29 de junho de 2017

No Twitter: Exército estuda modificações na carreira dos graduados, diz general Villas Bôas

65 comentários:

Anônimo disse...

Que não venha coisa ruim#

Anônimo disse...

só espero que este estudo seja para melhorar.porque tá complicado né

Anônimo disse...

Bom dia! Como bom praça... saindo de serviço e me perguntando, se as mudanças forem proporcionais a demora e o suposto estudo, algo grandioso virá! agora a questão é para bom ou ruim? alguma dica montedo?

Sd EV 2002

Anônimo disse...

Nada de bom veio até hj do EME com relação às praças. A brilhante carreira das praças com certeza vai ser de 10 anos como 3° Sgt, 10 como 2° Sgt, 8 como 1° Sgt, ST e depois cova. Dá menos trabalho. Única instituição que muda as regras no meio do jogo. Mostra uma coisa no edital do concurso e depois se mostra uma face bemmmm diferente. É para eu vibrar e ficar satisfeito? Vamos ver, o tempo dirá. Vou. Voltando ao papiro.

Anônimo disse...

La vem fumo...

Anônimo disse...

Alguém acredita que essa reforma será benéfica?

Anônimo disse...

Estudo, estudo, estudo,estudo .....

Anônimo disse...

Se eu deixo de seguir o general no Twitter é contravenção ?


Sgt Resenha

Anônimo disse...

Que notícia relevante!

Que mudanças?

Bem, acredito que sejam essas:

Aumento do tempo de serviço para 35 anos.

Com isso, o interstício, que é muito ruim, vai aumentar.

Anônimo disse...

Haverá mudanças. Mas terá que haver mudanças também no Estatuto dos militares, e estatuto é lei e sendo assim complica a mudança. també há o fato que há diferença na carreira dos praças da marinha com as outras forças.


3º Sgt 2013

Anônimo disse...

Com toda certeza lá vem mais naba......eles ja fizeram algo pra prejudicar um pouco os oficiais (um pouco, nem sera tanto), imagina o que farão com os praças que ja é de praxe prejudicar........irão aumentar o interticio, inventar graduações, impedir cada vez mais o Sub a chegar a QAO até ninguem mais chegar. A unica instituição que prejudica seu efetivo.......enquanto isso as forças auxiliares diminuem interticio, promovem seu efetivo, promovem subs velhos a 2 Ten sem discriminação ou apadrinhamento.

Anônimo disse...

Sugestão:

10 anos na graduação de 3º Sgt: sendo que após 5 anos nessa graduação seja acrescentado 5% no soldo como se fosse um "3º Sgt Nível II".

Promoção para 2º Sgt com diferença de 30% para o soldo de 3º Sgt.

10 anos na graduação de 2º Sgt: sendo que após 5 anos nessa graduação seja acrescentado 5% no soldo como se fosse um "2º Sgt Nível II".

Promoção para 1º Sgt com diferença de 30% para o soldo de 2º Sgt.

10 anos na graduação de 1º Sgt: sendo que após 5 anos nessa graduação seja acrescentado 5% no soldo como se fosse um "1º Sgt Nível II".

Promoção para Sub Tenente com diferença de 30% para o soldo de 1º Sgt.

5 anos na graduação de Sub Tenente. E ao completar 35 anos de serviço passa à reserva, ao invés de receber 4 soldos passa a receber 10 soldos de subtenente.

Anônimo disse...

Para o QAO de repente aparece a tal promoção por merecimento ( pontos da FVM)

Cláudio Penteado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

É infelizmente o EME não olha com bons olhos os praças. Se atualmente os Subtenentes demoram vários anos no QA para conseguir uma promoção, imaginem agora , pois com certeza o interstício vai aumentar em todas as graduações com essa mudança para 35 anos de efetivo serviço. Pois essa mudança já foi definida pelo MD e em breve será divulgada.

Cláudio Penteado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Obuzeiro disse...

Eu acredito.

Insustentável disse...

Muito estudo, muita reunião pagando diárias e NADA, a situação é desesperadora, insustentável

Glelber Cassimiro disse...

Seja coisa boa ou ruim ainda está em estudo, e pela morosidade como estudam deverá estar concluso em volta do ano 2090.

Anônimo disse...

2022 é o prazo para mudanças no exército, segundo a reunião da RACE.

Vamos aguardar.

Sgt da caserna 2003

Anônimo disse...

É Penteado. Infelizmente ainda existe nas Forças Armadas esse elitismo, mesmo com esse mísero salário e sem direito a nada. Esse mesmo desprezo que é destinado Praças por alguns Oficiais, é dado a eles no meio civil que não dá a mínima para eles. Só restou para esses elementos o quadradinho do Quartel para que eles possam satisfazer seu ego. Que falta faz uma guerrinha para ver como esses senhores se comportarão. Será que para salvarem a pele entregarão seus subordinados ao inimigo, ou nem terão tempo para isso?

Anônimo disse...

Parem para pensar apenas 2 segundos: o país quando estava indo bem, nada veio de bom, agora imaginem com o país quebrado!!!!! Esperem realmente o pior....

Anônimo disse...

Vejo o pessoal preocupado com as mudanças.
Não precisa não, pois desde a última o exército está estudando a 17 anos e nada faz...
Vou relaxar pois quando ele efetivar alguma coisa, já estarei indo pra reserva.

Sgt Ponderão

Aspirante Poh disse...

Nada que tenha grande impacto financeiro.
Se houver algum, claro.
VB, bj!

Anônimo disse...

Eu confio no Ministro da Defesa e nos Comandantes das FA.
Vai melhorar !!!

BRUNO CHAVES Brasil disse...


Para Cláudio Penteado,29 de junho de 2017 10:05

Excelente comentário camarada. Antes tarde do que tarde. Prossiga na missão que dará certo. Saí esse ano pro Ministério da Justiça e lhe falo que são outros 500. Contra azimute total do que se vive no EB do B.

Boa sorte a ele e a todos que tão na luta.

Att.

2º Sgt R/2 Eng 2007. Selva!!!

luiz carlos rocha de azevedo azevedo disse...

O pior ainda virá...Impavido como Mohamed Ali...

Anônimo disse...

Com o aumento de interstício na graduação de 1°Sgt de 6 p/ 8 o Praça passará 24 anos como Sargento e 6 anos como STen fechando 30 anos de serviço aí ao sair QAO completará os 35 pra sair Capitão os cabeça de turma os outros sucumbirão no meio do caminho e eras isso...

Anônimo disse...

Praça tem carreira?

Anônimo disse...

Os Sgt QE vão ser promovidos a 1 Sgt? Vai ter CAS especial para os Sgt QE

Anônimo disse...

Poxa, removeram o comentário do Cláudio Penteado, 29 de junho de 2017 10:05.
Que verdade ele falou de tão grave?

Gostaria pelo menos de saber o que falou, pois várias postagens aqui concordam com ele.

Edison Martins disse...

Na Marinha já foi acertado :
Pessoal com a mudança na carreira pra 35 anos, já se começou a reestruturação da carreira. Ficará assim:

Aprendiz de Agregado
Agregado
Agregado-mor
Aprendiz-marinheiro
Contra-grumete
Grumete
Grumete-mor
Marinheiro de prédio
Marinheiro de Esquadra
Marinheiro especializado
Cabo de prédio
Cabo de esquadra
Cabo velho
Quinto sargento
Quarto sargento
Terceiro sargento
Segundo sargento
Primeiro sargento
Pre-suboficial
Suboficial de prédio Suboficial de esquadra
Suboficial mor
Suboficial Master
Ultra suboficial
Suboficial pica das galáxias
Guarda-Marinha
4T
3T
2T
1T
CT
Capitão-de-Bóia
Capitão-de-Bote
Capitão-de-Balsa
Capitão-de-Laser
Capitão-de-Escaler
Capitão-de-Veleiro
Capitão-de-Aviso
Capitão-de-Chata
Capitão-de-Varredor
Capitão-de-Patrulha Distrital
Capitão-de-Patrulha Oceânico
Capitão-de-Corveta Véia
Capitão-de-Corveta Nova
Capitão-de-Fragata
Capitão-de-NDCC
Capitão-de-Tanque
Capitão-de-NAe Classe Prédio
Capitão-de-NAe Classe Quaseanda
CMG-Sensível
CMG-Nacorrida
CMG-Quaselá
Sota-Almirante
Contra-Almirante
Vice-Almirante
Super-Almirante
Mega-Almirante
Ultra-Almirante
Almirante de Esquadra
Almirante Vascaíno
Imperador-Deus dos Mares.

Anônimo disse...

Os ST/Sgts deixarão de ser chamados de praças e serão denominados apenas de graduados. Os ST/Sgts aperfeiçoados serão denominados de graduados superiores. Para as promoções a subtenente, será exigido curso de nível superior reconhecido pelo MEC e para ingresso no QAO será exigido IPL 2122 em idioma de interesse da força. Os sargentos oriundos das QMS logísticas não poderão ser promovidos a Maj QAO e também não poderão ser designados para as funções de adjunto de comando e auxiliar de adido kkk

LUIZEDZ disse...

Vem só! A economia do país numa pindaíba que dá dó, os Estados/Municípios devendo todo mundo, o Governo Federal com um deficit de bilhões para fechar a contas, o país com mais de 14 milhões de desempregados. Ai vem o excelentíssimo senhor Comandante do Exército com esta mensagem? Tá pegando alguma coisa, tem caroço nesse angu.

Anônimo disse...

O aumento precisa ser no soldo, mesmo que seja pouco é para todos. A sujestão para equiparar as demais carreiras iniciais de estado, igualemos o salario do tenente piloto de caça com os cargos iniciais da justiça, também carreira de estado. O tenente piloto a cada voo na vigilância das fronteiras leva sua vida no nariz da aeronave, sem margem de erro. Tem muitos anos de formaçao em nivel superior. No minimo merece equiparaçao nos vencimentos e os demais seguem o indice da correçao do tenente.

Anônimo disse...

O aumento precisa ser no soldo, mesmo que seja pouco é para todos. A sujestão para equiparar as demais carreiras iniciais de estado, igualemos o salario do tenente piloto de caça com os cargos iniciais da justiça, também carreira de estado. O tenente piloto a cada voo na vigilância das fronteiras leva sua vida no nariz da aeronave, sem margem de erro. Tem muitos anos de formaçao em nivel superior. No minimo merece equiparaçao nos vencimentos e os demais seguem o indice da correçao do tenente.

Anônimo disse...

Só choradeira!

Anônimo disse...

Vamos estudar cada dia mais com fé e força que podemos sair desse EB falido e sem nenhum atrativo para os seus S Ten e Sgt que são os verdadeiros militares que carregam o piano e faz a engrenagem rodar.

Estude até sair sangue dos olhos que vai dar certo.


Alô Você, Alfartanos Força!!!!

Anônimo disse...

Como nós praças somos pessimistas. Nem sabemos o projeto do EME e já vamos logo pensando que só virá o pior. Parem com isso! ou vocês acham que o Alto Comando não leem o Montedo? Assim fica fácil para eles planejarem o menos pior, pois a tropa só pensa no pior.

Verdades disse...

KkkkkKkkkkkkkKkkkkkkkKkkkkkkkKKKKKKKKK cacacacacacacacaca heheheheheeheh huauhuhahahauhah kkkkekekekekekjejejejen

Anônimo disse...

Os adjuntos de comando estão muito silenciosos....

Anônimo disse...

QE vai fazer CAS de que maneira se nem CFS tem??? Arrego. Vão para a reserva e desocupem PNR, pelo menos.

Anônimo disse...

Olha desde que entrei para as FA eles estudam mudanças, você pergunta alguma coisa e se diz,"estamos em estudo, estudo, estudo"
-Quando vai sair reestruturação?" Ahh estamos estudando"
-Quando sairá tal coisa? "estamos em estudo"

Acho que as FA já estão no quinto doutorado, que gente que estuda.
Sería melhor dizer, calem a boca, ninguem tá nem ai pra vocês, se estão tão descontentes saiam fora, ninguem os obriga a ficar aqui. Basta ver qualquer outro tipo de carreira, é só pensar em pedir aumento que o chefe do executivo já sanciona, sem pensar duas vezes.
Aumento não terá, se tiver vai ser uma migalha em troca de vender a tropa, escuto isso a duas décadas. 80% dos 3s que conheço fazem uma faculdade a distância ou qualquer curso superior (tipo Processos Gerenciais) só pra ter uma graduação e sair fora de uma vez antes que o barco afunde.Nao acredito mais em nada nas FA. Semana passada vi um 2 sgt sair pra ganhar R$ 3.600 numa prefeitura, ai perguntei" mas e se sair este aumento tu não vai se arrepender, ele disse - que aumento, você acredita em aumento ainda, se sair mesmo, daqui 10 anos ele vai virar nada e eu vou estar ganhando o dobro sem ter que escutar besteira de ninguem enquanto nas FA vão estar reclamando novamente que o salário tá defasado". Triste realidade

ocramollem disse...

Srs.Generais....por favor pelo menos uma vz uma unica vz...lutem a favor da tropa....pq a coisa esta ficando insuportável...para tds..

Anônimo disse...

É só falar no Sgt QE que dá piripaque em gente aqui kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk aguardem dias melhores virão!!

Anônimo disse...

Ei, o amigo das 17:50, só errou quando colocou o Almirante Vascaíno. Isso foi modificado, pois o Vascaíno corria o risco de "cair" e voltar a ser capitão. No resto, pode até não ser igual, mas não duvide que vão "esticar" o tempo e acrescentar graduações intermediárias. E, haja briga na justiça.

Anônimo disse...

Não sei o que farão para motivar as praças, se nem recruta se inscreve para o concurso da EsSA? Ele deve pensar: vou ficar 10 anos como 3º Sgt tirando escala de Cmt Gda e depois mais 20 anos tirando sv de adjunto, vulgo babá de oficial temporário?

Viana - CG/MS disse...

Sim, vem uma boa mudança, o sgt juruna vai voltar.

Anônimo disse...

No regimento que trabalho somente 1 (um) recruta se inscreveu para ESA e um Asp do NPOR para ESPCEX, porque será?

Anônimo disse...

Eu não confio em nossos comandantes. Pode ter certeza que coisas boas não viram, o exército tem mais de 330 anos e nunca fizeram uma coisa boa para sua classe que carrega o exército de Caxias nas costas. Vc inocente acha que vai ser desta vez.

Anônimo disse...

Via-crúcis

Anônimo disse...

Eita! Em 35 anos cabe isso tudo???

Anônimo disse...

Reestruturação da carreira não será pra melhorar... será algo pra congelar o gasto com pessoal... Aguardem...

Anônimo disse...

Esses estudos estão sendo para o vestibular da NASA.

Anônimo disse...

Se reclamam tanto, pq continuam na força (forca)?

Anônimo disse...

Lá fora tá pior! Reclamar é do ser humano... chorar, é a primeira coisa que fazemos ao nascer.

Anônimo disse...

Senhor do dia 30 de junho de 2017 20:46

Resposta: Continuamos na força, porque ao entrarmos tínhamos um sonho (clichê? talvez), temos hoje uma contribuição para com o pais e a instituição (isso é realidade).

É muito clichê e fácil falar para quem se dedica as forças armadas "Não esta contente, pede para ir embora".

Deve ser essa a nossa esperança? Ir embora?

É fácil falar isso para um pai de família, com dependentes, transferidos a revelia, para outro lugar, sendo o ÚNICO com emprego na nova cidade, pagando aluguel, em uma escala com 6 pessoas.

SABEM que não dá para abandonar...

Na minha Unidade Militar o "Não esta contente pede para ir embora", é o argumento simplista de Oficiais Superiores que almejam Brasilia, que comparam nosso trabalho ao dos serviços gerais da cidade (nada contra os operários) que tem um salário médio de R$ 1.200,00. A comparação não acontece com os outros funcionários federais de mesmo nível. Será que é porque eles trabalham?

"Não esta contente pede para ir embora" é um modo mesquinho de pensar, de achar que as forças armadas, que o pais, que o governo, faz o favor de sustentar os militares. E não enxergar que as FFAA precisam de nós

Continuando assim NÃO conseguiremos nada.

(Quando vejo o meu representante, (o major de hoje pode ser o general de amanhã), pensando assim, qual esperança eu posso ter????)





Anônimo disse...

Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá, Blá.....

Anônimo disse...

Uhhhh ruuuu! Já conseguimos ganhar a sindicância, agora ganharemos a confecção de TREM e TEAM.

Bora EB!

Anônimo disse...

Recalcado você!

Anônimo disse...

Me faço está pergunta toda vez que leio os comentários.
O bicho que gosta de sofrer é o praça. Tá tomando taca mas está agrupado sustentando a marra.
Kkkkk

Anônimo disse...

Kkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Pessoal, parem de esperar alguma melhoria das Forças Armadas... O negócio é papirar e meter o pé da Força... Garanto para vcs que, se todo mundo começasse a estudar para sair do EB, a pressão por melhoria nas carreiras seria muito maior... Infelizmente a única luta que podemos nos engajar é essa. Tem polícia federal, polícia militar de 27 UFs pelo Brasil, Auditor da Receita, Analista de varios ministérios, Tribunais de contas de estados, da União, tem Legião Estrangeira Francesa (para os mais ficcionados em ser milicos), PRF... Enfim, temos várias opções.

Anônimo disse...

Peguem o Estatuto dos Militares de Portugal e façam as adaptações necessárias, antes fechem OMs inúteis, TGs, CMs e quetais. Muito cuidado, o regime para os militares em Portugal é muito mais apertado, existe a classe de oficiais, a de sargentos e a de graduados, um sargento se atender alguns critérios ingressa na classe de oficiais, existem também os militares voluntários e os contratados. Idade mínima para a reserva é de 55 anos , o tempo mínimo no posto ou graduação para promoção é regulado pelo Estatuto e igual para as três Forças, quem tiver curiosidade procure na internet, é bem interessante.

Bento Franca disse...

Caramba!!! Isso é bum grande estímulo para o militar viver 100 anos trabalhando...kkkkk

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics