13 de junho de 2017

Após tumulto em bar, capitão do Exército dá cabeçada em médico no hospital e é detido



Teresina (PI) - Um capitão da reserva do Exército foi detido na noite de ontem (11) acusado de provocar tumulto em um restaurante no bairro Marquês, zona Norte de Teresina (PI). Levado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), ele foi flagrado dando uma cabeçada em um dos médicos que tentava atendê-lo.
O caso foi levado para a Central de Flagrantes, onde o foi registrado termo circunstânciado de ocorrência contra o capitão pelas agressões. Ele teria se recusado a pagar a conta do restaurante e agredido garçons, garçonetes e a dona do estabelecimento.
A Polícia Militar foi acionada e relatou que o capitão teria supostamente batido a cabeça contra a parede para alegar que foi agredido. Ferido, ele foi levado pelos PMs para o HUT, onde a equipe médica tentou atendê-lo.
Um vídeo obtido pela TV Cidade Verde mostra o capitão, com o rosto ensanguentado, acompanhado por policiais enquanto um médico se aproxima. O oficial do Exército grita: "tu é um idiota!" e se move para dar uma cabeçada no médico.
Depois da Central de Flagrantes, o capitão foi levado para o comando da guarnição do Exército, no 2º Batalhão de Engenharia e Construção (2º BEC), que informou que o oficial será submetido ao regramento disciplinar e sofrer sanções por seus atos, mesmo sendo da reserva.
Com informações de Tiago Melo (TV Cidade Verde) redacao@cidadeverde.com
cidadeverde/montedo.com

TV GP1/montedo.com

Nota do editor
Trata-se do Capitão QAO R/1 José Pedro Gama Avelar.

20 comentários:

Anônimo disse...

Uma vergonha devia estar cuidando dos netinhos e curtindo a vida familiar. Esse sujeito não merece ser das FFAA. Tomara que seja punido com rigor.

Anônimo disse...

Esse tipo de perfil, na maioria das vezes é ignorado pela CPQAO que acaba promovendo o subtenente sem a mínima condição moral e psicológica para o oficialato !

Anônimo disse...

O "Dr. especialista em direito," ele assinou um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) enquadrado pela Lei 9099/99 (pequeno potencial ofensivo )vai responder no Juizado Especial Criminal, por ser militar da reserva o Cmt da Guarnição por delegação do CMNE, só aplicará a punição disciplinar após o Julgamento do Juizado Especial Civel, que costuma ocorrer em até 90 dias e que deve aplicar uma pena alternativa, após isso é que o Cmt aplicará ou não uma punição disciplinar, lembrando que não se pode ser punido duas vezes por um meso fato, está no RDE e jurisprudência dos Tribunais, procure estudar antes de falar besteira, ele será punido, mas não da maneira que vc quer, o EB não vai expulsá-lo por isso.

Anônimo disse...

Caro desinformado nada tem a ver com a promoção de subtenente, ele seria militar e faria o que fez de novo quem não tem condições e moral e psicológica e a pessoa ou vc acha que ser oficial e o supremo de tudo. E o perfil dos oficiais de academia que matam Sd EV, Sgt de Carreira e falha da Amam ou conforme vc escreveu e só Sgt que não tem condições de ser oficial. Vai

Anônimo disse...

Senhores,antes de julgarem a atitude deste militar,procurem saber se o mesmo não está doente! Já ouviram falar em esquizofrenia? ?? Este mal provoca ações descabidas e comportamentos imprevisíveis como este ,no vídeo! Se ele é capitão da reserva,certamente foi segundo e primeiro tenente.Será que ele tinha este comportamento na época? O "espetáculo "é deprimente e gera vergonha alheia pois a reportagem faz questão de frisar que o indivíduo é um capitão do exército,porém,em nenhum momento, cita que o capitão estava alcoolizado,o que poderia justificar a atitude insana do mesmo.O fato deve ser apurado antes de conclusões precipitadas.

Anônimo disse...

Independentemente do fato em si, isso me faz lembrar que o EB é uma das poucas instituições que não cobra exame psicológico (ou psicotécnico) em suas seleções. Servi com um primeiro sargenti que fora aprovado no concurso da PRF, mas foi desclassificado no exame psicológico. Isso não chega a ser contraditório ou perigoso?

Anônimo disse...

Aí DAProm! o seu santo! Esse deve ter recebido toda pontuação possível da caixa preta. Hoje 49 pontos


Tô chegando!

Anônimo disse...

Mais um exemplo para que não se tenha porte de arma liberado para qualquer um. No dia seguinte vai colocar a culpa na bebida.

Anônimo disse...

DAProm/CPQAO, se manifestem por favor ?!?!?! Talvez o Sr. Montedo não publique este meu comentário mas reitero que sou contra praça ser promovido ao QAO tão somente com o ensino médio, tendo apenas prestado concurso de nível fundamental. Oficial é nivel superior !!!!

Anônimo disse...

Corrigindo o que falei antes, o Cap R/1 será julgado pelo Juizado Especial Criminal (JECRIM), é possível que a autoridade judiciária peça uma avaliação psicológica do militar em questão.

Anônimo disse...

Será que ninguém está vendo que esse senhor está em crise. Ele é completamente louco!Tinha que está recebendo tratamento médico e não preso como um bandido.

Anônimo disse...

Sevi com o Gama, excelente militar e pai de família, um dos melhores que conheci. E Senhores, tive a oportunidade e privilégio de ter sido formado por instrutores incorporados no EB nos anos 60 e 70, altamente vocacionados e preparados, e convivido na caserna com grandes profissionais, por isso repito, o Cap Gama é um homem e oficial dos melhores que conheci. Não existe o homem ou militar perfeito, apenas seres humanos sujeitos às mais imprevisíveis ações, ora boas e infelizmente ruins. Força família GAMA AVELAR, vocês gozam de plena saúde e amor esse velho e honrado militar, força amigo Gama, difícil é superar uma doença ou perda familiar. PORQUE "Amanhã vai ser outro dia".

Anônimo disse...

Sevi com o Gama, excelente militar e pai de família, um dos melhores que conheci. E Senhores, tive a oportunidade e privilégio de ter sido formado por instrutores incorporados no EB nos anos 60 e 70, altamente vocacionados e preparados, e convivido na caserna com grandes profissionais, por isso repito, o Cap Gama é um homem e oficial dos melhores que conheci. Não existe o homem ou militar perfeito, apenas seres humanos sujeitos às mais imprevisíveis ações, ora boas e infelizmente ruins. Força família GAMA AVELAR, vocês gozam de plena saúde e amor esse velho e honrado militar, força amigo Gama, difícil é superar uma doença ou perda familiar. PORQUE "Amanhã vai ser outro dia".

Anônimo disse...

A grande verdade é qie militar têm que ser um anjo perante a sociedade. Será que o mesmo não estava doente? Ou acometido por algum problema social? Porém normalmente quando isso acontece os superiores deacem a lenha e aí nos cobram lealdade!

Anônimo disse...

Só lembrando o Anônimo 13 de junho de 2017 19:04 que "qualquer um" que sai da aman tem direito a porte de arma. Que ninguém tenha esse direito, então, e seja concedido o porte mediante avaliação para todos.

NELVIR TEIXEIRA disse...

Sou militar da reserva, Subtenente, e na minha opinião foi uma atitude de transgressão disciplinar, é evidente, convém levar esse capitão para uma avaliação médica, pois, ele já tem mais, julgo eu,de 60 anos e se chegou ao posto de capitão foi por méritos. Tem casos mais violentos, mais importantes, para tantas opiniões. Deixem para o CMNE tomar a decisão no caso de punição. Acredito que o Cap Avelar Gama é um excelente cidadão e que ele educou muitos jovens em sua vida de militar. Força meu amigo,passamos por muitas tempestades e sei que este caso será apenas uma garoa na nossa vida!

Anônimo disse...

Anônimo das 19:04,o seu comentário está no "Top Ten idiot comments"!"Parabéns "!

Anônimo disse...

Não façam julgamento superficial, é óbvio que ele tem algum problema de saúde ou psicológico, contudo, continua sendo um dos nossos. Mais respeito com o companheiro de farda.

3° Sgt Mat Bel

Anônimo disse...

Tchê. Em algum momento se fala em arma ?
Parece que foi cabeçada.
1 sgt / 94

Anônimo disse...

Temos inúmeros casos de Maj, Ten Cel, Cel, etc... que já protagonizaram coisas piores do que esse QAO aprontou. Não tem nada a ver se é oriundo de Praça ou se e oriundo da AMAN!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics