18 de fevereiro de 2017

Exército flagra drones sobrevoando área do Comando Militar do Oeste

Informações poderiam estar sendo levantadas

Wendy Tonhati
O CMO (Comando Militar do Oeste) flagrou o sobrevoo de drones na área do Exército Brasileiro, na Avenida Duque de Caxias, em Campo Grande. As aeronaves poderiam estar realizando o levantamento de informações sigilosas dos batalhões da unidade.

Por meio de nota, foi informado:
O Comando Militar do Oeste informa que Organizações Militares localizadas em sua área de responsabilidade têm relatado o sobrevoo de veículos aéreos não tripulados, conhecidos também como “drones”, sobre áreas sob jurisdição militar, fato que constitui em crimes previstos no Código Penal Militar.
Conforme o CMO, o sobrevoo de drones em área militar constituem crimes previstos no Código Penal Militar com previsão de prisão.

Decreto-Lei no 1.001, de 21 de outubro de 1969Estando os responsáveis por tais veículos, mesmo civis, sujeitos às penas previstas neste instrumento.
Art. 147. Fazer desenho ou levantar plano ou planta de fortificação, quartel, fábrica, arsenal, hangar ou aeródromo, ou de navio, aeronave ou engenho de guerra motomecanizado, utilizados ou em construção sob administração ou fiscalização militar, ou fotografá-los ou filmá-los:
Pena - reclusão, até quatro anos, se o fato não constitui crime mais grave.
Art. 148. Sobrevoar local declarado interdito Pena - reclusão, até três anos.
midiamax/montedo.com

18 comentários:

Anônimo disse...

Primeiro cabe uma averiguação para apurar o "inconveniente". Se não é permitido e alguém cometeu um delito,provavelmete nao conhece as normas,ou é muito inconsequente pensando que não poderá ser descoberto, é esperar que encontrem e sofra as consequências...Agora é esperar...Né...afffff

Anônimo disse...

Emboscada


Publicado em 17 de fev de 2017
O MAIOR INIMIGO DO BRASILEIRO É O BRAZILEIRO...
Vejam como estes "agentes" de trânsito estão trabalhando para multar o cidadão brasileiro nas estradas


https://www.youtube.com/watch?v=Lnemq6ntf5k

leiam os comentarios

Anônimo disse...

E o Google Earth pode?

Anônimo disse...

solucao simples, ordem a guarda, ao alvo acima............ fogo a vontade. Se for considerado uma invasao, deve ser tratada como tal.

Anônimo disse...

Cadê a artilharia antiaérea para derrubar essa ameaça?

Anônimo disse...

...o Exército sabe muito bem como lidar com esse tipo de ameaça.Já provou isso na Copa do Mundo e nas Olimpíadas.Porém convenhamos que para buscar imagens do interior de OM , particularmente imagens aéreas, basta consultar um tal de google.

Anônimo disse...

Que tipo de "levantamento de informações sigilosas" esse drone poderia fazer? Já existe regulamentação para compra e operação desses equipamentos, o que não impede a operação irresponsável de quem já possui um. Alguma emissoras de TV utilizam desse artifício para mostrar trânsito, etc, mesmo em locais de risco para a aviação.

Anônimo disse...

Depois dessa notícia importantíssima de segurança nacional, que drones tentam conseguir informações sigilosas de um batalhão, a outra notícia muito mais importante é que, a Marinha só vai ter outro porta-aviões depois do submarino nuclear, ou seja, no século...

Anônimo disse...

Na NGA diz que o milico pode ser abduzido pelo drone.
Sem dignidade e ganhando menos que um GARI...agora vem essa...

Anônimo disse...

Em outra OM localizada no Estado do Pará ocorreu o mesmo problema, se constiuti crime, como bem colocado pelo blog, a lei deve ser mais específica, do contrário não vejo o motivo pelo qual o Comandante da OM não possa até determinar o "abate".

Anônimo disse...

E o salário ??

Anônimo disse...

Simples solução, é só lançar a arma anti-espião-voador: coloca um soldado experiente soltando uma pipa com linha forte, e quando o intruso aparecer, dá um laço e embaralha nas hélices do espião, fazendo-o cair. Se não der certo, pega uma doze e mete chumbo. pronto, cai que nem pato baleado.Reclamar para o PAPA e para a imprensa é que não vai funcionar. Na época dos meus dezoito anos, se respeitava até os sentinelas que ficavam nos muros externos dos quartéis, pois sabia-se que eles não refrescavam e mandavam bala. Hoje, passam e dão tiro neles sem que nada aconteça.

Anônimo disse...

Na base Nava de Norfolk(eua) e possivel visualizar bem de longe...quando se aproxima a imagem fica embacada..em fim so pose ser album imbecil de brincadeira , algum lobo solitario ou alguma faccao planejando uma invasao mapeando paiol de armamento...e preciso redobrar a atencao quanto a tropa se nao ha algum militar aliado com a criminalidade e continuar atento quanto ao servico

Anônimo disse...

Kkkkkkkk

keko marques disse...

Deve estar fazendo um levantamento das áreas a serem faxinadas/capinadas ...

Anônimo disse...

O cara vai perder tempo usando drone para chamar atenção para saber onde está cada área de um quartel se essa informação é facilmente dada por quem serve lá?
Deve ter provocado uma dúzia de reuniões, ficando até depois do expediente, para decidirem como vão proceder sem que os Direitos Humanos e outras entidades reclamem. É um medo e burocracias exagerados. Saudade dos bons velhos tempos que era só derrubar essa geringonça com um tiro e pronto. Quero ver se o responsável ainda vai ter a cara de pau de ir lá reclamar.

Anônimo disse...

Tem a informação mas não tem área detalhada onde possa entrar,numero aglomerados de militares e aonde possa sair etc .nao se deve desconsiderar um ato terrorista.isso e características terrorista.

ritinha disse...

Manda bala. Notícia doida. O pessoal relata, diz que é crime e não faz nada??? Em área de segurança??? Faça-me o favor!!!!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics