6 de outubro de 2015

Médicos do Exército atendem população na fronteira com a Bolívia

Médicos do Exército atendem moradores de Nova Mamoré, RO
Ação Cívico-Social aconteceu no único posto de saúde da cidade.
Moradores reclamaram da falta de divulgação prévia da iniciativa.
Mary Porfiro
Do G1 RO
Moradores de Nova Mamoré (RO), distante cerca de 300 quilômetros de Porto Velho, receberam atendimentos de médicos do Exército Brasileiro, durante a Ação Cívico-Social (Aciso). A iniciativa aconteceu durante toda a sexta-feira (2) no posto de saúde do Planalto, única Unidade Básica de Saúde (UBS) da cidade.
De acordo com trabalhadores da UBS, a ação ajuda a amenizar a demanda do posto, que atende em média 65 pessoas por dia. Um alívio também para os usuários como o trabalhador Sidney Lemos. "Na ação que teve antes dessa, as pessoas se empurravam para entrar no posto, pegar a ficha e ser atendidos, pois a necessidade é muito grande. Fico feliz por eles terem voltado e se lembrado de nossa cidade", comemora.
Map of nova mamore
Município de Nova Mamoré faz fronteira com a Bolívia
(Google Maps)
No entanto, para a diretora do posto de saúde, Irisneide Figueredo, a ação deveria ter sido divulgada com mais antecedência, para que a população pudesse participar. "Fomos avisados em cima da hora que eles [o Exército] viriam aqui, mas mesmo assim, pedi para anunciar na rádio da cidade e sei que ao menos os que moram mais perto virão", diz.
Pacientes contam que souberam da presença dos médicos militares em cima da hora e logo se apressaram para conseguir atendimento. Outros descobriram só quando chegaram ao posto de saúde, para tentar uma consulta convencional. "Eu não sabia. Vim aqui para me consultar e encontrei eles. Foi ótimo, peguei receita e pedidos de exame", conta Geucir Ferreira, de 79 anos, que não sabia da presença dos militares até chegar à UBS.

Posto do Planalto
A USB foi inaugurada em julho de 1991 e, desde a inauguração, passou apenas por uma reforma. A diretora do posto conta que a unidade passará a funcionar em um novo endereço a partir de terça-feira (6). O atual local vai passar por reparos. O novo posto de atendimento fica na rua Aloísio de França Torres, perto da delegacia do município.
G1/montedo.com

2 comentários:

Anônimo disse...

Muitos médicos de carreira estão dando baixa. Porque? Baixo salário, desvio de função, horas de trabalho absurdas, falta de investimento da Força na atualização e especialização dos profissionais.

Anônimo disse...

Os dependentes e integrantes das Forças Armadas estão tendo dificuldades de atendimento, embora sejam descontados para serem atendidos nos hospitais militares. Aí os hospitais militares vêm fazer trabalhos que Estado ou Prefeituras deveriam fazer, em sacrifícios dos que realmente têm direto. Isto é cumprimentar com boné alheio!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics