7 de outubro de 2015

Da série: "Coerência é tudo!"


DIÁRIO do PODER/montedo.com

4 comentários:

Anônimo disse...

Em 64 eu tinha dois anos de idade. Com mais idade, li, estdei, conversei, concluí que a ditadura era a repressão aos baderneiros da época. Conversando hoje com um militar da reserva, ele muito brabo, reclamando porque está faltando muita coisa nas Forças Armadas, perguntou-me: por quê estamos pagando se não estávamos naquela época? O que estava Dona Dilma fazendo com arma de fogo em punho, no meio dos que queriam ver o Brasil no socialismo democrático de mentira? Como hoje. O que penso é que o Governo de hoje está revanchista não só com os militares mas também com os civis, pobres civis, com salários de fome. A mercê das bolsas disso ou daquilo.

Anônimo disse...

Deus salve a Venezuela.

Anônimo disse...

ALERTA AOS QCO! mirem-se nos exemplos da Argentina:


Pela primeira vez uma mulher é promovida a general na Argentina
María Isabel Pansa, de 54 anos, é QCO de INFORMATICA e PSICOLOGA.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/10/pela-primeira-vez-uma-mulher-e-promovida-general-na-argentina.html

Anônimo disse...

QCO não pode aqui no Brasil. Tampouco quem tem curso tecnólogo pode prestar concurso ao quadro complementar de oficiais, pois o exército se resume a meia dúzia formados na AMAN, esses são o EB, esses são militares de verdade. Segundo nossos generais.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics