentes e escórias sociais que veem para o falido Sv Militar obrigatório, dia do uniforme, entre outras bizarrices de exército tupiniquim. O EB precisa de uma reforma interna imensa! Redução de efetivos, eliminação de OM´s inúteis em locais inusitados, escolas de formação de soldados (aos moldes da MB com as Escolas de Aprendizes), redução de Of Gen e Of Sup e suas mordomias. Menos é mais!
Se um ministro comunista fizer ou influenciar que se faça 10% do que é sabido a se fazer compro no dia seguinte dois exemplares de "O Capital" e deixo um na minha cabeceira e o outro no meu PC.
Cap 2006

Anônimo disse...

Esses caras sao uma piada! Nao sei se eu choro ou se eu dou risada!

Amauri disse...

Tem certa razão o comentarista de 10 de outubro de 2015 20:46........

Anônimo disse...

O comentarista das 20:46h está bem alinhado com a nova conjuntura... O das 21:42h só difere do primeiro na ordem das prioridades, a qual provavelmente é inversa a do primeiro... Mas a tanto um quanto ao outro, só se pode classificar com uma única palavra: mercenário! Ao capitão 2006: ser militar não é somente brincar de soldado, camarada... E aos dois: só se pode chamar de mercenário, ao indivíduo que vende seus princípios em troca de algo... A primeira motivação para a nobre carreira das Armas deveria ser os princípios defendidos pelos heróis da Pátria, que nesse instante devem estar se revolvendo em seus túmulos com tamanha onda de mercenarismo! Vcs nunca entenderão os princípios que formaram o nosso Exército de Caxias, por exemplo... Podem chegar a Marechal, que não deixarão de ser o que são: uma vergonha para os que os antecederam!
Sgt 1997

Anônimo disse...

Meu Deus, realmente os valores estão invertidos, NUNCA na história deste país um Chefe Militar aceitaria a sigla, o ministro pode ser excelente, mas a sigla aceita demonstra oque podemos esperar dos que decidem sobre a atuação das Forças Armadas e assim os militares de baixo posto com certeza sabe que abre-se a concordata de Valores que tanto lutaram desde que foi criada as FA.

Anônimo disse...

Vcs esperavam o que? Que eles colocassem o cargo deles a disposição? Santa hipocrisia! Muitos hoje querem intervenção militar mas não tem coragem de defender, nos dias de hoje, aqueles que promoverão a intervenção no passado e que no presente sofre com as perseguições do governo do PT. Querem intervenção? Então promovam uma intervenção popular!

Anônimo disse...

Prezado Sr. Montedo e demais leitores


Penso que precisamos revisar alguns conceitos!
Estamos em novos tempos (para o bem e para o mal).
O professos Olavo de Carvalho têm contribuído para o "esclarecimento" destes novos tempos. Sugiro a leitura de dois artigos esclarecedores (sem juízo de valor) publicados no Jornal do Comércio em 25 Set 15 (um discurso) e em 28 Set 15 (relativismo social da mídia). http://www.dcomercio.com.br/categoria/opiniao/um_discurso
http://www.dcomercio.com.br/categoria/opiniao/relativismo_moral_da_midia_5
Que DEUS nos ilumine para que possamos lutar pelo "lado certo"!!!

Anônimo disse...

Em fim vamos ver se alguém de esquerda valoriza, de fato, as FFAA, pois um comuna sabe da importância de tem uma tropa de seu agrado...
Vamos ver se este aí lembra da tropa.

Anônimo disse...

tà cheio de melâncias no EB ( Verde por fora e vermelho por dentro )

Anônimo disse...

Excelente comentário do cap 2006. Enquanto isso outros leem Olavo de Carvalho. Aí é brincadeira.

Anônimo disse...

Tem toda razão o comentarista de 10 de outubro de 2015 20:46...E aos que criticam digo mais: tem muito idealista de ar condicionado por aqui!Quero ver aguentar essa situação quando tiver que se levantar 4 e meia, 5 da madruga, sair pra rua com chuva e água pela canela, por que vc não tem condições nem incentivo pra morar num lugar melhor.Francamente, e ainda tem quem leve fé de que a gente vai conseguir montar uma bancada parlamentar com esse pensamento de leão que só vê o próprio umbigo.

Anônimo disse...

Se até os Comandantes estão RASGANDO ELOGIOS ao membro do partido PC do B..
só tenho a dizer: VIVA O COMUNISMO NO BRASIL!

Anônimo disse...

O sargento de 1997 é alienado o capitão de 2006 vai dar várias alterações para não ser promovido à oficial superior. O EB é mais um recorte da sociedade brasileira, a maior parte dos seus integrantes é honesta, trabalhadora, dedicada, infelizmente nos altos escalões e ocupando cargos importantes nas OMs nós temos um bando de pilantras que só pensam nos seus umbigos e nos seus apaniguados, exemplos não faltam, o Montedo poderia até criar um seção para divulgar as barbaridades que ocorrem no EB, uma das últimas, o general fodão que pouco tempo depois de colocar o pijama é reformado, mas não precisa de internação,nem de acompanhamento médico, resgata o FAM, tem o IRPF dos últimos cinco anos restituído e fica isento do IR, e como agora reformado pode ser PTTC, não duvido nada que essas múmias voltem para mamar mais um pouco.

Anônimo disse...

"Excelente comentário do cap 2006. Enquanto isso outros leem Olavo de Carvalho. Aí é brincadeira."

O comentário acima e o do "cap 2006" refletem porque o EB se encontra onde está.


O brasil inverteu, definitivamente, os seus valores. E não me refiro a convicções políticas e ideológicas, mas a princípios maiores como a defender uma ética absoluta que não admite nenhum relativismo.

Ora, na visão do "cap 2006" e do autor do comentário acima transcrito, em estando o EB bem equipado, com viaturas, peças e combustível, munição à vontade para treinamento e missão, armamento de última geração, entre outros materiais, eles estariam prontos para defender quem estivesse proporcionando esses reaparelhamentos, não importando quem fosse, e também sem se importar o que estaríam defendendo, mesmo que fosse, por exemplo, forçar o povo brasileiro a engolir todo tipo de teoria ultrapassada e totalitária orquestrada por ladrões do dinheiro público, dinheiro este destinado a oferta de serviços de saúde aos que mais precisam, para ficar num só exemplo.

Aí eu pergunto: para que um exército desses? Não seria melhor transformá-lo numa milícia dos poderosos do momento? Pois, já que estão fomentando o reaparelhamento e os militares não se importam em saber quem são e o que querem, melhor mesmo ser uma milícia para defender os novos senhores de engenho.

Anônimo disse...

Com toda razão o Anônimo 11 de outubro de 2015 20:43.

Amauri disse...

Caro Sr comentarista do dia 10 de outubro de 2015 22:41, caso ñ saiba, a tropa é EXEMPLO do guia!!!

Anônimo disse...

Prezado Sr. Montedo e demais leitores

Prezado Sr Montedo

A respeito do comentário anônimo do dia 11 Out 15 às 12:58
"Anônimo disse... Excelente comentário do cap 2006. Enquanto isso outros leem Olavo de Carvalho. Aí é brincadeira. 11 de outubro de 2015 12:58"

Caros leitores

Precisamos urgentemente entender "a situação brasileira".
Precisamos descortinar a realidade.....
O Professor Olavo de Carvalho em seus artigos tem ajudado a desvendar a realidade.
Sugiro a todos a leitura de dois artigos esclarecedores (sem juízo de valor) publicados no Jornal do Comércio em 25 Set 15 (um discurso) e em 28 Set 15 (relativismo social da mídia). http://www.dcomercio.com.br/categoria/opiniao/um_discurso
http://www.dcomercio.com.br/categoria/opiniao/relativismo_moral_da_midia_5
O primeira passo da mudança é a consciência (estar consciente é conhecer a realidade). Os artigos indicados acima bem como muitos outros livros e artigos do renomado professor auxiliarão a entender a realidade brasileira e a situação dos militares.
Devemos ir além do discurso. Devemos ir além do teatro.
Devemos agir com inteligência e não com o fígado.
Ler pouco, se informar pouco, estudar pouco, fazer pouco e sobretudo criticar muito não contribuirá para a causa.
Que DEUS nos ajude a termos sabedoria para lutar pelo lado certo.

Anônimo disse...

Para quem acha que ler Olavo de Carvalho esclarece alguma coisa deveria tentar para começar, só para começar, Raimundo Faoro.

Anônimo disse...


Estatuto do PC do B
Capítulo XI – Atuação dos comunistas em cargos públicos de representação do Partido

Artigo 59 –

A atuação dos(as) comunistas no exercício de cargos públicos, eletivos ou comissionados indicados pelo Partido, ou em funções de confiança do Legislativo ou do Executivo, em todas as instâncias de governo de que o Partido participe, constitui importante frente de trabalho e está a serviço do projeto político partidário, segundo norma própria do Comitê Central. Nesses postos, os(as) comunistas devem pautar a atividade de acordo com as normas e deliberações dos entes que integram, bem como das instâncias partidárias a que estejam subordinados(as), não podendo se sobrepor a elas. Os mandatos eletivos alcançados sob a legenda do PCdoB pertencem ao coletivo partidário soberanamente.

Em tais funções os(as) comunistas devem empenhar-se por todos os meios para:

a) defender e difundir a orientação política e as deliberações do Partido, aplicar as decisões emanadas do órgão de direção a que estão subordinados(as);

b) zelar pelo nome do Partido, desempenhando suas funções com probidade, respeito à causa pública e aos direitos do povo, e delas prestando contas regularmente ao seu organismo;

c) participar ativamente da vida partidária, por intermédio de seus organismos;

d) empenhar-se no combate a práticas pragmáticas e burocratizantes próprias da atuação no seio do Estado vigente, manter hábitos, padrão de vida e laços sociais próprios de seu meio de origem;

e) auxiliar o Partido, com seus conhecimentos, de dados e informações a que venha a ter acesso, a compreender a realidade e desenvolver soluções inovadoras para os problemas contemporâneos;

f) efetuar as contribuições financeiras ordinárias, referentes ao cargo que ocupam, conforme alínea “c” do artigo 9º deste Estatuto e as normas das direções partidárias.

Daniel-MB disse...

Saudades do grande general Tinoco....estamos cansados de bonecos de academia!!!

Anônimo disse...

Bando de frouxos.

Anônimo disse...

Esta bajulação dos comandantes é uma piada e pura politicagem, Já foi a epoca de comandantes militares serem tropa e não politicos. Respeitar o ministro da defesa por ser uma autoridade constituida pela presidencia é uma coisa, porem puxar saco e aturar tendo seus pensamentos é outra...

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics