8 de outubro de 2015

"Hermanos" têm primeira mulher promovida a general

Pela primeira vez mulher é promovida a general na Argentina
A promoção da coronel María Isabel Pansa, uma das três assistentes da presidente argentina Cristina Kirchner, foi aprovada nesta quarta-feira pelo Senado - fazendo dela a primeira mulher em atividade com patente de general na Argentina.
Kirchner propôs a ascensão de Pansa após assinar um decreto que permite aos integrantes das forças armadas com título universitário "alcançar a patente máxima".
Pansa, de 54 anos, é formada em Ciência da Computação pela universidade privada de Belgrano (UB) e se formou em 2012 em psicologia na Universidade da Marinha Mercante.
É a primeira mulher em atividade a ser promovida general. Em julho de 2009, Kirchner aprovou a promoção póstuma a general de Juana Azurduy, heroína da independência sul-americana.
Assessora de Kirchner desde seu primeiro mandato em 2007, Pansa entrou para o corpo auxiliar feminino do Exército em 1982, durante o conflito armado entre Argentina e Grã-Bretanha pelas Ilhas Malvinas.
AFP/montedo.com

3 comentários:

Anônimo disse...

Aqui no Brasil ela seria generaLA, na Marinha, AlmiranTA e na Aeronáutica, BrigadeiRA?

Anônimo disse...

Bem feito pra eles.

Anônimo disse...

Só falta o Brasil, no Exército e Marinha.
Se for melhor, pois q venha.
Nós estamos abandonados...
Fazer oq, greve não podemos....cadeia

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics