1 de junho de 2017

EUA usarão Centro de Alcântara para lançar foguetes, diz Jungmann

Estadão Conteúdo
O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou nesta quarta-feira, 31, que o governo brasileiro vai permitir inicialmente aos Estados Unidos o uso do Centro de Alcântara, no Maranhão, para o lançamento de foguetes ao espaço. Além dos EUA, o ministro disse que Israel, Rússia e França também já manifestaram interesse em usar a estrutura do equipamento.
O Centro de Lançamento de Alcântara, conforme lembrou o ministro durante o Fórum de Investimentos Brasil 2017, está paralisado desde 2001 e o governo do presidente Michel Temer (PMDB) prepara um projeto de lei que autoriza o País a permitir o uso do equipamento a governos estrangeiros. Uma versão do projeto já havia sido apresentada em 2001, mas foi retirada do Congresso para ganhar um novo texto.
Durante discurso no evento, o ministro não citou um prazo para envio do projeto, mas disse que “muito em breve” o centro vai estar em plenas condições de funcionamento. Jungmann falou ainda que será reformulada a governança da estrutura, que, segundo ele, era um dos “temas mais frágeis” da estrutura para o governo.
Um Conselho Nacional de Espaço também será criado, explicou o ministro, para servir como um comitê executivo que dará suporte à administração do centro de lançamentos. “O País investiu bilhões na construção do equipamento de um centro que aí se encontra plenamente consolidado, com plenas condições de funcionamento e que esperamos reativar muito em breve”, disse Jungmann.
O ministro destacou que o interesse dos outros países em usar a estrutura brasileira para lançar foguetes no espaço se dá pelo fato de o Centro estar estrategicamente localizado, já que fica na linha do Equador e tem uma proximidade maior da superfície terrestre com o espaço.
ISTOÉ/montedo.com

4 comentários:

Anônimo disse...

...já dizia as primas: pagando bem, que mal tem ?!
detonaram com o programa espacial brasileiro, quebraram o país e agora não sabem o que fazer com o investimento feito...lamentável.

Anônimo disse...

Eu até sou a favor do Brasil manter essa amizade centenária com os americanos, principalmente em decorrência da nossa enorme defasagem no poderio militar. Mas vendo as últimas imagens das visitas que o, bicudo e arrogante, presidente americano aos seus aliados europeus, fiquei preocupado como ele vai tratar o nosso país. Pelas declarações que fez na reunião da OTAN e pelas atitudes mal educadas e arrogantes na frente dos jornalistas, de duas, uma: ou ele não termina o seu mandato ou vai provocar uma turbulência mundial e pela América Latina.Esperemos que ele não tenha a intensão de se apoderar, por meios políticos ou militares, da base de lançamento de Alcântara, para que ninguém mais a utilize, pela sua posição privilegiada do equador. Se, até a França que tem uma base na Guiana Francesa, ao norte,quer usar a nossa, imaginem a desconfiança da utilização pelos russos.

Anônimo disse...

"O ministro destacou que o interesse dos outros países em usar a estrutura brasileira para lançar foguetes no espaço se dá pelo fato de o Centro estar estrategicamente localizado, já que fica na linha do Equador e tem uma proximidade maior da superfície terrestre com o espaço". Ele não sabe nem onde fica a linha do equador! E nem tão pouco Alcântara é o ponto mais próximo entre a superfície da terra com o espaço.

Anônimo disse...

dinheiro nao cheira...pg bem; ok. "Senão for por bem vai na força. "eles mandam na historia atual e fim d papo. Volta MonarwquiA, pois o numero d não patriotas aumenta por forças interenas e esternas
"""C"AN"D"I""D"A""T"E"M-se a tudo. ""B"Rsil tem crise d Liderança coom coragem moral. "Fim da ""Dedicação esclusiva (pois vive-se 30 anos d regime semi-aberto...)"... "Adotem modelo d bombeiros NY". Libertem-se..."Sejam"!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics