18 de outubro de 2015

"O Exército pode ser chamado a intervir", adverte o general Villas Bôas

Nota do editor
A manchete acima é do Diário de Pernambuco e está - propositalmente? - fora do contexto, dando a entender que Villas Bôas se refere a um golpe de estado.  
A declaração do general é a seguinte:
"Estamos em crise econômica, política e ética. Se transformar em crise social, pode gerar problemas de segurança pública e o Exército pode ser chamado a intervir."
Entrevista
O general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, 63 anos, está no comando geral do Exército brasileiro desde fevereiro. Nesta semana, esteve pela primeira vez em Pernambuco depois de assumir a função. Ontem, concedeu entrevista aos jornais e falou sobre drogas, crise, transposição do Rio São Francisco, golpe militar e mulheres no Exército. O currículo de Villas Bôas inclui a função de adido militar na China, chefe da assessoria parlamentar do Exército e comandante militar da Amazônia. Além disso, em 2014, respondeu pelo comando de operações terrestres, com atuação na estratégia de defesa da Copa do Mundo.

Transposição
Ontem (anteontem) fomos a Paulo Afonso conhecer as obras da transposição do Rio São Francisco. É realmente de importância transcendental. Pela primeira vez se empreendeu projeto capaz de mudar a realidade do Nordeste. O Brasil entrou no século 20 e saiu do século 20 com a mesma realidade. Hoje sabemos que não sairemos do século 21 da mesma forma. São quinze anos de atraso, o que sacrifica uma geração, mas é um avanço incrível de qualquer forma.

Crise
O orçamento dos sete projetos estratégicos do Exército sofreu corte de 40%. O que considero mais importante para a sociedade é o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron), iniciado em 2012 para melhorar o controle da fronteira e avaliado em R$ 12 bilhões em dez anos. A previsão era concluir em 2022, mas hoje, com o ritmo orçamentário que nós temos, ele não estará pronto antes de 2035. São tecnologias sensíveis, que correm o risco de ficar obsoletas até lá. A Polícia Federal estima que 80% da criminalidade urbana são ligadas ao tráfico de drogas. E tudo passa pela fronteira. Nos preocupa também o fato de as empresas contratadas serem obrigadas a interromper os serviços.

Descriminalização
É uma questão sensível. Preocupa bastante. As polícias se manifestam contra. Em um pronunciamento, o presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria disse ser veementemente contra. Ele disse que as pessoas não imaginam a relação entre droga e suicídio. Isso nos afeta. Não posso admitir a discriminalização no Exército. Não posso admitir militar armado de serviço consumindo droga.

Golpe
As manifestações de rua que pedem a volta do regime militar são uma questão complexa. Nossa interpretação é que as pessoas não pedem a volta do governo militar, com algumas exceções. Estão reclamando dos valores. Estamos em crise econômica, política e ética. Se transformar em crise social, pode gerar problemas de segurança pública e o Exército pode ser chamado a intervir.

Mulheres
Hoje 5% do nosso efetivo são formados por mulheres, mas na área técnica, e não na operacional. Em 2016 faremos concurso para elas ingressarem em 2017 pela primeira vez na Academia Militar das Agulhas Negras. Teremos mulheres cadetes.
Diário de Pernambuco/montedo.com

35 comentários:

Anônimo disse...

Entendi! Então ele quis dizer o seguinte : A crise política - econômica e ética, que já estamos vivendo e nenhuma intervenção MORAL é feita, poderá se transformar em crise social.
Com isso o povo vai manifestar, exigir e LUTAR por tudo que lhe é de direito, segundo a constituição de nosso país.
Daí o Sr. General vai ordenar que suas tropas entrem em ação, sentando a cacetada e prendendo pessoas do povo, afim de garantir a lei e a ordem, enquanto os verdadeiros culpados, os corruptos, agradecerão pela segurança prestada.

Anônimo disse...

Sr Montedo, o General em questão é mais um que não vai resolver a situação de ninguém, nem mesmo a dele. A melhor coisa que ele faz é ficar quieto, caso contrário acaba levando paulada na cabeça.

Anônimo disse...

E o salário,ÓÓÓÓÓÓ !!

Anônimo disse...

Não levanto uma palha ora defender este governo de bandidos, pode me prender senhor general, serei preso com orgulho do dever cumprido.

Anônimo disse...

Isso significa que o EB não tem moral pra nada...Esse papo de intervenção não combina, não conseguimos nem o retorno da LE imagina o resto!

Joao Lobo disse...

Anonimo. Infelizmente tenho outra leitura.
Que o Brasil vive uma crise onde falta etica e moral, valores que as forcas armadas valoriza. Que, se esta falta ficar mais grave pode se tornar cronica e possivelmente em um anuncio de guerra civil e por isso o exercito ser chamado a intervir.
Mas os grandoes deverai fugir e os que ficarem espero que sumam de fato no fundo do mar.

keko marques disse...

A não ser que se faça como foi no Egito. O povo saiu às ruas, e o exército ficou do lado do povo.

Unknown disse...

É bem desse jeito, e os babacas da-lhe elogiar as FFAA, os chamando de heróis, e pedindo intervenção, babando o ovo de uma corporação que está totalmente alheia ao que vai acontecer ao pobre povo brasileiro, que morre nas filas do SUS, por falta de assistência pq o PT roubou 3 trilhões, ele é tão fdp quanto Dilma,Lula e a comunistada toda!

Raimundo cunha disse...

Esses esclarecimento do General é o fim da picada.

Anônimo disse...

E assim os Ptralhas nos causaram mais um problema. Puseram em risco a Democracia ao deixarem os ditadores de plantão esfregando as patinhas, loucos pra voltarem a dar as cartas. Mas desta vez, não será tão fácil. Sosseguem o facho, generais, porque mais cedo ou mais tarde, essa aventura será colocada em suas contas. O muro de Berlim caiu há décadas!

kajs disse...

Anônimo essa e uma colocação válida e pertinente espero que nosso Gereneral possa nos esclarecer.

Daisy Boynard Thomaz Alves disse...

Sou a favor da intervenção atê que o inimigo seja derrotado e o perigo de convulsào social definitivamente afastado.Se há uma coisa que um militar sabe fazer é identificar o inimigo, que no meu ponto de vista, é mutante, interligado e aparelhado.

Anônimo disse...

Posso te garantir que vc está completamente errado.

Anônimo disse...

Quando o EB for chmado, se for, será só para juntar os cacos, tarde demais.

Anônimo disse...

Se o militar soubesse identificar o inimigo, não teria nascido o FORO DE SÃO PAULO!
SOLDADO EV!

Anônimo disse...

Pelas palavras do cmt do EB as FA quando intervir será contra o POVO! Esclareça melhor comandante.

Anônimo disse...

O governo é o inimigo. Só não vê quem não quer.

Jose Max disse...

Aqui tem um punhado de analbetos funcionais, aqueles que não sabe interpretar nem quatro linhas daquilo que lê: O gal foi conciso qdo disse. Ele e ate eu que participo das manifestações intervencionistas que se mistura com os movimentos de rua do PSDB (MBL, VEM PRA RUA, REVOLTADOS ON-LINE). É a esses movimentos que ele se referiu que questiona apenas os valores e não pedem a intervenção militar. Reconhece porém, que há quem queira a intervenção e um governo militar, mas ainda não é representativo. Foi muito claro. Se quisermos eles intervindo, precisamos mobilizar a massa para irem as ruas pedindo a volta. Mas é preciso identificar o movimento intervencionistas com cartazes, faixas, e qq simbolo que peça a volta dos militares. Esses analfabetos políticos, e outros maus intencionados da esquerda caviar, estão sendo convocados para desqualificar a ação dos intervenvionista que já é grande. NÃO SE DEIXEM ILUDIR COM ESSES CANALHAS DA ESQUERDA CAVIAR E APOIADORES DO FHC, SERRA, ALCKIMIN E AÉCIO, porque o objetivo deles é eleger o seu patrão. VIVA OS MILITARES E VAMOS PRA RUA, PESSOAL, SE QUISEREM AFUGENTAR ESSE FANTASMA COMUNISTA QUE NOS PERSEGUEM.

Jorge Costa disse...

Interessante que ninguem se atem ao que diz a nossa lei maior. Esta bem claro, as FAA so intervirao ate3ndendo a chamado do Executivo, do Legislativo ou do Judiciario. Fora disso e golpe. Em 64 foi o Congresso que convocou as FAA.

Anônimo disse...

Também acho isso a que ele se refere, mas tomara que não seja, por que se for, só nos resta a intervenção de Deus.

Anônimo disse...

Intervir do lado do povo ou do lado dos comunistas? De que lado o senhor estar senhor general, do Brasil ou dos socialistas/ comunistas.

Anônimo disse...

As palavras do general parecem àquelas dos videntes nas previsões de final de ano. Pode ser qualquer coisa, ou , nada.

Anônimo disse...

Um homem que comanda um grande Exército, que fala solitariamente, isolado pela chefona, sob o comando dos ex-inimigos(?),sem força e poder para resolver seus problemas da caserna. Só lhe resta filosofar.

Anônimo disse...

O "...artigo 142 da Constituição. O texto dá às Forças Armadas o dever de garantir a lei e a ordem, se convocadas por um dos Poderes." E o povo,não é o poder maior que manda, escolhe os parlamentares e mantem a democracia?

Anônimo disse...

Ratos de Porão.Ptralhas, saqueadores do Brasil. Desafio todos os PTralhas a abrirem mão do sigilo bancário e autorizarem ao jornal A Folha de São Paulo a publicar, diariamente,o extrato de cada saqueador. Quem começa ? Ratos, ratazanas, guabirus de esgoto. A hora de vocês, quadrilheiros, está chegando. Vão ter que voltar para o esgoto, de onde nunca deveriam ter saído.

CETO SUPREMO disse...

É o q nos resta! A única esperança!

Anônimo disse...

Generais brasileiros deveriam aproveitar que estão mudando o RUE e criar uma farda vermelha para eles.

Anônimo disse...

Caramba, o pessoal ainda tem medo "dos comunistas". Modernidade é isso !

kamyla disse...

todo poder emana do povo!!!

kamyla disse...

esperamos em deus!!

nilton de souza disse...

Pelas estatísticas podemos observar que o exército ficará do nosso lado Como já aconteceu em 1964 aqui no Brasil por outro lado no Egito o exército também ficou do lado do povo e também na Tailândia o povo invadiu os quartéis e mesmo assim quem levou a cacetada foram os governantes ditadores

Dadá Malheiros disse...

Vocês da mídia comprada e esquerdopata insistem em macular uma intervenção militar constitucional com os termos GOLPE MILITAR ou DITADURA Militar. Golpe e ou DITADURA é o que o Brasil sofre hoje com esta quadrilha de psicopatas terroristas genocidas ladrões Comunistas anticristã. As honradas Forças Armadas Brasileiras fizeram este país crescer da quadragésima oitava posição, no quesito desenvolvimento no mundo, para a sétima posição. Ademais à época, vivemos sob uma verdadeira DEMOCRACIA e não esta infestação comunista do inferno que destrói, rouba e mata.

Anônimo disse...

Sinto pena do povo que clama por intervenção militar. Isso nunca acontecerá. Eles não conhecem os generais de hoje. Esqueçam isso, desse mato não sai coelho, nem gato, nem cachorro, nada. Se quiserem alguma atitude, essa terá que ser do próprio povo, pois o exército de hoje não está a serviço do povo brasileiro, mas sim a serviço de uma ditadura que se disfarça de democracia.

Anônimo disse...

é o fim da picada, esta td muito estranho este discurso, através de parábolas não menciona nada, não vi nenhuma resposta tb de um possível ataque da Bolívia e Venezuela ao Brasil, td muito estranho ...

Bia disse...

nao queremos ditadura nenhuma.apenas a forca das FFAA.pq do jeito que esta seremos nos que teremos que sair na porrada?E isso?

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics