17 de fevereiro de 2017

Militares no regime de Previdência 'descaracteriza e inviabiliza a profissão', diz Comandante do Exército

“Somos um país que está à deriva”
Em entrevista à jornalista Monica Gugliano, do jornal Valor Econômico, o General Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, Comandante do Exército, manifestou-se sobre diversos assuntos. Abaixo, você tem um resumo das principais ideias expostas pelo general. A entrevista completa você confere no site do Valor.

Segurança Pública
A segurança pública é de responsabilidade dos Estados e eles estão extremamente carentes. A ação das Forças Armadas, entende o Comandante, se destina a criar condições para que outros setores do governo adotem medidas de caráter econômico-social que alterem essa realidade.

Emprego das Forças Armadas
O general não deseja que o uso das Forças Armadas interfira na vida do país e reclama do desgaste e risco enormes que isso acarreta, em função da insegurança jurídica. 'Se formos atacados e reagirmos - afirmou - isso sempre será um crime doloso e seremos julgados pelo tribunal do júri."

Crise na política
O processo que o Brasil vem enfrentando atingiu a essência e a identidade do País, entende Villas Bôas. Até as décadas de 70 e 80, o país tinha identidade forte, sentido de projeto, ideologia de desenvolvimento, e isso se perdeu. O País está à deriva, não sabe o que pretende ser, o que quer ser e o que deve ser. Por isso, o interesse público, a sociedade está tão dividida e tem Estado subordinado a interesses setoriais.

Lava-Jato
"O que pode acontecer se a Lava-Jato atingir a todos indiscriminadamente? Que seja! Esse é o preço que tem que se pagar."

Intervenção Militar
Na opinião do General, a  sociedade de hoje dispensa tutelas e tem que aprender por si. As Forças Armadas jamais serão causadoras de alguma instabilidade, conclui.

Reforma da Previdência
"O Estado deve entender que, se pretende contar com instituições a qualquer momento, em qualquer horário, de qualquer maneira, essa instituição tem que ter características especiais. Nosso contrato social nos dá prerrogativas para que possamos cumprir esse papel diferenciado. Não temos direito à sindicalização, à greve.
Ninguém aqui quer pressionar o governo, mas, se somos colocados no regime da previdência, abriremos margem para que os militares reivindiquem oito horas de trabalho. Isso vai descaracterizar e inviabilizar a profissão militar. Nós, militares, abrimos mão de alguns direitos como o FGTS, por exemplo, e, em contrapartida, a União assume as despesas com nossa inatividade. Temos estudos mostrando que se tivéssemos esse direito, a União anualmente teria que dispender R$ 24,7 bilhões.
Nosso regime previdenciário não tem sistema de proteção social. Contribuímos com 7,5% para nossa pensão e com 3,5% com saúde e assistência social. Isso corrobora que não temos regime de previdência e pressupõe planos de benefício e de custeio. Na inatividade, não temos plano de custeio e continuamos aportando. A União não nos dá nada. No caso dos demais servidores, a parcela da União pode chegar a 22%. Mas é feito um jogo de informações. Devemos tratar o assunto sem paixões. As despesas dos militares inativos estão no orçamento fiscal. Não impactam as contas da previdência. Até 2015, estavam no orçamento da Seguridade Social."
Com informações do Jornal Valor Econômico



52 comentários:

Anônimo disse...

Mandou bem, general. Apoiado !

Anônimo disse...

Vai vendo...Está começando a sentir o que querem fazer com eles, mas como eles tem a força, duvido que o desgoverno vá até o fim... "#macaco sabe em que pau trepa"...Muitos de nós tem o pé atrás com esse General, mas tem algumas coisas que ele tem razão, se são "perpétuos", há de se levar em conta algumas observações...Nénão?

Anônimo disse...

������������������

Anônimo disse...

E o auxílio moradia?

Anônimo disse...

Então, conforme palavras do próprio comandante, "se formos atacados e reagirmos, será um crime doloso"? Hum..... Pode isso, Arnaldo? Até nisso, as polícias tem o rescaldo minimo, e o EB tampando buraco joga a galera no barro.

Anônimo disse...

E o ano Ênio????

Anônimo disse...

Não vai rolar o dinheiro vai ser gasto todo com as vítimas da sociedade que estão em más condições nos presídios

Anônimo disse...

Mudando de postura abruptamente. Esse mesmo cidadão brasileiro dizia a poucos dias que as instituições estão funcionando normalmente. Começou a enxergar problemas agora que a tempestade não ameaça apenas o povo ou seus pobres subordinados, mas seus próprios direitos.

Anônimo disse...

Essa era a hora certa pra falar de nossos vencimentos, perdas salariais ... mas nem se ligou ou esqueceu , sei lá .... talvez o orgulho de ser oficial-general não o deixe ....

3º Sgt / 2013

Anônimo disse...

Tomara que o Comandante lembre ao Ministro da Defesa, que os inativos perderam o Adicional de Inatividade desde 2000 com as MPs do kapeta, ou seja MP 2215/2001 na sua reedição da maldade, que prejudicou ativos, inativos e que deveria ser restabelecido.
Pra lá ele também irá.

Anônimo disse...

Já esqueceram da reestruturação salarial. Muito se fala, pouco se faz. Como sempre, no caos, nos chamem. E podem até achar ruim, mas os soldados do EB que estão na rua ganham menos que os soldados que fizeram a paralização...

Anônimo disse...

Só agora que esses caras estão vendo que jogaram a sexta economia no abismo? Só agora estão vendo que nossa constituição e instituições foram rasgadas e jogadas no lixo? Só agora estao vendo que estamos na mão de um grupelho de corruptos e apatridas? Fala sério! Aliás.....apoiaram o que fizeram com nossa pátria. Bastava terem cumprido a constituição. Era só terem se manifestado e barrado as quadrilhas que se acercavam do comando da naçao. Se o governo que tinha sido eleito pela maioria dos brasileiros estáva ruim e eu não acredito nisso....... isso foi balela, lorota pra tomarem a nação na mão grande, que se sustentasse a constituição e, quem queria o poder,.... que montassem uma chapa e tentassem se eleger em 2018,no voto...... coisa que eu duvido que conseguissem se eleger pelo voto. Agora vem dizer que o país está sem rumo......à deriva....fala sério!

keko marques disse...

A pouco, as "instituições estão funcionando". Agora, "estamos à deriva" . Estamos evoluindo o pensamento. Excelente.

Anônimo disse...

E o concurso QEO para os 1sgt e Sten com nivel superior ?

Anônimo disse...

As instituições estão funcionando? Sim depende pra que elas deveriam funcionar! Se for pra ajudar bandido lixo ladrão e corrupto e marginais nos presídios, sim estão funcionando muito bem. Se for pra prender o cidadão de bem em casa enquanto a bandidagem toma conta juntamente com os políticos do país, tá tudo certo. A pergunta que eu faço é a seguinte se o STF funciona tão bem, porque é uma briga dos políticos para obterem FORO PRIVILEGIADO. Porque o presidente tenta colocar a cúpula de ladrões para serem julgados por uma instituição que está funcionando muito bem, porque o Lula brigou tanto por foro privilegiado? estranho né!!Ontem saiu uma reportagem que dizia que dos 400 processos que foram para STF, "ESSA INSTITUIÇÃO QUE FUNCIONA TÃO BEM" APENAS 0,78% FOI JULGADO ou seja menos de 1% dos processos foram julgados. Ahhh tá explicado o porque de tanta gente querer foro privilegiado. Agora falando sobre nossa reestruturação salarial, já comentei em outra reportagem do blog, acredito que nossos comandantes tentam nos ajudar, mas se deparam com essa corja de criminosos políticos algumas camadas da sociedade, que dão mais valor pra que a Miriam Leitoa fala. Quero ver a hora que o Brasil estiver ainda mais no fundo do poço pra quem pedirão ajuda. Chamem o ChiCo Pinheiro , a Miriam Leitoa. Vocês não acham estranho reportagens dizendo que iríamos para a previdência igual dos civis e logo depois surgem áudios do nada. É só dar uma zebra que começam a surgir informex, áudios, presidente falando, ministro da defesa etc..Isso pra mim é pra preparar o lombo pra fazer faxina em presídio, fazer policiamento enquanto policial marajá ganha aumento, ai quando eles vêem que a tropa se revolta eles soltam um áudio e todo mundo se acalma kkkkkk... e pior que dá certo!!
ESTUDEM, para quem já está indo pra reserva com esse salário fome, só lamento, agora pra quem recém chegou nas FA estudem pra uma instituição onde serão valorizados, pois as FA somos tratados como a escória da sociedade, tanto pelo povo como pelos governantes. há 10 anos em escuto que as coisas vão melhorar, e só pioraram e a tendência e trabalharmos por comida como na Venezuela, pois fazer leis pra milico é como investir em presídio, não da votos, por isso não é importante. Oque dá voto é bolsa família.O barco vai afundar espero não estar nele quando esse dia chegar.

Anônimo disse...

Ou esse General é o rei da contradição ou está se preparando para uma outra carreira no campo do stand up comedy

Anônimo disse...

Anônimo17 de fevereiro de 2017 16:47
O processo de impedimento da retardada que era presidanta foi feito dentro dos parâmetros legais, bem mais do que o do Collor, diga se, que vcs petistas apoiaram a época. O único momento em que a constituição foi rasgada foi quando mantiveram os direitos políticos da presidanta ameba. Isso sim foi uma afronta a inteligência dos brasileiros.

Anônimo disse...

Estamos exercendo funções não inerentes à nossa formação. Somos o "coringa" do governo federal e pelo visto, assim permaneceremos "ad eternum". Mais uma vez, vou citar outra polícia militar, a de Santa Catarina, onde os salários destes militares estão bem acima dos nossos. Por que citar os policiais militares? Porque passaram a ser a nossa referência em termos salariais. Basta digitar no google : "Tabela de salários da PMSC "ou qualquer outra polícia estadual e podemos concluir que os nossos salários estão muito defasados. Em Santa Catarina o subtenente tira mensalmente R$12.800,00.Detalhe:São promovidos um posto ou graduação acima quando vão para a reserva. E aí??? Estamos bem na foto???

Anônimo disse...

Enxergou o Teto de 5mil e pouco.
O Ministério do planejamento vai descer a ripa nos milico. Se ele falar demais vai pra geladeira preta. Vem outro com ideais vermelhos. 91-Aço.

Anônimo disse...

Interessante, ele deveria olhar para tropa, melhores condições de promoção e construção de PNR.

Ele impediu os subtenentes que foram promovidos até 2009 de realizarem o CHQAO e receberem o adicional de habilitação de 25% e também não os promovem a QAO. E os militares que realizaram o curso também não são promovidos.

Sem falar que foi uma apunhalada nas costas as a redução de quantidade de vagas para promoção a QAO em dezembro de 2016.

Realmente é um país que está a derivada.

Anônimo disse...

Agora o Comandante falou. E disse tudo. A balbúrdia que está o país, não vê quem não quer ver. Atenção quadrilha do poder, cuidado, o país não pode ser tomado por vocês. Alguém está de olho. Ainda por cima querendo impor reformas, com que moral? Canalhas.

Anônimo disse...

Falar que as instituições estão funcionando é não estar atento aos interesses e necessidades desse povo tão sofrido (as pessoas de bem). Os juízes receberem auxílio moradia é uma piada e um tapa na cara do povo. Juízes recebendo acima do teto tem que pelo menos ser investigado, o que pode ser legal não deixa de ser imoral ou uma ilegalidade dentro de uma aparente legalidade. Os políticos estão interessados no bem do país? acho difícil. Bandido ser indenizado com nosso dinheiro pq está mal acomodado??? Não somos uma Inglaterra ou EUA aki é Brasil. Eles destroem os presídios e não indenizam o estado mas querem direitos. Acho que nosso STF saiu da casinha. Agora fazer qualquer menção a Deus nos poderes públicos e nas escolas isso não pode, apologia ao homossexualismo pode, defender a descriminalização das drogas pode, assaltar os cofres públicos e pegar progressão de pena pode, A Odebrecht continuar atuando no mercado pode, o PT continuar atuando no poder pode, FFAA sucateadas e mal remuneradas pode. Sei não pessoal...contra fatos não há argumentos. Para mim as instituições funcionam parcialmente, pois acredito que os interesses pessoais ou de grupos vem antes do interesse do país. O fato é que estamos com um problema muito sério de valores. Essa quantidade de bandidos nas ruas, nos presídios e nas repartições públicas mostra bem isso. Deus sempre será necessário!

Anônimo disse...

Os problemas do militar sempre são os outros. Isso fica bastante claro na entrevista: tudo é culpa dos estados, dos governantes, dos estados, do judiciário e do ministério público. Falou, falou e não disse o que fez e faz. Pra variar.

Anônimo disse...

https://mais.uol.com.br/view/otz18fwohdwb/programa-nacional-pmdb-0402CD1A3572E0995326?types=A&
este video do PMDB resume o que eles queriam desde o início só o grande Gen Vidas Boas e os honestos políticos, jornalistas, empresários, e outras tantas classes não exergaram o que realmente eles desejavam parafraseando um humorista da praça é nossa "bobinhos estes meninos".

Anônimo disse...

"Ao anônimo de 17 de janeiro de 2017 17:07." Se me permite amigo, faço de suas palavras as minhas. Excelente.
Sub véi cansado que já perdeu as esperanças, inclusive nos comandantes.

Anônimo disse...

Kkkk
Pato, bola, macaco!

Anônimo disse...

E o CHAPA QUENTE cade?????

Anônimo disse...

Pato, bola, macaco.
Aman 2012.

Anônimo disse...

bla, bla, bla, nada de concreto.

Anônimo disse...

Que a situação não está boa, estamos carecas de saber, agora eu acho uma tremenda de uma covardia, além de traição, um recém 3º sargento, que mal tirou as fraldas pra mijar vir a fazer uma crítica tão contundente. Fico pensado que moral ele tem para cobrar os subordinados, ai é fácil, m**** para cima e c**** para baixo. Meu amigo..., lá no exército as coisas não funcionam assim, ok, não é nem pela questão da crítica ao Cmt mas olha só tu é muito novinho..., valeu sem resentimentos

Anônimo disse...

Um dos melhores comentários que já li neste blog.

Léo disse...

Pois eu sou bem velhinho.Camarada,eu dediquei 40,40,40 anos da minha vida sendo leal a quem não merece nem mesmo um gesto de lealdade.Um bom dia sequer.Falsos como uma nota de três reais!!! Eu morreria para defender a vida de um terceiro Sargento honrado.E, em guerra,não daria meu cantil para muitos,muitos,mas muitos mesmos Oficiais que me comandaram.O tempo de serviço é o que menos importa no respeito que devemos ter por um militar.Um dia já basta para sabermos o valor que o ser humano tem.Tive Comandantes- conto nos dedos- os quais morreria numa trincheira para defendê-los.A maioria? Eu daria o primeiro tiro!!!

Anônimo disse...

Generais com medo da tropa ficar com carga horária igual ao civil e não poder mais escravizar

Anônimo disse...

Como bem disse o camarada chapa quente, minha esperança está no contracheque de junho.

Anônimo disse...

Senhores, não sou a favor de tudo que ele falou, mas é uma evolução ver um Comandante não se comportar como um puxa-saco do Presidente.
É o único a mostrar insatisfação de forma clara, parece ter menos a perder.
Agora, considerar os anos da ditadura como um país de identidade é um pouco demais, fora isso, Nota 1000.

Anônimo disse...

Este General não me representa...

Anônimo disse...

Sinto muito Léo se tudo na sua vida deu errado...

Anônimo disse...

Léo, sou seu fã, admiro sua coragem e seus comentários aqui no blog.
Praça antigo

Anônimo disse...

E o que tem o fato do cara ser moderno? Ele também não vai sentir no lombo as mudanças que estão apontando no horizonte? Será que pelo fato de ter 3, 4 anos de tropa ele não pode se sentir frustrado e com suas expectativas não correspondidas? No exercito se difundem diversos preceitos distorcidos que sempre favorecem o superior, um deles é o conceito de lealdade, que é observado fora de seu contexto universal, e de maneira unilateral ascendente. Ou seja, o subordinado deve tudo, tudo de si, a seu comandante, porém este não pensa desta maneira, como um amigo nessa mesma matéria falou, nem ao menos um bom dia se dignam na maioria das vezes a dirigir ao subordinado, e isso advém dá educação que se trás de casa. Quanto mais demostrar lealdade, quando ocupar funções que mudem a combalidas e desgastada carreira militar, que tantas perdas trouxe aos integrantes dá força e suas famílias. Logo, não interessa se o cara é novo, pois diante de muitos "antigões"em situação de conforto (não falo das praças), pregando vida franciscana e espartana à ponta dá linha e ficando até 40 anos na ativa para não perder regalias, diárias, coquetéis, bajulações desnecessárias, e nada fazendo pelo subordinado...Não culpo o soldado mais moderno por estar descontente. O soldado que chutava as barricadas de lixo, no ES, ganha por metade do soldo (não dos vencimentos, vejam bem...) dos SD amotinados PM, tem ST PM ganhando como Cmt de BTL, e aí??? ESTÁ BOM? É coisa de moderno reclamar?
Praça antigo

Anônimo disse...

É real que este ano o "espargidor" vai atuar nos militares que estão em guarnição especial mais de 10 anos e nas guarnição do nordeste mais de 5 anos?? Igual ocorreu em 2009. Tem camarada em Loca A desde 1985 formou foi para Manaus e Porto Velho, nunca mais sairão. Como vai ficar.

Anônimo disse...

Ultimamente os comandantes tem dito o que todos diziam e sabiam.Mas teve um momento que um deles afirmou que os militares iriam "contribuir" com esse momento. A falta de confiança do que se diz e o que se adota é o que causa toda esse burburinho. Tudo o que é de ruim, vinga, e o que é bom sai pela metade.

Anônimo disse...

Depois que viram o que a PM foi capaz de fazer e, pode piorar a situação, começaram a amenizar a situação para a inclusão na previdência comum. Só que não dá para acreditar mais em ninguém. Depois de assinado e publicado, os militares, nada ou quase nada poderão fazer, já que serão enquadrados rigorosamente caso haja algum movimento parecido com o da PM.

Anônimo disse...

O STF não saiu da casinha meus amigos. Eles só estão defendendo aquilo que primariamente foram escalados para defender: a anarquia !!

Léo disse...

O Foro de São Paulo, Raul Reyes e o Gen Villas Bôas. Há menos de trinta dias, sua excelência, o Comandante do mais poderoso e preparado Exército de toda a América Latina, o Gen Villas Bôas afirmou que as instituições brasileiras estavam funcionando perfeitamente bem e com um sistema de pesos e contrapesos que não careciam de tutela do Glorioso Exército de Caxias.E,agora, afirma que o Brasil está à deriva.Afirma que o país não sabe aonde quer chegar.Em 1990, quando o réu Luiz Inácio Lula da Silva, juntamente com o assassino Fidel Castro criaram a Foro de São Paulo construíram a Maior Organização Criminosa política de toda a América Latina.Hugo Chaves, em 1995, em El Salvador, compareceu como convidado, ao Foro de São Paulo, realizado na capital de São Salvador, América Central.Contou ele que ,na ocasião, um homem botou o braço no seu ombro e disse que precisavam conversar.Era o assassino, criminoso e chefe das Farcs,Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia,Raul Reyies.Sabemos,há décadas, General, que o Brasil está à deriva.Nenhuma novidade na sua tardia afirmação.Porém, discordo, diametralmente, da sua fala de que o Brasil-A classe política,claro- não sabe aonde quer chegar.Claro que sabem.E sabem muitíssimo bem.Todos os partidos de esquerda, mais de cem, em toda a América Latina,juntamente com as FARC e o MIR, progetaram e consolidaram o sucateamento do maior Exército da América debaixo da linha do Equador: o Glorioso Exército de Caxias,do Mal Deodoro da Fonseca,do presidente Dutra, do Gen Olímpio Mourão, do Mal Humberto de Alencar Castello Branco, do meu Exército.Estamos ,sim,à deriva.O Brasil do carnaval.O Brasil dos 7 a 1.O Brasil do PMDB.O Brasil do PSDB.O Brasil do PP.Mas, sobretudo, o Brasil do PT.O partido que manteve contatos com Raul Reyes, um dos seres mais deploráveis que viveu e morreu na América Latina.Traficante, assassino,bandido cruel.Dizer que a sociedade brasileira -a classe imunda, vagabunda,safada,bandida, Criminosa, salafrária,saqueadora dos cofres do povo, arrombadores institucionalizados não sabem aonde querem chegar,no mínimo, é demonstrar que as informações privilegiadas que possui não estão à altura do cargo.Bandidos é o que são, os políticos safados da esquerda Criminosa que não têm a coragem de expulsar um lixo humano como o vagabundo do Zé Dirceu.Lixos é o que são.Estamos à deriva, General? Tenha a coragem de passar para a história de forma grandiosa.Dê aquela ordem que somente os grandes Generais deram!

Léo disse...

Não demonstre fragilidade,General! Ainda somos o mais poderoso Exército da América Latina.Não tema em exigir o que nos pertence e que nos foi tirado, propositadamente, por essa classe política bandida.Vencimentos VERGONHOSOS, VEXATÓRIOS, HUMILHANTES E RIDÍCULOS é o que nos pagam os vagabundos que formaram a Maior Organização política Criminosa ,institucionalizada,da História humana.Estão desagregando,há anos, a coesão castrense.A humilhação coordenada e contínua a qual convivemos, mensalmente, tirou-lhe o que o Mal Castello Branco tinha de sobra, escancarada: o orgulho de seus comandados por quem os comandava.Deplorável o senhor permitir isso.Triste. Coragem, Comandante!!!

Anônimo disse...

Sai daí fofoqueiro! De onde vc tirou isso. Se eles estão lá até hoje é porque são poucos que querem levar sua família para locais inóspitos. Financeiramente, hoje, não compensa pedir transferência. O preço da alimentação é muito alto.

Anônimo disse...

E, aí, os parlamentares sem noção e revanchistas, querendo mostrar aos seus eleitores que não dispensam ninguém, lascam os militares na vala comum, e o que os comandantes farão? SELVA! E a tropa continuará com a vida de "pombo", comendo migalhas.

Anônimo disse...

Comentário desnecessário, grande exemplo de militar antigão acaba de passar, enfim...

Anônimo disse...

Só espero que quando acabe a bagunça que está rolando no Espirito Santo e no Rio de Janeiro, os militares não voltem pra pauta como; "Muito obrigado pelo apoio na dificuldade, mas lembra? em que ponto paramos de nossa conversa onde iríamos desmontar o sistema de seguridade social de vocês?

Anônimo disse...

Anônimo de 17 de fevereiro de 2017 18:55 disse:
"Ele impediu os subtenentes que foram promovidos até 2009 de realizarem o CHQAO e receberem o adicional de habilitação de 25% e também não os promovem a QAO. E os militares que realizaram o curso também não são promovidos."

Quanta bobagem se lê neste blog. Sou subtenente promovido em dez de 2009 e fiz o CHQAO, os subtenentes ate 2009 foram isentos de realizar, mas no meu caso pedi para fazer me inscrevi ( não peguei 30 dias de dispença para ficar enrolando) passei e sou da primeira turma de CHQAO e mesmo não sendo puxa saco ou protegido de ninguém, fui promovido a QAO NO MEU 2º QA. Então nada tem haver o que voce vomitou no blog, ate a data de inclusão do CHQAO como curso de altos estudos, ninguém sabia ou contava com o aumento do adicional de 25%. Agora todo mundo quer ganhar o adicional, mas não vi ninguém querendo fazer o curso expontaneamente ou sem ganhar 30 dias de dispensas para estudar... Quanta hipocrisia...

Anônimo disse...

Esperança no contracheque de junho? Só se você tem auxílio fardamento pra receber...

Anônimo disse...

Mais poderoso e preparado? Onde? Acho que vc não conhece as forcas armadas do Brasil, estamos longe disso...nem como fiorça de dissuasão servimos. Não colocamos medo nem na Bolívia ou Paraguay. Se isso que voce disse fosse verdade a Bolívia não tinha roubado o investimento feito pela Petrobras na Bolívia, no final do primeiro mandato do mensaleiro corrupto chamado Lula. Acorda o exercito braillero não passa de um amontoado de amadores que nao duraria nem 15 dias em combate...

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics