5 de junho de 2017

Imagem do dia...

Rio - Soldados do Batalhão de Manutenção e Suprimento de Armamento recolhem o que sobrou das quatro mil armas apreendidas pela PF e destruídas pelo Exército.

8 comentários:

Anônimo disse...

Quebrar arminha que cidadão usa pra se defender é fácil. Quero ver tirar fuzil de bandido.

Anônimo disse...

Dica ....

Com 92 lotes, leilão do Exército oferta caminhões, carretas e carros

https://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/com-92-lotes-leilao-do-exercito-oferta-caminhoes-carretas-e-carros

Anônimo disse...

https://www.marinha.mil.br/content/governo-pode-melhorar-salario-de-militar-para-mexer-na-previdencia

keko marques disse...

Notícia de fevereiro, campanha ...

Anônimo disse...

"Quebrar arminha que cidadão usa pra se defender é fácil. Quero ver tirar fuzil de bandido." Em poucas palavras resumiu bem a contradição que ameaça nossa segurança como cidadãos!

Anônimo disse...

http://blogs.oglobo.globo.com/eissomesmo/post/checamos-declaracao-do-ministro-da-defesa-sobre-uso-das-forcas-armadas.html

Anônimo disse...

A Lei do desarmamento, realmente desarmou... o cidadão. Criminalizou o cidadão, dificultou a obtenção e porte. Mesmo concordando que nem dez por cento dos que tem porte de arma tem realmente condições disso- basta ver o caso dos dois delegados mortos em boate - faltam, em contrapartida, as ações para conter o contrabando e apreensões de armas que deveriam ser ininterruptas e terem investimentos pesados. Na última apreensão feita no aeroporto do Rio, os setenta armamentos pesados dão uma ideia do tipo de ações que estão sendo orquestradas e basta somar os outros carregamentos que passaram sem as vistorias. Isso tudo sem contar os contrabandos que passaram através de caminhões tanques, onde apenas um foi apreendido. São armas suficientes para uma guerra.

Anônimo disse...

Especialista e matemático. Dizer que menos de 10% dos profissionais com porte de arma tem condição de possuí-lo, você deve ser o último "rei da cocada preta"!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics