11 de fevereiro de 2017

Ser militar...

Resultado de imagem para militar"A ovelha não gosta do cão... Ele se parece demais com o lobo e a lembra dos perigos que existem além da cerca...
O lobo odeia o cão... O cão se interpõe entre ele e sua presa , as vezes à custa de sua própria vida, e o faz vagar na escuridão com fome...
O cão, mesmo sabendo ser indesejado pela ovelha e odiado pelo lobo, persiste em sua missão e segue protegendo os indefesos e combatendo os predadores."
Ser *Militar do Exército Brasileiro* é exatamente isso! Indesejado pela sociedade, odiado pela marginalidade, políticos e adeptos da ideologia do atraso ... E apesar disso, segue protegendo-a...
Simples assim! 👍🏻🇧🇷

18 comentários:

Anônimo disse...

"Senhor, umas casas existem, no vosso reino onde homens vivem em comum, comendo do mesmo alimento, dormindo em leitos iguais. De manhã, a um toque de corneta, se levantam para obedecer. De noite, a outro toque de corneta, se deitam obedecendo. Da vontade fizeram renúncia como da vida.
Seu nome é sacrifício. Por ofício desprezam a morte e o sofrimento físico. Seus pecados mesmo são generosos, facilmente esplêndidos. A beleza de suas ações é tão grande que os poetas não se cansam de a celebrar. Quando eles passam juntos, fazendo barulho, os corações mais cansados sentem estremecer
alguma coisa dentro de si. A gente conhece-os por militares...
Corações mesquinhos lançam-lhes em rosto o pão que comem; como se os cobres do pré pudessem pagar a liberdade e a vida. Publicistas de vista curta acham-nos caros demais, como se alguma coisa houvesse
mais cara que a servidão.
Eles, porém, calados, continuam guardando a Nação do estrangeiro e de si mesma. Pelo preço de sua sujeição, eles compram a liberdade para todos e os defendem da invasão estranha e do jugo das paixões.
Se a força das coisas os impede agora de fazer em rigor tudo isto, algum dia o fizeram, algum dia o farão.
E, desde hoje, é como se o fizessem.
Porque, por definição, o homem da guerra é nobre. E quando ele se põe em marcha, à sua esquerda vai coragem, e à sua direita a disciplina".
(MONIZ BARRETO - Carta a El-Rei de Portugal, 1893)

Anônimo disse...

BRASIL, ACIMA DE TUDO!!!

Jccark Carvalho disse...

Nós somos tão unidos que o cidadão faz questão de frisar "Militar do Exercito Brasileiro", como se os militares da Marinha, Aeronáutica e mesmo das Polícias fossem amados. Jamais teremos espirito de corpo. Morremos mas não aprendemos. (Em tempo sou sub-rrm Marujo).

Anônimo disse...

É bem isso mesmo...
2° Sgt 2002

Anônimo disse...

Perfeito.

Anônimo disse...

Caros leitores o assunto é fora do texto mas se for publicado vai ser gratificante. Um colega me falou que existe um "bizú no zap zap" que em 2017 a prioridade vai ser movimentar quem esta em Localidade "A" e especial. Também o pessoal de Brasilia que tem mais 10 anos na Guarnição. Isto preocupou alguns amigos e deixou outros felizes assim como eu. Tenho colegas que estão desde 1990 em Brasilia e outros com 15 anos em Loc A. Até acredito ter um pouco de verdade para nos dar a oportunidade. Eu tento ir para Brasilia pelo Plamogex e não consigo. Este ano consegui convite mas anularam por causa de PNR. Tenho perfil tudo azul. Somente seis "bolinhas azul" demais tudo triangulo azul. Comportamento excepcional, TAT/ TAF "E" tenho a Medalha Osório, Praça mais distinta e distintivo de Comando de TG. Acredito no ditado: "onde tem fumaça tem fogo". Queria muito servir, serei muito feliz se eu conseguir uma vaga em Brasilia para colocar meus filhos no Colégio Militar, ter chance de receber a Pacificador e minha esposa tentar arrumar um emprego em Brasilia.

Anônimo disse...

Já faz algum tempo, vi uma entrevista de um Gen muito bem visto e reconhecido, tanto pelos militares como pelos civis, para o Canal Livre da Band. Não recordo as palavras exatas, mas lembro da comparação que ele fez, onde ele dizia que o país é como se fosse um casa e no caso do Brasil, temos um enorme quintal. E um quintal como esse deve ter um cão de guarda para cuidá-lo, que não necessitaríamos ter um Pit Bull, referindo-se aos Estados Unidos. Mas que deveríamos ter pelo menos um Pastor Alemão (acho que foi esse a raça definida pelo entrevistado). Bom, fiquei pensando que a comparação foi interessante, mas que a realidade das Forças Armadas Brasileiras era um tanto quanto diferente. Realmente a comparação com o cão pode ser aplicada, no entanto, devido ao tratamento que as autoridades dão as Forças Armadas, vejo que podem ser comparadas com um cão fira-latas.Aquele que em sua inocência, mesmo apanhando e sendo mau tratado por seu dono, passando fome, dormindo debaixo de uma cobertura qualquer e mesmo assim, quando o dono lhe joga migalhas dos restos de comida de seu prato, fica todo feliz, balança a cola esquece todos os sofrimentos até que toma a próxima surra sem nem saber o porquê. Infelizmente é a realidade nua e crua. Mas ele continua defendendo o quintal do seu dono e algoz.

Anônimo disse...

O texto poderia explicar qual é a ideologia do avanço, do moderno, do bom.

Anônimo disse...

O texto é bacana, mas não consigo imaginar que essa perspectiva sirva de consolo/justificativa para o descaso que se apregoa às forças armadas nos mais amplos sentidos (salários, equipamentos, investimentos etc) principalmente considerando o aspecto simplista dessa estrutura social em 03 castas apenas. Na verdade, penso até que a ovelha é a maior culpada pela existência do lobo, o que faz os cães serem um mal necessário.

Jiddu Siciliano disse...

Exatamente isso...Perfeito.

Anônimo disse...

Parabéns Montedo ! excelente comparação.

Anônimo disse...

Quantas tarefas são exercidas por militares das Forças Armadas,imprescindíveis para a segurança do país, da aviação, dos mares que ninguém tem conhecimento? Vivem incógnitos, cumprindo sua missão independente das dificuldades, do salário defasado e da reposição indigna recebida, muitas vezes com equipamentos defasados e longe da família, mas estão lá, sempre presentes.

Léo disse...

Ser a ovelha é ter a condição permanente da ingenuidade,da dependência continuada.Ser o lobo é ter a vida predestinada para a caçada incondicional e predatória.Agora, ser o cachorro é condição arbitrária entre a presa e o predador!!! O que mais perturba a escolha de ser o cachorro é saber que a ovelha é alienada ,que o lobo é incansável e que ,entre nós, os cachorros, o perigo é infinitamente maior,para nós, do que para a ovelha, caso ela conseguisse passar pela cerca e pelos cachorros.Entre os cachorros existem os verdadeiros lobos ,em peles de cordeiros.São aqueles que nos comandam pelo comando.Que nos controlam entre os muros da opressão.Que figem que são são ovelhas.Figem que amam os cachorros.Mas,na verdade, são lobos na pele de cordeiros!!! Parabéns, Montedo, pelo seu texto lindo.Lembrando que os cachorros verdadeiros são os graduados, as Praças, propriamente ditas.As ovelhas, os recrutas.E os lobos, o resto.Nossos verdadeiros inimigos estão dentro do aprisco.OS LOBOS!!!

Anônimo disse...


Indesejado pela sociedade? Você está completamente equivocado

Anônimo disse...


"A ovelha em pele de lobo não gosta do cão...
O cão se parece demais com o lobo e a ovelha em pele de lobo se lembra dos perigos que existem além da cerca...
O lobo em pele de ovelha odeia o cão...
O cão se interpõe entre o lobo em pele de ovelha e sua presa, às vezes à custa de sua própria vida, e o faz vagar na escuridão com fome...
O cão, mesmo sabendo ser indesejado pela ovelha em pele de lobo e odiado pelo lobo em pele de ovelha, persiste em sua missão e segue protegendo os indefesos e combatendo os predadores do tempo, do dinheiro público, etc."
Ser *Militar do Exército Brasileiro* é exatamente isso!
Indesejado pela sociedade corrupta...
Odiado pela marginalidade pública e das ruas...
Odiado por políticos corruptos...
Odiado pelos adeptos, em todos os meios e lugares:
...da ideologia do atraso, da preguiça, do roubo, da corrupção, da prevaricação...
Inclusive, e infelizmente, indesejado e odiado por alguns “funcionários públicos militares”...
E apesar disso, segue protegendo-a...sendo sempre a última trincheira segura...
Simples assim! 👍🏻
(Po
(Postagem adaptada - MONTEDO.COM)

Anônimo disse...

Conheço...

Anônimo disse...

O pior dessa estória é que, o dono do cão não lhe dá valor, joga migalhas para ele e exige muita dedicação.

Anônimo disse...

Postagem fake...

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics