11 de outubro de 2015

Já na Defesa, Amorim era 'O Cara' da Odebrecht

Cláudio Humberto
Ex-ministro das Relações Exteriores do governo Lula e ex-ministro da Defesa no governo Dilma, Celso Amorim teria representado interesses da empreiteira Odebrecht nos governos do PT, segundo comunicados apreendidos pela Polícia Federal na sede da empreiteira, na Operação Lava Jato. A PF investiga a influência de Amorim enquanto chefe do Itamaraty e também avalia se a “atuação” continuou no governo Dilma.

ENCONTRO SUSPEITO
Em 28 de agosto de 2013, Amorim recebeu Marcelo Odebrecht, André Amaro, Luiz Rocha e João Carlos Mariz Nogueira, todos da Odebrecht.

CONTATO FORTE
Um e-mail apreendido na sede da Odebrecht pela PF revelou encontro de executivos da empreiteira com Celso Amorim, em Nova York.

BILHÕES BRASILEIROS...
A PF investiga se Amorim era “ponte” da Odebrecht com Lula para viabilizar negócios no exterior, com financiamento brasileiro.

...FISCALIZAÇÃO ZERO
A força-tarefa da Lava Jato investiga contratos secretos de empreiteiras brasileiras para realizar obras no exterior, sem órgãos fiscalizadores.
DIÁRIO do PODER/montedo.com

3 comentários:

Anônimo disse...

Talvez sirva para algum parente de militar ..

http://blogs.odia.ig.com.br/coluna-do-servidor/2015/10/10/gratificacao-garantida-a-aposentados/

Léo disse...

Lemos e ouvimos declarações do Cmt do EB afirmando que não existe a menor possibilidade das Forças Armadas voltarem ao poder.Com 200% .Quem vai banir esses canalhas,ratos dr porão do poder será a sociedade bradileira.Especialmente a classe.Pois somos nós wue estamos sendo saqueados.

Léo disse...

A sociedade brasileira vai pagar muito caro pela subserviência continuada das Forças Armadas à esses canalhas Petralhas,ratos de Porão que estão saqueando o Brasil.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics