21 de junho de 2017

Exército envia equipes para combater seca no semiárido após desistência de pipeiros

8 comentários:

Anônimo disse...

Os pipeiros desistiram por quê? Acabou o dinheiro? Com os "Severinos" fica de graça, mas a seca continua. Quantos séculos mais passarão até alguém ter a coragem para fazer projetos que amenizem a falta d'água nessa região? Acredito que meios e fontes de água existem, o que falta é vontade política e uso correto de verbas. E as cisternas e os poços comunitários?

Anônimo disse...

Só projetos e mais projetos e rios de dinheiro são canalizados para os bolsos dos corruptos! Mais a seca continua!

Antenado. disse...

Se a água não consegue chegar ao sertanejo. Talvez esteja na hora de levar o sertanejo até a água. Melhor e mais barato montar uma infraestrutura para receber os sertanejos em um período de seca, do que ficar enxugando gelo, queimando Diesel, para levar água para vários sertanejos espalhados. Pensem nisso.

Marcelo Carvalho disse...

Lula prometeu erradicar a seca no Nordeste e acabar com a fome na África...

Anônimo disse...

Lula Lalau o maior mentiroso do Brasil.

Anônimo disse...

O Lula 51 e a Dilma 171, prometeram o impossível e teve gente que acreditou e aplaudiu: acabar com a seca e a pobreza. Grupos investiram em projetos com irrigação no nordeste e plantam uvas, mangas, etc. Poços comunitários já perfurados estão quebrados, sem manutenção e os prefeitos aproveitam para "mamar" mais. É pobre furtando o miserável, por isso as coisas não funcionam. Usar o Rio São Francisco para jogar água fora e irrigar terras de "coronéis",sem preservar as margens e acabar com ele, não vai resolver. Se lugar com falta de chuva e água não desse para sobreviver, como fariam os que vivem em Israel? Em outras cidades próximas ao Saara? Para cada dificuldade, uma solução. No Brasil, além de não querer solução, ainda tem os que atrapalham.

Anônimo disse...

Essas Vtr (pipas e carga seca), bombas para abastecimentos de cisternas, cisternas adaptáveis sob a carroceria, contratação de cabo especialista categoria D...chegaram em 2010, com a promessa que iriam substituir os pipeiros. Cada OM que participava da Op Carro Pipa recebeu certa de 3 pipas 8 mil litros, 30 Vtr 5 Ton e 10 Marruá. Com a promessa que a diaria seria transformada em representação. Demorou. A teta da vaca secou. Agora vai morder os teus 2% e dormir em barraca. Siera Lima.

Jaidson disse...

Tem algumas rotas entre o manancial e a cisterna que não são economicamente viáveis e então não tem pipeiro interessado. Nesse caso a OME tem que entregar a água por seus meios orgânicos. A teta não secou mas tem que ser justo pelo trabalho prestado.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics