20 de outubro de 2015

General critica políticos em palestra e pede 'despertar para a luta patriótica'

Publicação original: 12h52min
Atualização: 13h20min
RODRIGO VIZEU
EDITOR-ASSISTENTE DE "PODER"

O general Antonio Hamilton Martins Mourão, que comanda o Exército na região Sul do país, fez críticas à classe política em uma palestra recente e disse que a eventual substituição da presidente da República não altera de fato o "status quo".
"A maioria dos políticos de hoje parecem privados de atributos intelectuais próprios e de ideologias, enquanto dominam a técnica de apresentar grandes ilusões que levam os eleitores a achar que aquelas são as reais necessidades da sociedade", afirma um dos slides da palestra do militar.
A conferência foi realizada no último dia 17 de setembro no CPOR (Centro de Preparação de Oficiais da Reserva) de Porto Alegre. Partes dela foram inicialmente descritas pelo jornalista Tulio Milman, colunista do jornal "Zero Hora".
A Folha teve acesso a fotografias que mostram Mourão realizando uma apresentação em slides. Em um deles, já nas considerações finais, o general afirma que "mudar é preciso".
"Neste momento de crise, toda consciência autônoma, livre e de bons costumes precisa despertar para a luta patriótica, contribuindo para o retorno da autoestima nacional, do orgulho de ser brasileiro e da esperança no futuro", afirma o texto.
A apresentação do general Mourão afirma que "a mera substituição da PR [presidente da República] não trará uma mudança significativa no 'status quo'", acrescentando em seguida que "a vantagem da mudança seria o descarte da incompetência, má gestão e corrupção".
O slide em questão é concluído com a frase "É nosso dever esclarecer a opinião pública, notadamente a juventude".
Em um outro slide, o militar enumera quatro "cenários", que são "sobrevida", "queda controlada", "renovação" e caos".
O Comando Militar do Sul, liderado pelo general Antonio Mourão, reúne Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Sob o comando do general, está o maior efetivo do país –48 mil dos 217 mil militares do Exército brasileiro.

ANÁLISE DE CONJUNTURA
À Folha, o general confirmou a realização da palestra, mas se negou a fazer comentários. "Não estou autorizado a fazer nenhuma declaração sobre o assunto", disse.
"Prefiro não comentar, porque aquilo era destinado a um determinado público e não era algo para ser divulgado. Era uma coisa fechada e não para se tornar uma coisa política. Era simplesmente uma análise de conjuntura que a gente faz, nada mais do que isso", afirmou.
A assessoria do Comando Militar do Sul disse não possuir a íntegra da palestra de Mourão.
Questionado sobre a apresentação do general, o Centro de Comunicação Social do Exército, em Brasília, não respondeu até a publicação da reportagem.
COMANDANTE
No último dia 9 de outubro, o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, disse em videoconferência para oficiais temporários da reserva ver risco de a atual crise virar uma "crise social" que afetaria a estabilidade do país, o que, segundo ele, diria respeito às Forças Armadas.
"Estamos vivendo situação extremamente difícil, crítica, uma crise de natureza política, econômica, ética muito séria e com preocupação que, se ela prosseguir, poderá se transformar numa crise social com efeitos negativos sobre a estabilidade", afirmou.
O militar prosseguiu: "E aí, nesse contexto, nós nos preocupamos porque passa a nos dizer respeito diretamente".
FOLHA DE SÃO PAULO/montedo.com

Nota do editor
A matéria não cita, mas o evento referido foi o Curso de Extensão "Brasil: cenários e desafios", promovido pelo CPOR de Porto Alegre na semana passada. A palestra do general ocorreu na manhã de terça-feira (15) e os tópicos principais foram publicados no jornal Zero Hora e aqui no blog.


36 comentários:

Anônimo disse...

Ainda acredito na mudança....
Mas acho que ele logo logo irá pra reserva,
Pois o CMT é conivente com a presidente e não fará nada... Acatando a decisão da presitAnta

2° Sgt 2002

Anônimo disse...

Ao comentarista de 20 de outubro de 2015 12:30

Me desculpe mas o Sr é do tipo que nunca nada está bom.
O General está dando a cara à tapa, denunciando um estado caótico na política. E você? Tem medo de mostrar o teu nome? Viu como, inclusive eu, tenho medo de mostrar o nome?
Por isso, admiro a coragem do General, pois sabe como cumprir a missão. Resta à sociedade mostrar o que quer!

Anônimo disse...

Servi sob o Comando do Gen Mourão, na época Coronel Mourão e sei perfeitamente que é um militar íntegro, honesto e conhecedor da realidade social, política e ecônomica da nação. Um patriota de marca maior, mas que infelizmente logo será "convidado" a passar para a Reserva.
Sgt 2000

Anônimo disse...

General, vai cuidar dos teus praças, vc não manda em nada!!!

Montedo não teria como criar uma ferramenta curtir nos comentários?

Anônimo disse...

Vcs sempre dizem que general não tem coragem de falar na ativa e tal. Tá ae! Falou pra caramba, a pura verdade, o q todo mundo quer ouvir!
Falou o que pensa. Mas a que preço hein? Provavelmente deve ser exonerado. Infelizmente, é por isso que os generais não falam muito.

Pode até ser exonerado, mas honrou a farda e tem o meu respeito!!!

Anônimo disse...

Esse tem meu apoio.
vejo que foi traído com o vazamento de informação da palestra.
A desonestidade com lideres como esse Homem não pode acontecer.

Anônimo disse...

Com a palavra Um General de Verdade.
Está falando o que está engasgado na garganta de todo militar da ativa.
Se tivessem meia dúzia como este aí as coisas seriam muito diferentes, mas com 48.000 homens dá pra fazer muita mudança, inclusive contagiar outros 170.000

Anônimo disse...

Ainda há esperança no reino VO.

Anônimo disse...

Estou no Sudeste, mas se for caso junto-me aos sulistas se houver a revolução contra os comunistas.

Anônimo disse...

Com todo o respeito ao general, mas classificá-lo como "um dos militares mais influentes do Brasil" é demais. "Militar influente"??? Isso não existe !!!

Anônimo disse...

Ô meu camarada.... Por isso que eu disse que acredito na mudança (entendeu? Se quiser eu posso desenhar)
Só expus o que acontece com quem faz igual ao nobre general está fazer, alguém que eu tenho o maior respeito, pois já fui comandado diretamente por ele e sei de sua competência....

2° Sgt 2002

Anônimo disse...

Meu COMANDANTE. Estamos JUNTOS!
AÇO!!!

Marcos Pinto Franca disse...

Esse é dos meus !!!!
S Ten Eng Marcos Pinto , 25 BLog , RJ .

Marcos Pinto Franca disse...

Esse é dos meus !!!!
S Ten Eng Marcos Pinto , 25 BLog , RJ .

Anônimo disse...

Pelo menos alguém está falando alguma coisa contra o que está acontecendo.

Anônimo disse...

General com "G" MAIÚSCULO...Talvez o último dos moicanos na ativa !
Já servi com este homem. É um militar honrado, antes que venham os comentários eu digo que lutou pelos seus praças de todas as formas possíveis.

Anônimo disse...

Queria ver se ele tem a mesma coragem de dar a cara a tapa por melhores salários para os militares. Aí sim teria meu apoio e respeito.

Anônimo disse...

General,Vossa Excelêlencia foi comedido demais.Essa corja do PT são Ratos de Esgoto.Saqueadores dos nossos impostos.Quadrilheiros,mensaleiros,canalhas,criminosos,ladrões.

Anônimo disse...

Se quiserem podem me atirar pedras mas, Bolsonaro tem meu voto e o General meu total apoio moral e material. Muda Brasil!!! não por mim, pelos meus filhos.

Anônimo disse...

É hora de UNIÃO. Dilma quer a cabeça do General Mourão.

Anônimo disse...

Qualquer um que tenha armamento pesado e pessoal capacitado e disposto deveria ter influência relevante. Até o Marcola tem.

Anônimo disse...

Esse é meu Comandante, me representa.
Espero que por algum tempo.
Depois que algum INDIVIDUO (não pode ser considerado militar) traiu a confiança dele vazando o conteúdo de uma palestra, só lhe resta ir comprando seu pijama, os PTralhas não perdoam.
QE da fronteira.

Anônimo disse...

Que tal se preocupar com seus subordinados?

Anônimo disse...

General Mourão, homem de competência, tenho absoluta certeza que não falou nada de mais, acho que muitos estão esperando algo extraordinário, o General falou que temos que ter esperança em um Brasil melhor e patriotismo, alertando que não adianta tirar a presidente, pois é um conjunto que está sem sincronismo. Quero ver como vai ser nas próximas eleições, mesmos candidatos, elege-se e tudo se esquece.

Anônimo disse...

Paulo Araujo.
O general, não ser influente para um grande n° de “abestados”, não é de se estranhar. Para anestesiados que votam no PT realmente o general não tem valor algum. Mas o importante é que, para quem ainda é lúcido, o general é de uma firmeza de patriotismo que não se via atualmente. Cabe a outros generais deixarem de ser marionetes da Dilma e pensarem, como este, um pouco mais no povo. Pensei que não havia mais general como antigamente e “queimei a língua”. Pode até ser colocado na reserva, mas não lhe podem tirar a moral e nem a honra!!!

Lauro Costa disse...

Concordo com esse general....tem meu respeito. Nem todos são manequins de acadêmia, existem muitos generais prontos pra batalha, mas dificilmente será designado para assumir uma função que lhe dê poder de mudanças, pois "os filhos das trevas são mais prudentes que os filhos da luz" Está escrito na bíblia isso!!

Anônimo disse...

O general fez o que todos os demais generais teriam que fazer por dever de ofício. A falta de líderes é tanta que quando um general cumpre o seu papel é visto como um semideus. Se cada um fizer o seu papel, certamente sairemos desta situação. Se estamos na situação que estamos é porque tem gente de braços cruzados escondido atrás de um silêncio cômodo e compensador.

Anônimo disse...

Acendeu uma fagulha de esperança... UM VERDADEIRO CONTRAPONTO AO "AMIGO DO COMUNISTA". todo mundo tá vendo que as instituições estão vendidas para o pt, mas tem gente que acha que seu cargo é mais importante do que dizer a verdade.
Sgt-2001

Anônimo disse...

Patriotismo não enche a barriga, não paga as dívidas, não paga consulta médica, não paga ônibus, não paga colégio e nem aluguel. Os patriotas puxam a "corda" de um lado e os outros puxam de lá com ajuda extra.A base da pirâmide, que é imensa, reclama e esperneia contra as dificuldades e o tratamento diferenciado, e o topo dessa pirâmide apenas fala, fala e aceita o tratamento dado.Não se vê resultados positivos. Políticos, principalmente os que estão há anos corroendo o erário, não tem patriotismo. Pulam de lado conforme os valores oferecidos sem ligar para as consequências danosas ao pais. Para eles, se as coisas ficarem insuportáveis,pegam suas malas e vão curtir no exterior com o dinheiro que está nos paraísos fiscais.

Anônimo disse...

Verdadeiramente militar é um ser difícil de entender. Se os Gen ficam quietos, são omissos. Se falam, não deviam se meter, deviam cuidar das praças (fazer limpeza, cortar grama???). Alguns dizem que militar não tem influência. Será? O Gen Mourão comando o CMS, o Comando Militar com maior efetivo e maior poder de fogo. A mídia pode não dar bola, os militares podem achar que ele não tem influência, mas a Petralha recebe o recado e acusa o golpe, sente na carne este tipo de comentário.

Anônimo disse...

Tá caçando um ida super rápida pra reserva remunerada...rsrsr
Poxa Montedo,desde quando Vossa Senhoria não vê uma "palestra" tão politizada assim?
Desde quando o General Sylvio Frota foi demitido pelo presidente Geisel!!

Anônimo disse...

Senhores, sem entrar no mérito da política, alguém aqui acredita que não estamos em profunda crise política, ética e econômica?

A única coisa que eu ainda não sei é como e aonde iremos parar, nem quando toda essa bagunça será resolvida.

Para finalizar essa minha participação, peço aos colegas simpatizantes (ou mesmo militantes) das chamadas esquerdas que repensem sobre o papel dos seus dirigentes e principais "líderes". Não deixem a emoção cegá-los. Infelizmente, vocês foram enganados e ainda estão sendo enganados. Talvez o socialismo seja benéfico, mas esse modelo que quiseram/querem implantar e com esses "líderes" que só pensam em enriquecer e guardar milhares de reais e dólares, em espécie, debaixo do colchão, o resultado será sempre esse: crise política, econômica e ética.

Abraço.

keko marques disse...

Pois se for colocado pra reserva, TODOS generais deveriam também pedir reserva, em protesto contra o ato. E caberia à tropa, dar resposta a este governo de merda.

Anônimo disse...

GEN MOURÃO = GEN HELENO

Esperem e verão.

Amauri disse...

Excelente exemplo de MILITAR!!!!! Esse NÃO é leão-de-alojamento!!!!

Anônimo disse...

General Mourão. Parabéns! Verdadeiro LIDER! Estamos com Vossa Excelência! Um militar linha de frente. Quando chega em qualquer Unidade Militar a tropa vibra. Nos dias atuais a LEI DO SILÊNCIO está imperando. O Coronel não fala porque almeja ser General. O Subtenente não fala porque almeja ser QAO e assim por diante. A diferença do LIDER para o CHEFE, sabem qual é: LIDER: FALA VAMOS, CHEFE: FALA VAI. Praças estão com a Vossa Excelência. Velame!!!!!Brasil!!!!!!!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics